História My Kitty Chat Noir - Capítulo 76


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nathanaël, Nino, Plagg, Tikki
Tags Miraculous Ladybug
Exibições 865
Palavras 3.350
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Ola, minhas coisinhas <3

Muito obrigado a todos que comentaram no ultimo capitulo e muto obrigado pelos 1413 favoritos.

Boa leitura! \o

Capítulo 76 - Chat de cabelos rosa e Mestre Fu


Fanfic / Fanfiction My Kitty Chat Noir - Capítulo 76 - Chat de cabelos rosa e Mestre Fu

- Adrien -

 

- Pode ligar. – Assim que eu disse isso, Alya colocou a musica e, como ela tinha nos dito, só iria tocar a parte instrumental e, eu e Nino cantaríamos.

Assim que todos viram qual musica era, começaram a nos zoar, Nino me olhou envergonhado, eu não estava muito diferente.

Eu e Nino cantaríamos juntos toda a musica, faríamos as vozes da Barbie e Ken, estávamos indo ate bem, logo todos pararam de zoar e alguns até começaram a cantar com a gente. Eu e Nino nos empolgamos e logo perdemos a vergonha, ate nos esquecemos dos nossos cabelos rosa. Subimos na mesa na parte do refrão e dançamos um pouco, a galera estava adorando e, Mari e Alya ficaram de longe nos olhando e rindo. Quando a musica estava no final, descemos da mesa e voltamos para onde estávamos no começo da musica, que era o meio do pátio, então, quando terminamos de cantar, todos nos aplaudiram, ate mesmo alguns professores que vieram ver o nosso “show”. Depois disso, o diretor nos deu uma bronca, mas nada muito grave, pedimos desculpas e prometemos pedi-lo autorização caso algo do tipo fosse acontecer novamente, mas eu espero que não aconteça.

Enquanto tirávamos tudo do meio do pátio, vários alunos vieram ate nós nos parabenizar e dizer que estávamos bem legais, alguns disseram que estávamos engraçados, mas que a apresentação foi bem maneira, depois de conversamos com varias pessoas, guardamos tudo e comemos um croissant bem rápido, pois já estava quase na hora do fim do horário do almoço.

Quando voltamos para a sala, nossos amigos vieram ate nós, falando que gostaram muito da nossa apresentação e dizendo que deveríamos fazer de novo, logo, Chloe e Lila apareceram.

- Adrien! Você estava incrível! – Chloe disse pulando no meu pescoço, logo Lila fez o mesmo pulando no meu pescoço do outro lado.

- Você estava um gato!

- Eu também estava lá. – Nino disse fingindo uma cara de falsa tristeza.

- Nem ligo. – Lila disse.

- Nem eu. – Chloe disse.

- Obrigado pelos elogios, mas, podem me soltar? – Eu disse as empurrando de leve, Mari as olhava feio, mas não disse nada, então a professora entrou na sala e todos nos fomos nos sentar.

Logo depois disso, as aulas passaram bem rápido, então, eu fui para a casa da Mari junto com ela, quando chegamos, sua mãe disse que prepararia um lanche para nos e logo depois levaria ate o quarto da Mari, nós concordamos e poucos minutos depois que subimos, a sua mãe chegou com o nosso lanche, como Mari havia pedido cookies e queijo, pudemos alimentar os kwamis, quando acabamos de comer, fomos nos sentar na varanda, então Tikki e Plagg vieram ate nós e se sentaram em uma mesinha que ali tinha.

- Marinette, Adrien, vocês precisam ir ate o mestre Fu. – Tikki disse seria.

- Vocês deveriam ter ido assim que chegaram de viagem. – Plagg disse do mesmo modo.

- Nos acabamos esquecendo. – Eu disse sem graça.

- Vocês não podem adiar mais isso, precisam ir logo, pois o que ele tem a dizer, é muito importante. – Tikki disse.

- Vocês sabem o que é? – Mari perguntou.

