História My Lady (Hiatus) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alix Kubdel, Alya, André Bourgeois, Chloé Bourgeois, Félix, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Jalil Kubdel, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mylène Haprèle, Nathalie Sancoeur, Nathanaël, Nino, Personagens Originais, Plagg, Sabine Cheng, Sabrina, Tikki, Tom Dupain
Tags Adrinette, Ladrien, Ladynoir, Marichat, Miraculous Ladybug, Romance
Visualizações 1.131
Palavras 1.215
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, FemmeSlash, Ficção, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Super Power, Universo Alternativo, Visual Novel
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Annyeong noirs ❤

Mano, queria agradecer pelo carinho e a boa aceitação da fic! Ela é minha primeira fic e eu nem sei dizer o quanto estou feliz pelo crescimento dela. Pessoal, obrigada por serem tão presentes.

Capítulo 3 - Mademoiselle Bourgeois


Colégio Françoise Dupont, 13hrs35min

(Thinking Bout You - Ariana Grande ♪)

Point Of View: Marinette

Eu ainda estava sensibilizada com o que ocorreu mais cedo. Não vi Adrien desde mais cedo e eu acho que sei por que. Ele tem horários super diferentes dos meus, o que faz com que ele se afaste mesmo. Eu estava louca por ele, ainda mais por que ele era o Cat Noir e sabia dos meus sentimentos por ele. 

O sinal tocou. Era a hora das trocas de salas. Conferi no meu papel e eu teria que ir até a sala de francês. Mas uma cena me chocou. Chloe estava pendurada em Adrien.

Chloe mudou muito. Seus cabelos loiros estavam maiores, porém ela os pintou de platinado. Não abandonava a cor amarela, por isso em seu vestido largo estava escrito "Queen bee". Finalmente, a vi de tênis: um all star preto que combinava com o vestido e os cabelos soltos.

 — Então Adrien, você vai passar lá em casa hoje? Eu tô com saudades. — Disse Chloé, mordendo o lábio inferior. — Eu vou te esperar. Você sabe pra quê.

— Eu não vou... Talvez eu vou na casa da Mari...

— Prefeito! Vou pedir pro papai fazer uma vistoria nas praças de Paris. Aposto que vai demorar boas horas. — Ela sorriu maliciosa e deu um beijo no rosto de Adrien, indo para a sala de francês.

Merda. Mil vezes merda. E eu acreditando naquele papinho. Foi quando Adrien entrou na mesma sala que eu.

Me sentei na penúltima cadeira hoje, do lado de cima. Estava com preguiça de me sentar nas primeiras carteiras e Adrien sentou-se ao meu lado.

— Oi, My Lady. —  Ele sussurrou. Ninguém havia chegado na sala, então não hesitei em gritar.

- Adrien, você tá pensando o quê? Que você flerta com a Chloe e depois vem? Ah, vá se foder! —Fiquei alterada, confesso. — Sério isso? 

— Calma! É que desde que eu e a Chloé ficamos, ela vem me procu...

— NÃO ACREDITO ADRIEN, QUE VOCÊ E A CHLOÉ JÁ... — Lembrei me da festa de encerramento do primeiro ano, até que eles começaram a namorar.

Flashbacks On.
Hotel Le Grand Paris, 29/06/2016
"Uma música ecooava nos arredores dos corredores e eu estava perdida e não achava a Alya. Até que me aproximei mais do quarto da Chloé. Eu ia lá só para perguntar onde Alya estava, até que escutei um burburinho perto do quarto de Chloe. Me aproximei, olhando para os lados
Vi Adrien e Chloé nuns amassos. Chloé estava perto demais de Adrien e ele apalpava seus seios com a mão esquerda, enquanto a direita estava segurando um copo com uma bebida, que parecia cerveja. Eu assustada, deixei meu copo cair.
— Me desculpa, eu... — Lágrimas caiam de meus olhos. 
— Mas que merda é essa? — Chloé disse, toda nojenta. — Sai daqui!
— E-eu já vou e-embora. — Corri o mais rápido que pude. E voltei para casa. Sabe lá o que rolou depois..."
Flashbacks Off.

— Mari, eu...

— Você quem tirou a virgindade dela, né? 

— Foi mas... — Ele ficou cabisbaixo e pensativo. — E-u me arrependi, e também eu havia bebido cerveja.

— ATA. E VOCÊ QUERIA IR LÁ EM CASA, PRA FICAR À SÓS COMIGO E SE ARREPENDER DEPOIS?  VOCÊS DOIS SE MERECEM!

