História My Literature Professor - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jungkook, Suga, V
Visualizações 23
Palavras 1.557
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


⏩ Preparem o core!

⏩ Espero que gostem e tenham uma boa leitura e uma boa noite! 😘

Capítulo 17 - Cry


Fanfic / Fanfiction My Literature Professor - Capítulo 17 - Cry

| Jimin on |

Não consegui pregar o olho durante a noite, estava irritado com minha mãe. Sn dormia de costas para mim, apenas de calcinha.

A noite passada foi um tanto conturbada, parece que quando decidi finalmente pedir ela em namoro, apareceu várias confusões.

Abracei a cintura dela depósitando um beijo em seu ombro e me arrumei, embora o sol ainda nascia. Fui ao quarto do Yuri que também dormia tranquilo.

E fui para a casa dela antes das 7. Ela me olhou surpresa e antes de falar devolvi a chaves do carro.

Mãe: Jimin? O que faz aqui tão cedo? -ela ainda vestia pijamas-

- acho que sabe muito bem sobre o que vim falar! -entrei e sentei no sofá-

Mãe: sobre aquele erro que tem 5 anos de idade e ainda usa fraudas? -falou sarcástica-

- você não tinha o direito de bater nele... 

Mãe: ele precisava ser disciplinado...

- EU sou o Pai dele, se tem alguém que tem o direito e dever de disciplina-lo seria eu!

Mãe: deveria, se não estivesse ocupado transando com aquela garota insuportável.

- ele tem 5 anos mãe e nunca levantei uma mão para bater nele e vc o bateu e ainda falou várias coisas severas.-tentei o máximo manter a calma-

Mãe: disse a verdade! -deu os ombros-

- a verdade? VOCE DISSE QUE ELE HÁ DEVERIA TER NASCIDO.

MAE: SE ELE NÃO TIVESSE NASCIDO VOCE NÃO SOFRERIA DEPRESSÃO.

- a culpa da minha depressão não é ele, muito pelo contrário ele que me dá motivos para está vivo! -ela me olhou incrédula-

Mãe: não acredito que veio até aqui pra defender aquele ..... Bastardo -falou irritada-

- ELE É O MEU FILHO. -perdi a paciência-

Mãe: vá embora Jimin!

-NÃO, VOCE VAI ME ESCUTA AGORA. VOCE SABE O QUE ELE FALA SOBRE VOCÊ? ELE TE ODEIA POR VOCE SER DESSE JEITO COM ELE, SEMPRE CHEGA CHORANDO AQUI PQ ME IMPLORA TODOS OS DIAS PARA NAO VIM PRA SUA CASA. -ela continuava me olhando-

Mãe: não importa o que ele sente por mim, ele continua um peso nas nossas costas! -falou chorosa-

- Nossas costas? -debochei- vai ser um prazer tira esse peso de suas costas! Não espere que eu o traga aqui novamente! -fui para a saída-

Mãe: Não pode me proibir de ver meu neto! -segurou meu braço-

- SIM EU POSSO. 

Sai da casa dela sem deixar que ela me impedisse, fui a pé para casa, aproveitei para esfriar a cabeça.

|Jimin off | Sn on |

Acordei umas 08:30, mas estava sozinha. Tomei um banho e vesti uma blusa larga dele com um short meu que eu tinha esquecido desde a primeira vez que vim aqui!

Acordei o Yuri e lhe dei um banho e o arrumei. Fizemos um café da manhã caprichado, Jiminie chegou e comeu com a gente porém não trocou nenhuma palavra.

Eu sei que deve ter sido duro e estressante para ele discutir com a mãe, e também sei que ela deve ter falado algo ruim de mim, então decidi respeitar seu silêncio.

Estava lavando as coisas quando o senti me abraçando por trás apertando seu corpo no meu, e com a cabeça em meu ombro deu um beijo em meu pescoço.

Jm: te amo! -parei de ensaboar e embora não fosse a primeira vez, fiquei surpresa-

- também te amo Jiminie. Como foi? -ele me soltou e pegou o pano para me ajudar-

Jm: péssimo.... -nos encaramos e notei o quão pra baixo ele estava- Ela não é a mesma que me criou.

- não diz isso Jiminie, vocês dois são mãe e filho...

Jm: mas vou contratar alguma babá pra ficar com ele ....

- quando eu sair do trabalho eu pego ele na escola e fico até a noite, e de noite deixa ele com alguém que você confie.

Jm: não quero te dá responsabilidade.

- Jiminie, para com isso. -revirei os olhos- 

Jm: a questão é que você vai ter outras coisas pra resolver e não vai poder por....

- me diz o que uma mulher de 19 anos tenho a resolver? -ironizei- caso apareça não é nada que eu não possa resolver de casa!

Yr: papai podemos ir ao circo hoje? -entrou-

Jm: circo? Não ouvi nada de um circo aqui na cidade... 

Yr: passou o comercial... Por favorrrr.....

Jm: Amanhã tem aula Yuri, você sabe que...

Yr: mamaeeee vamos ao circo comigo. -interrompeu e abraçou minhas pernas-

Sorri ao ver a cara de taxo do Jiminie e concordei. Depois do almoço Yuri caíu em um sono tranquilo e Jimin e eu fomos para o quarto.

Me sentei em seu colo e ele me olhou sorrindo, iniciamos um beijo calmo porém intenso, as mãos dele acariciavam minhas costas e barriga enquanto eu passava a mão em seus peitos.