- Só sabemos que é sobre o livro, mais nada. – Plagg disse.

- Vocês precisam ir lá hoje, não podem mais esperar.

- Mas já são cinco da tarde. – Eu disse desanimado.

- Não importa, vocês precisam ir. – Tikki disse mais seria. Mari me olhou e então nos dois suspiramos juntos, logo voltamos a olhar para os kwamis, quando eu iria dizer que iriamos agora mesmo, ouvimos uma explosão vinda do parque, então em me levantei e cheguei ate a ponta da varanda para ver melhor o que era aquela explosão.

- Marinette -

 

Assim que ouvimos a explosão, Adrien e eu nos levantamos assustados, ele correu ate a ponta da varanda para ver o que era, então eu olhei para Plagg que olhava para o parque atendo.

- Ei, Plagg.

- O que? – Plagg me olhou curioso.

- Quando for transformar o Adrien, ele ira te perguntar se tem como mudar o cabelo dele. Se tiver, por favor, deixe ele rosa só pra eu poder ver. – Quando Plagg ia me responder Adrien veio andando até nós.

- Só pode ser um akuma. Precisamos ir, amor. – Adrien disse me olhando. – Plagg, tem como fazer os meus cabelos ficarem loiros novamente?

- Te ate que tem, mas vou precisar de muito queijo quando voltarmos.

- Esta bem. Plagg, mostrar as garras!

- Tikki, transformar! – Logo Adrien e eu já havíamos nos transformado, quando eu olhei para ele, o seu cabelo ainda estava rosa, eu não aguentei e comecei a rir muito. Chat me olhou estranho.

- Do que esta rindo? Ah, não... O meu cabelo ainda esta rosa? Plagg seu gato preguiçoso. – Chat disse e quando ia reverter a transformação, eu o parei.

- Não, amor, só eu posso vê-lo assim. – Chat me olhou com duvida e então pegou o celular, ele olhou para a tela escura e então fez uma carranca.

- Argh... Plagg! Meus cabelos ainda estão rosa.

- Vai ver só nós dois conseguimos ver.

- Eu tenho que falar com ele.

- Não da tempo, Chat, o akwma esta atacando.  – Chat me olhou e suspirou.

- Tá, tá, vamos. – Eu e Chat pulamos a varanda e corremos para o parque, assim que chegamos, começamos a lutar contra o akuma. 

- Esse cara é muito forte. – Eu disse para Chat.

- Precisamos de um plano, eu já sei onde esta o akuma.

- Onde?

- No chapéu. – Chat disse apontando para o chapéu do akuma.

- Então vai ser fácil.

- Vai é?

- Sim. – Logo usei o meu Luck Charm, que como sempre, me deu uma coisa nada a ver.

- O que você vai fazer com isso? – Chat disse olhando para a bola de futebol em minhas mãos.

- Ei! Essa fala é minha. – Eu fazendo uma faça carranca e Chat riu.

- Devo distrai-lo enquanto você pensa? – Chat me olhou sorrindo.

- Você sabe que sim, gatinho. – Eu disse mexendo no guizo de Chat que riu, logo deu um miado e foi pra cima do akwma. Não demorou muito para eu ter uma ideia, chamei por Chat e que veio na mesma hora, expliquei a ele o plano e logo o colocamos em pratica, logo pegamos o chapéu do akumatizado e eu purifiquei a borboleta. Logo após selarmos nossos punhos, eu e Chat saímos correndo, pois nossas transformações estavam prestes a terminar.

Depois de voltarmos a ser Adrien e Marinette em um beco qualquer, Tikki e Plagg disseram que deveríamos ir logo para a casa do Mestre Fu, então, assim fizemos.

Não demorou muito para que chegássemos à casa do Mestre Fu, assim que entramos, ele nos olhou sorrindo.

- Ladybug, Chat Noir, como estão? Vejo que já se revelaram um para o outro. – Mestre Fu disse sorrindo.

