História My lady - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alix Kubdel, Alya, Chloé Bourgeois, Hawk Moth, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nathalie Sancoeur, Nathanaël, Plagg, Sabrina, Tikki
Tags Romance
Visualizações 47
Palavras 1.876
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


OLÁ MEUS UNICÓRNIOS 🦄

*Primeiramete!! Me desculpem por demorar uma eternidade para postar! Foram o que, 4 messes? Enfim, aí está o capítulo, eu prometo tentar postar mais de um esse mês ainda kkkkk

*Quem quiser ler o último capítulo que eu postei antes de ler esse, para ninguém ficar perdido ksksks

Espero que gostem? Beijo

Capítulo 28 - A declaração de Nathaniel?


Fanfic / Fanfiction My lady - Capítulo 28 - A declaração de Nathaniel?

Nos separamos do beijo e ficamos olhando a paisagem. Ainda estava perdido naqueles pensamentos, ate ouvir Mari me chamar. 

-Me desculpe, o que disse?

-Alya e Nino estão nos chamando. -Ela diz apontando para em direção à casa, onde Nino e Alya estavam na janela nos chamando.

-Vamos? -Eu digo estendendo minha mão a ela.

-Vamos. -Então ela a segura sorrindo, nós fomos até a casa de mãos dadas. Era tão bom sentir o calor de suas mãos, segura mãos tão macias e delicadas. 

Voltamos, e fomos até a sala de jantar, onde estavam todos comendo uma pizza que havia pedido. 

-Ate que enfim chegaram, já estávamos indo comer sem vocês. -Diz Kim colocando um pedaço de pizza no prato.

-Percebi...-Eu digo rindo fraco e me sentando na mesa ao lado de Marinette. Percebo que Chloé e Sabrina não estavam na sala. Então pergunto:

-Vocês sabem onde estão a Chloé e a Sa...

-Bom dia! -Sabrina diz animada.

-Oi...-Chloé aparece diferente de Sabrina, estava bem desanimada e cansada.

-Boa tarde belas adormecidas. -Eu digo sorrindo e as duas se sentam.

-Boa tarde! -Sabrina sorri enquanto colocava a pizza em seu prato.

-Você está bem animada hoje hein Sabrina.

-Nem parece que passou um dia na mata.- Nino diz rindo e Alya da um tapa em seu braço.

-Aí! Agressiva...-Nino resmunga enquanto massageava seu braço 

-Bom, na verdade eu estou assim porque...

-O namoradinha dela vai ir para Paris. -Chloé diz enquanto colocava um pedaço de pizza na boca.

-Hmmm "namorado"? -Todos falam olhando Sabrina com uma cara safadinha.

-N-Não importa! -Sabrina diz vermelha e nós rimos.

-Não precisa ter vergonha disso Sabrina. -Marinette diz rindo.

-E como vai o seu namoro com o Adrien?

Alya pergunta a Marinette, e no mesmo instante eu e ela ficamos mais vermelhos que Sabrina, fazendo todos rirem mais ainda.

-"Não precisa ter vergonha disso Sabrina" -Alya repete as palavras de Mari rindo.

-N-Nos não estamos namorando…-Ela diz tímida.

-Ela tá certa, somos só amigos ué…-Eu digo sorrindo fraco.

-Aham, essa desculpa já não cola mais. -Alya diz dando um gole de seu suco,

-E já colou alguma vez?-Nino pergunta.

-Tem razão kkk

-Por que vocês não se assumem logo? Os dois formam um casal tão fofo! -Rose fala animada.

-A baixinha tem razão. -Kim fala em um tão brincalhão com Rose.

-Galera já chega! Vocês não entenderam que os dois não são um casal?! -Chloé fala seria.

-Ata, Chloé você está falando isso só por que gosta do Adrien. -Alix diz olhando Chloé.

-Nada a ver moza! Estou falando a mais pura verdade verdadeira, não é Andriks? -Chloé fala com aquela carinha de cachorro ambas inadimplência para cima de mim.

-Chloe para de ser iludida! O Adrien ama a Mari, ne Adrien? -Alya me olha, então percebo todos me olharem também.

-Ahm…eu…-Eu fico nervoso e provavelmente mais vermelho do que antes.

-Pessoal, parem de pressionar ele, nos só somos amigos…só isso…

-Mari…-Alya a chama enquanto ela se levantava da mesa.

-Bom, eu já acabei de comer então vou andar um pouco na praia. Sozinha ok? -Ela diz a última frase olhando para Alya. Então Marinette se retira da sala, e todos ficam em silêncio.

