História My human mom - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Eterno Amor
Tags Bangtan Boys, Bts, Romance
Visualizações 41
Palavras 751
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Famí­lia, Ficção, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Essa história é a primeira que posto... Pode não ser interessante se vc está esperando coisas +18, mas eu acredito que seja uma boa história... Ent deixem sua opinião seja ela boa ou nao... Obg bjs <3

Capítulo 1 - Onde tudo começou...


 Talvez você vá rir do que eu vou contar agora ou ache que é muito absurdo pra ser verdade… Mas posso te assegurar que essa é a verdadeira história da vida de minha mãe, Lua… O homem por quem ela se apaixonou era um homem lobo.

A minha mãe estudava numa Universidade Federal nas proximidades de Seoul, com a bolsa de estudos parcial ela cobria seus gastos escolares e para cobrir os pessoais ela trabalhava meio período todos os dias. Foi num dia de verão, dentro da sala de aula que minha mãe viu meu pai pela primeira vez. Ele estava sentado sozinho, vestia uma blusa branca sem gola e fazia anotações sem ajuda de um livro. Ele não tinha nada parecido com os outros alunos da Universidade.

P.O.V Lua

Igual a todos os alunos desci até a mesa do professor entregando meu formulário de presença, mas assim que o fiz percebi que meu amado mistérioso não fez o mesmo, ele saiu pela porta que na verdade deveria ser usada como entrada da sala. Peguei um papel vazio e corri atrás dele, o encontrei no fim da escada, uns degraus distante de mim, me aproximei o chamando e fazendo-o parar e me olhar

Lua -Olá, com licença… você tem que preencher isto, é obrigatório e - Ele corta minha fala

Rapaz-Não…

Lua - O que?

Rapaz-Eu não estudo aqui, mas se isso te incomoda… -Ele coloca as mãos no bolso e se vira pra ir embora-… eu não volto mais

Eu o segui discretamente até o portão, quando criei coragem pra falar novamente com ele

Lua - Ei! Espere…. Eu sei que você não é aluno daqui, mas mesmo assim é difícil acompanhar a classe sem ajuda de um livro… Podemos usar o meu se quiser

Ele não disse nada, apenas assentiu afirmando ter aceitado minha ideia. Fui para o trabalho na lavanderia, ao mercado, pra casa e finalmente fui dormir mas tudo isso com o garoto em meus pensamentos. Dias se passaram desde que o vi de novo e a saudade só fazia esse amor aumentar

P.O.V Rapaz

 Aquela garota era diferente, me chamou a atenção… Por algum motivo aceitei me sentar com ela nas aulas mesmo que não pudesse estar presente todos os dias pois eu trabalhava muito… ainda sim, cada dia longe dela era um dia incompleto. Assim que a aula acabou fomos juntos a biblioteca, ela teve que ir embora devido ao trabalho mas trocamos telefones e no sábado pela manhã até a tarde passeamos pela cidade e conversamos.

Rapaz - Por que esse nome, Lua?

Lua -Bem, Yoongi certo? -ele assente com a cabeça- Meu pai disse que no dia em eu nasci desabrochou também uma linda dama da noite no nosso quintal, mas ninguém a plantou lá… Ela simplesmente nasceu e por isso que nome melhor que "Lua" que é a mais bela dama da noite?

Yoongi - entendo… O que mais?

Lua - Bem, ele sempre disse que eu deveria sorrir sempre mesmo que não estivesse bem, como uma flor que desabrocha mesmo em tempos de seca… Quando ele morreu acabei por sorrir todo o funeral , um parente veio até mim e me repreendeu dizendo…-minha voz se altera mas eu respiro fundo - dizendo que eu estava agindo de maneira inadequada… talvez eu estivesse mesmo

Yoongi - Não acho que foi inadequado… - digo sem abaixar o olhar pra Lua que logo ergue a cabeça e sorri pra mim

P.O.V (S/n)

Duas semanas se passaram e meu pai e minha mãe decidiram passear juntos novamente, assim que ela saiu do serviço correu até a loja em que papai disse a estar esperando, seguiram juntos conversando por um bom tempo até se aproximarem da nossa antiga casa. Ele conversava e falava sobre as casas em que passou, lugares onde seu trabalho o permitiu entrar. Dizia como poderiam se parecer externamente mas por dentro cada casa era de um jeito, cada qual com sua própria história.

P.O.V Yoongi

eu falava calmamente quando me deixo levar e acabo dizendo 

Yoongi- Seria legal ter um lar, um lugar onde alguém me espera,um lugar onde eu pudesse tirar os sapatos e me refrescar, seria ótimo... Eu faria uma estante de livros e quando ela estivesse cheia eu faria outra, me sentiria livre em minha própria casa...

Lua me surpreendeu com a resposta que deu, não tinha ideia de que ela pensava assim.. ela apenas sorriu e como se fosse a coisa mais natural do mundo me disse

 

 

 

 

 

Continua...


Notas Finais


o próximo capitulo sairá no outro sábado ou, se eu conseguir, antes... bjs e fiquem com Rikudou


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...