História My Hated Stepfather - Kim Taehyung - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens Personagens Originais
Tags Bts, Got7, Hentai, Padrasto
Visualizações 107
Palavras 1.942
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Bishoujo, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá meus amô! Demorei,era pra ter atualizado hoje cedo mas tive que resolver uns problemas de família então desculpem por ter feito vocês esperar esse tempo todo.

➡Aconselho a vocês ler os capítulos ouvindo música♡⬅

(Me desculpem qualquer tipo de erro de escrita)

B
O
A

L
E
I
T
U
R
A

- Kissuss ;)

Capítulo 27 - Por que ainda duvida do meu amor?


Fanfic / Fanfiction My Hated Stepfather - Kim Taehyung - Capítulo 27 - Por que ainda duvida do meu amor?

POV'S (S/N)

Acordei nos braços  de Taehyung,olhei para ele que dormia como um anjo,seu rosto sereno,como eu amo esse homem.

Olhei em volta do quarto e tudo estava uma bagunça,roupas,lençóis e travesseiros espalhados pelo chão a fora. Não vou me esquecer nunca dessa noite maravilhosa que passei com meu amor,um amor que não  é  tão  meu aliás. Eu não  queria me apaixonar por ele pois sei que isso é  errado,mas ninguém manda no nosso coração. Ele tem me dado muita força ultimamente e isso eu admiro muito em Taehyung;embora no começo ele fora rude e bastante grosso comigo eu sabia que no fundo tinha um homem bom e crianção que me faz sorrir.

O observava dormindo e me pegava sorrindo,Taehyung está me fazendo tão  feliz,ele é  o homem que sempre quis pra mim,me enganei em relação ao outro que no fundo só  curtiu  comigo e mais nada.

— Como eu te amo amor. — Sussurrei sorrindo acariciando seus cabelos.

Me levantei da cama com cuidado para não  acordar ele,da até  dó  de acordar.

Peguei minhas roupas que estava no chão e sai do quarto com cuidado indo para o meu tomar um banho. Coloquei minhas roupas no cesto de roupas sujas  que estava dentro do banheiro.

Peguei minhas roupas e  minha toalha indo para o banheiro tomar banho. Liguei a água que estava fria esperando ela se aquecer e logo entrei debaixo da água  começando a tomar banho. 

Me esfreguei e logo passei meus olhos corporais me enxaguando em seguida. Fiquei mais alguns minutos aproveitando o banho. Sai do box me secando e vestindo minha peça  íntima.  Vesti um short de pano fino e uma regata branca quase transparente. Amarrei meus cebelos e sai do quarto  indo preparar o café  da manhã.

Peguei as coisas que precisava para fazer um café  da manhã bem reforçado e comecei a arrumar as coisas.

— Oh na na na... — Cantava baixinho enquanto preparava  o suco.

Estava animada e sem perceber  já  estava movendo meus quadris pra lá e pra cá. 

—  É  tão  bom acordar e ver uma vista maravilhosa dessas. — Me assustei com Taehyung falando em meu ouvido apertando meu bumbum.

—  Ah que susto menino. — Disse  continuando a preparar o café. — Bom dia! — Disse sorrindo mas ainda sem olhá-lo.

— Não  vai dar um beijo no Oppa? Dizer que me ama,se dormi bem? — Ele pergunta me fazendo  virar e olhar para ele.

— Calma apressado! — Sorri segurando em seu rosto. — Dormiu bem amor? — Ri. — Eu te amo! — Disse e lhe dei um beijo na bochecha fazendo ele fazer bico.

— Não  quero  assim! — Ele faz birra.

— Ah céus! — Ri olhando para o teto me segurando para não  rir de Tae. — Temos  uma criança  carente aqui. 

— Só  um beijinho  (S/n)zinha... — Ele pede  sorrindo  sapeca.

— Eu sei bem os seus beijinhos. — Franji o cenho rindo.— Por sua culpa acordei toda doendo  hoje. — Cruzei os braços fazendo ele sorrir malicioso.

— Sinal de que a noite foi boa. — Ele me olha de cima a baixo mordendo os lábios.

— Aigo! Seu pervertido. — Disse sorrindo indo até a geladeira pegar algumas coisas que faltava mas Tae me puxou me colocando contra a parede gelada da cozinha.

— Eu quero meu beijinho (S/n). — Ele sorri malicioso se aproximando cada vez mais de mim me fazendo sentir um frio na barriga. Tae me provoca.

— Não  começa uma hora dessas. — Disse séria mas não  aguentei e ri fraco olhando para o lado.

