História My identity - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony, Hayley Kiyoko, Josh Hutcherson, Melanie Martinez, Shawn Mendes, Shay Mitchell
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Ezra Miller, Hayley Kiyoko, Josh Hutcherson, Lauren Jauregui, Melanie Martinez, Normani Hamilton, Shawn Mendes, Shay Mitchell
Tags Camren, Fifth Harmony, Romance, Sexo
Exibições 11
Palavras 1.290
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá pessoal, esta é minha primeira fic,resolvi fazer em duas partes. Espero que gostem e me perdoem se houver algum erro.
Estarei colocando o link das músicas que eu citar. Boa leitura

Capítulo 1 - Intuition Part 1


Fanfic / Fanfiction My identity - Capítulo 1 - Intuition Part 1

Acordo as 09:30 da manhã com meu despertador tocando, logo o desligo e me sento na cama pra despreguiçar, pego meu celular e vejo uma mensagem do meu namorado:

Josh:

Bom dia meu amor, estava pensando se nós dois poderiamos nos encontrar hoje? Estou morrendo de saudades.

Não respondo e jogo o celular na cama e vou tomar um banho. Durante o banho fico pensando se devo sair mesmo com Josh, não sinto mais aquele amor quando começamos a namorar, quase nunca nos vemos e quando o vejo nem sinto vontade de beija-lo.

Depois de fazer toda a minha higiene matinal, vou direto para o meu closet, visto uma calça larga, um blusão e um par de meias. Saio do meu quarto eu vou para a cozinha e me deparo com minha mãe Clara preparando o café.
-Pela sua cara, aposto que foi dormir tarde - ela diz com voz de autoridade.
-Bom dia pra senhora também mãe, eu fui dormir tarde sim, estava sem sono - digo saindo da cozinha.
Minha mãe se preocupa tanto comigo, que só falta ela me colocar dentro de uma caixinha pra nunca sofrer com as coisas da vida. Por um lado isso é bom, pois sei o quanto me ama e por outro lado, nunca vou saber como é a vida lá fora.

(...)
As 18:00 saio de casa para ir para a faculdade, estudo biologia. Chegando lá me encontro com as minhas amigas Ally, Normani e Dinah, estão sentadas em uma das mesas do refeitório, me aproximo e sento em uma cadeira e as comprimento:
-Hey girls! Digo levantando a mão.
-Eai caralho- Dinah responde sorrindo em quanto Mani e Ally diz somente "boa noite".
Antes que eu entre em um assunto, sinto meu celular vibrar. Josh me ligando, respiro fundo e atendo.

Ligação on:

- Oi, onde você ta? Tô tentando falar com você o dia todo e você não me retorna - não respondo, só escuto.
- Estou na frente da sua faculdade, achei que estaria aqui... Fala alguma coisa! Lauren, você não quer me ver? Eu sei que quase não te vejo por causa do exército, mas tenta me compreender meu amor, sei que cartas não são o suficiênte pra matar a saudade, só falta mais dois meses e terei o tempo todo pra você- sem ter o que falar encerro a ligação.
Ligação off.
- Desligou o telefone na cara do seu namorado outra vez Jauregui- diz Ally com cara de decepção.
- O que foi que aconteceu?-  disse Mani.
- Eu não faço a menor ideia do que eu to fazendo com minha vida- digo frustada- Josh me ligou de novo e eu não sei como vou terminar com ele, ele sempre foi gentil, compreensivo,carinhoso, mas, sempre esteve longe. Eu não sei o que vou fazer, não sinto nada além de pena.
- Uma hora você vai ter que enfrentar ele- disse Mani preocupada.
-Fique calma Laur, quando for pra ser será. Agora vamos que já vai começar a aula- disse Mani.
Levantamos e seguimos em direção da sala, no meio do caminho decido ir no banheiro e as meninas continua o percuso. Entro no banheiro e me deparo com uma morena se trocando, olho diretamente para sua bela bunda, em seguida vou subindo meus olhos pelo restante de seu corpo, até que ela se vira tomando um susto.
- Ai desculpa estar desse jeito, estou vindo do trabalho e precisava tirar essa roupa, não posso vir estudar com essa roupa suada- disse a garota desesperada.
- Ah, não tem problema- disse sem tirar os olhos do seu corpo.
- Tem como parar de me olhar? Estou ficando sem graça- disse estalando os dedos.
Despertando daquele encanto, e finalmente olho para seu rosto, e que belo rosto. Decido então encerrar o assunto com um pedido de desculpas, até que ela diz:
- Shay, Shay Mitchel.
Fiquei sem entender, até que ela diz que se chama Shay.
- Ah sim, prazer Shay, me chamo Lauren Jauregui, prazer em conhece-la - disse sem graça depois do que aconteceu.

