História My Friend's Brother - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cameron Dallas, Originais, Shawn Mendes
Personagens Cameron Dallas, Personagens Originais, Shawn Mendes
Tags Cameron Dallas, Shawn Mendes
Visualizações 29
Palavras 886
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Festa, Hentai
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


desculpa não postar ontem, estou com um problema familiar um pouco sério...boa leitura

Capítulo 5 - Cap 5


Elizzy On

Andei tranquilamente até o parque e quando cheguei lá, em sentei em um banco olhando um bando de crianças brincar de pipa.

Peguei meu celular e entrei no perfil do Shawn logo mandando uma mensagem para ele.

-Aonde você está?- enviei e guardei o celular novamente.

Olhei para o céu e sorri, senti um flash em meu rosto e um barulho de câmera, virei o rosto para o lado e vi Shawn.

-Volta naquela pose, você tá linda -ele disse sorrindo enquanto colocava a câmera no olho.

Voltei a pose anterior e ele tirou algumas fotos de mim com vários ângulos diferentes.

-Vamos ir ali no balanço? Uma foto sua ali deve ficar boa -ele me disse enquanto arrumava a câmera.

-Ta me chamando de criança? -perguntei erguindo minha sobrancelha e ele riu negando.

-Apenas uma idéia de foto, só se você quiser é claro...

-Estou brincado, vamos lá você parece ser um ótimo fotógrafo -sorri e fui até o balanço me sentando no mesmo e me balançando um pouco.

-Sua mãe caprichou na hora de fazer você né? - ele disse se ajoelhando e colocando a câmera em seu olho de novo.

Eu ri e olhei pra ele que bateu uma foto minha, fiz algumas caretas e ele deu risada enquanto tirava as fotos.

-Você é fofo -disse enquanto soltava o cabelo e ele continuou tirando fotos minhas- não posso nem me arrumar mais?

-Obrigada pelo elogio, e respondendo sua pergunta -ele se levantou- fotos distraídas são as melhores quando se tem uma câmera boa e a pessoa esta sem reação -sorriu para mim que olhei para o sorriso dele e meu Deus que sorriso maravilhoso é aquele.

-Entendi, você fez algum curso de fotografia?-me levantei no balanço e andei até ele que olhou pra mim e colocou a cordinha da câmera no pescoço tipo um colar.

-Ah sim, quando eu morava em Londres eu fiz vários cursinhos...

-Me diga alguns deles -parei de andar e fiquei olhando o parque que era um lugar lindo.

-Fotografia, dança, pintura, música e só, sou um cara bem casual -ele piscou pra mim e eu não contive o sorriso.

Olhei pro lado e escutei o barulho da câmera.

-Não cansa não?

-Quase nunca, ainda mais quando a modelo é fofa, linda e simpática.

-Me acha simpática?

-Se eu não achasse não teria falado.

-Grosso - falei cruzando os braços e ele riu.

-Eu grosso? Em outra parte mas na personalidade não.

- O que quer dizer com "em outra parte" ?

-Pense o que quiser -ele sorriu e eu ri do comentário dele...um pouco safado talvez- Quer tomar um milk shake?

-Pode ser, tem uma sorveteria ali do outro lado do parque -apontei e ele olhou assentindo.

-Ou podemos ir ao Starbucks, que tal?

-Depois fala que é casual -revirei os olhos e ele riu.

-Mas enfim, você escolhe na onde quer ir.

-Vamos no Starbucks só porque o frappucino de morango que tem lá é ótimo -sorri e ele ficou me olhando por um tempo.

Andamos caminho ao Starbucks que não era muito longe dali, fomos conversando e falando sobre nossa vida no passado e o que queríamos para o futuro...

-Eu posso sim ser uma pediatra -falei rindo e ele me olhou.

-Você disse que queria jogar o menino no lago só porque ele esbarrou em você.

-Mas na pediatria você descobre doenças e não é esbarrada por crianças -falei dando uma de convencida e ele riu da minha expressão.

-Não custa sonhar, quem sabe você não acabada se tornando uma ótima pediatra.

-Exatamente, não sei o que você ta falando aí, eu sou ótima com crianças- chegamos ao Starbucks e ele abriu a porta para mim entrar.

-Primeiro as damas -ele sorriu e eu ri.

-Muito bom cavalheiro você - sorri e entrei e ele entrou atrás de mim - O que vai tomar?

-Frappucino de chocolate -ele disse passando a língua pelos lábios e eu sorri.

-Certo, então deixa que eu peço pra nós.

-Não, senta aí que eu peço -ele apontou para uma mesinha e eu suspirei sentando.

-Toma o dinheiro pra você pagar o meu - falei tirando 15 dólares da minha bolsa e esticando o braço pra ele que negou com a cabeça - Anda Shawn, pega aqui.

-Eu pago pra você -ele disse andando até o balcão pedir nossos frapuccinos e eu revirei os olhos rindo enquanto olhava pra ele.

Depois de alguns minutos ele veio com os dois frappucinos na mão.

-Sabe que não precisava fazer isso né?-falei enquanto colocava o canudo na boca e olhava pra ele que sorriu.

-Eu sei, mas eu quis ser gentil com você, por isso paguei o seu.

-Da próxima eu que pago.

-Não precisa fazer isso - ele disse olhando pra mim.

-Mas eu também quero ser gentil com você -sorri e ele fez cara de pensativo.

-Espera aí, você disse que na próxima vez você paga certo?- assenti com a cabeça- então vão ter outras vezes?

-Ah,se você quiser por mim tudo bem -sorri e ele retribuiu o sorriso pra mim enquanto olhava pra minha boca.

-Enfim, vamos indo ou quer terminar de tomar aqui mesmo?

-Vamos indo -ele se levantou junto de mim e andamos até a casa dele enquanto conversamos sobre qualquer coisa que fosse interessante...ou não.


Notas Finais


até amanhã


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...