História My Happy Ending - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias Avril Lavigne, Ed Sheeran, Little Mix, One Direction, Zayn Malik
Personagens Avril Lavigne, Ed Sheeran, Harry Styles, Jade Thirlwall, Jesy Nelson, Josh Devine, Leigh-Anne Pinnock, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Perrie Edwards, Zayn Malik
Tags Avril Lavigne, Zavril, Zayn Malik
Exibições 35
Palavras 844
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Violência
Avisos: Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Mutilação, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hey sz
Olha quem voltou! Bom gente,deixa eu falar aqui pra vcs...
Eu disse que iria ficar uns meses fora,mas eu acho que escrever é uma forma de terapia para mim.Minha vida está uma bagunça,e eu acho que escrever possa me tirar um pouco da realidade :)
Quanto a Jay...Eu acho que ficar lamentando não irá adiantar certo? Nós temos que ser forte,assim como Louis e sua família está sendo ❤ Jay não iria gostar de nos ver chorando certo?
Então vamos ser fortes ❤
Enfim...Senti saudades meus amores,vcs me fazem tão bem ❤
Boa leitura :)

Capítulo 39 - Vivendo um pesadelo


Fanfic / Fanfiction My Happy Ending - Capítulo 39 - Vivendo um pesadelo

Autora P.O.V

O único som naquele local era da faca batendo na mesa.Ninguém tinha coragem de dizer absolutamente nada,afinal,quando Edward diz é melhor obedecer.Mas agora ele precisava de uma resposta,uma resposta que poderia mudar a vida dessa pessoa.

A verdade era que havia se passado três semanas que Avril havia sido levada para lá,os noticiários já começaram a relatar,a polícia já estava envolvida.E poderia ser o fim da equipe de Edward.Poucas pessoas sabia sobre eles,para Avril,Edward era apenas um maluco obscado por ela.Mas Sheeran já cometeu tantos crimes,sua indestidade e aparência já foram auteradas tantas vezes.

Ele sempre foi um homem esperto,nunca esteve na mira da polícia - já até trabalhou para ela por conta de um bandido que lhe devia - mas desta vez ele deu um pequeno deslize,ele deixou o ódio tomar conta,e agora ele teria que se cuidar.

- Então nenhum de vocês irão aceitar o trabalho?. - perguntou Edward,que agora girava a arma em suas mãos.

Silêncio.Ninguém se atrevia a dizer algo,apesar de serem assassinos e frios,tinham um certo medo do "chefe".Mas o senhor Richard não pensou muito antes de dizer.

- Você só pode está maluco.Seria muito arriscado isso que você está pedindo,e no final quem sairia na merda seriamos nós certo? Já que o senhor só olha para si mesmo. - Todos ali estavam de olhos arregalados,menos Richard,ele mantia sua postura.

Edward ouviu tudo de cabeça baixa,calmo de mais...Pensava seus aliados,até que uma risada macabra foi ouvida,Edward achará aquilo engraçado.Se levantou,ficando de costas,ainda girando a arma em suas mãos.

- Sabe...Em todos esses anos,ninguém nunca falou assim comigo. - ele dizia,impossível de desifrar sua feição,mas seu tom de voz podia demonstrar um pouco de raiva.

Todos ali estavam se tremendo,loucos para serem despençados daquela sala que lhe cauzavam arrepios.

- E isso...Chega a me magoar sabe? Eu sempre faço de tudo para esse lugar,por vocês. - ele dizia agora olhando para aquelas pessoas,tanto homens quanto mulheres.Ambos sentindo o medo consumir seus corpos,até mesmo Richard,depois de ver o olhar frio de Edward.

- Mas pelo visto vocês não,são gestos o suficiente por isso. - ele continuou,colocando a bala dentro da arma,de forma lenta e aterrorizante.

- Na-não chefe,nós so-somos eternamente gratos. - alguém se atreveu a pronunciar, fazendo Edward olhar, com todo sua raiva.

- Cala a boca filho da puta! -  ele diz visivelmente irritado,apontando a arma na direção do homem,fazendo com que ele quase chorasse de medo ali,Edward riu sem humor.

- Não se preucupe,não é você que irá morrer hoje. - ele falou,logo apontando a arma para Richard, que arregalou os olhos em puro desespero.

- Vejo você no inferno. - falou,sorrindo diabólico em seguida.E um tiro foi disparado, fazendo com que a bala atravessasse a cabeça de Richard.

Todos ali colocarm suas mãos na boca,em tamanha surpresa.

- ALGUÉM AQUI QUER SER O PRÓXIMO?. - Perguntou Sheeran irritado,todos ali negaram e mantiam seus olhos arregalados,dividindo o olhar entre o corpo agora sem vida e aquele que a tirou. - SAIAM DAQUI SEUS VERMES,VAMOS SAIAM!. - ele gritava,o nervosismo se fazia presente.

Avril P.O.V

3 horas depois

Exatas 19:40 da noite

O vento frio entrava pela a única janela daquela sala,a lua estava brilhosa e o céu em um tom bonito. Mas para mim nada era lindo,nada era o suficiente para me fazer esquecer essa dor que eu estou sentindo.

Minha vida estava tão miserável,eu pedia socorro em meio as minhas lágrimas, mas eu não tinha força nenhuma mais para chorar,eu já havia me asentia ei com a dor,já me acostumei com o fato de que eu não tenho mais salvação. Eu só... Queria morrer.

Vou até a janela e vejo o quão alto era ali,essa poderia ser minha maneira de acabar com tudo isso,dessa vez Zayn não estaria aqui.

Zayn....

Ele está sempre em minha mente,quando eu me lembro do seu sorriso e por alguma razão isso me acalma,me lembro das vezes em que ele dizia que me amava,porque eu nunca dizia de volta? Eu já tinha certeza que o amava,descobri isso no dia em que ele me salvou da morte.Mas.eu tenho medo,todos que eu amo morrem ou sofrem,e eu não quero que isso aconteça com Zayn,mas eu simplesmente não consigo me afastar,quando estamos juntos é como se nossos corpos fossem um imã.Como se eu precisasse dele para ser forte.

Eu sempre penso se ele está tentando me encontrar,ou se desistiu e foi procurar por uma garota que tenha menos problemas.Eu sinceramente prefiro a segunda opção, porque eu não quero que nada de ruim aconteça com ele.Nunca me perdoaria por isso.E se ele está bem,é o certo.

- Sua comida. - um homem entra,deixando ali no chão uma bandeija com aquela "comida" da qual eu me alimentava durante uma semana.

Vou até lá e a pego, o homem já havia ido.Começo a comer,sentindo aquele gosto horrível, mas eu estava fraca.Em meio aos guardanapos vejo que havia um bilhete,o pego e leio com um pouco de dificuldade, pois o local estava um pouco escuro.

" Eu me arrependo Avril...E espero que um dia você possa me perdoar.Se fizer o que eu disser, conseguira sair daqui...Espero que aceite.Mandarei mais um bilhete amanhã, se fizer o que ele disser,saberei que aceitou"

E não dizia mais nada,nem quem era






Notas Finais


Amo deixar vcs curiosos huehue ❤
Bjss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...