História My Killer Love - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Hot, Namjoon, Rap Monster
Visualizações 99
Palavras 962
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oin desculpe se ficou pequeno... m
Desculpe a demora...

Capítulo 12 - Eu te odeio


Fanfic / Fanfiction My Killer Love - Capítulo 12 - Eu te odeio

- Me ama é o caralho ne Namjoon - gritei com ele e o mesmo se levantou - 

- Não grita - ele seguro em meu rosto com força- Já te disse que quem grita aqui sou eu - ele largou meu rosto bruscamente - 

- Siwon logo vai me acha - tentei conte as lágrimas - E vai te mata - fala essas palavras foi de parti o coração pois apesar dele ser um monstro eu o amava -

- To esperando anciosamente por isso - ele encostou sua testa na minha e segurou meu rosto com força- agora cala a Porra da boca - ele mordeu meus lábios se levantou e saio do quarto - 

Ele me deixou lá algema na cama nem a roupa que eu havia ido na festa eu não tinha tirado, meu braço estava doendo, meu rosto também. 

[...]

Eu estava deitada tentando dormi, aporta do quarto se abriu -Ta acordada? - era uma voz familiar mas não era de nem um dos meninos, assim que me virei tomei um susto ao ver Min yoongi parado ali -

-Su...  suga - gaguejei ao ver ele ali - 

- É uma longa história, vim apenas ver se você está bem - ele permaneceu parado com as mãos no bolso da calça - 

- Se você fizer algum mal pra Haru eu juro que te Mato - gritei -

- Pode ficar tranquila eu gosto da sua amiga - ele deu um sorrisinho -

- Dez de quando vocês gostam de alguém - continuei gritando, ele apenas deu as costas e saiu do quarto -

A única coisa que eu poderia fazer era deita e dormi.

Siwon on

- Fala pra mim que você tem alguma notícia da Valenttina? - Haru estava sentada no sofá da sala quase chorando-

- Eu sinto muito, a única coisa que temos é que ele ainda não a matou - me sentei ao seu lado e abraçei-

- Siwon encontra ela por favor - ela chorava com a cabeça encostada em meu peito -

[...]

- Detetive eu acho que achei a Valenttina - disse umas das polícias com um tablet na mao-

- A onde? - me levantei rapidamente -

- Bom a única casa que o Namjoon ocupa é essa - ela me mostra a planta de uma casa - E pelo jeito e ele que está lá uma testemunha disse que viu ele em uma balada -

- Monte a equipe - fiquei olhando pro tablet - Vamos pra Vegas - voltei rapidamente pra minha sala e organizei alguns papéis -

Siwon of

-Valenttina acorde - senti alguém me empurra

- O que foi? - disse ainda meio sonolenta -

- Vou te solta, tomei um banho - ele tirou a algema

Me levantei e o encarei - Filho da mãe -dei um tapa no rosto dele que de imediato me devolveu um tapa forte, fui de encontro ao seu peito com socos e gritando - Eu te odeio Kim Namjoon - o empurrei- Vai pro inferno seu desgraçado -dei mais alguns socos nele e senti meus braços sendo segurados com força -

- Sua Vadia - ele deu um soco em meu rosto fazendo meu nariz e boca sangrarem -

- Desagraçado - dei mais um tapa em seu rosto, a boca dele no canto estava corta seu rosto estava vermelho, os meninos entraram no quarto e me seguraram - Me mata de uma vez Namjoon - gritei tentando chuta o mesmo-

Ele segurou em meu rosto - Voce quer que eu te mate - Ele apertou - pois bem você conseguiu o que queria - ele deu um beijo em meus lábios e soltou meu rosto- Tragam ela - ele disse saindo do quarto -

Os meninos me levaram até na sala, Jungkook e Jimin estava me segurando, Jimin estava do lado direito e Jungkook do lado esquerdo me fizeram ajoelha e com os braços abertos - Faça isso de uma vez - lágrimas escorriam pelo meu rosto, mas o que eu estava sentindo naquele momento era raiva, ódio e pode se dizer amor? Sim amor pelo homen que estava com uma arma apontada pra minha cabeça que estava prestes a aperta o gatilho, seus olhos estavam marejados algumas lagrimas escorriam pelo seu rosto. Seu olha era de raiva, ódio.

- Eu me pergunto todos os dias como eu me apaixonei por uma garota igual a você, havia varias coreanas no Colégio mas não o besta tinha que se apaixona logo pela brasileira - ele estava andando de um lado para o outro -

- Cadê aquele Namjoon que me levava Rosas todos os dias - disse gritando- Que ia me busca e levar pra casa que não deixava ninguém briga comigo - a todo momento disse gritando - O menino que no começo tinha vergonha e se escondia atrás da pilastra ou ficava vermelho dando um sorriso bobo - tentei me solta - O que você fez com ele? - baixei a cabeça e deixei as lagrimas rolarem -

Ele se abaixou ficando da minha altura - Ele ainda está aqui - ele apontou com a arma no peito dele - Mais ele está preso e esse sou eu agora Baby - ele se levantou e me deu um chute na estomago -

Eu estava ali entregue a dor toda machucada - Será que algum dia você me amo do jeito que eu te amei ou melhor amo? - ergui a cabeça e o encarei -

-sim Baby eu te amo - ele deu um sorriso sarcástico.

A porta da frente foi arrebentada com muita força - Kim Namjoon larga a arma - escultei a voz do siwon-

Namjoon continuo com a arma apontada pra mim - Nao antes disso - escultei um disparo... 



Notas Finais


Pujinzinhos...

E ai quem será que morre??
Bom não seja leitores fantasmas comentem o que acham....
Me ajudem a divulgar a fic por favor amorzinho....

Bjs no coracao de cada um de voces da tiia CHOI 💋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...