História My half brother-Mambar - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Gaston, Luna Valente, Matteo, Nina, Simón
Tags Mambar Lumom Gastina
Visualizações 52
Palavras 434
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Musical (Songfic), Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - "Não quero sair de casa, muito menos viver"


Fanfic / Fanfiction My half brother-Mambar - Capítulo 2 - "Não quero sair de casa, muito menos viver"

Ambar on 

Faz um mês des do desaparecimento da Emília, apesar de todos disserem que ela morreu eu sinto que ela esta viva, eu nunca me perdoarei por isso e tudo culpa minha, ela não me merecia como irmã, eu me sinto sufocada por toda a cobrança das pessoas, depois do ocorrido só saio de casa para ir na delegacia presta depoimento, Minha mãe,  meu pai, Miguel e meus irmãos tentam me tirar de casa mas todas as vezes que coloco o pé para fora recebo olhares de julgamento e chigamentos das pessoas.

Mônica: Olha eu tenho respeitado seu tempo, mas não da mais, Hoje você vai para a escola querendo ou não.- Ela entrar com tudo no meu quarto jogando a bomba no ventilador, eu estava jogada na minha cama como sempre.

Ambar: Mãe eu não quero estudar, não quero sair de casa, muito menos viver- Digo a ela com lágrimas nos olhos, ela me olha como se o que eu tivesse falado fosse um crime.

Mônica: Não fala assim minha filha, você e muito nova e uma linda menina, você vai passar por isso eu sei que vai- Ela fala passando a mão no meu rosto, ela chorava um pouco- Todos vão voltar hoje, e eu quero que vocês volte juntos, se irmão vai passar aqui para pegar você, Nina e Simon já foram, por favor faça isso por mim.- Eu não tenho opção mesmo, ela me entregar meu uniforme e vai em direção a porta- E mas uma coisa, decidimos que não queremos vocês conversando pelo menos até o caso se esquecido, dos que estavam presentes você só pode falar com o seu irmão ninguém mais-  Eu fico sem acreditar.

Ambar: Vocês não fizeram isso, eles são os únicos que me restaram, mãe eu preciso deles do meu lado, mãe por favor- Eu comecei a chora e me ajoelhei nos pés dela enquanto suplicava para ela.

Mônica: Me desculpa mas eu já fiz.

Éramos 5 ao total naquele dia, Eu,Emília,Sebastian, Benicio e Julia, depois do ocorrido nos unimos mas do que nunca apesar de so conversávamos por telefone e mensagem já que ninguém saia de casa, apesar de eu ter desafiado ela todos tomaram a culpa para si, e ai que você conhece seus verdadeiros amigos, Benicio e o meu melhor amigo e cunhado ele namora ou namorava Emília. Eu fico ali no chão chorando até a porta se abrir revelando Sebastian ele joga a mochila no chão e eu me levanto o abraçando, eu sempre fui mas apegado a ele apesar de vivemos em casas diferentes.

Sebastian: Vai ficar tudo bem... nos vamos consegui passar por isso....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...