História My little Good Girl - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Black Pink, Got7, Sensational Feeling 9 (SF9)
Personagens Chani, Jisoo, Mark
Tags Blackpink, Chani, Got7, Jisoo, Mark, Sf9
Exibições 41
Palavras 732
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hey babys, espero que gostem <3

Capítulo 1 - Garoto do sorriso bonito


Fanfic / Fanfiction My little Good Girl - Capítulo 1 - Garoto do sorriso bonito

Jisoo pov's:

A alguns dias eu descobri que tenho uma doença em estado final, eu demorei muito para procurar um profissional e agora eu vou morrer dentro de alguns meses. Acredito que meu pai tenha ficado mais arrasado do que eu, pois ele não consegue dormir a semanas. Eu me sinto tão mal por ele, mas não a nada que eu possa fazer.

Afinal, uma garotinha de 15 anos não pode fazer nada perante uma doença em fase terminal. A única coisa que me resta é estudar enquanto eu posso, já que não vou poder concluir o colegial, ir para a faculdade de medicina, virar médica, salvar vidas, ter uma família. Aigoo, por que me sinto tão deprimida? Eu deveria estar sorrindo enquanto eu posso e não pensar que não vou poder viver o mesmo que meus amigos.

Canso de todos aquele pensamentos que não vão me levar a lugar algum, levanto de minha confortável cama, caminho sem emoção até o banheiro e tomo um banho quente e demorado. Depois de devidamente arrumada com um moletom preto, uma calça jeans, um vans e meu boné, vou até a cozinha com minha mochila nas minhas costas. Comprimento meu velho pai que parecia mais animado do que o normal, tomei meu café junto com ele e logo o mesmo me levou para a escola.

Mais um dia nesse lugar, vamos ver quantos ainda irão vir, entro na escola e logo avisto minha roda de amigas, Lisa, Jennie e Rosé, minhas melhores amigas desde que me conheço por gente. Nós conversávamos animadamente, até Rosé apontar para alguém atrás de mim. Me virei e me encontrei diante de um garoto, cabelo cor de beterraba, olhos castanhos e puxados, pele clara e um lindo sorriso com presas afiadas. Ele me olhava com um sorriso largo.

XX: Você que é a tal Jisoo, não é? -Sua voz era incrivelmente gostosa de se ouvir

Jisoo: Sim... E você? Quem seria?-Ele ri fraco.

Mark: Ainda não nos conhecemos, perdão. Sou Mark Tuan, é um prazer conhece-la.

Ele continuou ali até Jackson o chamar, ou seja, ele é amigo daqueles populares idiotas? Bom, pela forma como eles se trataram a resposta obviamente é sim... O que um popular iria querer com alguém como eu? Quer dizer, minhas amigas fazem parte dos populares, mas eu sou só eu...

 

Mark pov's:

Garotas, bebidas, festas, drogas, sexo, é disso que minha vida é composta. Junto com meus melhores amigos fazemos altas merdas.  Mas hoje minha vida iria mudar.

Quando um tal de Peter me liga e diz que queria conversar comigo. Nos encontramos em um café, ele me contou que tinha uma filha e que ela estava com uma doença em fase terminal. Ele disse que queria que ela morresse sentindo o que é ser amada por alguém que não seja o próprio pai.

Ele me ofereceu uma boa quantia de dinheiro, quer dizer boa não, uma ótima quantia e eu não tive como negar. De agora em diante eu tenho que faze-la se apaixonar por mim e ser o melhor namorado falso do mundo. Talvez eu me sinta mal quando ela morrer, ou talvez eu nem me importe, vou apenas me aproveitar dela enquanto eu estiver fazendo esse favor ao pai dela.

Eu teria que começar o plano hoje, afinal já recebi meu primeiro pagamento, que obviamente vou gasta-lo em alguma festa hoje a noite. Eu com certeza teria negado, se não fosse pela alta quantia de dinheiro. Tipo, ele não tem dó de pagar um valor tão grande pra um namorado falso que vai iludir a própria filha? Esse cara é louco!

 

Jisso pov's:

Na hora do almoço Mark nos fez sentar junto com seus amigos, me senti meio desconfortável ao contrário de minhas amigas que estavam muito a vontade, a vontade até demais eu arriscaria dizer. Pelo fato de eu ser a mais nova e tímida, eu troquei poucas palavras com eles, mas sempre que eu falava eu ouvia algo como "tão fofa" ou "que bonitinha" vindo de Mark.

Aquilo era constrangedor demais pra mim, não sei se vou me acostumar a viver cercada por Mark, na verdade, tenho até um pouco de medo de poder ama-lo. Afinal, eu ainda não sei bem o que é amar garotos, eu nunca me apaixonei e tenho medo que ele seja o primeiro, eu me sinto tão perdida, tenho medo do que pode acontecer.


Notas Finais


Hey everybody, gostaram do primeiro cap?
Espero que sim
Nos vemos no próximo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...