História My literature teacher - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jikook, Namjin, Taeyoonseok, Yoonseok
Exibições 179
Palavras 1.459
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


YEAH, I'am Back babys, mais cedo do que vocês imaginavam ( nem eu imaginei que voltaria tão cedo assim), mas uma explosão de ideias aconteceu na minha cabeça e PÁ PÁ PÁ comecei a escrever igual a um cachorro louco, por isso não sei se está bom ;(...
Enfim, chega de enrolação e vamos ler esta bela obra feita por uma bela bosta...

↠ Na mídia é um dos presentes que o Jimin irá ganhar do professor Jeon ( cof cof) é só um exemplo, pois na plaquinha irá estar escrito outra coisa.

* Não há revisões completas. Conterá erros*

Capítulo 11 - Patience and trust


Fanfic / Fanfiction My literature teacher - Capítulo 11 - Patience and trust

[...]

— Saeng, confie em mim — pediu Jungkook segurando ambas as mãos de Jimin. 

— Eu confio em você Hyung, mas eu quero ver para onde estamos indo — indagou logo com um bico formado em seus lábios. 

— É surpresa minie, nós já estamos quase chegando — Jimin ouviu uma porta sendo aberta, e logo um cheiro adocicado adentrou suas narinas fazendo o mesmo suspirar — venha, quero que você se sente aqui — guiou Jimin para se sentar em um lugar macio, aparentemente uma almofada e logo tirou a venda de seus olhos.

O lugar era lindo, com uma iluminação baixa porém aconchegante. Uma pequena mesa com comida japonesa a sua frente e um Jeon sorridente ao seu lado. 

— Pra que tudo isso kookie ? — perguntou sorridente. 

— Precisa de um motivo ? Para uma pessoa como você, todo dia é preciso fazer pequenas coisas para mostrar o quão especial você é — sorriu e se sentou de frente para o menor — Pedi ramén, sua mãe me disse que você gosta. 

— Aya, só eu que não sabia sobre esse "jantar" ? — perguntou com a sobrancelha arqueada. 

— Você e o Taehyung, já que ele não fecha a boca, fiquei com medo de contar algo para ele e o mesmo abrir a boca — deu uma pequena risada e Jimin o acompanhou. 

— Você tem razão, o Taetae é muito boca aberta — pegou um par de hashis e provou alguns bolinhos de feijão. 

— Acho que você deveria provar o ramén — Jeon sugeriu bebericando um pouco de chá.

— Nha, está muito quente — respondeu fazendo uma careta. 

— Ya, eu assopro para você — sorriu e pegou um pouco de macarrão com os hashis logo assoprando e dando na boca do menor, que fechou os olhos ao sentir o sabor gostoso daquele alimento — Está bom ? 

— Uhum — murmurou com a boca cheia de macarrão. 

Jeon agradecia todos os dias por ter conhecido uma pessoa tão fofa e simpática como Jimin. Oh deus, aquele sorriso infantil, matava Jeon ao poucos. Ele ficaria feliz de saber que a causa de sua morte foi o sorriso de Park, por que convenhamos, quem não quer acordar e ver aquele belo par de dentes sorrindo exclusivamente pra você ?

Os dois terminaram a refeição, uma hora ou outra riam de alguma coisa idiota ou ato feito, eles pareciam dois bobos. Dois bobos apaixonados, e a felicidade de poder simplesmente estar na presença um do outro era algo perceptível, até uma criança pequena percebia o amor que ambos transmitiam apenas pelo olhar. Eles falavam, a linguagem dos olhares, talvez eles nunca pudessem demonstrar isso a público, igual estavam fazendo naquele exato momento. Seu amor era proibido, mas eles não controlavam seus corpos, a palavra amor estava em ativa dentro de seus corações. O amor te faz fazer coisas proibidas, pois pra ele o proibido é bom. O proibido é excitante, aterrorizante e mesmo você com medo acaba por optar em arriscar, riscos são bons de ser cometidos, pois você descobre novas sensações, e às vezes essas sensações te fazem sentir uma nova pessoa, a pessoa que você sempre quis ser mas nunca conseguiu. Arriscar, mostra que você tem atitude, ter atitude mostra que você é corajoso, ser corajoso mostra que você é forte, e ser forte é necessário quando o amor da uma recaída, e te chama para o fundo do poço. O fundo do poço não é um bom lugar para se estar quando um céu azul, e uma grama verdinha te convidam para tomar um chá.

Jimin era a grama verdinha, e o céu azul de Jungkook. 

[...]

— Kookie Hyung, pra onde está me levando agora ? — perguntou apalpando o ar. 

— Espera, espera. Pronto — colocou Jimin parado e tirou sua venda. 

— Wow ! — exclamou animado — Que lugar lindo — sorriu fazendo seus olhos formarem dois riscos. 

— Calma saeng, é só um quarto. O que eu tenho para te mostrar é isso  — pegou a grande caixa lilás de cima da escrivaninha e colocou sobre a cama — sente-se e abra. 

Jimin assentiu e se sentou na cama, logo abrindo a caixa e abrindo um de seus mais belos sorrisos.

— Nha, uma meia de gatinho e um ursinho — Jimin murmurou sorrindo — obrigada 

Jeon sorriu, e logo entregou outra caixa para Jimin, dessa vez preta e média. 