— Por que pra vocês  mulheres tudo tem  que ter a hora e o lugar? — Ele pergunta colocando a mão na parede olhando para mim com um olhar sedutor.

— O que? Não  acredito que está  falando  isso. — Ri fraco balançando a cabeça.— Okay Taehyung,chega! Tenho que preparar nosso café  da manhã. — Disse  tentando sair mas ele não  deixou e ainda me olhava com aquele olhar de antes.

—  Não  vou deixar você  sair enquanto não me der um beijinho! — Ele disse malicioso se aproximando cada vez mais encarando meus lábios mordendo os seus. 

— Beijinho? — Sorri maliciosa franzindo o cenho. — Eu não  gosto de dar beijinhos. — Disse em seu ouvido moderno seu pescoço escutado ele suspirar.

— Não? O que voce gosta então? — Ele pergunta com tpda sua malícia beijando meu pescoço.

— Descubra. — O provoquei levando minhas mãos por debaixo de sua camisa sentindo seus pele  se arrepiar.— Você  está  tão  sexy assim oppa. — O provoquei beijando seu pescoço passando minhas unhas fracamente em suas costas.

— Oh Sweet... — Ele dizia arrastado segurando minha cintura.

— Vou arrumar nosso café. — Disse  orgulhosa pois havia conseguido provocar Tae,ele sempre me provoca e depois sai me deixado na vontade,agora é minha vez.

— Ah não (S/n).. Você me deixou com um probleminha  aqui. — Ele se vira apontando para seu membro me fazendo  rir.

— Eu nada,eu não  fiz nada. — Me fiz de desentendida colocando as coisas na mesa.

— (S/n)... (S/n)... Você me paga garotinha. — Ele suspira  saindo  da cozinha.

— Onde vai? — Ri.

— Resolver o problema  que você  deixou. — Ele diz de uma forma  engraçada subindo  as escadas.

— Ai Tae,como você me faz rir. — Balancei a cabeça  rindo feito criança.

{...}

Já  era duas da tarde e aqui estou eu em casa vendo tevê. Taehyung foi no mercado comprar algumas coisas que faltava aqui em casa,precisamos de abastecer a dispensa já  que está  acabando e eu e Tae não  comemos pouco,a maioria das coisas  que comemos é só  besteira.

Fiquei entediada de assistir tevê e esperar Tae e resolvi subir para o terraço ficar lá  um pouco tomando um ar fresco. Minha mãe  aqui as vezes faz tanta falta.

Fiquei deitada na rede balançando pra lá e pra cá  aproveitando o vento que batia em meu rosto.

Eu peguei ela mesmo,ela não é  sua e sim minha. Afinal você não  é  dono dela. Escutei a voz de Yugyeom na rua.

 O que esse doido fez dessa vez?

Me levantei da rede indo ver o que havia acontecido. Vi Yugyeom e Taehyung discutindo e pelo que me parece Tae não  está nada bem. Resolvi ficar aqui mesmo  vendo o que eles iriam fazer.

Tomara que não briguem...

Você  é  um imbecil do caralho. Se acha que o que fez com a (S/n) vai ficar impune não  vai mesmo. Seu monstro. — Tae dizia morto de raiva partindo pra cima dele dando vários  socos em sua face e chutes em seu estômago.

— Ai meu Deus,e agora? O que eu faço? — Disse apavorada ao ver o que ambos estavam fazendo.

Yugyeom deu um soco bem dado na cara do Tae que logo se enfureceu batendo nele com muita fúria.

Eu não  posso deixar isso acontecer

Assustada com tudo aquilo desci as escadas mais que depressa indo direto para a garagem que dava acesso a rua. E lá estava os dois brigando pra valer. Isso não  vai prestar,tenho que impedir.

Sem pensar duas vezes corri me metendo na frente de Yugyeom para que não  batesse em Tae e nem Tae batesse nele.

— Parem com isso. — Pedi colocando minhas mãos  para impedir.

— Não  se meta no nosso acerto de contas  (S/n).— Tae disse  enfurecido.

— Não  vou deixar que vocês matem um ao outro. — Disse séria. 

— (S/n) sai da frente que eu vou acanar com  esse imbecil do seu padrasto. — Yugyeom me empurra para o lado partindo pra cima de Tae.

