História My Innocent Boss - IMAGINE JIMIN - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Jimin, Park Jimin
Visualizações 199
Palavras 1.678
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi (^^)

Primeiramente, parabéns ao nosso Bolinho Park Jimin.

Meu ponto fraco master, sim ponto fraco, pois bias todos são e para quem não sabe meu utt é o Taehyung, mais venho por essa nota dizer que Park Jimin me mata de todas as maneiras possíveis e impossíveis.

Espero que gostem do capítulo, obrigada pelo retorno e apoio. A cada favorito e comentário ficou ainda mais animada para saber a reação de vocês.

Obrigada por ler ❤

🐯♌

Capítulo 12 - Convite inusitado


Fanfic / Fanfiction My Innocent Boss - IMAGINE JIMIN - Capítulo 12 - Convite inusitado

_ Namjoon? Alexia?


Olhei para Jimin assustada com a sua presença, principalmente por estarmos naquele ambiente. Namjoon por sua vez se afastou e me olhou, provavelmente observando minha reação.


_ Jimin… - falei primeiro.


_ Ah Jimin-ssi…  - Namjoon me interrompeu.


_ Vocês são amigos? - Jimin perguntou cortando Namjoon.


No passado nunca fomos íntimos quando Jimin estava próximo, eu tinha que tomar cuidado para não ser desmascarada e o único que sabia do meu trabalho era Namjoon, então nos comportamos como dois estranhos.


Mas é estranho…


_ Sim, somos amigos. - Namjoon disse.


_ Entendo… - Jimin respondeu.


A expressão de Jimin era séria, o garoto me encarava descaradamente como se não estivesse acompanhado. A garota percebendo a situação, começou a puxar o braço do garoto. Jimin desviou o olhar de mim e deu a devida atenção a garota, que por sinal era muito bonita, o corpo sexy e rosto angelical era uma mistura e tanto. Jimin pegou no rosto da garota e a beijou, meu coração por algum motivo parou por uns segundos e logo voltou a bater fortemente, era estranho ver aqueles lábios beijando outra boca, aqueles lábios que por um momento foram meus. Jimin por um momento foi meu. Mas… ele não sabe que Alexia é na verdade a garota de programa que foi sua primeira mulher, ou sabe?


_ Já estamos de saída, certo Alexia? - Namjoon disse.


_ Sim, vamos… - respondi.


Não quero ver mais nada…


_ Também estamos indo… - Jimin disse pegando na mão da garota.


_ Ah sim… - respondi.


Namjoon e eu fomos na frente, enquanto a garota e Jimin vinham logo atrás. Quando chegamos na porta do bar, Namjoon voltou para pegar seus pertences e a garota que acompanhava Jimin foi avisar suas amigas que iria embora. Resumindo, estávamos sozinhos…


_ Você e Namjoon… - Jimin começou a falar.


_ Não! Nossa relação é puramente amizade…


Não é bem uma mentira


_ Ah entendo… pensei que vocês estavam ali para…


_ Não senhor. Foi apenas um engano…


_ Então desculpas por tirar conclusões precipitadas.


Jimin estava olhando para as próprias mãos, do mesmo jeito que fazia quando estava nervoso ou com vergonha. Fazia tempo que não via tal expressão, tão fofa. Observei o garoto e simplesmente por um impulso, acabei sorrindo…


_ Qual a razão para o sorriso? - Jimin perguntou.


_ Não é nada, Desculpa.


_ Estou curioso, do que se trata? Estou com o rosto sujo?


_ Não, não é nada demais.


_ Alexia fale, por favor… - Jimin pediu.


_ Hum… tem horas que o senhor é fofo…


_ Eu? Fofo?


_ Sim.


Jimin franziu o cenho mostrando que estava confuso. Parecia não entender o porquê de ser chamado de fofo por mim. Apenas continuei sorrindo, me lembrando do velho Chim.


_ Vamos? - Namjoon disse voltando para próximo de nós.


