História My Half Brother - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Barbara Palvin, Cameron Dallas, Camila Cabello, Jack & Jack, Magcon, Sam "Wilk" Wilkinson, Shawn Mendes
Personagens Barbara Palvin, Cameron Dallas, Camila Cabello, Hayes Grier, Jack and Jack, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Matthew Espinosa, Nash Grier, Nate Maloley, Personagens Originais, Sammy Wilkinson, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Visualizações 125
Palavras 1.586
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ta ai mais um cap pikaa de MHB, não é um dos meus fav mas é essencial para a história

Capítulo 3 - Killer


Fanfic / Fanfiction My Half Brother - Capítulo 3 - Killer

       Alexia point of view.                              Los Angeles --- Califórnia 

- G, relaxa cara! Você está muito tensa -  eu disse a abraçando

- É complicado estar com alguém que te abandonou e só está com você por obrigação... - suspirou - Preciso ficar um pouco sozinha para pensar!

- Ok, vou da uma volta para achar uma loja - disse - Sei que está difícil, mas você vai vê que tudo vai da certo! Mais tarde nos encontramos - beijei a sua bochecha e sai andando

A relação da Sofia com a Julia é bem complicada mas sei que elas vão se acertar, espero na verdade. Minha amiga está muito magoada mas eu sei que tudo isso é a rejeição que passou pela mãe e a saudade.

Andei até uma loja e comprei o meu skate, sim foi caro para caralho mas vai valer muito a pena. Botei os meus fones de ouvido ouvido Rita Ora e assim subi em cima do meu skate.

Impressionante como eu consegui arrumar confusão no meu primeiro dia. Mas porra, a culpa não é minha se aquela garota é louca que achou que eu estava dando em cima do seu namorado e o pior é que ela ainda fingiu que eu pisei no pé dela.

Minto, o pior foi o tal do Shawn, o namoradinho idiota dela. Eu não fiz um escândalo pois a gente tinha acabado de chegar, porque senão...

Meus pensamentos foram cortados quando eu cai no chão, aparentemente esbarrei em alguém.

- Porra olha por onde anda - a pessoa disse - Você - olhei para a pessoa vendo o menino do aeroporto

Mereço!

- Caralho! Olha você por onde anda idiota - gemi de dor quando tentei levantar. Olhei par o meu joelho vendo que o mesmo está sangrando muitooo - Sim sou eu!

- Meu deus isso está sangrando muitoo...onde você mora?? - ele perguntou aparentemente preocupado, mas não deixa de ser um babaca

- Não sei...Aiii ta doendo - comecei a chorar, a dor é muito grande 

- Como assim não sabe??? Deixa para la, vem ca - ele disse me botando em seu colo

- Para onde você vai me levar seu louco? - perguntei me debatendo em seu colo

- Ai, para menina! E vou te levar para a minha casa, vou fazer um curativo nisso ai

- Meu nome é Alexia - disse grossa

Ele me levou até o seu carro e dirigiu até a sua casa. Não me atrevi a abrir a boca para falar algo com ele.

- Eh, você pode tomar um banho, ai depois eu faço um curativo ai - ele disse e eu acenti o seguindo - Vou pegar uma camisa minha já que a sua está suja. 

Shawn voltou com a camisa então entrei no banheiro tomando um banho rápido. Vesti sua camisa que ficou longa em mim.

- SHAWN - gritei e ele apareceu com um kit de primeiros socorros para fazer um curativo. Shawn olhou todo o meu corpo e desviou o olhar. Quando ele tocou o algodão no meu joelho eu gritei. - ESTÁ ARDENDO

- Calma, falta pouco. Qual a sua idade? - puxou assunto

- 16 - ele me ajudou a levantar - Muito obrigada....mas agora tenho que voltar para a praia - eu disse mas ele negou com a cabeça 

- Não, você acabou de machucar bem feio e... - ele não terminou de falar pois cai em cima dele mas ele consegue me segurar a tempo - E mal consegue andar...vem - me puxou para o seu quarto - Toma esse remédio, ele vai lhe dar sono então pode deitar!

- Obrigada Shawn - o agradeci - Como sabe que eu não sou uma assassina? Sabe você está ajudando um estranha. 

- Você não é uma estranha, nos conhecemos no aeroporto e sei que não é uma aassasina.

Cameron Dallas point of view 

Horas antes

- Porra Cameron vem logo - Shawn meu irmão gritou da cozinha

- Calma Caralho - terminei de me vestir

- Cameron vamoss - minha mãe disse irritada e assim fomos para o aeroporto.

Levei minha mãe e meu irmão até o aeroporto para buscar a namorada do meu irmão e minha nova irmã! Legal né?

Eu acabei de descobrir que a minha mãe tem uma filha, e ela irá morar com a gente e com a amiga ainda. Ninguém merece cara, 2 garotas morando com a gente e imagino que ela deve ser aquele tipo garota mimada, então ja vi que vou ter que aturar isso.