— Admiro sua coragem de me enfrentar. — Tae ri sarcástico dando um soco forte em Yugyeom. — Eu estava doido pra te pegar a tempos,só  estava esperando a oportunidade. — Ele diz empurrando Yugyeom no chão o enchendo de chutes fortes. — Vou te ensinar a não  violentar uma mulher nunca mais. — Ele continuava batendo em Yugyeom pegando sua cabeça e a batendo no chão  com força. Eu não  sabia  o que fazer,estava em choque. — É  bom não  é? — Ele grita o machucando mais. Yugyeom já  não  conseguia se defender,seu rosto estava inchado e seu nariz sangrava,estava horrível.

Ele vai matar o Yugyeom eu não  posso deixar

— Para Tae,você  vai matar ele. — Disse tentando puxá-lo. — Chega! Você  já  deu o que queira Taehyung já  'tá bom. — Quase gritei. 

Embora eu achei que ele mereceu fiquei com um pouco de pena,mesmo ele não  merecendo nem minha pena. Mas eu não  gosto de ver ninguém se machucando e eu não  queria que Tae arrumasse confusão  com a polícia  por estar espancado um garoto mais novo que ele.

— Vai defender  ele agora ? — Ele para me olhando sério. 

Você  entende  tudo errado...

— Não  Taehyung,mas isso já  foi o bastante. — Disse  olhando para Yugyeom que estava desfigurado e gemia de dor.

— O bastante pelo que esse canalha fez com você? — Ele altera sua voz. — É O BASTANTE ISSO? ELE TE VIOLENTOU E ABUSOU SEXUALMENTE  DE VOCÊ,TE USOU COMO SE VOCÊ  FOSSE UMA BONECA E PRA PIORAR TE LARGOU EM UM BECO SUJO E ESCURO. E ISSO É  O BASTANTE  (S/N)?? —Ele gritava comigo. Ele nunca gritou comigo.

— Não  faça  isso Tae,não quero que dê problemas pra você... — Pedi quase chorando.

— Quer saber? Fica ai com ele. — Ele se levanta  sério pegando suas sacolas. — Aproveita leva ele pra casa e cuida dele. — Ele disse com raiva mas chateado. — Mesmo com tudo  o que ele te fez você  ainda sente pena,se isso que parece ser pena não  for amor. — Ele balança a cabeça  saindo de perto entrando para dentro de casa com raiva.

Você não  entende Tae...

Senti meu coração  doer pois sei que mesmo não  querendo  eu chateei Taehyung e isso é  o que eu menos queria.

— Droga! — Esbravejei. — Vai pra sua casa Yugyeom antes que não  dê mais problema. — Disse para ele que gemia de dor e logo entrei para dentro de casa.

Agora teria que falar com Tae,mas na raiva que ele está  ele não  vai falar comigo.

— Tae vamos conversar... Me desculpa. —Disse  triste vendo o mesmo sentado no balcão bagunçando seus cabelos.

— Me deixa sozinho (S/n)! Eu não  quero falar com você. — Ele diz sério me olhando. Parecia que queria  chorar. Isso me doeu.

— Tae por favor me perdoa.— Coloquei a mão  em seu ombro ...Você não me entende... — Tentei explicar que eu não defendi Yugyeom e muito menos gosto dele. 

— Vai procurar seu namoradinho monstro. — Ele tira minha mão  de seu ombro com brutalidade.— Já  que o defendeu.

— Não  fale desse jeito comigo. — Disse  querendo  chorar. — Tae quantas vezes vou ter que dizer  que eu não amo mais o Yugyeom? Que é  você  quem eu quero? — Disse chorando.

— Não  (S/n)...Voce não  me quer,você ainda ama esse trouxa e só  está  comigo para esquecer ele. — Ele diz sério. — Droga! Me deixa sozinho! — Ele diz dando um soco no balcão  enfurecido.

— Não  é  verdade... — Senti lágrimas  caindo pelo meu rosto. — Eu só  não  quero ter que ver você  na polícia,atrás  das grades.

— Ah é?Esse idiota que deveria estar nessa situação pois ele te violentou e agora que eu encontrei ele para acertar nossas contas, para te defender  você  entra na frente com pena dele e dizer que foi o bastante? —Ele questiona  sério. Ele está  com  tanta raiva e magoado. 

— Tae por favor... — Abaixei minha cabeça.

— Quer saber (S/n)? Me esquece,volta  pra ele. — Ele diz chateado saindo  da cozinha pisando alto me fazendo ficar ainda mais chateada. Por que ele é  tão  cabeça  dura? 

— DROGA!! — Gritei dando um soco na parede. Não  estava nem ai se doeu,pois a dor no coração  dói mais do que a dor na mão.

Por que ainda duvida   do meu amor?








Notas Finais


Ishi DR </3

Ficou pequeno :( desculpa


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...