-você não vai usar o banheiro?- disse Shay.
- Perdi a vontade, tchau... E foi um prazer te conhecer Shay- disse me virando para a saída.
- Não, espera, você pode me dizer onde fica a sala 227? - Diz novamente.
E só pra piorar a situação, ela é da mesma sala que eu.

- Sei sim, inclusive estou indo pra lá.
Saímos do banheiro e fomos direto para a sala, me sentei em minha mesa no fundo da sala e observei Shay se sentando nas primeiras mesas próxima a porta. Durante toda a aula eu não consegui me concentrar, fiquei pensando o tempo todo naquela cena que presenciei no banheiro.
Depois que acabou a aula, me encontrei com as meninas no estacionamento do campus e me despedir delas e fui para meu carro, destravei a porta, joguei minha bolsa no banco do passageiro e liguei o som. Não demorou muito e começou tocar On Your Side - the veronicas, enquanto dirigia comecei lembrar daquela cena do banheiro de novo.

(...)

Chegando em casa, falo com meus pais que estão assistindo Tv, em seguida vou para a cozinha pra comer alguma coisa e vou pro meu quarto, troco de roupa, visto um shorts preto e uma camiseta comprida, e me jogo na cama pegando meu celular, vejo se não tem mais nenhuma mensagem do Josh e coloco Lana del Rey pra tocar em quanto fico pensando como terminar com ele. Derrepente não me vejo pensando em Josh, mas em Shay, o que será que está acontecendo comigo? Aquilo não foi nada de mais, era apenas um corpo. Por fim acabei pegando no sono.

(...)

Acordei ofegante e toda suada, dando um pulo na minha cama. Saio correndo para o banheiro em direção do cheveiro, coloco no frio para poder refrescar o calor do meu corpo, entro de roupa e sento no chão, e começo pensar naquele sonho.

Dream on

- Shay, Shay Mitchel. Disse a garota

- Prazer Lauren, Lauren Jauregui.
Shay se aproximou de mim semi nua, me dando um beijo no rosto, em seguida virou-se de costas pra mim, me pedindo pra ajuda-la a fechar seu vestido. Eu, claramente olho  aquelas costas e começo a subir o ziper, quando termino, shay se vira em minha direção e sem me deixar pensar me empurra com força contra uma das portas dos reservados, acabo caindo de costas no vaso sanitârio sentindo o impacto, logo sento depressa no mesmo imaginando o que possa acontecer. Shay vem em minha direção sentando em meu colo de pernas abertas me fazendo suspirar rapidamente. Em seguida, Shay  arranca a camiseta do meu corpo e fazendo de venda em meus olhos. Meu Deus o que ela vai fazer? Antes que eu imagine algo, sinto uma mordida em meu pescoço, me fazendo gemer logo de cara, seus lábios vão passeando pelo meus ombros e finalmente chega em meus seios. Ela começa a chupar o seio direito e aperta o outro, tento tirar a venda com as mãos, mas ela me impede, segurando minhas mãos sobre a cabeça, e me beija de forma brutal, mordendo meu lábio inferior, me fazendo gemer novamente.
Ela me levanta do vaso sanitário e abaixa a minha calça  e rasga minha calcinha, me fazendo tremer de prazer. Sem mais delongas enfia sua língua quente em minha intimidade, chupando carinhosamente. Não aguentando seus movimentos, minhas pernas começaram a tremer, ela me senta novamente no vaso e abre minhas pernas, desta vez ela penetra dois dedos,e fazendo arquear para tráz. Quando sinto que vou chegar em meu climax, Shay acelera, me fazendo gritar.

Dream off

Será que garotas gostam de garotas, assim como os garotos fazem?


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...