- Ah... Sim. – Eu disse um pouco tímida.

- Venham, sentem-se. – Adrien e eu nos olhamos e então seguimos ate as almofadas que estavam sobre o chão, logo nos sentamos sobre elas. – Gostariam de um pouco de chá? – Mestre Fu disse segurando o bule.

- Sim, por favor. – Adrien disse sorrindo.

- Olá, Mestre. – Plagg e Tikki disseram saindo de minha bolsa.

- Olá, meus caros. – Mestre Fu disse sorrindo. – Vocês demoraram para traze-los ate mim.

- Desculpe, Mestre, mas eles estavam em outra cidade, nós chegamos ontem e só nós lembramos de vir hoje. – Tikki disse sem graça.

- Esta tudo bem, o importante é que agora vocês estão aqui.

- Mestre, o que o senhor queria dizer a gente sobre o livro? – Adrien perguntou um pouco ansioso, Mestre Fu sorriu e se levantou, ele caminhou lentamente ate uma cômoda e pegou o livro do pai de Adrien.

- Meu jovem rapaz, não deve ficar tão ansioso, as respostas já viram. – Mestre fu disse sorrindo enquanto voltava lentamente para onde estava antes de ir pegar o livro, Adrien me olhou e eu sorri. – Eu li todo o livro e, descobri muitas coisas. A maioria eu já sabia, pois fui ensinado desde criança pelo ultimo guardião, mas, tem muitas coisas nesse livro, que ate eu não sabia, pois o meu antigo mestre não me disse, já que eu ainda não estava pronto para saber mais sobre os poderes dos kwamis.  Algumas das coisas que eu direi a vocês são sobre os poderes de Hawk Month e, é claro, sobre os seus. Creio que ainda não conseguiram usar seus outros poderes. – Eu e Adrien nos encaramos.

- Outros poderes?! – Eu e Adrien dissemos juntos quando voltamos a encarar Mestre Fu.

- Exatamente! Vocês tem outros poderes além dos que já usam.

- E quais são esses poderes? – Adrien perguntou animado.

- Paciência, jovem gafanhoto. – Mestre Fu riu de sua própria piada e Adrien me olhou enquanto eu dava algumas risadinhas.

- Mestre, o senhor teria queijo ai? Eu to faminto. – Plagg disse dramático.

- Plagg! – Adrien disse o repreendendo.

- Esta tudo bem, eu já conheço o Plagg. – Mestre Fu disse a Adrien. Mestre Fu se levantou e logo depois voltou com um prato com bastante queijo e cookies, então vimos que do seu lado, havia um kwami verde, que parecia uma tartaruga. Mestre Fu colocou o prato sobre a mesa e se sentou, então ele nos olhou. – Este é Wayzz, meu kwami.

- Saudações, Ladybug e Chat Noir. – Wayzz disse sorrindo.

- Olá. – Adrien e eu dissemos juntos.

- Wayzz! – Tikki disse contente e o abraçou.

- Tikki, quanto tempo. – Wayzz disse contente, eles se separaram do abraço e então Wayzz olhou para Plagg. – Olá, Plagg, já faz muito tempo, não é mesmo.

- Argh! – Plagg disse com uma carranca e virou de costas para Wayzz, Adrien me olhou, mas resolvemos ficar em silencio. Tikki voltou a comer os seus cookies e Wayzz se sentou ao lado do Mestre Fu.

- Voltando ao assunto dos seus poderes... Vocês iram precisar de treinamentos.

- Treinamentos?! – Adrien e eu dissemos juntos.

- Exatamente! Vocês terão que aprender melhor sobre os seus novos poderes e, eu os ensinarei com usa-los. Vocês estudam das oito da manha ate às três da tarde, correto?

- Sim. – Adrien respondeu.

- Então, todos os dias depois da escola, vocês devem vir para cá. – Mestre Fu disse e nos olhou sorrindo, Adrien me olhou um pouco sem graça e coçou a nuca.