_ Sim… - respondi.


Antes que qualquer outra palavra fosse dita, Samantha aparece do nada extremamente assustada.


_ O que houve!? - perguntei.


_ Alexia… você desligou o gás antes de sairmos?


Gás?


Assim que Samantha disse isso me lembrei dos ovos que estava pretendendo comer e estavam sendo fritos, mas o meu celular logo tocou e vim correndo para me encontrar com o Jimin.


_ Então é verdade… - Samantha disse ao ver minha expressão.


_ O que é verdade?


_ Nossa casa teve um vazamento de gás, a cozinha acabou pegando fogo, por sorte os bombeiros foram acionados antes que o fogo se alastrasse para o resto do apartamento.


_ O que? Não, mas… Como? Não… temos pra onde ir… e nossas coisas?


_ Calma Alexia. A gente vai dá um jeito, as nossas coisas se necessário a gente compra outras, o importante é que não tinha ninguém no momento da explosão.


Samantha me abraçou, ela sabe me acalmar como ninguém, anos de convivência dá nisso.


_ Alexia? Você precisa de alguma ajuda? - Namjoon perguntou.


_ Não precisa Namjoon! Já tenho a solução… - Jimin respondeu.


_ Solução? - perguntei.


_ Vocês duas ficam na minha casa até tudo estar resolvido.


_ O que? Não. Isso é demais…


_ Aceitamos! - Samantha respondeu.


_ Nós o que? - perguntei.


_ Não temos outra opção Alexia.


_ É Alexia, e também me sinto um pouco responsável já que você deixou o fogão ligado para vir ao meu encontro. - Jimin falou.


_ Não é sua culpa, eu fui a desastrada da história, de verdade não precisa se preocupar…


_ Como seu chefe, não aceito não como resposta.


Olhei sua expressão. Ele estava realmente falando sério. Tentei pensar em outras maneiras para me livrar disso, mas como não sou da cidade, não tenho familiares ou parentes próximos aqui. Samantha também não, e não tínhamos muito dinheiro para pagar um hotel, então o jeito vai ser aceitar esse convite um tanto quanto inusitado.


_ Tá bom, mais prometo que será por pouco tempo… - falei.


_ Ok, então vamos. - Jimin disse.


_ Você vai ficar bem? - Namjoon perguntou, sabendo de toda história.


_ Vou sim, não se preocupe.


_ Qualquer coisa me liga…


_ Sim.


Me despedi de Namjoon lhe dando um forte abraço. O toque era o mesmo, como as coisas mudam tanto para uns e pouco para outros. Namjoon pôs meu cabelo atrás da orelha e vem ao meu ouvido…


_ Com certeza irei sonhar com você essa noite…


_ Não seja abusado.


_ Então não seja tão gostosa…


_ Besta. - respondi lhe dando um tapa.


Saímos do bar e estávamos esperando Jimin se despedir da garota que estava com ele.


_ Sou mais você… - Samantha disse.


_ Ela é bonita. Combina com ele…


_ Você é mais…


_ Você fala isso por ser minha amiga.


_ Não Alexia, falo isso porque você é gostosa.


_ Ah, para!


_ Se não fossemos amigas…


Olhei assustada para Samantha, que por sua vez estava rindo muito da minha expressão. Era óbvio a brincadeira, mas mesmo assim queria ter certeza.


_ Mas sério, você é bem mais bonita. - Samantha disse.


_ Obrigada amiga.


_ Vamos? - Jimin disse voltando.


Fiquei tão distraída com a Samantha que até mesmo me esqueci de olhar o Jimin com a garota. Era isso que Samantha queria? Me proteger de ver algo? Um beijo? 


_ Estamos de carro, pode ir que o seguimos. - Samantha disse.


_ Ok!


No carro Samantha continuava dizendo que era estranho Jimin não se lembra dela, ou mesmo de mim. Ela disse que ia aproveitar esse tempo que íamos ficar na casa dele para desmascarar Jimin, já que ela tinha certeza que ele está mentindo sobre não se lembra mim.


