História My Light Is You – Long Imagine (Jeon Jungkook) - Capítulo 72


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Drama, Novela, Romance
Visualizações 155
Palavras 757
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oeeeee;3
Ta bem?? ^^
Resolvi que irei continuar a fanfic do Jimin quando eu terminar essa, ok? Desculpa. :v
Boa leitura. =3

Capítulo 72 - Oh, God!


Se passaram alguns dias. Todd já havia entrado em contato comigo, queria saber onde eu estava e porque havia sumido há alguns dias, eu o disse para onde iria. Bom, pelo jeito ele não sabe que eu estuprei a garota daquele dia. Não houve nenhuma complicação a mais. Meus capangas conseguiram não deixar rastros para mim.

Shin já estava melhor esses dias, o problema é que ela tentou fugir três vezes durante esses dias. Agora eu teria que a levar para a Coreia de fato.

- Laila, arrume uma mala para você e arrume a minha também. Partiremos hoje. - Disse e peguei uma maçã na fruteira.

- Claro, senhor. - Ela se virou para mim. - Mas e Shin? Ela não irá levar nada?

- Você emprestou roupas para ela, se não se importar ela usará algumas de suas roupas até que eu compre outras. Tudo bem? - Ela assentiu e pegou alguns remédios e a chave e foi para o quarto de Shin.

(...)

Shin POV

(...)

- Eu não vou tomar essa merda! - Cruzei os braços vendo a maior colocar as mãos na cintura.

- Por favor! Você tem que tomar! Shin pare se ser teimosa. - Bufou os braços e logo se aproximou de mim se sentando ao meu lado na cama.

- Laila, você não entende o quão estou brava comigo por não conseguir fugir daqui. - Deslizei para a cabeceira da cama e revirei meus olhos.

- Eu sei, eu sei. Eu tentei te ajudar, não deu certo, melhor pararmos, tudo bem? - Revirei os olhos mais uma vez. - Nós vamos hoje para a Coreia, sinto muito. - Disse e desviou seu olhar ao meu.

- Não, por favor, me diz que é brincadeira, Jungkook ainda não veio me salvar, tenta convencer ele a mais alguns dias, por favor, Laila. - Uma expressão desesperada já se fazia presente em minha face. Peguei em seu ombro, meus olhos estavam ardendo, se eu não tivesse uma resposta boa, com certeza eu começaria a chorar ali mesmo, não ligava mais, não conseguiria segurar meu choro mais. - Por favor... - Senti lágrimas começarem a cair pela minha bochecha. Laila viu e me olhou surpresa. Sem pensar duas vezes, ela me abraçou.

- Não posso, me perdoa. - Ela me abraçou mais apertado e eu funguei em seu ombro. - Ele iria desconfiar, mas eu tento te ajudar ao máximo, quando viajarmos, ok? Vou entrar em contato com Jungkook, eu dou meu jeito. - Me deu um beijo na testa e se levantou. - Tome o remédio, por favor. - E assim ela saiu dali trancando a porta.

Eu havia conseguido ler as cartas que Jin me mandou. Eu não havia acreditado de primeira, mas depois de algum tempo tudo fez sentido. Eu tinha que saber onde ela está enterrada, tinha que saber de tudo. Fui uma aposta minha vida inteira, minha mãe morreu, e a história estava se repetindo até chegar a mim. Eu não sabia o que fazer.

Apesar desse alguns dias aqui presa, eu consegui a amizade de Laila, ela me ajudou a fugir três vezes, não deu certo, mas pelo menos Namjoon não desconfiou dela. Agora eu espero que ela me ajude a tentar fugir na Coreia, uma das minhas únicas chances.

(...)

Jungkook POV

(...)

- Eu sinto muito senhores, o paciente Kim Seokjin acaba de falecer. - Essa foi a única coisa que eu consegui ouvir com nitidez antes de desmaiar.

Eu acordei em uma maca pouco tempo depois. Demorei a acostumar com a luz daquele lugar. Depois de alguns minutos acabei percebendo que eu estava num quarto de hospital. Jimin, Tae, Yoongi e Hoseok estavam ali sentados. Todos estavam chorando.

- O que você tá fazendo aqui? - Perguntei para Taehyung que logo levou a cabeça para me olhar.

- Eu também gostava do Jin, não é só você.

- Você sequestrou Shin, você não deveria estar aqui, deveria estar na cadeia, seu imundo. - Me sentei na cama.

- Jungkook, por favor. Depois nós resolvemos isso... Hum... Bom... Jin... Ele... Ér... Morreu... - Yoongi disse.

- QUÊ? - Arregalei meus olhos. - NÃO! NÃO PODE! ELE NÃO MORREU, ME DIZ QUE NÃO! - Eles se levantaram e ficaram ao meu lado, menos Taehyung. Agradeço por isso.

- Se acalma, Jungkook, sim, ele morreu, ele teve uma hemorragia por causa do tiro. - Nesse momento eu comecei a chorar muito, chorei que nem uma criança. Eu soluçava alto. Jimin me abraçava e confortável minha cabeça em seu ombro. 


Notas Finais


caraio jao

Beijinhos da Ajia. °3°


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...