História My God - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Noragami
Personagens Yato, Yukine
Tags Yakine, Yaoi, Yukine
Exibições 130
Palavras 495
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Espero que gostem.

Capítulo 1 - Prólogo - Trabalho.


Fanfic / Fanfiction My God - Capítulo 1 - Prólogo - Trabalho.

Yukine On.

Suspirei mais uma vez encarando Kazuma que insistia em me ensinar alguns truques para controlar outros shinks. Era dificil, mas ele me prometia que quando eu pegasse o jeito, complicaria menos, porém, não seria fácil mesmo assim.

- Yukine! - Kazuma chamou minha atenção, balancei a cabeça e fixei os olhos no mesmo, que sorriu com minha ação, fazendo-me desviar o olhar. - Você foi muito bem hoje, Yukine.

O olhei novamente e sorri, fiquei feliz em saber que treinar tanto estava valendo a pena, mas como sempre não demonstro afinal, não quero machucar "meu deus".

Olhei para a porta do grande e enorme santuário de Bishamon-sama, era enorme e tinha muitos shinks, por isso ela era falada como a maior deusa da Calamidade. Eu não discordava disso, seus olhos eram claros, mas penetrantes, qualquer descuido, você não teria volta.

- Chega por hoje. - Bishamon-sama sorriu enquanto vinha na nossa direção, eu e Kazuma demos uma breve referencia. - Foste muito bem, Yukine!

- Obrigado, Bishamon-sama! 

- Já falei para me chamar apenas de "Bishamon", Yukine. - Ela piscou para mim e riu, sorri minimamente, mas logo voltei a meu estado sério ainda mais quando Yato se aproximou.

- Yukine, temos um trabalho! - Anunciou todo animado, minha vontade mesmo era dizer "Vá com Nora" e chama-los de mil e um nomes imundos, mas não o fiz, apenas abanei a Bishamon e Kazume, passando por Yato logo após.

- Oe! - Yato caminhou rapidamente para me alcançar, passando o braço por meus ombros, bufei e tentei tirar o braço daquele preguiçoso de meus ombros. Yato riu e teleportamos até uma mansão enorme e branca.

- Uau... Alguém importante liga para um deus como você? - Provoco rindo no final,ainda mais ao ver a cara emburrada de Yato, porém, ele não debateu o que me fez estranhar.

- Você é Yato? - Um senhor de aparentemente se aproximou de Yato, me assentiu; calado. - E você? - Ele me olhou.

- Yukine... - Falo. O senhor sorri e nos conduze até dentro da mansão.

- O trabalho de vocês é simples, sairei a noite toda, então quero que vocês cuidem muito bem da minha casa. - O senhor nos olhou. - Podem fazer isso?

- Claro. - Falamos juntos, então o senhor disse que podiamos ficar ali mesmo até a noite.

Yato não me dirigiu nenhuma palavra, até chegarmos na sala, criando um clima desconfortável.

- Yato... - Quebrei o silêncio, procurando o que falar, até que em menos de segundos me vi contra  a parede, soltei um pequeno "Ai" e já ia gritar com Yato quando o vi tão próximo a mim, minhas bochechas esquentaram e pude vê-lo sorrir de lado.

Ah merda de sentimentos conectados!

Ele me olhou fixamente com aqueles olhos azuis intensos por alguns segundos.

- Não me provoque Yukine. - Falou e saiu andando com as mãos no bolso.

Espera... Que?

- YATOOOOOOO.

Aquele baka...

Yukine off.

 

 

Continua....

 

 

 


Notas Finais


Foi isso.
Beijos de gelo~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...