História My Little Baby-KaiSoo - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, Kai
Tags Baekhyun, Chanyeol, Couple, Exo, Jongin, Kai, Kaisoo, Kyungsoo, Sookai
Visualizações 243
Palavras 1.573
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Visual Novel
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Three


Fanfic / Fanfiction My Little Baby-KaiSoo - Capítulo 3 - Three

Seis e meia e Kyungsoo e Jongin já estavam de banho tomado,o cheiro de menor podia ser sentido por todo quarto,era um cheiro doce misturado com fragrância de colônia de bebê bem diferente do de Jongin que se misturava ao cheiro do outro,o cheiro do mais velho era forte mais másculo,o perfume do mais velho poderia ser considerado amadeirado,era maravilhoso para Kyungsoo assim como o cheiro dele era perfeito para Jongin.

-Por favor fique com esse seu cheirinho de bebê para sempre,seja meu bebê para sempre Soo.-Jongin disse abraçado a cintura de Kyungsoo enquanto passava o nariz pelo pescoço do menor.

O menor sorriu e se virou para selar os lábios do mais velho,Kyungsoo adorava aqueles lábios,tão gostosos de serem beijados,sempre tão convidativos.

-Vamos nos vestir Nini,ainda tenho uma gravata para dar o nó.-Kyungsoo disse sorrindo e Jongin assentiu,ambos colocaram seus ternos o de Jongin era totalmente preto porém um gravata era prateada e o terno de Kyungsoo também era completamente escuro e sua gravata seguia o mesmo tom,os cabelos de ambos estavam bem penteados para trás em um belo topete,Kyungsoo parou na frente de Jongin e começou a ajeitar o nó da gravata do mais velho.

-Com essa idade e você ainda não sabe dar um nó na gravata.-Kyungsoo disse rindo do mais velho.

-Ya! Não sou tão velho assim,você que é um bebê meu doce.-Jongin disse sorrindo para o menor.-Onde aprendeu a dar nó em gravatas?

-Eu costumava observar meus pais,antes de meu pai ir trabalhar,mamãe sempre arrumava a gravata dele,acabei aprendendo com isso.-Kyungsoo disse ao se lembrar de sempre ver a mãe arrumando a gravata para o pai ir trabalhar,sentia falta deles.-Sinto falta deles Jonginnie.

-Você ainda os verá meu amor,eles devem sentir sua falta também afinal faz muito tempo que vocês não se veem.

-Você pode ter razão Jonginnie,mas eu já imagino que meu pai talvez nunca aceite isso,minha mãe sim,ela sempre foi tão flexível,talvez eu ainda possa voltar a vê-los.

-Claro meu anjo,você os verá logo,mas agora se me permite dizer meu pequeno,você está incrivelmente lindo nesse terno,estou maravilhado,como você poder ser tão lindo meu bebê?

-Eu ainda não sei como reagir a esses elogios que você me faz sempre fico envergonhado Nini,mas você também estão tão lindo,o terno caiu muito bem em você daddy.

-Obrigado meu pequeno príncipe,adoro ver você nesse terno parece tão sério,mas admito que minha preferência é ver você com suas roupas infantis.

-Também é da minha preferência daddy,vamos indo assim poderemos voltar mais rápido e assim poderei colocá-las.

-Ah meu pequeno quando voltarmos você não irá colocar roupa alguma....vamos lá.

Chegaram na festa,que por acaso era na casa do pai de Jongin,o moreno trouxe Kyungsoo para mais perto e segurou em sua cintura,pensava em como poderia existir pessoas que gostavam daquele tipo de comemoração? Sempre tão chato,cheio de mesmices e pessoas esnobes,os sócios de Jongin e de seu pai começaram a vir o cumprimentar pelo sucesso da empresa naquele ano.

-Ah Jongin,seu trabalho na empresa foi realmente bom,seu pai deve estar orgulhoso!-Um senhor disse ao moreno.

-Obrigado senhor Woo,eu só fiz minha parte para com a empresa.-Jongin disse tentando parecer o mais simpático possível.

-E você se saiu muito bem nisso não é? As ações estão em alta,as vendas estão muito boas,é uma das melhores épocas da empresa Kim.-Outro senhor disse,esse estava com um garoto bem mais novo ao lado,Kyungsoo reparava no garoto,ele era um acompanhante?!-O seu garoto é realmente muito bonito Jongin,muito bonito mesmo.

-Oh obrigado,Kyungsoo é uma preciosidade,estamos juntos a muito tempo já.-Jongin disse firme.

-Oh vocês têm uma relação então?!-O velho perguntou surpreso.

-Namoramos meu caro senhor,Kyungsoo é meu e de mais ninguém.-Jongin disse,não estava gostando nada nada daquele velhote,observou também o menino ao lado do velho tinha feições tão bonitas.-E ele quem é?

-Uh? Lay? Meu acompanhante,ele é uma graça não é? Tão delicado.-O velho e disse puxando o menor pela cintura,tentava forçar um sorriso,apenas tentava,e isso foi percebido por Kyungsoo.

-Se nos derem licença iremos ir atras de algo para degustarmos,venha Lay vamos procurar algo.-Kyungsoo disse para o menor a sua frente,não queria que o menor passasse por mais constrangimentos,Jongin percebeu a atitude que seu pequeno tomou e sorriu com aquilo,e olhou para Lay com um olhar significativo para que seguisse Kyungsoo e assim o mesmo fez.

-O que você quer comer? Tem vários petiscos nessa bancada,todos são muito gostosos,só não pegue aquele com escargot,realmente não é tão bom assim.-Kyungsoo disse simpático para o garoto ao seu lado.-Vamos Lay,pegue algum.

