História My Little Hybrid - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Híbrido, Hybrid, Jikook, Jimin, Jungkook
Exibições 150
Palavras 1.070
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Chegay
E não demorei tanto quanto da última vez, não é?
Obrigada por todos os comentários e favoritos do último capítulo
Amo vo6
Bem, mudei a capa como podem ver, mas não gostei muito do resultado
Então, peço para que, se souberem de alguém que faça boas capas para fanfic, me digam, pois não pretendo ficar com essa capa por muito tempo
Não vou enrolar aqui, só fiquem com esse cap novinho

Capítulo 4 - Jungkookie... what is this?


– TaeTae! Que horas vamos voltar para casa? – resmunga o híbrido. Já havia se passado 4 horas desde que saíram de casa.

– Daqui a pouco. Vou ligar para o Jungkook pra ver se já podemos ir. – O ruivo tira o celular do bolso e procura o contato de Jeon, ligando assim que o encontra.

Jungkook demora um pouco para atender a chamada de Taehyung.

O que é?! – pergunta grossamente e ofegante.

– O que você e YooNa estavam fazendo para você estar ofegante assim? Aigoo! Nem precisa me responder. Será que já dá para voltarmos? Já está quase na hora do almoço. Manda sua namoradinha ir embora logo. – Taehyung murmura começando a ficar entediado. 4 horas não é pouca coisa.

Você atrapalha minha transa e ainda quer ter o direito de reclamar? – responde incrédulo do outro lado da linha.

– Me poupe dos detalhes, Jeon Jungkook. Vai demorar muito aí a transa? – revira os olhos.

Vá à merda. Quando puderem vir eu ligo. Tchau! – desliga, assim, sem mais nem menos.

Os outros dois ali presentes olham na expectativa para Taehyung, que solta um sorriso amarelo à eles.

– Acho que dá para esperarmos mais um pouco. – Se senta em um banco da praça, sendo acompanhado dos outros.






Passa-se alguns minutos e Taehyung sente seu celular vibrar em seu bolso. Um sorriso brotou em seu rosto na esperança de que fosse Jungkook, mas o sorriso logo morre assim que vê uma mensagem de Yoongi.


Yoongi: O que fazem na praça? Eu vejo você, Hoseok e mais um garotinho.

Taehyung: Onde está? Não estou te vendo.

Yoongi: Posso ir até vocês?

Taehyung: Não sei o porquê de ainda não ter vindo.

Taehyung bloqueia a tela de seu celular e continua procurando seu amigo com os olhos.

– Quem você tanto procura, Kim Taehyung? – Hobi pergunta curioso.

– Suga me disse que está por aqui – continua olhando para os lados, até que vê Yoongi se aproximando com as mãos nos bolsos da calça preta e a típica expressão de nada em seu rosto – Ali ele! – aponta para o esverdeado.

Hoseok suspira em descontentamento quando vê o branquinho chegando.

– Olá.

– Olá, Suga. – Tae fala travesso, sabendo que Yoongi não gostava nada desse apelido.

– Já disse que odeio que me chamem assim – revira os olhos – Oi, Hoseok – cumprimenta com mal gosto e logo depois foca seu olhar no pequeno híbrido – E este é...?

– Jimin, Park Jimin! – o menor estende a mão gordinha, que logo é pega pelos dedos gélidos de Yoongi.

– Olá, Jimin! – dá seu sorriso gengival, o que fez com que Jimin sorrisse junto a si.

– Ah, Yoongi! Temos algumas coisas à lhe contar e tem a ver com Jimin.


Depois de alguns poucos minutos, Tae conta tudo sobre Jimin e o porquê de o mesmo estar ali na praça consigo e Hobi.

Yoongi havia se encantado por Jimin em tão pouco tempo. O híbrido era realmente adorável na visão do mais velho. O eye smile de Jimin prendia a sua atenção e o desconcertava. Yoongi sabia que isso era só uma simples atração, porque ainda ama Taehyung com todas as suas forças e ainda tem em mente; fazer com que Taehyung se apaixone  por si. 