- Ah... Mestre, eu...

- Você está preocupado por causa das suas sessões de fotos, certo? -  Adrien confirmou com a cabeça. – Não se preocupe, os dias em que você tiver uma sessão de fotos vocês não precisam vir, mas, teremos que recompensar no outro dia. – Mestre Fu disse rindo, Adrien e eu concordamos.  – Muito bem... Irei dizer a vocês sobre Hawk Month. Acho que já perceberam que os akumas estão ficando mais fortes, cero. – Adrien e eu confirmamos em silencio. – Isso esta acontecendo, por que o Hawk Month já entendeu boa parte de seus poderes. Ele também recebe uma quantidade de energia, sempre que alguém é akwmatizado, com isso, cada akwma novo, fica mais forte.

- Então, isso significa que daqui um tempo os akwmas estarão tão fortes que não vamos conseguir derrota-los? – Eu perguntei preocupada.

- Se vocês treinarem e aprenderem a usar os seus poderes isso não vai acontecer. Se o inimigo de vocês esta ficando mais forte, depende de vocês ficarem mais fortes também. Vocês já evoluíram muito como Ladybug e Chat Noir e, como Marinette e Adrien, agora falta apenas ensina-los sobre o poder supremo para que vocês possam ficar mais fortes para proteger Paris de Hawk Month. – Adrien e eu nos encaramos.

- Poder supremo?!  - Perguntamos juntos encarando Mestre Fu.

- Acho que não tem problema eu explicar vocês agora sobre o poder supremo. – Mestre Fu disse sorrindo e abrindo o livro em uma pagina com alguns desenhos de joaninhas coloridas. – O poder supremo é ativado sempre que vocês dois trabalham juntos. Sempre que você, Ladybug, precisar usar uma dessas pedras e perolas você precisará da ajuda do seu parceiro, Chat Noir. Algumas dessas pedras e perolas, você consegue usar sozinha que é: A perola do coração e a perola dos mistérios. A perola do coração permite que você cure os akumatizados e a perola dos mistérios é a que te da os objetos do Luck Charm. As outras pedras e perolas só podem se usadas atrás do poder supremo, é por isso que ainda não conseguiu usa-las, pois vocês precisam ativar o poder supremo para isso.

- É quais são essas pedras e perolas? – Adrien perguntou.

- São as pedras da lua e do sol e a perola do oceano. A pedra da lua permite que você voe e respire no espaço e a do sol permite que você voe, já a perola do oceano permite que você respire debaixo d’agua.

- Uau... – Eu disse impressionada.

- Espera, só ela que ganha poderes novos? – Adrien perguntou fazendo biquinho, eu dei uma risadinha baixa e Mestre Fu sorriu.

- Claro que não, jovem Adrien.

- E quais são os meus? – Adrien perguntou animado.

- Assim como o cataclysm, você também tem outros poderes, mas ainda não é a hora para você saber sobre os seus poderes.

- O que? Mas por quê?

- Por que eles tem a ver com o poder supremo, então, ainda não é a hora. – Adrien abaixou a cabeça triste. – Mas posso te adiantar um dos seus poderes, um que não precisa ser usado com o poder supremo. – Adrien levantou a cabeça sorrindo. – Como gatos são da família de felinos, você tem a capacidade de ser como alguns deles incluído os poderes de alguns animais da família de felinos, como por exemplo: Você pode ser forte, assim como um leão.

- Forte como o Super-Homem? – Adrien perguntou eufórico.

- Não, jovem Adrien, forte como um leão. – Adrien o olhou com duvida. – Você entenderá melhor nos treinamentos. Agora... Sobre este livro, como o encontrou? A, jovem Marinette me disse que esse livro lhe pertencia.

- Sim, mas, ele não é exatamente meu. – Adrien disse sem graça.

- O que quer dizer com isso?