-Que climão…-Kim fiz e Alix da um tapa leve em seu braço.

-Eu vou para o quarto colocar minha beleza em dia, vem Sabrina! -Então as duas saem da sala.

-Adrien! Precisamos conversar seriamente sobre esse sei rolo com a Marinette. -Alya diz seria.

-Então…alguém quer ir ver um filme, ou qualquer desculpa para sair dessa treta? -Kim pergunta.

-Eu! -Todos falam saindo correndo da sala, só estávamos eu, Alya e Nino lá dentro.


-Adrien…você não está brincando com os sentimentos da Marinette não é?

-O que?! Claro que não! Eu a amo!

-Então por que não diz isso a ela?

-Eu não quero a magoar! -Eu me referia entre ela e a Ladybug, sei que atualmente estou passando mais tempo com a Mari, mas…algo em mim não consegue esquecer da Ladybug.

-Magoar? Como você a magoaria? -Alya pergunta confusa. Ela não sabe dessa minha paixão pela Ladybug, ninguém sabia. 

-Nada Alya.

-Como "nada"? E da minha melhor amiga que estamos falando seu loirinho cheio da grana!

-Alya! Pega leve com ele…-Nino diz já tentativa de acalma-la. Alya da um suspiro e depois fala:

-Olha Agreste, não me importa o que você faz ou deixa de fazer. Mas eu só te peço para não machucar minha amiga. Porque se for preciso…eu vou protegê-la de você! Não importa como. -Então ela sai da sala, e logo Nino sai também. Eu não quero e nem penso em machucar a Marinette, ao contrário, eu quero protegê-la, das coisas de ruins que possam acontecer, eu quero abraçá-la quando ela estiver precisando de alguém, eu quero acompanhá-la nos lugares mais perigosos, eu quero, estar com ela quando precisar. Mas eu não quero nunca vê-la chorar, sofrer, ou ficar mal, principalmente se for por minha culpa. Por isso eu não posso arriscar perdê-la. Por que eu estou confuso...e isso pode acabar magoando-a.


~MARINETTE: 

Eu estava caminhando na praia, ouvia o calmo som das ondas se quebrando no mar. Eu precisava sai de lá, me afastar daquele clima. Aquela maldita pergunta ficava martelando minha cabeça: "Será que ele me ama?". Eu só queria uma resposta para essa pergunta, para ela parar de atormentar toda hora.

Eu estava ainda andando na areia até ouvir alguém me chamar.

-Marinette! -Ouço a voz atras de mim se aproximar aos poucos, então eu me viro e vejo Nathaniel vindo até mim.

-A-Ahn, oi Nath…-Ele para na minha frente e recupera ar, estava meio ofegante pois havia correndo. 

-Mari…eu…eu preciso…falar com você…

-Nath…sem ofensas, mas eu estava querendo andar sozinha agora e…

-Por favor! Eu tenho que falar agora! Se não, irei perder a confiança -Ele diz confiante, e eu me assusto um pouco, porém sorrio fraco e concordo com a cabeça.

Nós começamos a andar, estávamos em silêncio, então ele fala:

-Você está bem?

-Sinceramente…não…

-Quer conversar?

-Sabe quando você ama alguém, mas não sabe se deus sentimentos são correspondidos, e você começa a se questionar…se você tem chances com aquela pessoa. Mas você tem medo de se declarar para ela, e ela te negar?

-Sei bem…

-Bom…é isso que eu estou sentindo -Eu digo rindo fraco. 

-Se refere ao Adrien né?

-Sim…

-Voce o ama? De verdade?

-Muito…mas eu tenho medo, de estar sendo usada…

Então nós ficamos em silêncio por alguns segundos.

-O que eu devo fazer? Será que eu digo como eu me sinto? Ahhh, e se ele me negar? 

-*risos*

-Ta rindo da minha cara é? *sorriso*

-Desculpe, voce fica muito fofa preocupada…-Ele sorri e então me responde. -Bom, eu descobri que na vida existe altos e baixos, se você realmente o ama, fala com ele, conte a ele como você realmente se sente. Por que se você guardar para você, vai ficar se torturando, e todos os dias vai pensar "seria diferente se eu tivesse me declarado?" 

-Mas…e se ele rir de mim? Ou me negar?

-O mundo é grande Mari, existem muitas pessoas por aí. Se não der certo com o Adrien, vai aparecer alguém que te ame muito

-Tem razão…*suspiro* você tem razão! Eu vou ser forte, olhar nos olhos dele, e dizer que eu o amo! Se não der certo…a vida que segue.

-Sim.