-Yixing.

-O que disse?

-Yixing,meu nome é Yixing.-O garoto disse para Kyungsoo,ele tinha sotaque.

-Oh,então seu nome é Yixing? É um belo nome,você é coreano? Seu sotaque é diferente.-Kyungsoo disse enquanto pegava outro petisco da bancada.

-Eu sou chinês,cheguei a pouco tempo na Coreia,e muito obrigado por ter me tirado de lá eu estava realmente constrangido com aquele homem.

-Não me agradeça,a propósito meu nome é Kyungsoo,desculpe ser tão direto mas você realmente e acompanhante daquele homem?

-Eu...sim,eu preciso de um meio para conseguir para meus estudos e estadia aqui na Coreia,eu curso artes cênicas e tenho aula de coreano,e realmente não consegui um emprego,talvez por não ter uma pronúncia tão boa do coreano,realmente foi minha única saída.-O chinês disse suspirando,ele realmente precisava do dinheiro que recebia do velho.

-Não se preocupe acho que posso entender você,realmente deve ser difícil,mas acredito que conseguirá se formar logo e assim poderá exercer sua profissão.

Os dois garotos ficaram conversando por horas,pareciam amigos de longa data,e aquela conversa estava sendo realmente muito boa para Lay,a quanto tempo não conversava com alguém daquela maneira?! Era libertador,por outro lado,o pai de Jongin procurava o filho pela casa.

-Ah,aí está você!-O velho Kim disse e Jongin o olhou e acenou.-Uh,onde está seu garoto?

-Quer saber onde Kyungsoo está? Ele foi andar com um amigo,o que quer aqui?

-Pensei que ao vir aqui te encontraria com ele,mas vi que conseguem se desgrudar um pouco.

-Você veio aqui para tentar me atormentar?

-Não,vim aqui apenas para lhe dar os parabéns,nossa empresa está fantástica.

-Que seja,você realmente só se importa com a empresa não é? 

-Foi o que construi com meu suor Jongin,não haja como se não se importasse com os negócios também,agora venha temos que tirar uma foto,pai e filho.

O pai de Jongin o arrastou até onde o fotógrafo estava e se posicionou para tirar uma foto bem formal,Jongin odiava tudo aquilo,e enquanto os flashes tomavam conta de seu rosto,começou a pensar quando foi que seu pai se tornou daquele jeito,talvez depois da morte de sua mãe? Ou quando Jongin se assumiu gay? Talvez...

-Ei Lay,irei ao banheiro voltarei em um minuto.-Kyungsoo disse para o chinês que assentiu enquanto comia mais um dos petiscos.

Kyungsoo seguiu para o banheiro do andar de cima da grande casa,já havia estado ali uma vez e se lembrava bem onde ficava o cômodo,depois de alguns minutos quando abriu a porta para sair dali,se deparou com o velho que Yixing estava acompanhando.

-Assustei você garoto? Oh não se assuste,eu não irei morder você,apenas se me pedir,aí terei o imenso prazer de te marcar com algumas muitas mordidas.

-Perdão mas acho que o senhor não está falando coisas muito coerentes.-Kyungsoo disse tentando se esquivar do velho que agora o cercava e o segurava por um braço.-Por favor me solte.

-Quanto o Kim paga para foder com você hein? Eu posso pagar o dobro do que ele paga,muito mais dinheiro,vamos lá benzinho quanto você quer?-O velho falou e trouxe o corpo de Kyungsoo para mais perto,o mesmo começou a se debater na tentativa de se soltar.-Não seja apressado benzinho!

-Me solte,por favor me solte! Eu não sou um acompanhante eu sou namorado de Jongin,por favor me solte!

-Namorado do Kim? Ele havia dito mas não dei muita atenção sabe?Não sei se poderei levar isso em consideração antes de poder ter seu corpo debaixo do meu.

-Por favor senhor me solte!-Kyungsoo pedia desesperado.

-Eu só irei soltá-lo quando acabarmos a brincadeira que mal começamos.-O velho disse e começou a tentar beijar Kyungsoo.

-Por favor...por favor me solte!

-Ah benzinho,nada disso!

-Solte ele agora!-O velho parou ao ouvir aquela voz grossa vindo atras de si,Kyungsoo abriu os olhos e viu Jongin ali parado.-Solte agora o meu namorado,tire essas suas mãos nojentas de cima dele.

-Ah vamos lá Kim,dívida ele comigo uh? Sei que da onde veio esse poderá vir mais,você já deve ter brincado bastante com ele me deixe aproveitar também!

-O que você está dizendo seu infeliz? Ele é meu,só meu,você chega a ser deplorável,eu sinto pena de um velho como você.-Jongin disse e puxou Kyungsoo que se agarrou ao seu corpo.-Direi apenas uma vez,fique longe do MEU Kyungsoo caso você queira continuar vivendo,e a partir de agora você não tem vínculo nenhum com nossa empresa.

-O que? O que você está dizendo garoto? Sou um dos acionistas.

-A partir de hoje você não é mais,você não faz mais parte das empresas Kim.

Jongin puxou Kyungsoo e começou a andar mais rápido deixando o velho para trás,ao chegar no andar de baixo viu Lay que foi até ele.

-Obrigado pro ter me avisado Lay,por favor venha conosco eu posso lhe deixar em sua casa,aquele velho não está em condições.-Jongin disse o chinês assentiu.

Jongin segurava Kyungsoo contra seu corpo,o menor estava em choque com o ocorrido.

-Não se preocupe meu anjo pois nada de ruim irá lhe acontecer,me perdoe por não ter chegado antes,eu irei cuidar de vocês tudo bem? Me perdoe anjo.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...