História My Life Is Not BL Game - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, JR, Mark, Personagens Originais, Youngjae, Yugyeom
Tags 2jae, Bambam, Got7, Jackyeom, Jingyeom, Markjin, Markson
Exibições 45
Palavras 1.360
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bem essa é minha primeira longfic resolvi usar Markson pq Markson é vida
Posso demorar para postar capítulos mas vamos lá!

Capítulo 1 - As rabas do mundo não são a sua


-Quantas vezes eu tenho que dizer eu te amo para você me amar? -Indaguei-Eu não consigo ser um badboy igual os personagens dos seus jogos, então o que eu tenho que fazer?
 
-Jackson já falei que eu gosto da sua aparência, mas sua personalidade é diferente da do Shotaro-Eu estou perdendo para o personagem de um jogo BL
 
-Então vai atrás desse seu Shotaro que eu estou de saco cheio!
Saí de lá em passos largos colocando minhas mãos dentro dos 
bolços da minha calça, quem Mark Tuan pensa que é para me dar o vigésimo fora essa semana. Aquele idiota também conhecido como Mark é o garoto lindo que eu me apaixonei na faculdade quando derrubei alguns livros e ele juntou, foi amor a primeira vista, desde então eu venho levado foras. Além dele ser viciado em visual novels estilo BL e me comparar com Shotaro, um dos personagens de seu jogo favorito.
Ele louva esse tal 
Shotaro como se fosse um deus, mas é só um desenho feito por alguém com uma voz japonesa gravada por um dublador. Nunca mais vou me rebaixar para Mark.
 
-VOU ATRÁS DE OUTRAS RABAS-Exclamei no meio da rua atraindo a atenção de algumas pessoas.
Bando de curiosos. Voltei a caminhar mais algumas quadras até chegar no meu lindo apartamento, e me atirar lindamente no sofá. Pelo menos seria assim se um estorvo também conhecido como 
Kim Yugyeom não estivesse no sofá e eu caísse com minhas gloriosas costas em suas pernas.
 
-Porra Jackson! Bem na cena do beijo! -Yugyeon me deu um soco no braço direito irritado.
 
-Cala a boca pirralho! Acabei de desistir do amor da minha vida. -Me ajeitei no sofá ao lado dele.
 
-Aposto que não dura uma semana. -Comentou me fazendo franzir as sobrancelhas. -MAS O BEIJO DA HAE SOO E DO WANG SO NÃO VAI ACONTECER DE NOVO NO MESMO DIA!
 
-Espera que eles morram igual meus sentimentos pelo Mark
 
-Aposto que amanhã você já volta a ficar na volta dele dizendo "Mark me doe sua raba!" "I love Mark". -Yugy debochava com um tom de voz escroto rindo. -Ou melhor "Gime your raba Mark!" Aposto que você seria o uke.

 -Mais uke que você impossível. 
 
-Sou uke com dignidade! E você Jackson Wang tem cara de badboy mas é florzinha. -Eu iria me manifestar mas ele continuou falando. -Aposto que Shotaro é melhor que você!
 
-Não me compare com o estúpido do Shotaro, pirralho imundo.
 
-Você já sabe como ele é pelo menos? 
 
-Sei e não quero saber do Shotaro.
 
-Mas para ganhar o coração da sua "donzela"você precisa ser um Shotaro! Só que uma versão Jackson desse tio...
Observei a imagem do personagem que 
Yugyeom me mostrou pela tela de seu celular, é apenas um desenho de um tio em forma de anime com um uniforme escolar, corpo definido, cara de malvado mas bonito, e um cabelo de coloração escura, resumindo preto da mesma cor dos meus fios de cabelos.
 
-Então vamos começar me tornando loiro! 
 
-Você vai ser o rival perfeito. -Yugy riu.
 
-Errado caro amigo eu sou perfeito.

-×-

No dia seguinte fui para a faculdade com meu novo cabelo platinado. Eu fiquei muito mais legal e bonito assim, meu objetivo inicial é ignorar 
Mark Tuan. Mas como quero que ele me veja vou ignorar ele fazendo ele me olhar. Por isso me preparei com minha calça de couro que marcam minhas pernas, uma blusa qualquer e minha linda jaqueta jeans. Só sendo muito hétero para não me querer hoje.
Entrei nas portas da faculdade sentindo algumas pessoas me comerem com os olhos - ah, como eu sou importante. Até ver o meu futuro marido mexendo em seu armário organizando alguns livros, com suas mechas negras caindo levemente sobre seus olhos. 
Mark Tuan é muito lindo.
 
-Fala Jackson! -Senti outro estorvo rodear um de seus braços pelo meu pescoço.
 
-Jinyoung-Resmunguei.
 