— VOCÊ NÃO ESTÁ ENTENDO A GRAVIDADE TODA! EU FIQUEI COM ELA, MAS FOI SÓ ESSA VEZ.

— AH, ESSA VEZ E MAIS QUANTAS EM? — Ele colocou as mãos na cabeça e franziu o cenho. Eu estava a ponto de matá-lo.

— Marinette, ela tava dizendo que eu não era homem o bastante, que eu tava recuando e tudo mais, e ela me beijou. Então eu comecei a entrar na dela e fiquei. — Dessa vez foi a minha vez de ficar cabisbaixa.

Então eu lembrei que ele não era meu, que eu não era dele e então terminei com aquilo logo:

— Tchau Adrien, boa tarde com a Chloé. Tomara que ela te satisfaça, queridinho. — Levantei-me e sentei na outra carteira, até todos chegarem. Prometi para mim mesma que 2017 seria diferente, que eu iria parar de me preocupar com a história toda e eu não era mais aquela menina. Eu estava amadurecendo, não usava mais duas "chiquinhas" no cabelo, a Chloé não me incomodava mais, não tinha mais uma paixão platônica pelo Adrien. Merda, Adrien não. 

Alya sentou-se ao meu lado e sorriu ao me ver.

— Mari, o Nino é tão fofo... Ele me levou pro antigo carrossel da escola e nós... — Ela né encarou e viu que eu estava chorando. Mas por quê? Eu era só mais uma para o desejado Adrien, um modelo, rico e fino. — Puta merda, Marinette! Por quê você tá chorando?

— É uma longa história... — Eu disse de cabeça baixa. Desabei. Comecei a chorar muito, e os outros alunos foram chegando.

— Calma. Vamos parar mona, por que ninguém merece suas lágrimas. 

(***)
16hrs, Marinette's​ room

Eu estava sentada na grade da sacada e Alya num sofázinho que deixava de fora. 

— Então... Vai me explicar por que você estava chorando? — Desci da grade da sacada e sentei me ao lado dela.

—Sabe aquela festa no primeiro ano? - Ela fez que sim. — Então. Eu estava te procurando e iria perguntar para a Chloé se ela tinha te visto. Má ideia. Vi ela e Adrien se agarrando. Ele sorria pra ela e ela rebolava. Ele me contou que... Tinha ficado com ela. Ele tirou a virgindade dela.

Alya ficou boquiaberta. E abriu a boca para falar algo, mas não falou. No final ela disse:

— Mas... Eles tinha quinze anos. Hoje você vai fazer dezessete e vai pro terceiro ano. Estamos em março. Você vai chorar por algo de dois anos atrás? Se ele não procurou ela mais, ele está arrependido. — Alya disse, enquanto mechia no meu cabelo. Ela pegou o celular e no letreiro estava escrito Adrien. — Atende, Marinette.

Vi que ela foi pra dentro do quarto e ficou la, brincando com um bichinho de pelúcia. 

Suspirei pesadamente, enquanto mechia com os meus cabelos. Atendi quando o celular quase desligou. 

— Alô?

— Oi, Bugboo, sou eu.

— Eu sei.

Eu queria ser fria com ele pra ele perceber o mal que ele fez.

— ... Eu... Só queria te pedir desculpas​. Eu e a Chloe não temos mais nada, sabe? Ela agora é passado. Quer sair pra conversar?

— Não precisa se desculpar. Eu não sou nem sua namorada... Mas, vamos sair sim.

— Então... Posso te buscar às dezoito horas?

— Sim, te aguardo.

— Tchau, babe.

Desliguei o telefone e desci as escadas, fechando o alçapão. 

— Como foi, Mari?

— Ele quer sair comigo. Me pediu desculpas e tal, mas... Fazer o que, não é mesmo?

— Verdade. Agora vamos ver um filme?

— Claro! Que tal A vingança das damas de honra?

— De novo esse filme?

— Claro, Alya! Ele é o melhor.

— 'Tá. Pode ser. Eu arrumo o DVD e você procura a comida.

— Okay. 

Peguei comida e ela ligou o DVD. Passamos a tarde vendo DVD e jogando conversa fora. Ela me ajudou a esquecer a Madeimoselle Bourgeois.


Notas Finais


Então gente, vou me esforçar pra mandar capítulos nessas semanas. Tá complicado. Kisses.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...