Ele ficou por cima e me beijou com mais urgência, nossos sexo se tocaram arrancando um suspiro de ambos. Coloquei a mão na barra de sua camisa para tirá-la, pq park Jimin sem camisa é minha passagem direta para o inferno.

Mas me surpreendi quando ele tirou minhas mãos e deitou ao meu lado, o olhei sem entender bem o motivo, ele me olhou e roubou um selinho demorado.

Jm: desculpa pequena, não estou muito afim de fazer isso agora! -acariciou minha bochecha- preciso de um banho! -ele se levantou e entrou no banheiro ainda de roupas-

Não sei porque me sentia incomodada com aquilo, Jimin não era do tipo que se trocava no banheiro quando eu estava lá...na verdade ele sempre ficava nú em minha frente mais hoje nem a camisa me deixou tirar.

Vesti minhas roupas de ontem e o avisei que iria pra casa e ele por sua vez disse apenas um "mais tarde nos falamos" . 

Estava no caminho de casa, ainda meia frustrada com sua atitude.

 Vi o Jeon com algumas malas, mas antes que ele me visse, fui por outro caminho. Cheguei em casa e comi um lamem.

Estava deitada com roupas desleixadas, ainda eram 16:00 de um domingo, eu estava entediada. Ouvi o som da campainha tocar constantemente e embora sair do quarto já xingado a pessoa, quando abri me deparei com o Kookie e tentei fechar a porta, mas ele entrou rapidamente.

Jk: precisamos conversar! -encostou na porta-

- não tenho nada pra conversar com você Jeon, estou decepcionada então vá embora! -pedi-

Jk: é sobre isso que vim falar, eu vou embora para os Estados Unidos, serei professor de faculdade. -sorriu-

- parabéns! -sarcasmo- Aproveita e leva a Ana com você!

Jk: Talvez eu nunca mais volte para a Coreia. -nos encaramos por um tempo, era incrível como eu não conseguia odia-lo

- estou feliz por você! -falei sincera-

Jk: Ana está gravida -o olhei incrédula-

- céus, veio até aqui para se despedir ou tentar colocar coisas em minha cabeça.

Jk: estou falando sério Sn! -me segurou pelos ombros e me olhou nos olhos- Quando a gente estava lá com sua família....eles transaram!

- O Jimin e ela?  -o afastei de mim- para com Isso

Jk: eu sei que não mereço isso, sei as besteiras que fiz, mas eu não estou brincando!

Ele me entregou o celular dele com a conversa da Ana, ví várias fotos pós-sexo dela com o Jiminie inclusive um vídeo, onde aparecia ela nua e as costas do Jimin com..... arranhões.

Conversa:

Ana: Jeon finalmente consegui, finalmente o Jimin será meu!. Estou atrasada e sabe o que isso significa né? 

- Para de paranóia garota, Jimin não seria estúpido o bastante para transar com você sem camisinha! 

Ana: ele não é, mas fiz um pequeno rasgo na ponta. Foi incrível estou apaixonada!c com essa notícia a Sn com certeza irá deixá-lo e será só uma questão de tempo para me livrar daquele pirralho chato.

Você bloqueou esse contato!

Conversa   off:

Ainda estava digerindo mais devolvi o celular dele que estava observando atento.

Jk: eu sei que talvez você não acredite em mim, mas quis te alerta do plano dela.

- obrigada, manterei meus olhos bem abertos! -ele me abraçou-

Jk: talvez ela nem esteja grávida mesmo, talvez seja só loucura! -beijou minha testa- Obrigada por tudo, nunca vou me esquecer de você! -o abracei forte-

Ele foi embora, tomei um banho ainda incrédula embora surgiam dívidas a cada minuto... Ouvi o som da minha campainha e fui até lá, abri e os dois entraram.

Jimin me abraçou e ainda me manteve em seus braços e beijou levemente meu lábios, o olhei ainda sem expressa nada.

- vamos? -peguei minha bolsa-

Entramos no meu quarto aos beijos, suas mãos me apertavam e meu corpo inteiro estava febril. Ele tirou minha blusa e agarrou um de meus seios o chupando com força e soltei um gemido alto e ele sorriu.

Jm: shhhhi -chupou meu pescoço-

Tirei sua blusa e o abracei tentando ver suas costas, senti uma mordida em meu ombro e gemi, mas pude ver suas costas que estavam vermelha.....graças aos arranhões.

O empurrei e me levantei me cobrindo com o lençol.

- não acredito que você transou mesmo com a Ana! -disse irritada e ele me olhou surpreso-

Jm: Sn E.eu posso explicar -se levantou-

- então é por isso que não me ligou durante os dias que estive fora, é por isso que não fez questão quando disse que eu beijei o Kookie! -não notei minhas lágrimas-

Jm: Sn, por Deus estávamos brigados e ela me pegou desprevenido.....

- Jeon também me pegou desprevenida e nem por isso transei com ele! -solucei-

Jm: Sn....Eu transei com a Ana....mas me sinto sujo... Eu amo você mais....

- MAIS O QUE JIMIN? POR QUE VOCE FEZ ISSO? -minhas lágrimas pingavam, eu não estava conseguindo pensar, aquilo não podia ser real.-

Ele abaixou a cabeça e depois de respirar fundo, me olhou triste

Jm: não pude resistir a Ana! 


Notas Finais


FIC COM O JEON. Se puderem dá uma olhadinha lá, já tem dois capítulos...

https://spiritfanfics.com/historia/i-hate-you-kookie-9300453


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...