História My Little Boyfriend - Suga (BTS) - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Amor, Bangtan Boys, Bts, Drama, Escola, Imagine, Min Yoongi, Poesia, Suga, Você
Exibições 246
Palavras 1.137
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Ficção Científica, Hentai, Poesias, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Five


[ S/N On ]

Eu mal me despedi de Jae e já sentia bastante a sua falta, mas o melhor é eu esperar e tudo vai voltar como era antes. Eu estava a caminho da escola; eu não sabia o que falar para Suga sobre isso, pois nos conhecemos ontem e pode acabar rolando algo entre nós dois, mas como eu quero ver meu irmão feliz, é o único jeito. Cheguei na escola e entrei na mesma, ainda faltava uns dez minutos para o sinal tocar então para aproveitar o tempo eu fui para o jardim. Quando cheguei, sentei na grama e peguei meu celular, fiquei jogando alguns jogos por enquanto mas sinto duas mãos cobrirem meus olhos, fazendo eu perder o jogo.

– Quem é? – Pergunto.

– Não se lembra mais de mim? – Ouço a voz de Suga responder.

– Ah, claro que lembro né Suga! – Ele tira as mãos dos meus olhos.

– Então, tudo bem? – Ele se senta ao meu lado.

– Bem, não muito...

– Por que? Aconteceu alguma coisa?

– É que meu irmão, Jae ele teve que voltar pro Brasil e só vai voltar daqui dois meses... E, eu vou ficar sozinha lá em casa. Mas ele perguntou se você podia cuidar de mim durante esse tempo. 

– Claro que posso s/n!! Eu não falei que iria cuidar de você?! – Ele respondeu empolgado.

– Muito obrigada Suga... Não sabe o quanto fico feliz. – Dei um sorriso.

– Por nada, eu vou pra lá hoje? 

– Bom se você quiser... 

– Então eu vou! Não quero te ver mal! – Ele me dá um abraço e eu retribui.

– Suga... Por que você me deu aquele beijo? – Perguntei baixo.

– Depois eu te explico isso... Tá bem? – Ele ainda me abraçava.

– Ok... Mas olha, eu gostei. – Dei um sorriso pequeno e sinto ele dar um beijo na minha bochecha, só que bem perto dos meus lábios.

  Ficamos ali jogando jogos e conversando sobre a minha casa e depois de um tempo o sinal tocou e fomos para nossa devida sala de aula. Chegamos na mesma e entramos, sentamos em nossas carteiras e eu apenas fiquei na pose que eu sempre fico. Os alunos vão chegando assim como o professor também, ele fez a chamada e deu visto na última atividade que fizemos e depois, pegou o giz e começou a escrever na grande lousa.

Uma coisa que eu estava achando estranho era que eu estava sentindo um cheiro de gás forte, sabe... Tipo que um botijão vai explodir?

– Suga está sentindo um cheiro de gás? – Pergunto baixo.

– Estou, esse tipo de cheiro me dá agonia. – Suga responde.

– Será que o botijão de gás do refeitório vai explodir? – Questionei.

– É né... Pode acabar acontecendo. Vamos esperar para ver.

  Continuamos a fazer nossa atividade e eu acabei de copiar a última questão, respondi a atividade e depois levei meu caderno para o professor dar o visto.

– Professor não está sentindo um cheiro estranho? 

– É, deve ser o botijão de gás.

– Professor, ele está com chances de explodir?! – Minha voz ficou um pouco grossa.

– Eu não sei s/n... Infelizmente.

– Okay... – Peguei meu caderno e voltei para a minha mesa.

– Ai Suga, eu quero sair daqui...

– Por que? 

– Eu acho que o botijão vai explodir, eu quero ir embora!

– Caalma! Vamos esperar um pouco.

  Deitei minha cabeça na mesa e envolvi meus braços, a cada momento o cheiro aumentava assim como o meu medo... Eu realmente quero ir embora daqui!

– Alunos, por favor! Guardem seus materiais e vão pra casa! Vão, vão!! – O diretor Jin surge na sala.