Novamente, Tae sente o celular vibrar em seu bolso. Um sorriso aliviado surge em seu rosto quando vê o nome "Jungkookie".

– Jungkook! Podemos voltar para casa agora?! Nós estamos mortos de fome! – Taehyung fala, desesperado é a palavra que o descreve.

Podem, sim. Ah, e não se preocupe. Nós não transamos no sofá. 

– Aish, garoto! Já estamos indo. Espero que tenha um banquete enorme nos esperando. Tchau!

– Já vão? – Yoongi pergunta olhando para Taehyung que havia se levantado assim que encerrou a chamada.

– Infelizmente, sim. Nos vemos depois. Tchau, Suga!

Yoongi afaga os cabelos de Jimin e dá um beijinho na bochecha do mesmo, que cora violentamente.

– Tchau, TaeTae, Hoseok e Jiminnie! – acena para o menor. Jimin repete o ato e sai correndo atrás de Taehyung e Hoseok que já atravessavam a rua.


Jungkook, do outro lado, tomava um banho pensando em maneiras de como torturar Taehyung por ter atrapalhado seu momento com YooNa. 

Se lembrara de pensar em Jimin enquanto beijava a loira, se perguntou qual seria a textura dos lábios carnudos e língua do híbrido. Mas logo voltou seus pensamentos à loira seminua à sua frente.

Foi uma transa e tanta. Pensou Jungkook.

Na realidade, ainda não sabia o porquê de estar com YooNa. Não chegava a amá-la como um homem deve amar uma mulher. Talvez estivesse com ela apenas por desejos carnais e diversão. Além de que ela é uma garota muito bonita e gostosa, como dizem os meninos de sua faculdade.

Ouve a porta da sala ser aberta e sai do box, se secando rapidamente. Ele amarra a toalha em sua cintura e vai correndo para seu quarto. Assim que entra, toma um susto com Jimin jogado de bruços em sua cama, fazendo com que seu bumbum avantajado ficasse virado para cima.

Droga. Jungkook sente uma fisgada em seu membro quando vê tal cena.

Jimin percebe uma movimentação diferente no quarto e se vira para a porta, tendo a visão de um Jungkook ereto e apenas com uma toalha na cintura. Claro que Jimin não percebeu a pequena ereção por baixo da toalha e Jeon agradeceu mentalmente por isso.

– Oi, Kookie! – o menor se senta de pernas cruzadas e dá um sorriso para Jungkook, que fica encantado com o sorriso do moreninho.

– J-jimin – gagueja e se bate mentalmente por tal ato – Pode sair para eu me trocar? É rapidinho. – sorri amarelo.

– Claro! – o menor se levanta e Jungkook percebe o quão apertada sua bermuda ficou em Jimin.

Sente seu membro pulsar fortemente por debaixo do pano da toalha e suspira ao ver que Jimin já não estava presente no mesmo cômodo.

Solta a toalha e deixa a mesma cair no chão, vendo o quão duro seu membro estava.

– Parece que terei que me aliviar.

Toca sua pélvis e sente um tremor passar por todo o seu corpo. Estava se auto-torturando e não parecia uma ideia tão má.

Começa fazendo movimentos de cima a baixo, soltando alguns gemidos baixos e demorados. Encosta seu dedão na glande melada de pré-gozo e massageia ali, deixando que mais alguns murmúrios saíssem de sua garganta. 

– A-ah, J-jimin... – solta sem querer

Ouve alguns passos rápidos vindos do corredor e logo sua porta é escancarada pelo híbrido sorridente.

– Kookie! TaeTae está pergun- – para de falar assim que vê seu hyung com um membro pulsante para fora e sua mão nele – J-jungkookie... o-o que é i-isso? – aponta para o mesmo.

– Minnie...


Notas Finais


Ficou curto? Ficou
Mas é como eu disse
Para eu conseguir postar com mais frequência os capítulos serão menores :/
Mas e aí? O que acham que acontece no próximo capítulo?
Ah, e não se esqueçam de comentar o que estão achando da fanfic

E mais uma coisinha; me digam mesmo se sabem de alguém que faça boas capas para fanfics

Beijos ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...