- Ah... Bem... Esse livro é do meu pai. Há uns meses atrás eu vi o meu pai com ele, ele estava no telefone falando alguma coisa que eu não entendi muito bem, depois ele pegou o livro e o colocou em seu cofre, então, eu e o Plagg abrimos o cofre e pegamos o livro, eu ia devolver, mas a secretaria do meu pai me chamou e, eu guardei o livro na minha bolsa, a que eu levo para a aula de esgrima. Então, na escola aconteceram algumas coisas e eu acabei perdendo o livro.

- Marinette lhe explicou o que aconteceu depois?

- Sim, senhor.

- Ótimo. Então, jovem Adrien, peço que devolva o livro ao seu pai, não queremos que ele descubra que o livro sumiu, certo?

- Acho que ele já percebeu isso, só não disse nada.

- De qualquer modo, coloque o livro onde pegou, eu já o li e, irei lhes dizer o que precisam saber por agora. – Mestre Fu disse e entregou o livro a Adrien. – Creio que seu pai não saberá ler este livro, então creio que não terá nenhum problema ele continuar com o livro. – Adrien confirmou com a cabeça. – Agora, vamos a outro assunto, um muito importante, um assunto que esta me mantando, pois eu tenho perguntas, mas não tenho respostas e, creio que só vocês poderão me responder. – Mestre Fu disse misterioso.

- O- o que seria, Mestre? – Eu perguntei com medo da resposta.

- Por que o jovem Adrien esta com os cabelos rosa? – Adrien me olhou feio e eu comecei a rir, assim como Mestre Fu e os kwamis.

- Há, há. Muito engraçado. – Adrien disse com uma carranca. – Eu estou assim por culpa dela.

- Nem vem, Adrien, você esta assim por que perdeu a aposta. – Eu disse ainda rindo.

- E que aposta seria essa? – Mestre Fu perguntou.

- Fizemos uma competição de boliche na nossa ultima viagem e, era eu e minha amiga contra o Adrien e o nosso outro amigo, quem perdesse teria que pagar uma prenda, então, Adrien e o nosso amigo perdeu, e eles tiveram que pitar os cabelos de rosa e cantar e dançar Barbie Girl no pátio da escola.

- Eu adoro essa musica. – Mestre Fu disse animado. – Foi uma ótima escolha de prenda, jovem Marientte. Por acaso vocês filmaram?

- Fala serio? – Adrien disse emburrado.

- A minha amiga filmou, posso mostrar ao senhor no dia em que viermos treinar.

- Eu irei querer ver. – Adrien me olhou feio e eu sorrir. – Bem... Creio que vocês já devam ir, pois creio que não avisaram aos seus pais que viriam aqui, certo, jovem Marinette?

- É... Não avisamos. – Eu disse sem graça.

- Então é melhor irem. Aguardo vocês aqui amanha depois do colégio. Caso o jovem Adrien tenha uma sessão de fotos, me enviem uma mensagem no Whatssapp. – Mestre Fu disse pegando um Iphone de seu bolso e nos olhando. – Me passem o numero de vocês. – Adrien e eu nos olhamos e passamos o nosso numero ao Mestre, logo depois, ele nos deu o dele.

Depois de sairmos da casa do Mestre, fomos direto para a minha casa, minha mãe perguntou onde estávamos e dissemos que fomos a sorveteria. Já no meu quarto, recebemos uma mensagem de Alya pedindo uma foto do Adrien para ver se seus cabelos ainda estavam rosa, eu mandei e segundos depois recebi uma de Nino, logo depois, Adrien e eu fomos jogar vídeo game.

Depois disso, as horas passaram bem rápido, nos jantamos e depois fomos ver alguns desenhos na tv. Ficamos ate tarde assistindo vários desenhos e comendo doces da padaria que meu pai havia levado para nos, quando deu meia noite, eu ajudei Adrien a tirar a tinta de seus cabelos.

