História My Gângster (Imagine Jimin) - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~ChoiYun

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Gangster
Exibições 19
Palavras 1.764
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Ecchi, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Ola meus amores 😍
Então esse é meu primeiro imagine, espero que vocês gostem 😍

Explicações:

Os espaços que estão assim- ____- devem ser preenchidos com seus nomes.
Na historia você é uma das maiores gângster de Seul e da Coréia do Sul, é isso, o resto será explicado na história.

Capítulo 1 - 1.Capítulo


Fanfic / Fanfiction My Gângster (Imagine Jimin) - Capítulo 1 - 1.Capítulo

A noite estava caindo, o vento frio tomava a cidade ds Seul, assim como as sirenes de carros de polícia....eles perseguiam um carro, de umas das gangue mais procuradas de Seul, a gangue era completamente identificada....milhares de dólares por apenas uma cabeça de alguma integrante, mas ninguém nunca a acharam.

-Você pegou tudo?-Falava para Lena, uma das minhas melhores amigas, uma ótima atiradora.

-Tudo, tudo mesmo, não deixei nenhum centavo-Sorri cínica abrindo o capo da minha Ferrari preta, pra não destacar no meio da noite.

-Você já sabe o que fazer-Digo para Soomi que estava no banco treseiro, ela apenas sorriu para mim enquanto eu ligava o rádio.

"Está acontecendo mais uma fuga das ladras mais temidas de Seul, cuidado, aconselho vocês a não saírem de casa"

-Isso é música para meus ouvidos-Mordo os lábios satisfeita, escutando o barulho da explosão que Soomi havia acabado de fazer, ela era muito inteligente e a maioria de nossas bombas ela que fazia.

-O que vocês acham de comemorar ?- Lena dizia animada tirando sua máscara da boca assim que percebeu que era seguro.

-Por mim -Digo não dando a mínima também tirando minha máscara com desenhos de caveiras.

-Não sei não, prefiro ficar em casa- Soomi sempre foi assim, nunca queria sair, ela dizia que tinha vergonha de conhecer gente e blá blá blá.

-Para de graça Soomi, você vai e pronto- Dizia Lena fazendo biquinho.

-______....me tira dessa vai- Esticou seu corpo para me olhar, mordendo os lábios .

-Meu deus, agora que me lembrei, tenho um compromisso - Acelero o carro indo em direção nossa mansão um pouco perto dali, para gente era normal acabar de roubar um banco, matar milhares de policias e depois ir para casa.

-Se fudeu Lena-Soomi diz rindo me fazendo rir também.

-Olha que eu te mato em Soomi-Sorriu brincalhona fingindo tirar a arma da cintura.

-Olha que eu estoro a sua língua-Soomi cruza os braços fazendo beicinho, me fazendo rir mais.

-Olha que abusada essa maknae- Cheguei em casa rapidamente, logo o portão automático foi aberto e três seguranças vinheram em nossa direção para abrir as portas do carro.

-Mark...prepare meu camaro branco, já estou de saída-Falo entregando a chave da ferrari para ele guarda-la, Mark apenas assentiu e entrou ao carro.

-Jaebum, desça as malas e as leve para nosso galpão.- Lena abria o porta mala, tirando os bilhões de reais que havíamos roubado daquele banco.

-Como quiser-Jaebum pegou as malas transferindo para um caminhão que iria para o galpão.

-Posso saber onde você vai ? -Lena vinha atrás de mim enquanto Soomi chupava um pirulito descontraída entrando em casa.

-Preciso de novos prostitutos para nossa boate em Daegu-Sorri cínica e a mesma fez uma cara nada boa.

-Você vai pra balada e vai me deixar com a peste da nossa Maknae?- Falou apontando para Soomi que havia adentrado nossa mansão.

-Eu ouvi isso Lena-Diz se jogando no sofá ligando a TV.

-Ta que seja... quer vir comigo? -Subo as escadas ouvindo seus passos atrás de mim.

-Não, vou dormir to cansada.-Ela fala entrando em seu quarto.

