História My Little Kookie •Imagine JungKook• - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Tags Bangtan Boys, Bts, Comedia, Drama, Imagine, Jungkook, Romance
Visualizações 77
Palavras 934
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Vortay...(͡° ͜ʖ ͡°)
Estou tentando não demorar pra postar capítulo mas está difícil pois minhas aulas voltaram.
E você me fala(ou n): "mas até quando você estava de férias você demorava pra postar desgraça!"
Vou explicar o porquê de eu demorar para postar capítulos nessa bosta. É o seguinte:
Eu como sou linda e maravilhosa, assito uma coisa que me ilude cada dia mais, chamada "dorama". E eu sempre estou assistindo doramas. E tem aquele "ciclo" ( n menstrual) que eu assisto o dorama, quando ele acaba eu entro em desespero e fico vazia por dentro e começo a viver uma crise existencial. Quando essa "crise" acaba eu escrevo capítulo novo pra essa fanfic... Entendeu?
Eu entendi!
Se você leu até aqui... Parabéns, você perdeu seu tempo! Você poderia estar lendo o capítulo novo! Vai ler!
2bj❤

Capítulo 24 - Capítulo 24... "Você não encostaria um dedo em mim"


Me sentei na cama e o encarei.

-Eu acho que você está roubando!

-Não estou não! Você que é ruim em pedra papel e tesoura e fica jogando a culpa em mim!

-Tá, vamos continuar! 

Dessa vez eu coloquei papel e ele pedra.

-HÁ! EU GANHEI! VAI TER QUE TIRAR A CAMISA!

-Tá... - suspirou e se levantou da cama ficando de pé na minha frente, segurou na barra da blusa e a puxou para cima revelando seus belos músculos, jogou a camisa em um canto do quarto e se sentou na cama me encarando. - O que foi?

-Eu...

-Você o que?

-Não tô sentindo meu útero...

-Você sente seu útero? - me olhou confuso.

-Acho que não!

-Então por que... - foi interrompido pelo som do meu celular tocando.

-Cadê meu filho? - me levantei da cama olhando  ao redor, procurando o pobre celular perdido até que o encontrei debaixo das minhas roupas no chão. - Achei! - disse vitoriosa e atendi a ligação de um número desconhecido.

                *Ligação on*

-Alô?

-S/n onde você está?!

-Quem é?

-Sou eu!

-Eu quem?

-SEU PAI!

-NÃO GRITA COMIGO! SEU SEM EDUCAÇÃO!

-VOCÊ QUE NÃO PODE GRITAR COMIGO, EU SOU SEU PAI!

-VAI PASSAR TROTE  NA SUA AVÓ CARALHO!

-OLHA A BOCA!

-O que você quer?

-Onde está?

-Onde você esta?!

-Eu que te pergunto!

-Me responda primeiro!

-Eu quem faço as perguntas aqui mocinha!

-Estou na casa do JungKook!

-Jung quem?

-Quem disse pra você que eu saí?

-A Alicia acordou e você não estava no quarto, então ela me chamou. Pensou que alguma coisa poderia acontecer com você...

-Você poderia falar pra ela que eu mandei ela ir tomar no cu?!

-S/N!!!

-Para de gritar! Não sou surda!

-Que seja! Estou indo te buscar, não saia daí!

-Você não sabe onde o JungKook mora...

-Me diga onde ele mora!

-Descubra sozinho! Tchau.

            *Ligação off*

-Quem era?

-Meu pai... - coloquei o celular sobre a mesinha que havia no quarto e saí do mesmo indo para cozinha e abrindo a geladeira olhando o que tinha dentro. - NÃO TEM TODDYNHO NÃO?

-Não. - falou JungKook brotando atrás de mim.

-Que bosta! - me virei e fechei a geladeira atrás de mim. - Vamos ver... -saí andando pela cozinha procurando algo para beber, mas não encontrei nada.

-Seu pai vem te buscar?

-Vem! - me sentei encima da mesa.

-Então vai vestir suas roupas! Se ele chegar aqui e te ver nesse estado vai cortar meu...

