História My "Innocent" Cousin - Imagine Yugyeom - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7, Originais
Personagens BamBam, Jackson, JB, JR, Mark, Personagens Originais, Youngjae, Yugyeom
Tags Got7, Incesto, Indecisão, Primos, Yugyeom
Exibições 222
Palavras 1.283
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem !
Gente, valeu mesmo pelos 35 favoritos! Você sãp maravilhosos!!
S2 S2 S2

Capítulo 5 - Menina Marrenta


POV Yugyeom

Os meninos vieram dormir aqui em casa. Me senti um pouco culpado por ter pedido pra ____ ter dormido fora de casa, mas ela vai ter que entender que é pro bem de nós dois.

Jogamos bastante videogame e falamos sobre umas festas que fomos nessas férias, e sobre as garotas que pegamos.

Eles foram embora lá pras 14:00, mas mesmo depois que eles foram embora, a ____ não chegava.

Estava no meu quarto quando ouvi a porta da sala ser aberta, quando desci, vi ____ indo para a cozinha.

Vou atrás dela, quero saber pelo menos onde ela passou a noite!

Na hora que ia entrar na cozinha, ela estava saindo então nos trombamos.

Yugyeom – Onde você estava ? – Perguntei tentando mostrar a menor preocupação possível.

____-Primeiramente, não te importa, segundamente, oi pra você também .

Yugyeom – Me importa sim, e pq está com a blusa do Jr? – Falei e toquei em seu braço no intuito de ver se não era apenas uma miragem.

____- Por que sim

Ela disse , se virou e foi pro quarto me deixando sozinho.

Yugyeom – Que garota mais marrenta- disse pra mim mesmo.

Subi atrás dela, quem ela acha que ela é pra me deixar falando sozinho! Eu sou mais velho, ela tem que me respeitar!

Na hora que ia entrar em seu quarto, vi que estava se trocando, então decidi voltar outra hora. Mas como não sou bobo nem nada, fiquei mais um pouco. Vi pelo reflexo do espelho algumas marcas de seu pesco... Ai meu santo G-Deus, esses são chupões?

Agora entendi o pq de ela estar tão estranha. Eu vou usar isso a meu favor futuramente.

Fui pro meu quarto e fiquei mexendo no celular. Depois de uns 20 minutos ela veio bater na minha porta.

____- Yugy, você sabe onde a tia está?

Yugyeom – Ela foi no shopping com umas amigas.

____- Ata, vlw.

Ela falou e saiu. Realmente ela não tem a mínima ideia de que eu sei de suas “marcas”.

Meu celular vibrou e fui ver o que era. Jr tinha mandado uma msg em um grupo do Whats, onde eu, o BamBam, o Jackson e ele participamos.

Conversa de Whats ON

Jr- Vcs lembram da mina de ontem?

Jackson – Lembro, aquela gatinha.

Jr- Então, ela veio dormir aqui em casa ontem.

Jackson – Tu pegou ela?
Yugyeom - ???

Jr – Peguei, mas ela não foi até o final.

BamBam – Orra, pegador em!

Jr- Cara, ela tem muita pegada.

Jackson – Ta quieto pq , Yugyeom?

Yugyeom – Nada, é que to resolvendo uns problemas aqui.

Conversa Whats OFF

Cara, não to acreditando que ela ficou com o Jr. P*rra, pq eu to pensando nisso. Acho melhor eu sair pra fazer alguma coisa.

Me arrumei de um jeito normal e fui pra uma boate que não ficava tão longe de casa.

Estou acostumado a vir aqui, bebo bastante e o barman só vai pondo na conta. Tinha uma mina muito gostosa, ela já tava meio bêbada, então foi facinho.

Levei ela lá pra casa, e a noite foi bem agitada.

-/- Quebra de Tempo -/-

Me levanto e vejo que já são 14:00, olho pro lado e não vejo a garota de ontem. Não sei se isso é ruim, ou bom.

Em cima da escrivaninha há um bilhete, estava escrito:

“Oi gatinho, tive que ir embora, adorei a noite, bjs, até uma próxima”

Realmente, acho que isto não foi tão ruim.

Desço e tomo meu café, vou almoçar só mais, nem sinal da ____. Vou até seu quarto, quero conversar com ela.

Bato em sua porta, e ela me manda entrar. Ela estava deitada na cama.