– Mas o que houve Jin? – Questionei.

– O botijão de gás irá explodir! Não percam tempo! Vão logo! – Ele fala e sai da sala.

Os alunos começaram a guardar todos os seus materiais e sair da sala eu apenas peguei minha bolsa, Suga terminou de guardar e pegou em minha mão.

– Vamos s/n! – Ele entrelaça nossos dedos e começamos a correr.

Os alunos corriam desesperados pela escola que estava parecendo que ia acontecer um ataque terrorista. Depois de tanto correr saímos da escola e nos afastamos dela.

– Suga! – Ouço Jimin chamar o Yoongi, junto com Taehyung e Jungkook.

– Meu deus ainda bem que vocês saíram! – Suga falou.

– Oi meninos! – Falei.

– Oi s/n!! – Eles três falam em uníssono.

– Pessoal vamos se afastar mais da escola! – Falei.

– É pessoal vamos! – Suga falou e começamos a correr.

Se afastamos mais da escola e de repente uma explosão aconteceu, decidi olhar pra trás e a escola estava começando a pegar fogo com bastante fumaça! Alguns alunos estavam por perto e eu fique bastante preocupada; depois de alguns segundos, paramos de correr.

– M-meu deus... – Falei.

– Eu não acredito nisso... – Disse Jungkook.

– Pessoal vamos pra casa, alguém pode acabar ficando doente com toda essa fumaça! – Disse Taehyung.

– Está bem... Tchau pessoal! – Disse Suga.

– Tchau! – Todos eles disseram em uníssono. 

– Então, já quer ir pra minha casa? – Perguntei para Suga.

– Claro. – Ele dá um sorriso e começamos a andar.

  Podia ouvir o sons de carro de ambulância assim como o dos bombeiros mas eu apenas decidi esquecer tudo isso e seguir meu caminho para casa com Suga.

Q.D.T

Chegamos em minha casa e eu abri a porta, entramos e eu fui direto para o meu quarto.

– Casa bonita! – Suga elogiou.

– Obrigada Oppa. – Sorri e agradeci.

– Pra onde vai? – Ele questiona.

– Para o meu quarto! Quer vir?

– Quero. – Ele responde.

Entramos em meu quarto e disse pra ele colocar sua mochila no chão, coloquei a minha na cadeira e deitei em minha cama.

– Seu quarto é bem bonito! – Ele elogia se sentando na cama. – Mas não tão bonito como você.

– Ah para Suga! – Falei envergonhada, de repente ouço alguns pingos fortes de chuva. – Está chovendo?!

– Acho que sim... – Suga fala e de repente a chuva começa a ficar forte. – É, está.

– Ah meu deus que bom... Adoro chuva. – Deito em seu colo.

– É... E-eu também a-adoro. – Ele começa a fazer carinho em meu rosto.

– Deita na cama, fica a vontade! – Falei e vejo ele se deitar com eu ainda em seu colo.

– Não vai tirar o uniforme? – Ele questiona.

– Ah sim... Não se importa se eu tirar minha blusa em sua frente né? – Questionei me sentando.

– Ah... Não, claro que não. – Ele responde um pouco gago.

  Sorri com sua resposta e retirei minha blusa e depois me deitei na cama.

– Ah eu estou com sono! – Exclamei.

– Dorme! – Suga fala como resposta.

– Vamos dormir então. – Falei. – Fecha as cortinas da minha janela, dormir no escuro é melhor.

– T-tá bom... – Ele se levanta e fecha as cortinas e depois volta para a cama.

– Obrigada Suga... – Deposito um beijo em sua bochecha.

– De nada minha linda, agora descansa... – Ele me envolve em seus braços, fazendo eu me deitar por cima de seu corpo e ficar com a minha cabeça em seu peitoral.

Em seguida ele faz carinho em meu cabelo, o que fez me aprofundar em um sono forte e carinhoso.

[ S/N Off


Notas Finais


Espero que tenham gostado amores! ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...