História My life story - Imagine Park Jimin - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 6
Palavras 1.026
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi criaturas!
Gente essa é minha primeira fanfic. E eu sei que está uma bosta, é culpa da falta de criatividade. Então por favor não liguem pros erros, porque eu sou burra mesmo. Então vamos ao primeiro capítulo

Capítulo 1 - Vou pra Coréia!


- ACORDAAA- Mariana me joga da cama 

- Que foi cacete?

- Você está atrasada

- Que horas são?

- Oito horas

- Nossa nem como despertador você presta

- Nossa magoou!

Vou pro banheiro, faço minha higienes e vou tomar banho. Depois coloco meu uniforme e vou pra cozinha

- Cadê a Heloisa?

- No quarto dormindo

- Tem café?

- Não

- Aff

Pego uma bolacha e saio de casa. Chego no trabalho depois que quase atropelar o mundo 

- Atrasada mais uma vez! - Bianca fala se aproximando de mim

- Vai tomar no cú

- Oi pra você trambém- rimos - Então, dois caras assaltaram uma loja de jóias e fugiram de carro, precisam de reforço

- Aff! Não sabem nem perseguir alguém

Entramos na viatura e vamos até o local indicado. Quando chegamos começamos a seguir os bandidos, até que o que estava no banco do passageiro começa a atirar 

- Viado... vou atirar na cara dele

- Cê tá loca?

Ela acelera nós e a outra viatura fechamos a rua. Descemos do carro e os redemos. Depois de todo o procedimento um deles consegue fugir

- Eu não vou correr, vai miga... pega ele

- Tinha que sobrar pra mim

Saio correndo atrás dele, corremos muito. Estavamos muito longe dos outros até que chegamos a uma plantação do cacete lá. O desgraçado se enfia lá e eu entro a procura dele. Estava quase desistindo

- Ei! Aqui! - ele dispara um tiro contra mim

- Nossa! Querido péssima mira hein? Vou te mostrar oque é um tiro de verdade - saco a arma e disparo em sua mão que segurava a arma, a arma cai no chão junto a  ele

- Aaah- ele gemia de dor

- Aff, levanta antes que eu tenha que te levantar- algemo ele e começamos a andar 

Ele tenta fugir

- Mais um passo em falso e  eu estoro teus miolos

- Ok ok

Chegamos onde estavam os outros policiais

- Que demora! - ela cruza os braços 

- Ele quiz brincar de esconde esconde

- Enfio ele na viatura

- O que você fez com a mão dele?

- Foi só um aviso!

Fecho a porta e entro no carro

- Vamos!

Ela dá partida no carro e vamos para o hospital. Afinal o preso estava ferido, aja paciência

- Você me paga

- Euros? Dólares? Ou em reais?

- Você só tem essa ironia agora, quando eu resolver me vingar você estará quietinha

Minha vontade era te estourar a cara dele. Mas como eu não posso, tenho que me controlar o que eu não sei muito fazer. Chegamos no hospital e os outros policiais ficaram laá. Eu e Bianca voltamos pra delegacia. Meu turno acaba e volto pra casa. Como sempre eu sou a primeira a chegar então fico mexendo no celular ao esperar as meninas.

Depois que as meninas chegam, jantamos e ficamos na sala fazendo vários nadas. Amanhã eu estou de folga, estão a casa é só minha. Vou ficar sozinha vo dia interio graças a Deus!

No dia seguinte

Hoje eu acordei tarde porque não tinha ninguém pra me acordar. Fiz minhas higienes e continuei de pijama porque eu não sou obrigada. Tomei café e fiquei na sala, me bateu uma fontade de fazer compras. Mas eu não quero comprar roupas eu vou comprar comida com o cartão da Mariana, porque eu sou um ajinho. Peguei minha bolsa meu carro e fui, se eu fui de pijama? Sim eu fui

Entrei no supermercado todo mundo ficou me olhando, por que será néh? 

- Tá olhando o que perdeu alguma coisa em mim?

Eu posso dizer que eu comprei muita, muita coisa. Principalmente doces

. Voltei pra casa guardei as compras e comecei a ouvir musicas, ver fotos, sofrer e comer. Que são as coisas que eu faço melhor

Ouvi alguém bater na porta

- QUEM ÉÉÉÉÉ?

- É a Jéssica!

Vou até a porta e a abro

- Quem é você?

- Amiga da Mariana. Ela está?

- Não

Bati a porta na cara dela e me sentei no sofá. Ela não parava de tocar a campainha então eu abro a porta novamente

- Por favor! Ela está?

- Não, você é surda? O que você quer falar com ela?

- Só queria passar o tempo com a minha amiga

- Amiga o cacete, as unicas amigas que ela tem sou eu, a Heloisa e a Bianca você não é ninguém. E vê se para de me encher o saco tá?

Fecho a porta novamente e volto pro sofá. Aff quem ela pensa que é. Vou ligar pra Mariana agora

Ligação on

- Alô! Mariana?

- Alô! Que foi (S/n)?

- Que história é essa de uma amiguinha sua vir passar  tempo aqui

- O que você fez?

- Bati a porta na cara dela

- Meu Deus! Tenho que desligar

- Se fosse a Jéssica você ficaria conversando até tarde

- Tchau (S/n)!

Ligação off

Uma hora depois a Mariana chega

- Chegou mais cedo é?

- Não ainda tô lá

- Falsa!

- Vou pro meu quarto. Quando a Helo chegar fala pra ela que eu tenho um aviso pra dar

- O que é?

- Vou falar quando ela chegar- ela continua andando

- Fala por favor vai me matar de curiosidade

Ela fecha a porta do quarto

- SE FOSSE A JÉSSICA VOCÊ FALAVA

Umas duas horas depois ela chega

- Entra logo

- Oi pra você também

- A Mariana quer falar alguma coisa pra gente mas não quis falar antes

Vou até o quarto dela e aviso que a Helo chegou. Então ela vai pra sala e começa a falar

- Então, eu não vou mais trabalhar no escritório daqui

- Foi demitida, fudeu- digo batendo em seu ombro

- Não burra. Eu vou trabalhar e outro lugar

- Onde?- Heloisa fala 

- Vou trabalhar com o amigo do meu chefe. Na Coréia

- Que? - falo cuspindo a água que estava bebendo

- NA CORÉIA?- Heloisa dá um pulo do sofá

- Vou trabalhar lá queria que vocês fossem comigo. Querem ir?

 

 

 

 

 

 

Continua...


Notas Finais


Even more people!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...