História My Hot Boy 18 - Kim Taehyung - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtan Boys
Visualizações 19
Palavras 679
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Escolar, Festa, Ficção, Luta, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Primeiro Episódio eeeeeeeh!!! Aproveitem!

Capítulo 1 - O Reencontro


Fanfic / Fanfiction My Hot Boy 18 - Kim Taehyung - Capítulo 1 - O Reencontro

Anna - ON

Já estava em casa, cansada da viagem, observei meu novo quarto, e fechei os olhos, mau podia acreditar que estava na Coréia do Sul.
Minha mãe arrumava as malas dela no quarto ao lado, e meu pai, bem, nunca o conheci, ele trabalha nos EUA, mas sempre manda presentes e mensagens para mim.
Minha nova casa (apartamento) não é muito grande, mas aconchegante, espero ter momentos bons aqui.
Minha mãe bateu na porta.
Minha mãe - Anna saia...vamos comer, já pedi a pizza. 
Eu - Já estou indo mãe. - Disse levantando da cama, e tirando o casaco.
Abri a porta, e minha mãe estava lá, com seu doce sorriso, me puxou para um abraço.
Minha mãe - Amanhã começa suas aulas...vamos comprar seu material amanhã de manhã ok? - Disse ainda me abraçando.
Eu - Tudo bem mãe... - Disse separando o abraço - Estou com medo da nova escola, mas tudo vai correr bem. - A campainha tocou, e minha mãe foi atender, enquanto eu fui a cozinha, sentei na mesa, esperando minha mãe aparecer com a pizza...e logo senti o cheiro de frango se espalhar pelo apartamento. - Que cheiro bom! - Disse enquanto apreciava o cheiro maravilhoso.
Minha mãe - Hum...também acho...vamos! Estou morta de fome! - Ela se sentou e logo abriu a caixa da pizza.
Comemos muito bem...a pizza estava maravilhosa, mas como minha mãe odeia refrigerante, bebemos com suco mesmo.
Depois da janta mais legal do mundo, me despedi de minha mãe, e fui para o banho, durante o banho lembrei do Tae...o meu grande "amigo", que por mais que eu amasse tanto, o odiava ao mesmo tempo, pois ele me machucou tanto...
Tae era filho do amigo da minha mãe, sempre brincávamos juntos, quando minha mãe e o pai dele tinham reuniões de trabalho, mas ele sempre me batia e deixava hematomas pelo meu corpo, dizia tudo pra minha mãe, mas a mesma nunca acreditava...parei de pensar nele, quando quase escorreguei no banheiro, mas por sorte consegui me equilibrar.
Depois escovei os dentes, e coloquei meu pijama...adormeci logo que deitei, estava exausta.

No dia seguinte...

Acordei feliz da vida, saí do quarto e fui pra sala, em cima do sofá havia um bilhete.
Que dizia o seguinte... "Mamãe saiu para o trabalho, deixei seu material,livros e uniforme em cima da mesa da cozinha, vá para escola de ônibus, apenas peça que o motorista pare na parada "Good School", beijo e te amo viu?"
Vi o horário e estava próximo do horário de ir a escola.
Eu - Nossa acordei tarde! - Corri pro banho, e vesti o uniforme, depois de me arrumar, peguei minha mochila com os materiais dentro e saí as pressas sem ao menos comer, peguei o ônibus e fiz o que minha mãe mandou.

NA ESCOLA...

Caminhava timidamente pelo corredor, eram tantos alunos que estava perdida, quando de repente esbarro em um garoto.
Anna - Desculpe! Foi sem querer...desculpas... - Disse enquanto pegava meus livros, mau tinha olhado quem era  sujeito, mas ouvia as pessoas dizerem... "Nossa ela esbarrou nele? Está morta!" "Esbarrou se ferrou!" - Aqui está seu livro. - Disse entregando o livro dele a ele, ainda de cabeça baixa.
??? - Anna? É você baixinha? - Uma voz familiar disse, e no mesmo momento olhei a face do dono da voz. Era ele...
Anna - Taehyung? - O imbecil estava ali na minha frente, ele havia se separado de mim, quando se mudou do Brasil. 
Tae - Quanto tempo! - Insinuou um abraço, mas me afastei. - O que foi?
Anna - Se afaste! Tenho nojo de você! 
Tae - Por que? 
Anna - Não se lembra do passado? - O encarei brava, lembrar dele me batendo me dava uma raiva.
Tae - Eu era um moleque Anna...uma criança..
Anna - VOCÊ TINHA 10 ANOS TAEHYUNG! E eu...tinha 8...você sabia perfeitamente que me machucava, mas ficava rindo enquanto eu chorava.
*
O sinal tocou, e eu saí da frente dele, caminhei apressadamente até minha sala.
Escutava ele me chamando, mas nem ligava.

 

CONTINUA...


 


Notas Finais


Desculpe se foi curto, mas espero que gostem, beijos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...