História My Immortal - Imagine Min Yoongi (Reescrevendo) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Escolar, Imagine, Imagine Bts, Romance, Sobrenatural, Staygirl, Suga, Yoongi
Visualizações 472
Palavras 1.123
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá Stayzitos, tudo bem com vocês?

Queria pedi desculpas pela imensa demorar para atualizar a fanfic, mas acabei entrando em Hiatus, por problemas pessoas de minha parte. Mas já retornei e estou com tudo, atualizando fanfic atrás de fanfic rsrs

Bem, espero que gostem do capítulo de hoje ^-^

Boa leitura =

Capítulo 2 - Capítulo dois.


Fanfic / Fanfiction My Immortal - Imagine Min Yoongi (Reescrevendo) - Capítulo 2 - Capítulo dois.

Pego um dos livros que me chamava atenção, falava sobre vampiros e algo mais, envolvendo as coisas sobrenaturais. Passei a ler página por página, até chegar a parte que me chamou atenção, vampiros podem estar em seus olhos, mas você nunca pode ter notado, até agora.

Vampiros não existem, isso são apenas histórias mal contadas de séculos atrás. Eu tenho certeza que não existe essas coisas, pelo menos não no século vinte e um, pessoas normais não podem acredita nisso, até mesmo eu não acredito.

— O que tanto ler? — Olhei para cima, avistando Yoongi. Ele pega o livro de minha mão passando a ler. — Vampiros… Interessante, não acha? — Fechou o livro.

— Me devolva o livro, eu estava lendo. — Peso de volta, mas já parecia meio difícil dele devolver.

— Acredita mesmo nessas coisas? — Riu. — Isso são apenas histórias mal contadas.

— Eu sei disso, agora pode me devolver? Ou terei que pegar?

Sem obter resposta do mesmo, acabo saindo da biblioteca do colégio com raiva em meus olhos. Como pode ser tão chato e persistente? Eu o odeio, mas parece que ele não nota isso, depois da nossa conversa a dois dias atrás, agora ele pensa que virou meu amigo.

Caminho ainda calada pelo colégio, Bárbara estava com os outros amigos. Hoje não estava em um bom clima para mim, então decidi ficar afastada deles, como bons amigos eles entenderam que eu precisava de um tempo. Voltei para a sala novamente, mas sem avistar alunos lá, sento me na carteira, esperando algum professor chegar. Olho o relógio, e ainda faltavam quinze minutos para um dos professores.

Um sono percorreu em meu corpo, e fecho meus olhos logo após.

Corria de um lado para o outro, tentando acha lo, mas nada de encontrar ele por aqui. Meu desespero já se encontrava, onde ele estar? Porque me deixou sozinha?

- Yoongi? - Parei de correr para chamar por seu nome, mas foi baixo de mais para ele escutar. Porém, ainda tinha esperança.

Viro meu rosto para o lado oposto e lá o encontro, mas com sangue em sua boca. Ele estendeu a mão para mim, andei calmamente até ele segurando uma de suas mãos. Sua mão soltou a minha e foi tirando calmamente meus cabelos de cima do meu pescoço.

- Eu te amo ________. - Dito isso, senti uma mordida forte em meu pescoço, o que me fez gritar alto de mais.

Acordei em um pulo, da carteira onde estava. O susto foi tão grande que me fez acordar assustada. Mas parecia tão real, ao ponto de acreditar mesmo que possa existir. A história de vampiros me chamou tanta atenção que me fez sonhar com isso.

— Está tudo bem com você? Parece assustada com algo. — Em imediato olhei para o lado esquerdo onde encontrei Yoongi.

— Não foi nada demais, eu apenas estava sonhando. — Ainda olhava o relógio, vendo que faltava poucos minutos para todos retornarem a sala.

— Sonhando com o que? Poderia me contar o que aconteceu?

— Eu… — Antes mesmo de terminar a contar para ele o tal sonho, a professora entrou na sala, logo em seguida trazendo os alunos consigo.

Yoongi voltou para seu local, porém a professora pediu para eu me sentar perto dele, pois o trabalho seria em grupo. Na aula passada acabei tendo uma discussão boba com a professora, então ela vem tendo uma marcação em mim. Obedeço ao que ordenou e vou para mais perto dele.

Pego uma das carteiras junto a uma mesa e levo para perto dele, era meio difícil conseguir enxergar lá de trás, mas resolvi não dizer nada. Alguns alunos nos olhava, mas só depois que todos voltaram a olhar para a professora, foi quando ele se direcionou uma palavra a mim.

— Me diga do tal sonho que deve. — Virei para sua frente, já vendo seus olhos negros me encarar.

— Porque se importa tanto com o sonho?

— Por que você me chamava, enquanto dormia. — Fiquei constrangida ao ouvir isso, eu não sabia que ele estava lá dentro a bastante tempo.

— Foi uma coisa estranha. Eu corria pelas ruas atrás de você. E quando pensei em desistir o encontrei, mas estava com sangue em sua boca. Assim que me aproximo de você ainda com sangue, você disse que me amava e logo após me mordeu.

Olho para ele, que ouvia tudo atentamente. Mas seu rosto era nem de surpreso nem de alegre. Ele estava bastante sério, encarando meus olhos.

— O que esse sonho significa? Acho que o livro me deixou bastante impressionada.

— Eu quero que fique longe de mim, ________. — Voltou sua atenção para a professora.

— Porque disse isso Yoongi? — Tento chamar sua atenção de volta, mas tinha sido em vão. — Yoongi me responde. Por que disse isso?

Querendo ou não, ele estava me deixando com medo. Ainda mais depois de ter comentado isso, ele me deixou com medo. Ou será que é só brincadeira de sua parte? Yoongi costuma ser sério demais para tirar brincadeira com alguém.

— Yoongi você está me deixando com medo. — Seguro a parte de cima de seu braço, ficando espantada com o quanto estava quente. — Yoongi você estar bem?

Ele bateu com força na mesa o que me fez se assustar, e trazer a atenção de todos para nós, ele se levantou da carteira, saindo de sala logo após. Os demais me olharam sem entender nada, porém, estava preocupada demais com ele.

Também saiu de sala, tendo o acompanhamento dos olhares de todo. Assim que fecho a porta da sala, procuro por ele, mas não o achei pelos corredores. Continuo a andar pelos corredores, mas escutei um barulho atrás de mim. Quando me viro, vejo ele parado lá, com a mesma expressão de antes.

— Yoongi estar tudo bem com você? — Aproximo rápido dele, levando minha mão até sua testa, ele ainda estava quente como antes. — Você está com febre? — Segurando minha mão, ele tira da testa dele.

— Porque você faz isso comigo? — Me fez andar para trás, até sentir minha costas baterem em uma porta, porém, acabamos entrando em uma sala escura. Ele acendeu as luzes logo após.

— Não entendo. Eu não estou fazendo nada com você, Yoongi. Apenas tentando ajudá-lo.

— Eu não gosto de sua ajuda, eu não gosto de como me deixa. Olha para mim, veja como estou agora, por sua causa.

— Yoongi… Essa não foi a minha intenção, e eu também não sei do que está falando. — Me prensou na parede atrás de mim.

— Eu não sou bom o suficiente para você. — Encarei seus olhos. — Você não gostaria nada quando descobri se o que posso me tornar.

— Do que tanto fala? Porquê estar dizendo isso. Yoongi me responde.

— Fique longe de mim _________. Pela sua segurança, não chegue mais perto de mim! 


Notas Finais


Me digam, vocês estão gostando da reescrita da fanfic?

Perfil: @StayGirl


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...