- Não acredito que disse ao Mestre Fu que ira mostrar aquele vídeo maldito. – Adrien disse nervoso.

- Desculpa, Adrien, pensei que não iria se importar. – Eu disse desligando o secador de cabelo.

- Claro que vou! Mari, eu paguei o maior mico. – Adrien disse nervoso. Eu o olhei sem graça e sorri.

- Desculpa, eu pensei que não estava mais se importando com isso. Eu sinto muito, amor, não queria te deixar mais envergonhado e bravo . – Adrien me olhou um pouco assustado, então ele sorriu fraco se levantando do divã e colocou sua mão em meu rosto.

- Me desculpa, amor. – Ele disse sorrindo e me beijou. – Eu sei que não fez por mal.

- Olha, eu não vou mostrar o vídeo ao Mestre, esta bem? – Eu disse e Adrien sorriu.

- Você já disse que mostraria, além disso, não acho que o Mestre iria me zoar mesmo, então... Esta tudo bem mostrar a ele. – Adrien disse e eu sorri. – Agora... Acho que você merece um castigo.

- Castigo?! – Eu o olhei com duvida. Adrien me olhou sorrindo sapeca, então ele me jogou no divã e começou a fazer cocegas em mim. Eu ria enquanto tentava me livrar dele e Adrien ria por me ver daquele jeito. Depois da tortura, eu fui tomar o meu banho e depois Adrien foi tomar o seu, logo depois fomos nos deitar, pois teríamos um longo dia pela frente.

 

- Hawk Month -

 

- Nooroo.

- Sim, mestre? – Nooroo disse me olhando.

- Já acabou de comer? Preciso me transformar, pois essa noite, irei criar o pior akuma de todos e, com ele, poderei criar mais energias negativas nas pessoas e assim, poderei criar akumas a todo o tempo e assim, Ladybug e Chat Noir não terão outra alternativa a não ser entregarem os seus miraculous.  – Eu disse soltando uma risada demoníaca, Nooroo me olhou triste mas como sempre não disse nada, apenas confirmou com a cabeça e se aproximou de mim, então, eu me transformei, poucos minutos depois, já havia encontrado a minha vitima, e esse seria o pior e mais poderoso akuma. 

Por favor, leiam as notas finais, é importante!


Notas Finais


Galera, como eu sei que muitos aqui não leram o especial, eu vou refazer a pergunta aqui e explicar o por que dessa pergunta, então, leiam tudo com bastante atenção e depois respondam nos comentários, ISSO É MUITO IMPORTANTE!

Estou pensando em acabar com essa FIC, motivo: Parece que ela não esta agradando muito vocês. Eu ate entendo, pois já devem ter enjoado da fic, já que ela tem mais de 70 capítulos e já tem oito meses que estou postando capítulos dela. Então é o seguinte, vocês querem que essa FIC acabe? Se não quiser, comenta um "UP", ou então, comente no que eu posso mudar para que ela volte a ser o que era antes, uma FIC boa hehe... POR FAVOR, COMENTEM, ISSO É MUITO IMPORTANTE!

Alguns spoilers...

O aniversario de Adrien se aproxima e, com isso, Marinette e seus amigos planejam uma festa surpresa, sera que Gabriel ira permitir?
Um aluno da escola causara problemas para o casal Adrinette.
Alya e Nino receberam seus miraculous muito, muito em breve.

A capa do capitulo foi feita por mim, espero que gostem ^_^

Minha pagina: https://www.facebook.com/desenhossemideusa/
Me segue no Tumblr: https://priscilatp.tumblr.com

Leiam minhas outras FICs:
https://spiritfanfics.com/historia/the-princess-and-kitty-knight-5622710
https://spiritfanfics.com/historia/my-kitty-chat-noir-halloween-6923530

Caso queiram me add no whatsapp para conversarmos...
Meu numero: 3.1.9.8.5.1.1.3.7.2.3. (coloquem sem os pontos kkkkk...)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...