-Vai se fuder Lena -Grito entrando em meu quarto, vou para o banheiro logo me despindo, indo para baixo do chuveiro, já que a banheira é uma coisa muito demorada e estava com pressa.Termino meu banho rápido e vou até meu closet, optando por um vestido preto colado ao corpo de renda com um unico babado, também de renda, em frente aos seios, e um salto verde bebe, deixei meus fios soltos e fiz uma maquiagem leve por estar com algumas jóias.Saio de meu quarto, descendo até o primeiro andar, onde Soomi assistia Plantão, estavam falando do assalto mais bem sucedido do ano no maior banco de Seuol, que foi cometido pela minha gangue.

-Tchau Maknae-Mandei um beijo pra ela, escutando a mesma dizer um "Tchau Omma", Soomi me chamava assim por que a menina tinha apenas 17 anos e praticamente Lena e eu educamos ela, não que eu seja muito velha, 20 aninhos apenas, mas vivi muita coisa e Soomi era realmente inocente.....Vou até meu camaro, onde Mark se encontrava com a chave do mesmo.

-Obrigado Mark-Sorriu maliciosa ao perceber seu olhar em cima de mim.

-Está maravilhosa ______-Ele morde os lábios os umedecendo logo após.

-Eu sei-Digo indo até ele e pegando a chave de sua mão.

-Eu não ganho nada ?-Mark me puxou me fazendo bater em seu peitoral, sua voz suave estava rouca, me fazendo arrepiar.

-Quando eu voltar....vai até meu quarto-Sussuro em seu ouvido mordendo seu lóbulo.

-Vou estar la-Mark selou nossos labios rapidamente e me soltou.

-Te vejo quando chegar- O mandei um beijo adentrando o carro dando partida.

 Mark e eu carregavamos uma relação de sexo sem compromisso, me interessei por ele assim que o mesmo pediu emprego para mim, mas nunca senti nada por ele, só tesão.Continuei meu caminho, chegando até a boate de "Sehun", um dos maiores sequestradores de Daegu, ele buscava pessoas de todo mundo para vende-las, algumas inocentes, outras vinham porque queriam, Sehun estava em Seul porque aqui era o lugar onde o mesmo mais vendia suas prostitutas e prostitutos.
Estaciono meu camaro passando um batom sobre meus lábios, caminhando calmamente até entrada da boate, a música eletrônica preenchia aquele local, junto a luzes que não paravam de piscar, o cheiro era de nicotina de cigarro e maconha, álcool por toda parte, pessoas sentadas assistindo o show das dançarinas em seus poles dances e outras apenas se comendo.

-Não acredito que veio-Sehun vinha até mim me dando um longo abraço.

-Acho melhor ficar longe ou arranco sua cabeça-Sorriu cínica vendo o mesmo se afastar.

-Desculpa gata, o que faz aqui?-Pergunta dando um profundo gole em sua bebida.

-Preciso de meninos para a boate de Daegu-Mordo os lábios o ouvindo rir.

-Bem daqui a pouco começam os lances, vamos la pra cima enquanto isso- Sehun fez sinal com a mão para que eu subisse naquela longa escada, subo rapidamente entrando na sala VIP, onde já conhecia muito bem.

-Olha, quem está aqui, a maior gângster de Seul-Chanyeol, o barmen que trabalhava na área VIP diz me entregando uma bebida.

-Obrigada-Sorriu amigável tomando um gole de minha bebida.

-Achei que não viria por estar ocupada quase agora -Ele se referia ao assalto me fazendo rir baixo.

-Bem...aquilo foi bem rápido e não perderia uma noite como essa-Vou ate a cadeira do bar me sentando .

-______!-Procuro a voz um pouco confusa, até acha-la, era Hani, uma traficante de empresa pequena ainda, mesmo assim trabalhava muito bem.

-Olá Hani-Falo mordendo os lábios a vendo sentar ao meu lado.

-Sabe quem está aqui ?-Diz sussurrando.

-Não, quem ?-Estava bem confusa e prestava toda atenção em minha bebida.

-A gangue Bangtan- Assim que ouvi, meu corpo foi coberto pela raiva, apertei tanto meu copo que o mesmo virou pedacinhos cortando um pouco a minha mão.

-O que disse ?-Digo percebendo toda atenção da área VIP para mim.

