História My Little Malfoy - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alvo Potter, Arthur Weasley, Astoria Greengrass, Daphne Greengrass, Dominique Weasley, Draco Malfoy, Fleur Delacour, Fred Weasley Ii, Gina Weasley, Gui Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Hugo Weasley, Jorge Weasley, Lílian L. Potter, Louis Weasley, Minerva Mcgonagall, Molly Weasley, Pansy Parkinson, Personagens Originais, Ronald Weasley, Rose Weasley, Roxanne Weasley, Scorpius Malfoy, Tiago S. Potter, Victoire Weasley
Tags Baby, Harrypotter, Hogwarts, Malfoy, Roseweasley, Scorpiusmalfoy, Weasley
Exibições 93
Palavras 1.098
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Heyyy!!

Tudo bem ?

Desculpem pela demora , mas por motivos pessoais e por ter de estudar , pois a época de testes já começou nao consegui mesmo actualizar.

" Nao me lancem Avadas ^^ "


Enfim , espero que gostem :)

Capítulo 4 - Cap 4


Gostava que Roxy ou Kourth fossem a madrinha do meu bebe , mas depois havia Dominique e Victorie.

Por muito que eu gostasse de Lily , não a ia deixar se madrinha do meu bebe. Lily tinha 14 anos e não que eu fosse muito mais velha que ela, porque não era, mas a minha prima era um poço de irresponsabilidade

" Fala a rapariga wue engravidou aos 16 "

"Shiuu"

  Pelo o que a avó Molly conta, os meus pais só decidiram que os meus padrinhos iriam ser o tio Harry e a tia Gina semanas antes do batizado. A minha mãe achava mais prudente ser o tio Percy e a tia Audrey, o meu pai diz que ela só podia estar louca ou então com as hormonas à flor da pele por causa da gravidez do meu irmão. Tenho a mais pura certeza de que mais depressa o tio George e a tia Angelina seriam meus patinhos do que propriamente Percy e Audrey.

  O engraçado é que eu até à bem pouco estava cheia de medo do que o futuro me esperava , mas devido ao apoio de Alvo já até estava a pensar nos padrinhos de  bebe que sequer nasceu.

Comi apenas uma fatia de bolo de chocolate , e dirigi-me para a sala precisa com Alvo, encontrando lá todos os meus primos e Hugo que fez questão de me ignorar .

Sentamos-nos no chão formando um círculo, conjura-mos uma garrafa e jogamos verdade ou consequência, o jogo estava a ser completamente desinteressante se me permitem dizer , até que a garrafa girou e foi a vez de Fred com um sorriso travesso perguntar a Roxane:

- Então maninha, a princesinha é virgem ?

O clima ficou tenso e eu olhei para Alvo que por sua vez olhava para Fred como se o quisesse aniquilar e para Roxane temendo a resposta. Roxy, por sua vez endireitou a sua postura e respondeu com o mesmo sorriso do irmão

-Não

Todos a olhamos a olhamos espantados , especialmente Alvo e Fred. Roxane ao ver as nossas expressões revirou os olhos e disse com um tom falso de desapontamento

-Pensei que todos soubessem que eu sou Capricórnio

  Desta vez todos nós reviramos os olhos e Alvo suspirou aliviado fazendo-me rir fracamente, reparando , ele fez cara de desentendido mas no fim deu um pequeno sorriso rasgado que passou despercebido por todos, exeto por mim.

Acabando o jogo começamos a falar sobre banalidades do dia a dia, até que se fez uma luz na minha cabeça e perguntei

-Como ficou o jogo? Ganhamos?

Todos ficaram tensos , principalmente Dominique que eu estava a fazer o favor de ignorar , Hugo meio a contra gosto acabou por responder

-A Grifinória ganhou.

Calma Rose, respira fundo

- Como é que a Minerva deixou a Sonserina jogar sem apanhador?

Desta vez foi James a responder fazendo uma careta

- O Scorpius pós a Anne como apanhadora...