Yugy – Posso falar com você?

____- Já está falando?

Yugyeom – Onde você dormiu noite passada?

____- Na casa de uma amiga...- Falou e pegou seu celular que estav na escrivaninha .

Yugyeom – Eu sei que você não dormiu na casa de uma amiga, você dormiu na casa do Jr.

____- Problema meu. Agora da licença que eu tenho compromisso.

Yugyeom – E qual seria?

____- Vou tomar chá com a rainha da Inglaterra. – disse e entrou no banheiro me deixando falando sozinho de novo.

Vou pro meu quarto e fico jogando, escuto passos no corredor e percebi que ela acabou de sair.

Já to preocupado com minha mãe, ela já tá fora há um tempinho, liguei pra ela e ela disse que estava aproveitando com uma amiga que chegou na Coréia esses dias. Que bom que ela está bem.

Acabei pegando no sono. Quando acordei já eram 19:00, sai do quarto e encontrei ____ sentada no sofá vendo um filme. Me sentei ao seu lado e tentei começar um papo civilizadamente.

Yugyeom – Quer pedir uma pizza?

____- Pode ser, mas eu quero Portuguesa!- Ela falou e fez biquinho, ela ficou muito fofa...

Pedimos a pizza e quando ela chegou, ficamos comendo e conversando durante muito tempo, depois fui lavar a louça e ela subiu pro quarto.

Subo pro meu quarto e vou tomar um banho. Tento apressar meu banho, pois vi que iria começar a chover bem forte, não to a fim de levar choque e morrer no banho pelado.

Volto pro meu quarto, me troco e deito. Fico mexendo no meu celular, até que ouço batidas na porta e só vejo um vulto.

Yugyeom- ____, é você?

____- P-posso dormir a-aqui?

Yugyeom – Pra que garota, tú não tem mais 5 anos de idade não.

____- P-por favor

Ela estava com voz de choro e tremendo. Já havia começado a chover, e quando deu um raio, ela deu um pulo e soltou um grito. Vi seus olhos se encherem de lágrimas.

Levantei e a ajudei a ir até minha cama. Ela estava em um “estado de choque”, deitei do lado dela, e fiquei abraçado nela, ela conseguiu se acalmar e em alguns minutos pegou no sono. Realmente, essa menina é muito estranha. Acabei cansando de ficar servindo de babá e peguei no sono. Acabamos dormindo de conchinha.

POV ____

Meu primo veio me perguntar onde eu havia dormido e acabamos brigando de novo.

Fingi que tinha um compromisso só pra não ter que ficar naquela casa. Sai e fui dar um passeio. Cheguei em casa lá pras 18:00 e fiquei sentada no sofá assistindo um filme. Mais ou menos na metade do filme, o Yugy desceu e sentou do meu lado .

Yugyeom – Quer pedir uma pizza?

____- Pode ser, mas eu quero Portuguesa!

Depois que a pizza chegou conversamos bastante. Ele não é tão chato quanto parece. Ele foi lavar a louça e eu subi para o meu quarto para tomar banho.

Depois que sai do banho vi que iria chover e precisa encontrar meu remédio o mais rápido possível.

Sim, remédio. Desenvolvi um trauma, uma espécie de fobia em relação a chuva forte a noite. Mas não quero ne pensar nisso.

Passei um bom tempo procurando o remédio e não achei em lugar nenhum. Droga! Vou tentar dormir antes da chuva começar.

Quando me deitei, ouvi o primeiro raio.

Meus olhos se encheram de lágrimas, eu não conseguia controlar. Estava com medo de entrar em estado de choque grave e acontecer algo pior, por isso fui atrás dele.

Bati em sua porta, já estava tremendo .

Yugyeom- ____, é você?

____- P-posso dormir a-aqui?

Yugyeom – Pra que garota, tú não tem mais 5 anos de idade não.

____- P-por favor

Deu um raio e eu me assustei, fiquei paralisada e não conseguia sair do lugar.

Ele veio até mim e me guiou até sua cama. Ele deitou junto comigo e ficou abraçado em mim. Isso me ajudou muito, eu consegui dormir. Mas amanhã preciso conversar com minha tia sobre comprar um novo remédio.

Continua...


Notas Finais


Gostou?
Então comenta e favorita a fic!
Até a próxima e kisses de leite ninho.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...