-Oh meu deus ! Você está bem ?-Hani pergunta parecendo preocupada.

-Não, não estou bem.... sabe quando vou estar bem? -Pergunto cínica tombando a cabeça para o lado-Quando matar Park Jimin...

Bem, sempre foi assim, a gente se odiava, desda escola, eu era apaixonada por o líder da gangue, Park Jimin, mas eles sempre me ignorou e só fazia tudo para me atrapalhar, e ultimamente acabou com o nosso carregamento que vália mais de bilhões de reais, conseguimos de volta, mas eles sempre tentam nós derrubar, Bangtan são realmente horríveis, por vingança destruí o casamento de Jimin, a mulher era tão galinha que agarrou o homem que tinha mandado engana-la.

-Estou indo, é melhor eu sair daqui antes de ver...

-É muito bom te ver-Fui interrompida por uma voz que eu realmente conhecia e tinha raiva.

-Falando no capeta-Levanto de minha cadeira o encarando, Jimin era realmente um cara bonito, tinha cabelo negros e uma pele aveludada, branca, como bumbum de bebe, sua boca era carnuda e dava vontade de toma-la para mim, mordo os lábios em reprovação meu pensamento.

-A quanto tempo, não te vejo desde....

-Desde eu ter acabado com o seu casamento- Desta vez eu o interrompi sorrindo ironica.

-Ia dizer desde que roubei seu carregamento-Ele ri fraco mordendo os lábios com força.

-Que foi pego de volta, não é Jimin ? Já a sua mulher...-Rio alto irônicamente, vejo seus olhos preencherem em raiva-Ficou com raiva Jiminizinho?-Chego mais perto de seu rosto

-Está pedindo pra morrer _____?-Segura meu pulso com força, fazendo a raiva me dominar mais.

-Não, você que esta, já que meu pulso está sendo apertado por uma mão nojenta - Puxo meu pulso, colocando a mão em minha cintura, não sentindo a arma.

-Vejo que esqueceu a sua arma.. -Sorriu cínico arrumando seu cabelo, o deixando bagunçado o que fez o mesmo ficar realmente lindo.

-Vejo que você esqueceu que posso te matar só com as mãos-Mordo os lábios desviando meu olhar daquela cara imunda (Eu não acredito que escrevi isso)

-Chega dessa _____....onde está o resto da sua ganguezinha? -Tira sua mão direita de seu bolso colocando em sua boca, tombo um pouco minha cabeça para o lado, vendo os comparças de Jimin, sentados nos bancos do local.

-Diferente da sua ganguezinha de merda, a minha não é igual um bando de cachorrinho que fica atrás da cadelinha no Cio-Rio fraco lambendo os lábios.

-Dessa vez passou dis limites ______-Diz puxando meu braço colando nossos corpos, os seus olhos se encontraram aos meus, o que me fez sentir estranha.

-Ei ! me solta-Digo me debatendo contra seu peito.

-Não, hoje você será minha....-Jimin puxa minha mão me tirando do local.

-Me solta, agora....-Falo alto sentindo a raiva me dominar

-E o que você vai fazer ?-Pegunta me jogando dentro de um quartinho pequeno, mal cabia nós dois ali 

-Eu vou fazer.....-Antes de qualquer coisa, Jimin me prendeu contra a parece fazendo nossas respirações se chocassem.

-Eu sei o que você quer fazer....você quer me beijar....-Sua voz tomava em um tom de rouca me fazendo ficar arrepiada "O que esta acontecendo comigo ?", penso caindo na realidade.

-Não eu quero fazer isso- Levanto minha perna com força acertando as bolas de Jimin, fazendo o mesmo gemer de dor e me soltar-Foi bom te ver Jimin-Saio daquele quartinho trancando a porta logo após-Espero que se divirta-Falo rindo alto saindo dali.

O que está acontecendo comigo ? Quase me deixei me levar por Jimin, não, isso nunca irá acontecer....prometi a mim mesma que não me apaixonaria e nem sentiria nada por ninguém, e não é agora que irá acontecer, principalmente por Park Jimin.....


Notas Finais


Espero que tenha gostado
Até o próximo cap...😍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...