História My Lie Boyfriend - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jisoo, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jaebam, Jihope, Marson, Namjin, Vkook, Yoonkook, Yoonmin
Exibições 45
Palavras 2.581
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiii gente, sim eu estou reescrevendo a história.

Espero que gostem.

Desculpem qualquer erro.

Capítulo 1 - Chapter One


Fanfic / Fanfiction My Lie Boyfriend - Capítulo 1 - Chapter One

P.O.V Narradora

 

[Segunda-feira; 05h21min]

 

O dia amanheceu ensolarado e sem nuvens no céu, não estava nem tão quente e nem tão frio, estava perfeito para usar mangas curtas, exatamente como Yoongi gosta, o dia seria perfeito para ele hoje, exceto pelo fato de ser segunda-feira, Yoongi odeia segundas-feiras, ainda mais hoje que começa as aulas. Teria que rever seus colegas idiotas, riquinhos, mimados, já não agüentava mais isso, queria terminar os estudos e sair daquela escola o mais rápido possível, por isso, este ano procuraria não repetir... Novamente.

 

[Segunta-feira; 05h30min]

 

O celular de Yoongi começa a tocar uma música qualquer do Chris Brown o despertando, pegou o celular desligando o despertador, largou o celular ao seu lado e bufou.

 

Aula. Merda! – pensou consigo mesmo.

 

O moreno sentou-se em sua cama e bocejou esticando seus braços para expulsar a preguiça de seu corpo, ato que foi falho. Levantou-se indo até o banheiro, condenando a si mesmo por ter ficado até tarde escrevendo suas músicas, fez sua higiene matinal e voltou para o quarto, foi até seu guarda-roupa ainda com a cara amarrada, pegou uma roupa qualquer. – calça jeans preta rasgada nos joelhos, uma camiseta branca lisa. – e vestiu-se, pôs seu coturno preto, pegou seu celular em cima da cama e guardou no bolso de sua calça, pegou sua mochila na cadeira em frente à sua escrivaninha e saiu do quarto, desceu e foi até a cozinha, sozinho, como o esperado, já que seu pai vive trabalhando e quando está em casa apenas dirigi a palavra a Yoongi para dizer o quão inútil o mesmo é por nem ter notas boas ele consegue ter.

O moreno pegou uma jarra de suco de laranja dentro da geladeira e um copo dentro do armário, colocou o copo em cima da mesa de jantar e serviu-se com um pouco de suco, guardou a jarra dentro da geladeira e tomou seu suco lentamente, olhou o relógio para certificar que não estava atrasado, definitivamente não, eram recém 06h56min. Como a sua escola é apenas 10min longe de sua casa ele sai 07h15min. Sem pressa alguma terminou seu suco e pegou uma maça, mordiscou-a e foi para a sala, largou sua mochila no sofá e terminou de comer a maça, deixou em qualquer canto, a empregada botava no lixo quando chegasse, subiu novamente para escovar seus dentes. Feito isso, desceu, pegou sua mochila e suas chaves, abriu a porta passado pela mesma e a fechando, trancou e saiu pela rua a caminho da escola.

Poucas pessoas passavam pelas ruas, mas as que passavam andavam apressadas, algumas falando ao telefone. O sol estava parcialmente quente, um vento refrescante batia no rosto de Yoongi, ele amava dias assim, estaria feliz se estivesse indo ao parque ao invés de ir para escola.

 

[Segunda-feira; 07h23min]

 

Yoongi avistou a escola e suspirou, olhou os alunos entrando e saindo pelo portão grande de ferro, passou pelo mesmo e caminhou até a entrada da escola, olhou em volta e algumas garotas o olhavam e cochichavam, não para zoá-lo ou algo do tipo, mas sim falar o quão lindo ele é, Yoongi achava isso extremamente irritante, pessoas cochichando e o olhando, sentia vontade de ir tirar satisfação, mas nunca o fazia, não iria perder seu precioso tempo com isso.

