História My Host Brother - Fanfic Park Jimin - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Imagine, Jeon Jungkook, J-hope, Jin, Jung Hoseok, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Min Yoongi, Park Jimin, Rap Monster, Suga
Visualizações 61
Palavras 1.568
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Luta, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OLÁ GENTE
mais um cap, explicando um pouco mais sobre o Jimin
espero que gostem <3 boa leitura

Capítulo 6 - Playing With Fire


Fanfic / Fanfiction My Host Brother - Fanfic Park Jimin - Capítulo 6 - Playing With Fire

 

Capítulo 6 - Playing With Fire

 

Gelei e engoli seco, nem um pouco preparada para qualquer coisa que pudesse ser dita.

- Eu sei quem fez isso - ele falou com a voz tremula - Eu não vim para cá estudar, eu estou fugindo de alguém - minhas pernas tremem e eu dou um passo para trás, com medo. - É complicado, não sei se é melhor te contar ou sair daqui o mais rápido possível, eu perdi o controle das coisas e eu não quero coloca-la em perigo, sinto muito!

- Me explique, eu tenho direito de saber! - crio força e falo firmemente - Olha o que fizeram com a minha casa, meus pais, até Jungkook está envolvido nisso… - minha voz enfraquece aos poucos, conforme a vontade de chorar vêm - Você é assassino? Está fugindo da polícia, é isso?

- Não, nada disso! - ele responde - Meu pai tem uma grande empresa, que serve como uma fachada para um negócio ilegal - encosto- me no balcão da cozinha e evito contato visual com Jimin - Tem muita gente envolvida, ele estava sendo ameaçado e então me mandou para cá. Meu pai quer sair dessa, mas se envolveu tanto que está sufocado. Ele é dono de um dos maiores laboratórios do país, e veio a se envolver com drogas sintéticas. Conseguiu vários inimigos e destruiu vidas, e alguém está tentando se vingar expondo todos os envolvidos. Esse alguém teve acesso a várias informações e agora está nos ameaçando. Seu nome é Kim Namjoon, um hacker muito poderoso. Eu não sei como, mas ele descobriu que estou aqui, e agora não sei o que fazer.

- Eu não consigo… - começo a chorar - Não dá pra assimilar tudo. Por favor, saia da minha casa! - grito em meio ao choro - Não te conheço, não posso te abrigar nem mais um dia, temo por minha vida e de minha família.

- Por favor, eu vou dar um jeito… - ele diz e vem em minha direção - Eu não tenho pra onde ir agora. Eu prometo dar um jeito nisso tudo - ele diz apontando para os móveis estragados - Quando te disse que queria assumir os negócios do meu pai, não tinha ideia da dimensão disso. Deixei que meus pensamentos fossem tomados pela ambição e pela ganância, sem saber o quanto toda essa sujeira afetou a vida de outras pessoas… eu não quero ser assim. Não posso voltar, temo por minha vida também…Eu prometo te preservar!

- Jimin, eu estava me envolvendo com você! - eu digo e me aproximo do mesmo - Olha a dimensão que isso está tomando! Eu vou permitir que fique até resolver as coisas aqui, mas preciso me assegurar de que ficarei bem. Minha família e Jungkook também.

- Eu te asseguro de que nada acontecerá a nenhum de vocês! - ele se aproxima mais e segura minhas mãos.

Eu estava sentindo me sentindo enojada. Minha família e eu estávamos servindo de fachada para um fugitivo, e agora sendo observados. Era tarde demais, estávamos envolvidos e não havia caminho de volta. Senti nojo de Jimin. Separei nossas mãos bruscamente e subi as escadas correndo, aos prantos. Ao chegar no andar de cima, fechei todas as cortinas e verifiquei todas as portas e janelas. Eu estava consumida pela paranoia, e apavorada pela situação. Não queria realmente expulsa-lo, mas estava ofendida por ter sido enganada. Tomo um dos remédios de dormir da minha mãe, ela me permitia apenas para casos de emergência e esse era um deles. Ao fechar os olhos e finalmente relaxar, escuto um carro estacionar nos fundos de minha casa. Levanto imediatamente e corro até a janela, tentando espiar sem ser notada. É Jung Hoseok, acompanhado de Min Yoongi. Será que eles também estavam envolvidos nisso? Ao escutá-los entrar, tranco a porta do quarto e sento encolhida na cama.

Jimin POV On ~

Jenny subiu as escadas correndo, pensei em segui-la e confortá-la, mas tenho certeza de que a ultima coisa que ela deseja ver no momento é minha cara. Não a culpo, menti pra ela e usei a mesma e sua família. Desde que cheguei aqui, senti algo diferente por ela, estávamos nos envolvendo. Uma hora ou outra ela descobriria, mas não imaginei que esse seria o momento. Eu precisava arrumar uma maneira, encontrar um jeito de consertar as coisas. Mudaria a cor dos cabelos e providenciaria uma nova conta bancária, tenho certeza de que Namjoon estava monitorando a atual. Eu tinha que procurar outro lugar para ficar… mas de que adiantaria? Ele já me encontrou, me seguiria por onde quer que eu fosse. Estava encurralado. Sinto meu celular vibrar, Yoongi me mandou uma mensagem.