O bairro onde estávamos era conhecido por ser um dos mais caros da cidade. As casas ao redor eram extremamente luxuosas, fomos indo em direção a um beco sem saída. Uma garagem se abriu no fim da rua, entramos com o carro e logo saímos de dentro dele. Na garagem havia uns cinco carros de luxo, duas motos e equipamentos de esqui.


_ Por aqui… - Jimin disse.


Subimos escadas e estávamos dentro da casa, ou melhor, mansão. A cozinha era do tamanho do meu apartamento todo, com móveis em madeira maciça e eletrodomésticos em inox. Na sala de jantar uma mesa gigante de doze lugares, um lustre super chamativo logo em cima dela. A copa tinha apenas dois sofás de couro bege, e um tapete persa ao centro. Que Jimin era rico eu sempre soube, mas não imaginava o tamanho da sua fortuna.


_ Vocês podem ficar a vontade, vou levar vocês ao quarto de visitas…


_ Não vamos atrapalhar? - perguntei.


_ Não, atrapalhar o que? Meu pai está nos EUA, então estou sozinho.


Cadê a esposa?


Subimos outra escada e demos de cara com um enorme corredor.


_ Podem escolher o quarto de vocês, todos estão vazios, menos o último que no caso é meu.


_ Quero esse. - Samantha disse abrindo o mais próximo.


_ Fico com outro então… - respondi.


_ Todos os quartos tem suíte, então se sintam à vontade para tomar banho e se arrumarem.


_ Obrigada! De verdade… - disse a ele.


_ Sem problemas… - respondeu sorrindo.


Maldito sorriso…


Entrei no quarto e me sentei para tentar dissolver os últimos acontecimentos. Eu estava na casa de um antigo amor, que por sua vez não se lembra de mim. Meu apartamento pegou fogo e estou sem meus pertences. Ok. 


Liguei para minha mãe e expliquei o que aconteceu, falei para ela não ficar preocupada e que logo eu iria voltar para o meu apartamento. Meu pai estava preocupado por sua filha estar na casa de um homem mas, depois que disse que Jimin era casado meu pai ficou mais tranquilo.


Já tinha tomado banho, mas o dia merecia outro. Entrei no banheiro que também era enorme, tomei uma ducha rápida para economizar água, e me lembrei que não tinha o que vestir para dormir, então me enrolei apenas no roupão que estava no banheiro.


_ Vou beber água antes de dormir e ver como Samantha está… - falei para mim mesma.


Sai do quarto e passei pelo quarto onde Samantha estava, e tudo estava no máximo silêncio, provavelmente tomou um banho demorado e se jogou na cama, típico dela. Desci as escadas ainda impressionada com a casa do Jimin, tudo tão bem decorado e limpo. Liguei as luzes da cozinha e procurei por copos nas gavetas. Bebi a água e já estava subindo, quando ouvi uma música tocar muito baixinho,  então segui o som da música e acabei chegando numa sala no final de um corredor.


Não devia abrir…


Mas abri, a curiosidade falou mais alto. Era uma sala com espelhos nas paredes, chão de madeira e aparelhos de som por toda parte. No centro da sala estava Jimin, dançando a música que estava tocando. Não sabia desse seu hobby, apenas continuei observando seus movimentos, tão leves e expressivos, seus fios negros balançavam juntamente com o seu corpo, sua expressão no espelho era quente, intenso, sexy. Assim que observei seu rosto que me dei conta que Jimin estava sem camisa, apenas com uma calça de moletom cinza e tênis. Seu corpo estava definido como sempre, mais havia uma coisa diferente…


Uma tatuagem?



_ Posso saber o que você está fazendo aqui, Alexia? 


Notas Finais


Gosto de saber exatamente o que pensam, sentem ou imaginam dos meus capítulos... Então por favor, comentem com sinceridade ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...