-... Calma! Ele não vai! Porquê você não encostaria um dedo em mim.

-Sabe que a gente já namorou né? - veio andando em minha direção e parou em minha frente me encarando.

-Lembra aquele dia em que estávamos voltando da escola e eu disse que tive um sonho? Um sonho em que você estava me possuindo encima da mesa?

-Lembro.

-Daí você me perguntou... "Quer que eu torne seu sonho  realidade?"

-Eu disse isso?

-Disse algo do tipo!

-E o que isso tem haver?

-Tem haver que eu estou quase pelada encima de uma mesa, e você está aí... Paradão.

-O que quer que eu faça?!

-Não escutou a palavra "possuir"?

-Não! Eu escutei a palavra "possuindo"! - deu uma risada e eu o acompanhei.

-Lebra quando... Você me beijou naquele banquinho da praça? - sorri ao me lembrar daquele dia.

-Como eu poderia me esquecer disso? - sorriu.

-Posso te fazer uma pergunta?

-Faça! - se aproximou, deixando nossos rostos bem perto um do outro. - Estou esperando... - olhou nos meus olhos. - Não vai fazer? - sussurrou de uma forma provocativa.

-E-e-eu esqueci o que eu iria perguntar. - pude sentir minhas bochechas queimarem.

-Então me deixe te fazer uma pergunta!

-Vá em frente...

-Você acha que... Ainda temos chance?

-C-como assim?

-Sabe, você e eu... Juntos!

-Talvez sim... Talvez não. - coloquei minhas mãos em seus ombros.

-Por que "talvez não"?

-Você pode ser só mais um daqueles garotos que gostam de brincar com os sentimentos das garotas. Faz uma lista com vários nomes de garotas no qual você já pegou, e as que você pretende pegar...

-Posso te garantir que não sou esse tipo de garoto! - aproximou mais ainda nossos rostos, fazendo com que dessa vez nossos lábios ficassem bem perto, quase encostando um no outro.

-Como vai me garantir? - sussurrei.

-Como quer que te garanta? - colocou suas mãos em minha cintura.

-Para de fazer perguntas confusas!

-Eu só vou parar quando disser sim à minha pergunta!

-Não posso... - sussurrei.

-Por que não? - sussurrou de volta.

-Ainda não provou seu amor por mim.

-O que quer que eu faça? 

-Me deixe pensar... Por que não sai na rua gritando que me ama?

-Ótima ideia! Mas antes... - selou nossos lábios rapidamente e depois se afastou. - Tinha que fazer isso!

-Tá bom né...

-Vamos! - me pegou no colo e me levou até a porta. 

-não, espera!

-O que? - me encarou.

-Eu meio que estou pelada!

-É verdade! - disse e me colocou no chão. - Vem! - segurou na minha mão e saiu me puxando até seu quarto, onde pegou a sua blusa que estava no chão e veio em minha direção. - vem cá! - vestiu a blusa em mim.

-Meu Deus!

-Vamos!

                  [...]

-Acho melhor eu filmar isso!

-Também acho!

Nesse momento eu estava na calçada em pé rindo feito uma boba enquanto JungKook estava no meio da rua se preparando antes de começar a gritar.

-Anda logo!

-Tá bom... S/N EU TE AMO! - começou a gritar e correr de um lado para o outro. - S/N VOCÊ FOI A MELHOR GAROTA QUE EU JÁ CONHECI NA VIDA!!!

 -Eu tô morrendo... - dias entre meio as risadas.

-ACHA QUE EU ESTOU BRINCANDO? - parou de correr e olhou para mim. - EU VOU ME CASAR COM VOCÊ! 

-Sai do meio da rua tá vindo um carro. - saiu do meio da rua e ficou ao meu lado. 

-ESTÁ VENDO ESSA GAROTA? - olhou pra mim. - EU VOU ME CASAR COM ELA! SABE POR QUE? PORQUÊ EU AMO ELA! - me abraçou.

-Para de gritar no meu ouvido!


...




Notas Finais


Cap atrasou '-'... Foi mals


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...