História My Little Brother - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Incesto, Vmin
Exibições 121
Palavras 854
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura! ❤

Capítulo 1 - Chapter One


Fanfic / Fanfiction My Little Brother - Capítulo 1 - Chapter One

Taehyung on.

Olhava o que acontecia do lado de fora do carro, enquanto ele se movimentava em uma certa rapidez, na minha cabeça só vinha como séria ir morar em Seul, escola, casa, amigos? Talvez. Com todos pensamentos que rodavam na minha cabeça acabo adormecendo.

   •••

Acordo com meu appa me chamando.

- Já chegamos! - ele parecia animado com aquilo tudo. Desço do carro, respiro fundo e vou até a calçada. Vejo um garoto ele estava vindo até nós parecia envergonhado, suas bochechas um pouco rubras, ele era fofo, parecia ser um pouco mais novo que eu. Meu appa foi até ele é o abraçou firme e forte, parecia que não ia mais soltar o mesmo.

- Filho, esse é seu irmão! - ele sorria. Meu appa tinha um filho além de mim mas não sabia que ele era tão novo.

- Olá, garotinho! - falei bagunçado seus cabelos e um bico se formou, rir da sua cara.

- Vejo que vcs vão se dar bem! - colocava o menor no chão, e uma mulher pulou em cima dele. Minha omma havia morrido logo depois que eu nasci, ele não demorou muito pra arranjar outra. Me ajoelho na frente do menor.

- Qual o seu nome? - sorrio, passando a mão em suas bochechas cheinhas.

- Park Jimin, e o seu? - olhava pro chão.

- Kim Taehyung...- iria fazer mais perguntas mas fui interrompido.

- Vamos garotos - ele disse já caminhando na frente com aquela mulher que nem ao menos sabia o nome. Entro na casa ela era grande, arrumada, logo o garotinho subiu as escadas rapidamente.

- Ô peste não corre! - era a primeira vez que ouvia sua voz, que irritante.

•••

Entro no quarto indicado por eles e o garoto, estava sentado em umas das camas, fungando. Me aproximei.

- O que aconteceu? Tá chorando? - que pergunta idiota Taehyung, anda ajuda o garoto.

- Eu me machuquei, hyung! - apontava para seu joelho, havia lágrimas  sobre seu rosto, peguei ele no colo, fui até o banheiro, coloquei ele sentado no sanitário com a tampa abaixada, abro o armário e pego uma caixinha de primeiro socorros.

- Vai doer...- ele tentava impedir, segurando minhas mãos, riu.

- Não vai doer, eu prometo - sorrio, ele solta minhas mãos, término de fazer o curativo - doeu?

- Não, obrigado! - ele sorria olhando pro curativo.

- Pq não chamou sua omma? - ele apenas foi pro quarto sem me responder, vou atrás dele- Me responde!

- Omma, briga comigo quando eu me machuco diz que eu sou uma peste - ele se jogava na cama.

- Mas esse tempo é pra isso, brincar, correr, descobrir o mundo - caminhava até a outra cama, deitei na mesma.

- Ela disse que assim que casar com seu appa vai colocar eu e você em um internato. - ele se remexia na cama.

- Como você sabe disso? - olhava seus movimentos atentamente.

- Eu ouvi ela falando...- agora ele estava sentado na ponta da minha cama - Posso dormi aqui?

- Pode - ele veio engatinhando até meu lado e deitou a cabeça no meu peito - Não se preocupa com isso, eu vou te proteger. Logo adormeço.

•••

Acordo com o Jimin em cima de mim e cutucando minha cara, abri os olhos lentamente.

- Acorda - ele continua cutucando.

- Eu já acordei, o que você quer? - segurei suas mãos.

- Eu quero brincar com você  - ele sorria.

- Eu vou tomar banho, depois a gente brinca - tiro ele de cima de mim.

•••

Jimin estava me "puxando" pra fora de casa, eu apenas ria a sua insistência.

- Hyung, o dia está bonito...pq você vai ficar no quarto? - quando percebo já estou fora de casa e ele correndo sobre a grama verde - Nem me pega - fazia caretas e voltava a correr. Fui obrigado a correr atrás dele logo consegui e peguei ele no colo.

- Perdeu baixinho - mas uma vez um pequeno bico criou em seus lábios.

- Eu não sou baixinho, você que é grande de mais - ele dizia e me fazia gargalha.

- Agora a culpa é minha? - o coloco no chão.

- Eu só tenho 10 anos, vou crescer - se sentou no chão e começava a arrancar a grama.

- Taehyung - mais uma vez aquela mulher gritava - Vá pro seu quarto, eu não deixei você sair! - ele já ia se levantar.

- Ele não vai agora - falei calmo.

- Como assim ele não vai? - ela se aproximava mas continuava gritando.

- Tudo bem, hyung! Eu já ia entra mesmo - já estava a caminha pra dentro de casa.

- Muito bem moleque - ela bateu na cabeça dele e ele logo começou a chorar - Para de chorar, eu definitivamente te odeio! 

- Não bata nele - fui até o mesmo e o abracei.

- Quem é você pra dizer o que eu faço eu não? - ela me olhava com raiva.

- Bata em alguém com tamanho pra se defender - acariciava o rosto do Jimin.

- Você cala a boca moleque imprestável - ela estava mais raiva.

- Vem calar - sorria desafiando sua "autoridade".


Notas Finais


Obrigado por lerem! ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...