História My Girl. - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber
Exibições 3
Palavras 620
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Capítulo dois


Justin Bieber POV's 

Eu estava naquele hospital à horas, eles não me davam nenhuma noticia da minha garota, eu já estava com os olhos fundos, minha boca seca e cabelos que durante a manhã estavam em perfeita ordem agora estavam uma bagunça. Toda a família e amigos de Jazz estavam ali, era lindo ver como todos estavam orando em conjunto, mas também era triste, suas amigas ainda frágeis choravam no ombro uma das outras. A cada instante que se passa minha ansiedade aumenta, meus olhos pesados de tanto chorar se fecham, e eu viajo para outra órbita, apenas lembrando de suas belas curvas mexendo contra luz em minha frente. Sou tirado de meus pensamentos com a voz séria do médico que se encarregou de cuidar da Jazz. 

-Boa noite, vocês são os familiar e de Jasmine Silver? - ele pergunta as pessoas que se encontravam na sala. 

-Sim, somos. Como ela está? Vai ficar bem? - a mãe de Jazz responde. Eu apenas olho atento para tudo que se passava ao meu redor. 

-Bom, o caso da sua filha é considerado grave, e ela está em coma, a pancada na cabeça foi muito forte e além de tudo ela teve uma parada cardiorrespiratória. - Disse em um tom amigável, tentando não nos preocupar mais. Imediatamente ao ouvir suas palavras meu coração foi a mil, meu olhos arderam e eu deixei as lágrimas escaparem. 

-Podemos vê-la? - se pronuncia o pai dela pela primeira vez. 

-Sim, porém apenas quatro pessoas - Ele falou e esperou que a mãe de Jazz escolhesse as peasoas, por fim os pais da Jasmine, eu e Júlia, sua melhor amiga, iríamos vê-la. 

Acompanhamos o médico e entramos no quarto, foi de partir o coração ver a minha garota tão frágil naquela maca, tão sem vida, seus cabelos castanhos sobre seu busto realçavam seu rosto tão belo, todos aqueles fios e máquinas conectados a ela. 

-Jasmine - falei como um fio de voz. 

Jasmine Silver POV's 

Eu estava a caminho da escola hoje cedo, e agora estou aqui, presa nesta cama de hospital, não consigo abrir os olhos, porém posso ouvir a todos que entram aqui, eu não consigo mexer nenhum músculo do meu corpo. Isso me dá vontade de gritar, não quero estar aqui, assim, não quero. 

-Jasmine, eles me deixaram aqui sozinho com você, o médico disse que pessoas em coma às vezes conseguem ouvir, e eu estou aqui para que me ouça. - ouvi a voz de Justin, céus é tão difícil ouvir sua voz e não poder olhar para seus olhos. 

-Quero que saiba que eu te amo, e que não importa o tempo que ficar aqui, você sempre será minha garota. 


Flashback on

Atlanta, um ano atrás.  

-Anda logo garota, vamos nos atrasar para pedir doces. - Justin me apresseva, eu apenas ria olhando para ele vestido naquela fantasia de mafioso italiano, eu estava vestida de zumbi, numa roupa que tinha um tecido que incomoda bastante. 

-Estou aqui, senhor apressado, vamos logo porque hoje vou me esbaldar nos doces. - falei olhando para a vizinha que entregava doces animadamente as crianças que apertavam sua campanhia. 

Eu e Justin fomos em todas as casas do bairro pedir doces, já era noite e estávamos sentados embaixo de uma árvore nos fundos da casa da minha avó, que havia viajado, conversávamos sobre histórias de terror e ele ria a cada tentativa minha de assustá-lo. Ao acabarem as histórias eu e Justin nos deitamos embaixo da árvore e ficamos observando as estrelas. 

-Justin, como você quer estar daqui dez anos - pergunto. 

-Sentado em uma lareira junto coma minha garota, no caso, você. - após ter  dito isso, Justin me puxou pra mais perto e me beijou. 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...