Adentrou na escola que estava relativamente vazia, era sempre assim no primeiro dia de aula, seguia seu caminho olhando para o chão, não se importando, as pessoas que se desviassem, mas outro garoto seguia seu caminho também com a cabeça baixa olhando para seus pés, assim os dois corpos se chocaram e fazendo com que o garoto caísse no chão, Yoongi ficou ainda mais bravo, olhou em direção ao garoto caído, não falou nada, estava encantado com tamanha beleza do garoto. Era a primeira vez que alguém naquela escola lhe chamava a atenção. – cabelos platinados, pele branca, lábios vermelhos e carnudos, olhos pequenos e íris negras. Usava um uma calça preta colada que marcava suas coxas fartas e um moletom cinza um tanto grande para seu porte. – platinado também não falou nada, apenas olhava para cima encarando o moreno, estava também admirando sua beleza. – cabelos pretos, pele branca, bochechas rosadas, boca pequena, lábios finos e rosados. – o moreno era realmente muito bonito não só aos olhos do platinado. Um sorriso de canto formou-se nos lábios do platinado.

 

–Você é cego garoto? – o moreno exclamou irritado, assim quebrando todo encanto do platinado pelo mesmo. O platinado levantou-se indignado.

–Eu que te pergunto. – exclamou o platinado. – é cego por acaso?

–O que você disse? –Yoongi indagou raivoso. – você acha que está falando com os seus amiguinhos metidos? – o platinado rio falso, alguns alunos já paravam para ver a discussão, outros não perdiam o seu tempo já que Yoongi discutia com Deus e o mundo.

–Eu acho que estou falando com um garoto cego e ignorante. – o platinado, cujo que ainda tinha um nome desconhecido, cruzou os braços desafiando o moreno pouco mais alto.

–Acho que eu seria cego se te achasse bonito meu bem e vê se cresce garoto, as pessoas têm que se abaixar para falar contigo. –Yoongi também cruzou os braços, o menino platinado irritou-se, odeia que falem de sua altura. Algumas pessoas ali presentes soltaram uma risada fraca.

–AI NOSSA, ABRE ESPAÇO PRA GIRAFA PASSAR. – zombou de Yoongi fazendo assim os alunos em volta rirem. – se eu tenho que crescer; você tem que amadurecer meu bem. – Yoongi semicerrou os olhou.

–Hahahaha, não me faça rir, quer ganhar uma discussão com esses argumentos?  – Yoongi ri falso. – me poupe nanico. Não vou mais perder meu tempo com você tenho aula agora, bye-bye. – Yoongi acenou sínico e quando ia se retirar ouve uma voz debochada.

–Hahaha, vejam só, o durão Yoongi está dando pra trás? – Yoongi virou-se para trás encarando Jackson. – ficou com medo do novato? – debochou mais uma vez do moreno, ele já estava vermelho de raiva, como odeia Jackson, nunca odiou alguém tanto quanto o odeia. O garoto mais baixo. – vulgo platinado. – encarava tudo em silêncio.

–Se quiser eu deixo a sua cara mais deformada ainda Wang, agora mesmo se quiser. – Yoongi levantou a mão fechada em um punho. – esse carinha aqui. – apontou para seu punho. – não se importa de quebrar sua cara novamente. – Jackson estremeceu ao lembrar-se da briga de ambos, pois apanhou feio. Yoongi deu um sorriso gengival vitorioso lindo que só ele tem e saiu dali a caminho de sua sala.

 

No caminho da sala do moreno o sinal tocou e o garoto apressou seus passos, os corredores começaram a encher de alunos. Subiu a escada e finalmente chegou em sua sala antes do professor, como de costume sentou no fundo na fileira da janela. Sentou-se e colocou a sua mochila em cima da mesa, dirigiu seu olhar para a rua, estava pouco movimentada, o parque a frente tinha apenas poucas crianças e adultos com seus cachorros, Yoongi ficou admirando as crianças brincando e lembrou-se de sua infância, quando sua mãe o levava para o parque. Ah, como o moreno sentia falta disso, falta de sua infância, de sua mãe, sentia falta das aulas de pianos que sua mãe lhe dava. No meio desses pensamentos tristes, veio a imagem do novato na cabeça do moreno, lembrava de sua beleza, em como seu rostinho de “rosca” ficava fofo em um tom rubro por conta da raiva.

 

O que eu estou pensando? Só posso estar louco, aquele garoto é um idiota. – Yoongi se xingou internamente por pensar em algo tão idiota assim.