'Yoongi : E ai, cara? Onde você está? Nos dê um sinal de vida… '

Decido fazer uma ligação ao invés de responder por mensagem, precisava contar-lhes tudo.

- Hoseok estava certo? Ele está mesmo aqui? - Yoongi fala apressado.

- Sim, temo que sim… - respondo - Destruiu a sala de estar e escreveu uma mensagem na parede. A menina está apavorada, e eu não sei o que fazer.

- Estamos a caminho - Hoseok grita do outro lado da linha.

- Não, vocês correm perigo, não quero que sejam vistos - contrario Hoseok. - Eu darei um jeito, fiquem onde estão!

Ele encerra a ligação sem se despedir, mas me manda uma mensagem.

'Yoongi : Estamos chegando, deixe a porta dos fundos aberta.'

Jogo o celular no sofá, com raiva. Min Yoongi e Jung Hoseok não deviam se arriscar assim, eles tinham mais a perder do que eu. Min Yoongi é filho de um político muito importante e Jung Hoseok filho de um grande empresário sócio de meu pai. Estávamos todos sendo caçados, todo movimento era arriscado demais diante dessa situação. Tarde demais para pensar nisso, escuto o carro estacionar. Eles entram e rapidamente chegam ao cômodo. Pasmos, observam cada detalhe do ato de vandalismo.

- Merda! - Hoseok fala e joga um vaso longe - Merda! Em que porra nós fomos nos meter?

- Cara, calma… não vai querer chamar as atenções para cá logo agora, vai? - Yoongi pergunta com uma voz firme e autoritária.

Hoseok coloca as mãos na cabeça e senta no sofá. Yoongi anda de um lado para o outro, inquietamente, e eu apenas observo.

- Acho improvável que Namjoon esteja aqui… ele não é louco de se arriscar assim. - Yoongi fala olhando para mim - Sabe, ele é poderoso, mas nós somos mais! Ele depende de outras pessoas para se manter informado, sabemos disso. - Escuto atenciosamente, parece fazer sentido.

- Você acha que tem alguém fazendo o trabalho sujo por ele? - Hoseok pergunta, já mais calmo

- Sim, acredito que sim… - Yoongi responde sentando-se no sofá também. - Só precisamos descobrir quem.

- Isso vai ser complicado… - eu falo e paro em frente aos dois - Pode ser qualquer um.

- Conheço alguém que possa nos ajudar - Hoseok fala com os olhos quase arregalados - Isso precisa ser feito hoje, espero que as informações não tenham sido repassadas para Kim Namjoon ainda.

O celular de Hoseok começa a vibrar, ele pega o mesmo e vai até o banheiro, provavelmente para atender a ligação. O silêncio toma conta do ambiente, até que ele retorna.

- Acho que não será preciso nenhum esforço - ele diz com um sorriso de canto - Um cara tentou invadir meu apartamento, um de meus seguranças conseguiu detê-lo… Sinto que pegamos o sujeito. Estão segurando ele lá, acho que está na hora de tiramos satisfações.

Escrevo um bilhete para Jenny e subo as escadas correndo. Decido passa-lo por debaixo da porta, desacreditado da possibilidade de ser atendido caso batesse na porta. Tranco portas e janelas. Dirijo-me até a saída juntamente com os dois, entramos no carro e seguimos caminho até a casa de Jung Hoseok.

Jimin POV Off ~

Escuto pouco da conversa e não entendo nada, pois os mesmos conversam em coreano. Algum deles, que deduzo ser Hoseok, aumenta a voz, e logo depois joga algo contra a parede, que quebra fazendo um barulho alto. Concluo que, pelo comportamento alterado, algo eles tinham com tudo isso. Penso em ligar para Jungkook e contar tudo, dizer a ele que o mesmo tinha razão em desconfiar de Jimin, mas acabo achando melhor não envolve-lo nessa merda toda. Kookie era a pessoa mais preciosa no mundo para mim, não podia coloca-lo em perigo, saber demais poderia ser fatal. Levanto-me e vou até o banheiro, pego mais um dos remédio e coloco na boca. Era errado mas parecia necessário, eu só queria apagar totalmente o mais rápido possível. Cuspo o mesmo e deixo o banheiro, irritada. Percebo um bilhete no chão do quarto, próximo da porta. Pego o mesmo e escuto um carro dar partida. Jimin precisou ir resolver alguns assuntos. Além de apavorada, eu estava sozinha.

Sento na cama e me olho no espelho que fica em frente a mesma. As várias marcas em meu pescoço me fazem lembrar dos momentos calorosos vividos mais cedo naquela noite, e começo a chorar de ódio. Não conseguia odiar Park Jimin, apenas deseja-lo cada vez mais. Algo nele me atraía, me prendia. Eu não tinha mais controle sobre meus sentimentos, estava totalmente entregue ao seu magnetismo. Por um momento, o perigo da situação me excitou mais ainda.

***


Notas Finais


Espero que tenham gostado, comentem o que acharam, a opinião de vocês é muito importante!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...