-Muito obrigada Nath! Você tem ótimos conselhos!

-Queria puder segui-los…-Ele fala algo baixo,mas eu não entendo.

-O que disse?

-A-Ahh, nada! Hehe, é melhor ir, Altq e os outros devem estar preocupados com você.

-Espera! O que você ia me contar?

-A-Ahn, bom, eu…-Ele me encara e depois diz - Eu esqueci hehe 

-Bom, ok *risos* vamos?

-Vamos…-Então nós voltamos para a casa 


~NATHANIEL:

Depois de alguns minutos conversando, nós entramos dentro da casa, onde quase todos estavam na sala.

-Mari! -Alya a abraça. -Me desculpe pelo o que aconteceu no almoço!

-Ta tudo bem amiga, sério, eu só precisava pensar um pouco. -Marinette diz sorrindo.

-Vamos subir, eu preciso te mostrar uma coisa! -Alya a chama e ela se vira para mim.

-Mas uma vez, obrigada Nath!

Então elas sobem até o quarto, e Rose e Juleika me puxam para um canto.

-Eae falou com ela de como se sente?! -Juleika pergunta.

-Não…

-O que?! Por que?

-Ela começou a desabafar que ama o Adrien, eu não podia simplesmente falar que a amo, ia a deixar mais confusa ainda!

-Ah Nath…um dia você vai conseguir dizer a Marinette como se sente. -Rose fala me abraçando.

-espero que sim…-Eu digo e dou um suspiro. -Bom, mas isso não importa agora, eu disse para ele se declarar para o Adrien, espero que ele a aceite…

-Ela ficaria muito magoada…-Juleika fala e Rose concorda.

-vai dar tudo certo, eles realmente parecem se amar, quem sou eu para interferir nesse amor.

Então eu saio da sala e subo até meu quarto para desenhar algo, na tentame distrair.

~ALYA: 

Eu estava entrando na sala quando ouço uma conversa de Rose, Juleika e Nathaniel. Se tratava de Nathaniel querer se declarar para Mari. No momento eu gelei e fiquei pensando "É o que?!". Sempre percebi que Nathaniel ficava mais tímido perto da Mari, mas não achava que era algo tão sério. Eu silenciosamente sai da sala e corri em direção ao quarto dos meninos procurar Nino. Não tinha certeza de contar para Mari agora. 

No caminho vejo Adrien na cozinha.

-Adrien, onde o Nino Ta?

-Lá no quarto, ele foi trocar de roupa.

-Ta, Valeu!

-Povo aleatório…-Adrien diz confuso.

Bati na porta e chamei por Nino, sem resposta.

-Nino mano! Abre a porta! -Eu digo batendo na porta novamente.

-Calma carai, eu to de cosplay de Adão, só que sem a folha!

-Tu ta pelado?

-Tô.

-Se veste logo e abre q porta! Preciso falar com você!!

-Calma! Eu hein, mulher apresada…-Ele resmunga.

Depois de um minuto ele abre a porta  já vestido e eu o empurro para dentro do quarto junto a mim e tranco a porta.

-Você ta Agressiva hoje né...-Nino comenta me olhando feio.

-Preciso de contar uma coisa que eu descobri!

-Fala logo!

-Antes você tem que jurar que não vai falar para o Adrien.

-Ta

-*suapiro* O Nathaniel planeja se declarar para a Mari.

-É o que?! Nossa mano…Se o Adrien descobrir isso…

-Ele não vai! Nem a Mari.

-Ué, por que?

-A Mari pode ter dó do Nathaniel e causar treta entre ele e o Adrien.

-Pois é…Mari é dessas.

-Bom, de qualquer forma, é melhor não comentarmos com ninguém.

-Certo. Agora, que tal darmos uma caminhada na praia? -Nino diz sorrindo sedutoramente.

-Não sei por que vocês gostam tanto de praia. *bufando*

- Ahh, voce só reclama Alya, fica aqui então, por que eu não tô afim de ficar ouvindo draminha -Nino diz saindo do quarto.

-Agora eu faço draminha? Nino volta aqui! -Eu digo correndo até ele, e saindo do quarto.

~PLAGG: 

Eu estava dormindo no quarto do Adrien ate ouvir pessoas conversando. Tentei ignorar até ouvir alguém dizer "O Nathaniel planeja se declarar para a Mari". Se o Adriel descobrir isso ele vai surtar, e arrancar a cabeça do garoto com as próprias mãos. As pessoas que estavam condenando saem do quarto e eu aproveito o silêncio para voltar a dormir.


Notas Finais


Ate o próximo capítulo 🌝❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...