História My Little Cat 1ª 2ª 3ª Temp - Capítulo 87


Escrita por: ~

Postado
Categorias Demi Lovato, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camila, Camren, Demally, Lauren G!p, Norminah
Visualizações 249
Palavras 1.105
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Yuri
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Mais um para vocês, pensei em mostrar parte do passado turbulento das outras meninas além da Lauren e da Camila..

Capítulo 87 - Parte do meu passado


                  Dinah Jane



Eu não sei ao certo porque estou aqui pelo que me lembro ela falou que se eu voltasse até aqui ela me chutaria como nunca antes e cara ela tem um belo chute de direita.

Abro a porta da pequena cafeteria e suspiro olhando pelo local procurando pelas duas e em segundo vejo minha possível salvação.

Ela assim que me vê abre um sorriso e vem com calma na minha direção.

-Hey DJ! - Fala animada me abraçando forte.

-Hey Lex. - Sussurro a abraçando forte.

-Espera. - Fala afastando nossos corpos. - Para você está aqui.. Dj ela vai te matar!

Ela me abaixa e eu suspiro já esperando por isso.

-Calma Lex estou preparada para isso. - Falo me levantando e em segundos um copo passa raspando por nós duas.

-Engraçado eu não falei que você só deveria voltar aqui se fosse para me mostrar sua prole? - Ouço a voz dela e me gelo toda.

-Amor calma olha.. Não precisa tentar matar ela e nem eu. - Pede Lex.

-Lexa eu lembro bem que ela prometeu deixar o passado no passado. - Fala Clarke nos encarando.

-Foi mal se te alivia eu preferia estar morta agora. - Sussurro me sentando no banco perto do balcão.

-Como? - Pergunta descrente parando na minha frente.

-Eu estou no fundo do poço vim aqui implorar um emprego nem que seja um medíocre qualquer. - Falo apontando para um Expresso do cardápio.

-Pelo que eu sei você é dona de um Bistrô cinco estrelas. - Fala ela me servindo.

-Eu estou me divorciando, não tenho casa, emprego e nada a não ser um telefone e uma mochila com algumas peças de roupas.

-Que tal você nos explicar isso com calma? - Pede Lexa que pega o celular dela discando um número. - Woods Griffin falando, prepare a suíte de hóspedes e tira aquela velharia da garagem e lave.

Ela desliga o telefone e vejo Clarke sorrindo para ela.

-Você vai viver comigo e a Clarke. - Fala Lexa passando um braço por meus ombros.

-Já estou dando trabalho para outras amigas não precisam se preocupar.

-Ela não está pedindo você sabe. - Comenta Clarke bebendo algo parecido com um chá.

-Você nos procurou porque somos seu começo lembro bem quando nós três começamos aqui, agora fala para nós porque dessa mudança toda.

-Eu e a Normani nunca fomos um casal, foi tudo uma mentira ela nunca contou para os pais que estava comigo e o ex dela sempre vive aparecendo do inferno para me fazer perder a cabeça, sinceramente eu errei em me mudar para cá eu deveria ter aceito aquele emprego em Manchester e ter ido com a Olivia.

-Nós sabemos bem que você viveria uma prisão sem fim ela sempre quis você como um animalzinho. - Comenta Lexa com o olhar escurecido.

-E daí? Do que adiantou eu ficar aqui? Eu vivi uma mentira e o sofrimento está sendo enorme. - Falo suspirando.

Sou arrancada do banco com um puxão na minha jaqueta e sinto meu corpo ficar tenso.

-NUNCA REPITA ISSO! . - Exclama Lexa com raiva no olhar.

A empurro me soltando dela e ajeito minha roupa tirando uma nota de cinco deixando em cima do balcão.

-Foi um erro vir aqui, esqueçam que eu pisei aqui. - Falo virando e saindo do lugar caminhando na direção que usei para chegar aqui.

Pego meu cigarro e o acendo suspirando baixo.

Não dou nem dez passos e meu corpo e parado em um aperto leve.

-Não deixa ela assim Dj, você sabe o quanto foi difícil para ela te encontrar daquela forma aquele dia, se não fosse pela intuição dela você poderia até estar morta. - Sussurra Clarke chorando.


*Sete anos antes*


-Dinah você pode me ajudar com meu carro lá em casa é a terceira vez essa semana que ele me deixa na mão. - Pede Olivia parando na minha frente.

-Claro que eu posso. - Falo deixando meu caderno de lado.

-Só eu virar as costas e a maluca aparece. - Comenta Lexa com alguns menus na mão.

-Tchau Dinah. - Fala Olivia saindo da cafeteria.

-Cara fica longe dessa maluca ela não é coisa boa. - Fala Lexa tocando o topo das minha cabeça em um carinho.

-Relaxa Lex. - Falo guardando meu caderno e pegando o bloco de notas. - Hora de trabalhar.


~Horas mais tarde~


Toco a campainha da casa da Olivia e a porta se abre e ela me puxa para dentro.

-Que bom que você veio Dinah. - Fala sorrindo para mim. - Vou fazer um café para nós.

Concordo e me sento no sofá deixando minha mochila do meu lado.

Minutos depois ela aparece com duas xícaras e me entrega uma, bebo o café e sinto ele bem forte.

-Nossa esse é bem.. - Sinto minha cabeça pesar e solto a xícara a fazendo se quebrar quando entra em contato com o chão. - Olivia? - Sussurro sentindo meu corpo pesar.

-Calma Dinah logo você ficará bem. - Fala acariciando meu rosto. - Você é minha Dinah..

Apago não conseguindo mais ouvir oque ela falava.


~Duas horas depois~


Acordo e custo a abrir meus olhos e quando consigo fazer isso tento mexer meus braços que estão presos em uma cama grande.

-Oque? - Sussurro forçando meus braços.

-Não adianta meu amorzinho. - Escuto a voz da Olivia perto de mim.

-Olivia me solta você enlouqueceu? - Falo forçando mais meus braços.

-CALADA! - Grita e sinto minha barriga em chamas. - Você é minha eu sempre soube disso Dinah e ninguém agora poderá nos atrapalhar.

Quanto mais eu negava mais ela ficava nervosa e me machucava só depois que meu corpo despertou por completo que consegui sentir que ela me feria com um tipo de bisturi.

Não sei quanto tempo passou só conseguia negar e por causa das dores desmaiar e ser acordada com tapas por ela.

-VOCÊ NÃO PODE NEGAR O NOSSO AMOR! - Fala me ferindo mais.

-Que.. amor.. que fere.. Olivia? - Pergunto com a voz falha  custando a ficar consciente.

-EU..

Ela nem ao menos conseguiu falar algo a mais quando a porta foi aberta com brutalidade e vejo Lexa vindo com rapidez empurrando Olivia que cai longe de nós.

-Maldita eu sabia que meu pressentimento não estava errado. - Fala Lexa puxando Olivia pra cima a empurrando para o closet a trancando lá.

-Lex. - Sussurro sentindo meu corpo pesar.

-Hey Dj fica comigo. - Pede ela segurando meu rosto enquanto com a outra mão cortava a corda que me prendia. - Dinah não me deixa por favor.

Suspiro e fecho meus olhos sentindo pela primeira vez uma segurança única nos braços da minha amiga.


*Tempo Atual*


-Desculpe. - Falo a abraçando forte e sinto mais dois braços ao nosso redor.

-Sua teimosa não sabe o quanto me preocupo com você. - Sussurra Lexa.

-Desculpe. - Sussurro mais uma vez deixando que mais uma vez aqueles braços me acalmasse e me desse conforto.


Notas Finais


Até o próximo..


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...