— Espero que você goste, Sana me ajudou a escolher — Jimin abriu a caixa lentamente logo vendo algo prata brilhando e depois uma espécie de "fita" preta, abriu a caixa totalmente se deparando com uma "coleira" preta com brilhantes e renda e um pequeno pingente escrito " propriedade do kookie" riu lendo aquilo — Gostou ? 

— Adorei — falou ainda rindo olhando aquele pequeno pingente com o apelido de Jungkook brilhando. 

— Venha, irei colocar em você — bateu em suas próprias coxas, Jimin engatinhou timidamente, logo se sentando no colo do mais velho. 

Jungkook depositou um selinho na nuca de Jimin, que se arrepiou com o simples ato, logo colocou aquela bela coleira no pescoço lisinho do mais baixo. Aquele objeto deixava bem claro que o menor tinha dono.
O menino se virou para encarar o rosto de Jeon, podendo apreciar aquelas lindas orbes negras que pareciam uma galáxia infinita, Jimin poderia muito bem se perder nelas. 

— Como eu estou ? — perguntou inseguro. Se ajeitou no colo de Jungkook, que fechou os olhos e suspirou. 

— Você está lindo, meu bem — beijou o queixo do mais baixo, fez uma trilha até chegar em sua boca, onde iniciou um ósculo calmo e carinhoso, Jiminie passou seus braços em volta do pescoço de Jungkook e aprofundou o beijo. Os movimentos eram calmos e delicados, nada de selvageria ou rapidez. Só estavam curtindo o tempo, pois ele é precioso e muitas vezes curto. Jimin e Jungkook estavam sabendo muito bem como aproveita-lo, mas como os dois precisam de ar, logo romperam o beijo para respirar. 

— Eu acho que respiro Jimin — Jeon falou ofegante e aparentemente irônico. 

— E essa espécie de ar é boa ? — perguntou no mesmo tom, com as sobrancelhas arqueadas. 

— É viciante, sabe ? Ele é bem puro, mas ao mesmo tempo doce, um doce bom e não enjoativo — fez uma careta por ter se embolado em suas próprias palavras, mas logo sorriu descontraído — Acho que não deu para entender, enfim. 

— Eu entendi — gargalhou jogando a cabeça para trás, deixando seu pescoço com a coleira a mostra. Para Jeon aquela era a visão do paraíso, aquela coleira deixava Jimin mais sexy e inocente. Não se contentou em ver aquela pele caramelo sem nenhuma marca, depositou uma mordida fraca porém possessiva no pescoço do mais novo, que gemeu manhoso pela dor. 

Jeon sorriu ao ver que Jimin tinha todos os requisitos de uma pessoa submissa, a coleira com o nome de seu "dono", marca possessiva por sua pele, roupas delicadas, voz doce e carisma.

Jimin era um belo submisso, de dar inveja. Todos gostariam de um igual, mas ele é peça única que já tem um dono, bem possessivo por sinal, tem nome e sobrenome e não nega que fará Jimin seu, independente do que terá que passar para conquista-lo, demore o que demorar, custe o que custar. Ele só precisa da confirmação do mais novo. 

— Chim, me prometa que você será meu, somente meu. Por for não me abandone — Jeon pediu fazendo carinho na bochecha de Jimin. 

— Eu prometo kookie-ah — disse beijando a bochecha de Jeon. 

Agora Jeon tinha certeza que Jimin seria um namorado carinhoso e fiel. Um dos mais difíceis de se achar. 

E ele foi o sortudo que achou essa joia rara. A mais preciosa e brilhante de todas. Ele só precisava cuidar dela. 

— Está cansado chim ? — perguntou no intuído de quebrar aquele silêncio, desnecessário no momento. 

— Um pouco — murmurou saindo do colo de Jungkook, e se jogando na cama. 

— Venha vamos tomar um banho — puxou Jimin pela mão e o guiou até o pequeno cômodo que continha uma hidromassagem é uma  pia de mármore branco. Jimin se sentiu em um palácio, só de ver aquela enorme hidromassagem lhe chamando para uma massagem relaxante com seus jatos quentes de água, soltou um pequeno suspiro de prazer e começou a despir-se, juntamente com Jeon. 

Assim como no primeiro banho que tomaram juntos, Jeon entrou primeiro e Jimin se sentou em sua frente, apoiando suas costas no peitoral do mais velho, sentindo aquela sensação calorosa da pele de Jeon em contato com a sua enquanto a água massageava seus pés. 

Jimin se sentia nas nuvens e Jeon não estava diferente. 

Eles se amam, só não tem coragem para falar isso cara a cara, mas pode ter certeza que a qualquer momento seus corações não aguentaram mais segurar esse sentimento só para si, e soltará essa palavra simples mas com um peso enorme, em uma facilidade assustadora. E esse momento não está longe de chegar, é só ter paciência e confiança. 


Notas Finais


Nha, eu não gostei muito desse capítulo, mas ele é importante pois é um capítulo de transição e mormalmente eles são assim "paradinhos" mesmo...
Só queria dizer que amo vocês, viu ?
E eu li todos os comentários sobre o aviso do hiatus e vi que muitas pessoas se identificam. Eu gostaria muito de ler as fanfic's de vocês, então entrarei em alguns perfis para ler e comentar rsrsrs.
Obrigada por ler, e estar do meu lado.

↠ Jiminie, me da sua gargantilha ?
Quero muito, ela é tão lienda ! Rsrsds

Annyeong ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...