História My Last Hope


Escrita por: ~


Sinopse:
-Não, não, não, não, não. Não… -Era a única coisa que eu conseguia pronunciar.

Era apenas por esse simples "não" que toda minha confusão e dor era expressa. Uma palavrinha, mas tão adequada para descrever tudo que se passava dentro de mim.

Passei a mão pela bochecha dele. Estava fria, completamente diferente de algumas horas atrás.

A imagem do sorriso dele me veio a mente. Aquele sorriso tão grande, mostrando as suas covinhas, e enrugando o nariz. Tão único, era sua marca registrada. E agora, na minha frente, eu via nele um vestígio de um sorriso pequeno, sem covinhas e nariz enrugado. Parecia um daqueles sorrisos nostálgicos, de quando lembramos de uma certa pessoa que já foi muito especial, mas que saiu da nossa vida.

Eu não queria lembrar do que aconteceu nesse fim de tarde, não, não mesmo. Mas, infelizmente, eu lembrava sim, e com uma impressionante riqueza de detalhes. E não ia esquecer tão cedo.
Iniciado
Atualizada
Idioma Português
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amianto, Depressão, Drogas, Morte, Problemas Familiares, Suícidio
Exibições 37
Comentários 3
Palavras 2.255
Terminada Sim

Fanfic / Fanfiction My Last Hope
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Violência
Avisos: Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Lista de Capítulos

Capítulo
Palavras
1.
Capitulo Único
3
37
2.255

Gostou da História? Compartilhe!

Comentários em Destaque

Postado por ~darklighter
Capítulo 1 - Capitulo Único
Usuário: ~darklighter
Usuário
Alice, apenas me abrace, por favor.

Eu estou chorando um pouquinho. E por um pouquinho quero dizer bastante. Está chovendo aqui fora, o céu está cinza, e o meu vizinho está tocando uma melodia linda e melancólica no piano que chega em notas bem nítidas no meu quarto. Tudo isso somado ao que eu acabei de ler me destruiu, e, céus, eu espero mesmo que meus pais não cheguem no meu quarto agora. Eu estou me afogando nas minhas próprias lágrimas.

Foi tudo tão assustador e, ao mesmo tempo, tão belo. As palavras que você usou para descrever tudo... Deu para sentir o transbordar de sentimentos que você depositou nelas, em cada mínima letra. A história é tão envolvente, tão desesperadora, tão bonita, tão... tudo. Foi como ler você em todos os parágrafos. Eu quase podia ver sua alma ali, sério.
E EU PEGUEI TODAS AS REFERÊNCIAS, SIM.
"MOÇA, SAI DA SACADA", "Jude", "Quando acho que cheguei ao fundo do poço, descubro que posso cair mais. Que escrotidão".
Você é uma ótima Princesa das Referências, sua Rainha está satisfeita. Será uma boa herdeira para o meu legado.

Aly, eu adorei. Adorei mesmo, eu juro. Você conseguiu me fazer sentir a dor da personagem, conseguiu me incluir no seu universo e, acredite, esse é um dos trabalhos mais difíceis para um escritor. São poucos os que conseguem fazer isso, pelo menos comigo.
A linguagem empregada também foi perfeita. Não só a gramática ou o fato de não ter erros de português, mas a essência das palavras em si. O modo como você as usou, como deu um sentido profundo. Escrever qualquer um consegue. Agora escrever com emoção... aí já é outra história. E você conseguiu. Um grande exemplo disso é minha parte favorita dessa One:
"Eu exagerei, sim, em machuca-los tanto. Mas veja bem, eu agi como um artista pintando uma tela. Ele pincela de acordo com os seus sentimentos... e eu os machuquei de acordo com os meus."
Isso foi tão tocante, pra mim. Foi tão bonito e tão forte. Digno de um Nobel de Literatura (sim, existe!).

E é isso, minha linda. Eu amei. Chorei bastante, principalmente na parte do pai dela que morreu... Imagino que eu não precise te explicar o porquê, né?
Enfim, você é uma escritora maravilhosa. Não desista nunca de escrever, nunca mesmo. O mundo precisa conhecer os trabalhos de Alice W. Frozza. E se encantar e se emocionar com eles, exatamente como eu faço agora.
Escreva mais One's, short fics, long fics, ou qualquer outra coisa que você quiser, mas apenas escreva, para que nós possamos contemplar essa sua complexidade de sentimentos expressos em simples palavras.
Tá perfeito, Aly.
Já estou esperando pela próxima *-*
Beijo, até lá, te amo <3
Postado por ~madamdeadpool
Capítulo 1 - Capitulo Único
Usuário: ~madamdeadpool
Usuário
Aly, nossa... Meu Deus do céu. Vocês querem que eu morra de tanta tristeza hoje, não pode ser. Que escrita linda, que precisão na hora de descrever os detalhes, que lindo! Eu chorei de verdade na hora em que o pai dela se foi. Chorei feito uma criancinha, sim, não vou negar. E na hora em que o Hunter chegou, no final... Nossa, parece que alguém jogou meu coração no chão e sambou nos cacos com salto agulha. E essas referências... ❤
Você escreve bem demais. Posta pouca coisa, mas quando posta é pra arrebentar com os nossos sentimentos mesmo. Escreva mais coisas, menina Aly, sim? Eu adoraria poder ler mais disso. Ficou incrível. Um beijo ❤