 

Seus pensamentos foram interrompidos pelo professor entrando na sala. – atrasado inclusive. – mas o atraso tinha um motivo; o novato, o platinado estava ao lado do professor, o mais baixo passou os olhos pela sala logo parando em Yoongi, ficou o encarando, assim como o moreno o encarava de volta.

 

Tão lindo, mas tão idiota. Aish. – isso era o que se passava pela cabeça do platinado. Ele realmente havia se encantado com a beleza do moreno.

 

–Então pessoal, temos um aluno novo, o nome dele é Park Jimin, ele veio de Busan. – o professor apontou para o platinado.

 

Então é esse seu nome, até que é bonito não muito diferente do dono. –Yoongi praticamente comia o mais novo com os olhos, o mais baixo também o encarava, quando o moreno percebe se vira novamente para a janela abrindo um pequeno sorriso, sem saber o porquê, mas o motivo era óbvio; gostou da troca de olhares.

 

–Então senhor Park, pode se sentar ao lado do Min. – o professor exclamou apontando para o moreno. – bom, turma. Hoje teremos uma tarefa em dupla. – o professor juntou suas mãos e sorriu.

 

Park foi em direção ao mais velho, sem ao menos disfarçar seu olhar para o mesmo, sentou-se na cadeira e suspirou, logo cruzando os braços. Min voltou a olhar para frente tentando prestar atenção nas palavras do professor, olhou para Jimin de canto e percebeu que o mesmo o encarava, tomou coragem para encará-lo também, Park continuou o encarando sem expresso alguma.

 

–Sei que sou lindo, mas não precisa ficar me olhando assim. – o moreno diz e apoiando a cabeça nas mãos. – uma foto dura mais, sabe? Se quiser te dou uma. – Min sorriu debochado enquanto Park bufou revirando os olhos.

–Por poucos minutos eu havia me esquecido que você é idiota. – o platinado desviou seu olhar do moreno por alguns segundos, mas logo voltou a encará-lo. O moreno deu uma gargalhada gostosa, fazendo o platinado sentir algo diferente dentro de si. Fazia tempo que Yoongi não ria de modo verdadeiro como agora.

–Os dois, ai atrás, querem compartilhar a conversa? – o professor falou levemente irritado. – também queremos participar da conversa. – o professor cruzou os braços esperando um dos garotos se manifestarem.

–É que nós estávamos falando o quão lindo eu sou, sabe professor? – Yoongi olhou para o professor com um sorriso sínico no rosto, com a cabeça ainda apoiada em suas mãos. – Jimin estava dizendo que se encantou com a minha beleza, mas pra mim isso não é nenhuma novidade. – Yoongi se divertia enquanto Jimin ficava embravecido, bufava, mas não falou nada, pois não havia mentiras ali, ele realmente se encantou com o moreno. A sala inteira riu com as palavras de Min.

–Está muito engraçadinho hoje Yoongi, quer fazer piadas para a diretora? – Yoongi negou com a cabeça e logo riu.

 

Min Yoongi? Hum, belo nome, pena que seja um idiota. – Park pensou consigo mesmo ainda olhando Yoongi.

 

–Bom, chega de “blá, blá, blá” e vamos para a aula. – o professor junta as mãos e sorri enquanto todos os presentes na sala bufam e reclamam. – Jimin, eu fiquei sabendo que tem notas muito boas em matemática, então lhe peço gentilmente que faça esse trabalho com o chato do Yoongi. – o professor brinca com a paciência de Yoongi, pois sabe que o mesmo tem um pavio muito curto e fica engraçado quando bravo.

–Me impressiono com o tanto que as pessoas me amam. – o moreno bufa revirando os olhos arrancando uma gargalhada do professor e uma risada abafada de Jimin, apesar de Yoongi odiar matemática, ele adora seu professor Daegu, sempre foi atencioso com Yoongi e depois de dois anos acabaram pegando uma relação de irmãos, já que o professor não é tão mais velho assim.

–Ok, é... Então os dois são uma dupla. – o mais velho apontou para os garotos. – os outros podem se juntar. E eu quero esse trabalho na aula de amanhã, quem não entregar ficará com vermelho.