- Que Anne?- pergunta desnecessária , a raiva começou a subir-me à cabeça

Lucy, uma das filhas do tio Percy e da tia Audrey respondeu

-Deves conhecer muitas não haja dúvida ...Anne Krum , ora!

Não esperei até Lily lhe bater na cabeça e sai a passos largos da sala, Fred e Louis apanharam-me a meio dos corredores e cada um agarrou-me um braço

-Calma Rosie!- pediu Louis

- Calma! .- olhei-o incrédula.- Como é que tu queres que eu tenha calma?- gritei e desta vez Fred pediu o mesmo que o primo.- CALMA O CARALHO QUE VOS FODA, LARGUEM-ME JÁ.- gritei e os dois soltaram-me , corri até ao salão comunal , encontrei Pirraça quase à entrada a fazer piadinhas mas "educadamente" mandei-o se foder.

Quando abri a porta do meu salão comunal, todos pararam o que quer que estivesses a fazer para me olhar

- O QUE FOI? QUEREM UMA FOTO? QUALQUER COISA AINDA VOS DOU COM AUTÓGRAFO!- gritei com a varrinha em punho

Segui para o dormitório do Malfoy , ignorando os avisos de Anthony Zabine.

-Alomorah!- disse o feitiço e entrei no quarto interrompendo os dois que enchiam o quarto de gemidos , comecei a ficar vermelha dos pés à cabeça, não de vergonha mas sim de raiva , tinha herdado isso de Rony...

- Rose!- exclamou a doninha albina , projecto de Barbie mal- feita , loira de farmácia, filhote de comensal ...admirado...

O Malfoy rapidamente saio de dentro Dela ,e ambos se taparam com o lençol verde, ela olhou-me cheia de cinismo mas quando lhe apontei a varinha o cinismo passou a medo, voltei-me para Scorpius

- Como é que tu te atreves? - perguntei apontando-lhe a varinha à testa - QUEM É QUE TU ACHAS QUE ES MALFOY?

Anne aproveitando eu estar quase a azarar o loiro tentou sair de fininho , mas eu instantaneamente voltei-me para ela e apontei-lhe a varinha, fazendo-a estremecer

- TU FICAS!- ordenei e ela de mansinho juntou-se a Scorpius.- QUEM É QUE TU ACHAS QUE ES PARA DECIDIR O QUE FAZER COM A MINHA EQUIPA , SUA FUINHA? EU , ROSE MOLLY  WEASLEY NUNCA PERDI UM JOGO DE QUADRIBOL ATÉ HOJE!-  lágrimas começaram a escorrer pelos meus olhos e Scorpius alarmou-se

-Calma Rose, olha o b....

- CALMA O CARALHO , MALFOY! .- a varrinha que dantes estava na sua testa agora estava no seu peito , voltei-me para Anne que ameaçava sair

-EU DISSE QUE FiCAVAS!- voltei a varrinha para ela e já quase sem voz de tanto gritar  , disse - Petrificus Totalus .- voltei-me para o loiro.- Ouve bem e depois transmite à tua amiguinha.- apontei para a puta...ups Anne.- Vocês estão os dois fora da equipa.

Scorpius sentou-se na cama e ponderando se ia falar ou contínuar calado( o que era mais viável) disse :

- Olha Rose, eu sei que vamos ter um filho, mas...

-Mas nada! O facto se ter-mos um filho não muda nada! A mim pouco me importa com que putas tu andas , vê se entende,! Mas libra-te da minha equipa perder a taça pela tua infeliz ideia de te armarres em capitão de equipa e de porres a Krum como apanhadora

Voltei-me para traz mas antes de sair do dormitório dei um pequeno conselho

- Ahhh e Scorpius... Não comentes com ninguém o que se passou, da mesma maneira que a petrifiquei, petrifico-te a ti e atirovos bem do cimo da torre da Astronomia

-Mas ...e o nosso filho?

Dei um falso sorriso e respondi

- O MEU FILHO pode muito bem acreditar na história das cegonha , nao te preocupes..... Estás avisado!


Notas Finais


E então como ficou ?
Gostaram ?
Domingo actualizo ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...