História My kitten monster - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alix Kubdel, Alya, André Bourgeois, Chloé Bourgeois, Félix, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Jalil Kubdel, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mylène Haprèle, Nathalie Sancoeur, Nathanaël, Nino, Personagens Originais, Plagg, Sabine Cheng, Sabrina, Tikki, Tom Dupain
Exibições 230
Palavras 829
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Vou deixar vocês de boca aberta

Capítulo 17 - Akumas 0.2


Anteriormente

_ Não é possível! Ela me ama!!! ELA ME AMA!!! Ela só disse aquilo para não te chatear, é isso mesmo!!!! Parece vou ter que aumentar o número de akumas na cidade, tenho que ficar de olho no AGRESTE

Atualmente

Sinceramente quero ver minha Lady se apresentando de novo, vou perguntar para ela qual vai ser o dia da sua nova apresentação de balle _ quebra nozes _ assim eu já pesso em me relevar para ela.

Bom aqui estou eu pulando de prédio em prédio, o clima está calmo, nenhuma vítima e nenhum assassinato, o que me dá mas tempo para ficar com my princess, espero que ela já esteje de calcinha e sutiã, pois o gatinho aqui quer passar as garras em alguma coisa que não seja uma cortina ( hehehehehe piada entendida )

Entrei discretamente no quarto de my princess, e a mesma não estava não quarto, por tanto eu esperei, comecei a ler algumas HQs que estava em cima de uma estante de forma organizada, era do Batman meu herói favorito, e que eu me inspiro muito. Já parei para ver como minha vida é parecida com a dele, nós dois temos um mordomo, lutamos contra o crime e temos muitos inimigos pela frente.

De repense ouço a porta se abri, era ela, mas estava de cabeça baixa, Por que?

_ My princess? 

Ela logo olho para frente, se inprecionou por me ver aqui, sua expressão que antes era triste, passou a ser um sorriso lindo que eu tanto gostava de ver, correu para um abraço que foi retribuído com todas as forças. 

_ Chat eu preciso muito conversar com você.

Ela dize sussurrando em minha orelha, com uma voz fraca e roca, parecia que alguma coisa lhe incomodava.

_ Claro pode falar tudo o que você tem pra dizer.

Ela se separou dos meus braços, e se sentou na cama, me sentei no chão em sua frente, olhando bem fundo em seus olhos azuis piscina.

_ Muita coisa aconteceu hoje...

Não pensei que fosse isso, mas até que me sinto feliz, ela vai me contar tudo, então significa que ela é fiel, não me esconderia nada.

_ Eu sentei com um amigo Natanaël durante as aulas e no recreio.

Não queria ter ouvido este nome, o suco de groselha me traz mal pressentimento, não acho que seja só CIÚMES, é como se ele estivesse tramando alguma coisa para mim e para my princess.

_ Sinceramente ele me dá calafrios, o mesmo me deu um poema ontem se declarando, mostrando com era seu amor por mim.

_ O QUE???

Droga falei auto, não era pra te falado, tampo minha boca com urgência.

_ Calma

_ Ok

Respirei fundo, balancei uma de minha mão para que ela continuasse.

_ Ele me chamou para ir em um evento no sábado, e eu só aceitei porque ele é meu amigo e nada mais.

Agora eu tenho garantia disso.

_ E também tem outro garoto que se declarou.

_ Parece que vou ter que te enrolar em um saco plástico- Brinco.

_ Ou de lã - Riu um pouco e novamente continuou - Mas eu já disse a este garoto que não gosto do Nathanaël e nem dele, e sim de você, mas eu não disse que era você sabe eu não falei " É o Chat quem eu amo" eu falei....

Interrompi sua fala com um beijo, suave e profundo, aproveitando cada espaço que minha língua alcançava, brigando com a língua molhando e morna de Marinette, a mesma que sugava meus lábios inferiores e que os mordias com tensão me fazendo ficar excitando ao poucos e.

Bip

Bip

Bip

Não por que??????

_Chat seu anel está tocando

Fiz uma cara de decepção quando ela separou os nossos lábios.

_ Não se preocupe vou estar aqui te esperando.

 Sai pulando de prédio em prédio para achar o local de assassinato que meu anel estava me mostrando.

Fiquei chateada quando o anel dele apitou o beijo estava tão bom.Me virei para trás.Começei a ver fumaça por todo meu quarto, procurei por onde vinha, mas não havia como enxergar. Ouvi uma risada, mas eu não sabia de quem era. Não comseguia respirar e foi assim que tudo ficou ESCURO.

Quando abri meus olhos eu estava prensada na cama, minha visão estava muito embaçada, não consigo me mexer.

_ Marrinete.

Uma voz familiar soou

_ Marinette.

Agora estava grossa. Minha vvisão voltou ao normal, e finalmente descobrir o que estava me prensando na cama, era um garoto de cabelos vermelhos sangue, com uma coloração pálida meio roxa, olhos meios azulados uma máscara negra, um uniforme Branco com listras pretas e uma calça colada preta.

_ Q-quem é v-Você?? C-como s-sabe m-meu n-nome.

O medo saiu em forma de voz, ei gaguejava, minhas pernas estavam bambas.

_ Eu sou o Ilustrador do Mal. E eu estou te vigiando deste muito tempo Marinette.

Ilustrador do Mal.

_ O Chat Noir não te contou? Bom deixa eu contar, eu programei vários akumas, para te vigiar e descobri coisas sobre você, mas infelizmente um deles acabou matando um tio seu e sem querer eu ataquei sua mãe, mas o Chat consegui salva-lá a tempo.

As lágrimas caíram dos meus olhos




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...