 

*Quebra de Tempo*

 

P.O.V Min Yoongi

 

[Segunda-feira; 12h01min]

 

Hoje a aula foi como sempre – uma chatice – a melhor parte foi no recreio, fui para meu cantinho, sala de música, a diretora me deixa ficar lá no intervalo, lá tem um piano, que eu toco, como a sala é no terceiro andar – e ninguém vem aqui no intervalo – ninguém ouve.

Sempre que estou aqui, lembro-me da minha mãe, ela me ensinou a tocar piano, sem meu pai saber, pois segundo ele; qualquer meio artístico é coisa de vagabundo. E eu sempre quis ser um músico/rapper, eu amo cantar e amo escrever música, isso anima completamente o meu dia, sempre fui criado com música clássica e não vou mentir, eu amo música clássica, mas quando eu conheci o hip hop, me apaixonei.

Neste momento estou sentado na minha cama à espera de Park, ele virá para fazermos logo esse trabalho de matemática, sinceramente, desnecessário. Mas ele achou melhor e eu tive que aceitar.

Peguei meu caderno de músicas, já tenho uma letra em minha cabeça há um tempo, mas sempre me esqueço de escrevê-la, peguei meu lápis e comecei a escrever;   

 

 

Em um canto da minha memória

Um piano marrom encostado à um lado

No canto da minha casa de infância

Um piano marrom encostado à um lado

 

Eu lembro daquele momento

Muito maior do que minha altura

O piano marrom que me guiou

Eu procurei por você, eu ansiava por você

Quando eu te toquei com os meus pequenos dedos

Eu me sinto tão bem, mãe, eu me sinto tão bem

Eu tocava o piano toda vez que minhas mãos me possuíam

Eu não sabia o seu significado naquela época

Naquele tempo eu ficava contente em apenas te olhar

 

Em um canto da minha memória

Um piano marrom encostado à um lado

No canto da minha casa de infância

Um piano marrom encostado à um lado

 

Eu lembro daquele momento

Muito maior do que minha altura

O piano marrom que me guiou

Eu procurei por você, eu ansiava por você

Quando eu te toquei com os meus pequenos dedos

Eu me sinto tão bem, mãe, eu me sinto tão bem

Eu tocava o piano toda vez que minhas mãos me possuíam

Eu não sabia o seu significado naquela época

Naquele tempo eu ficava contente em apenas te olhar

 

Lembro-me daquele tempo durante os meus dias na escola primária

Quando minha altura

Se tornou maior que a sua

Eu negligenciei quando eu te ansiava, então

No topo das teclas brancas feito jade

A poeira se acumulando

Sua imagem que eu negligenciei

Mesmo naquela época eu não sabia

Seu significado

Não importa onde eu esteja

Você sempre defendeu aquele lugar

Mas eu não sabia que aquele seria o último

 

Você diz não deixe desse jeito

Não se preocupe mesmo se eu deixar

Você vai ficar bem por si mesma

Eu lembro quando te vi pela primeira vez

Antes que eu soubesse você cresceu

Embora estejamos dando um final para o nosso relacionamento

Não se sinta mal por mim

Eu vou conseguir vê-la novamente não importa de que forma

 

Me receba alegremente, então

Eu lembro daquele tempo quando te conheci

Eu tinha esquecido completamente, quando eu tinha por volta de 14 anos

A estranheza durou apenas um momento, eu te toquei novamente

Mesmo que eu tenha ido embora por um longo tempo

Sem repulsas

Você me aceitou

Sem você, eu não sou nada

 

Após o amanhecer, dois de nós

Nós recebemos a manhã juntos

Não solte a minha mão para sempre

Eu também não vou deixar a sua

Eu me lembro, então

Nós queimamos os restos finais da minha adolescência

Sim, os dias em que não conseguíamos ver um centímetro a nossa frente

Nós rimos, nós choramos

Esses dias com você, esses momentos que agora estão na memória

 

Eu disse, segurando o meu ombro esmagado

Eu não consigo fazer mais nada

Todas as vezes que eu quis desistir

Ao meu lado você dizia

"Criança, você realmente pode fazer isso"

Yeah, yeah, eu me lembro daquele tempo...

 

Sou interrompido pela campainha tocando.


Notas Finais


Gostaram? Espero que sim.

Vou postar um cap. por semana, ok?

Beijoooox na bundenha de você e até a próxima;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...