-Você está loiro, cara quase que eu não te reconheci. -Jinyoung passou uma de suas mãos pelos meus fios de cabelo. -Duvido que foi você que pintou.
 
-Yugy pintou para mim. 
 
-Que intimidade. -Disse debochado me puxando para o outro lado onde era o nosso curso. 
Assim perdi a linda visão da 
raba de Mark Tuan
Na sala de aula nos sentamos juntos em um dos acentos próximos a parede do fundo, eu e 
Jinyoung cursamos letras. Ambos somos preguiçosos que entramos nesse curso para ficarmos longe da matemática, amém Oh Sehun por não ter tido nenhuma conexão com números além dos numerais - pelo menos até agora.
 
-Agora que eu parei para pensar. -Jinyoung comentou. -Nós não somos mais gêmeos de cabelos pretos, Jackson você só queria cortar relações comigo não é? -Park fingiu estar magoado.
 
-Park Jinyoung a metade da escola tem cabelo preto, e isso faz de você subir um pouco no ranking de beleza dos de cabelos escuros da faculdade. 
 
-E você?
 
-Eu sou loiro agora, mudei de time, então eu sou o loiro mais gostoso da escola.
 
-Convencido.
Após longas horas de estudo com a querida professora - idosa - eu saí da sala com a sensação de liberdade pairando sobre mim e meu brilho. Não 
fasso a mínima ideia de onde Jinyoung se meteu, foda-se ele. Normalmente a esse horário eu iria perturbar Mark no horário do almoço mas hoje tenho que ser rebelde, por isso chamei meu melhor amigo e colega de casa Kim Yugyeom. Ou estorvo 1 para os mais chegados.
Entrei na lanchonete do campos me sentando em uma mesa próxima a janela, esperei 
Yugyeon chegar para comprarmos nosso almoço juntos. Fiquei vegetando e olhando para a porta, até a porta se abrir, aí você pensa é o Yugyeom. Não. Mark Tuan entrou por ela acompanhado do gostoso do Im Jaebum, levei um tiro. Mas ele até que tem bom gosto, preciso de outras rabas urgentemente. 
Meu amigo que chegou logo após eles se sentou na minha frente, o pirralho ainda estava com seu uniforme da escola. 
 
-Fala ai tio Jackson! -Yugyeom se sentou na minha frente atirando sua mochila na cadeira do lado.
 
-Tio teu 
 
-Sabe que eu te amo. -Ironizou formando um coração com suas duas mãos.
 
-Espera tem algo errado com você. -O observei bem. -SEU CABELO TA ROSA! 
 
-Digamos que fui platinar e eu passei o produto errado e ficou assim.
 
-Que idiota Yugyeom-Começei a rir. -Você subiu no ranking dos idiotas depois dessa.
 
-Pena que eu se quer alcancei você Hyung.
Depois de chutar 
Yugyeom e nós comermos, eu ignorei Mark tudo que deu. Mas ele tava gostoso demais hoje como alguém com sanidade o suficiente ainda resiste a isso. Quer saber eu sou Jackson Wang
Como sou 
trouxa fui procurar meu mozão. Achei ele na sua sala, desenhando alguma coisa provavelmente é Shotaro. Entrei descaradamente na sala onde apenas nós dois estávamos presentes, e ele escondeu o desenho que fazia.
 
-Mark eu te amo. -Sorri.
Lá estava aquele sentimento de novo tomando conta de mim, como sempre ele apenas me olhou. E entes que ele pudesse dar outra desculpa eu saí da da sala o deixando a sós. Como em todos os dias que eu o disse isso me senti um pouco tímido com sua presença, mas o que eu posso fazer se esse sentimento é mais forte que a vergonha.
 
-Ei Jackson! -Escutei a porta de sua sala se abrir atrás de mim, era ele.
Meio incrédulo eu olhei na sua direção, 
Mark segurava seu típico caderno de desenho fechado e me olhava com aquelas orbes escuras. Senti aquele tão gostoso "tum-tum" do meu coração, isso só acontece por culpa dele. 
 
-O que foi Mark? -Ainda bem que a minha voz não fraquejou.
 
-Eu sei que você me ama, mas não quer ser apenas meu amigo? -Perguntou timidamente.
 
-Mark eu não posso ser amigo de alguém que eu amo, não sei se você sabe mas eu amo amo você mesmo e se eu pudesse já teria te atacado desde aquele dia que você juntou meus livros. -Ri-Mas só enquanto eu procuro outra raba você deixa eu te amar?
 
-Desde que você não me "ataque". -O moreno me mostrou seu gentil sorriso assim voltando para dentro da sua sala.
Aí meu coração 
Mark Tuan.


Notas Finais


Obrigada por ler
Se tiver algum erro me avise★
Até o proximo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...