O pior foi o fato da minha mãe mentir sobre isso a nossa vida toda e ainda deu a notícia como se fosse a coisa mais normal do mundo

- Meninos, precisamos conversar! - nos sentamos no sofá - Vocês tem uma irmã! 

- Você está grávida? - perguntei e ela negou

- Anos atrás eu me envolvi com um homem e tive uma filha com ele e ela está vindo morar com a gente.

- Caralho - Shawn disse pasmo - Como você pode mentir assim para a gente?

- Mano, qual o seu problema? - perguntei 

- Respeito! Eu sei que vacilei por não ter contado mas eu estava com medo. Ela e a amiga vem morar com a gente e eu espero que vocês a tratem bem por favor! E não se envolvam com ela sexualmente! Se isso acontecer vou separar os dois, ela vai para um convento e o que se envolver vai servir o exército! 

Minha mãe é louca demais mas eu nem vou me envolver com essa menina até porque eu namoro mas no momento estamos dando um tempo por causa das brigas constantes.

- Chegamos - disse assim que chegamos no aeroporto

- Você vem?? - minha mãe perguntou

- Não, vou em uma festa na praia com o os garotos. Vou de taxi e você pode voltar com o carro - disse e fui embora.

Nash Grier, Leon Carabau, Scott Dickson, Jack Gilinsky e Shawn são os meus melhores amigos e temos um grupo mais o povo chama de grupinho do Cameron, ja que sou o mais popular. 

Nesse grupinho está Eu, Nash, Scott, Leon, Jack, JJ, Hayes, Matt, Taylor, Shawn e a Hayle. E agora entou o Sam e o Skate.

Nós fazemos festa o tempo todo e hoje não seria diferente,  o Nash está sempre me chamando e como estou com esse tempo no relacionamento há 1 semana estou pegando qualquer uma. 

[...]

A festa está ótima, botei a mão no bolso procurando o meu celular e vi que tinha perdido o mesmo. Procurei pelos meus amigos mas não os achei. Tentei perguntar as horas para alguém mas todos estavam bêbados. 

Precisava saber as horas para não me atrasar no jantar de boas vindas! Vi uma menina sentada sozinha e resolvi perguntar que horas são.

- Ei - me sentei ao seu lado - Sabe que horas são? 

- 17:30 - respondeu e reparei o quanto ela é gostosa. Mano, olha essas pernas e esses peitos...caralho

- Gostando do que vê? - perguntei rindo vendo que ela não parava de me olhar

- Demais! Você é lindo - ela botou a mão na boca arrependida do que disse e eu acabei não resistindo e ri

- Obrigada! Você também é muito bonita e como - abaixou cabeça com vergonha rindo  - Sou o Cameron.

- Grace! Muito prazer!

- Então porque esta aqui sozinha sendo que tem uma festa foda rolando? 

- Tentando esquecer dos problemas ai - respondeu 

- Te entendo - ri - Não quer me contar? Sabe desabafar é bom. 

- O estranho, eu nem te conheço, porque contaria para você algo da minha vida?? - perguntou, mas se eu disser que estou me fazendo de interessado para ela transar comigo ai que não vai rolar 

- Ei, você sabe o meu nome e a probabilidade da gente se ver de novo é pouca - tentei a convencer 

- Minha mãe me abandonou quando eu era bem pequena. Ela tem a vida perfeita, se casou com um cara rico e tem 2 filhos que sempre tiveram tudo do bom e do melhor. Não é ciúmes, mas é que meu pai passou por várias coisas para me criar sozinha enquanto os filhos dela, tem tudo o que querem. - bufou - Ainda tive que sair de onde eu morava para vir para ca - ela disse e se deitou na areia - É uma mistura de sentimentos

- Olha, da uma chance para ela se explica e vai que os filhos dela são legais e você está ai julgando eles sem nem conhecer. Da uma chance não vai te matar não - disse rindo

- Não sabia que era tão bom em dar conselhos Cameron - nem eu - E agora você...

- Bom...eu moro com o meu pai, minha mãe e o meu irmão. Descobri que tenho uma irmã e fiquei surper chateado pela minha mãe ter mantido esse segredo todo esse tempo e ela vai morar la em casa. Eu nunca tive muito a atenção da minha mãe mas ninguém merece uma garota naquela casa, ela deve ser chata para caralho - cai ao seu lado - O pior é a minha mãe ter mentido para mim.

- Bom...de uma chance para ela - repetiu minhas palavras - Ela nunca morou com vocês, então imagina que ela pode também não ter tido a atenção. Vai que ela é legal, ainda pode virar sua melhor amiga. E sobre a sua mãe, talvez ela estivesse com medo!

- Depois fala que eu dou bons conselhos - nós rimos - Então ja que é nova na cidade, nada melhor do que conhecer novas pessoas né? - puxei ela até a festa sem esperar sua resposta.


Notas Finais


Lembrando: Não apoio incesto, mas é um tema bom para escrever! Amo vcs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...