História My Little Rapmon - Capítulo 70


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Artes Marciais, Bts, Rap Monster, Romance, Violencia
Exibições 97
Palavras 2.994
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Fluffy, Hentai, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Policial, Romance e Novela, Sci-Fi, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hey! Voltei com mais um cap pra ocês ksksksks,as provas estão me estressando admito mas.. Eu sempre estudo ouvindo música e é só eu colocar uma musica do Bangtan ou dos solos dos meninos que eu fico bem aliviada☺️!! Mas vamos para o conto da Aysha né? Espero que gostem e vamo lá!!

Capítulo 70 - Capítulo 70- Lost


Fanfic / Fanfiction My Little Rapmon - Capítulo 70 - Capítulo 70- Lost

Flashback On 

Senti uma forte dor dominar a minha cabeça e isso fez com que os meus olhos despertassem. Eu abri os olhos,enxergando tudo embaçado e via uma figura em meu lado como se fosse.. 

Uma pessoa.. 

Quando a minha visão se ajustou focando na pessoa,eu vi que era Moonshine. O que ele tava fazendo aqui? E.. Como eu vim parar na cama? 

Não to entendendo mais nada. 

Ele estava deitado enquanto limpava a sua pistola automática,a mesma não era uma de couro ou de ferro comum e sim.. De prata puro! Tinha alguns detalhes dourados o que a deixava mortal e atraente aos olhos de quem é curioso por natureza. 

Armas de fogo tendem a ter uma natureza brutal e conflitante. Será que essa arma que ele está limpando e carregando é a mesma que ele colocou em minha cabeça algumas horas atrás? Por que ele estaria com ela? Por que estaria limpando logo ela em meu lado? 

Admito que estou com medo. 

Ele a limpava com cuidado e pelo que eu percebi,ele segurava a mesma com leveza significando que não estava com as balas.. A mesma estava vazia. A minha cabeça doía quando tentava responder as perguntas feita pela a minha própria consciência. 

"Aysha! Ele é perigoso! Por que você não está correndo agora? Não está vendo que o mesmo é um traficante? NÃO FICA AÍ PARADA! FOGE LOGO DE UMA VEZ E SAÍA DAÍ ANTES QUE SEJA TARDE DEMAIS!"

 Se eu fugi o inteligência rara chamada "Consciência".. Eu morro.. Meu cérebro explode e os meus fluídos corporais irão encharcar o chão.. Além do sangue é claro. 

Eu dou um suspiro e coloco a mão em minha cabeça,sentindo a dor consumir a mesma com uma imensa Intensidade. Eu me encolho na cama e sinto um cheiro bom encher as minhas narinas. 

Era cheiro de Jujuba com Marsmellows! Era tão bom que chegava a doer o meu nariz. O tal cheiro de repente fez com que a minha cabeça parasse de doer.. Estranho,era como se.. 

A minha cabeça estivesse matando saudades. 

Esse cheiro não era do John,era do Tal Rapmonster o amigo dele. O cheiro dele ainda estava na cama fazendo uma marca registrada ali. 

Desfiz os pensamentos os colocando de lado e tentei relaxar a minha cabeça que estava mais para um carrosel de tonturas. Fechei os olhos com força tentando fazer com que a minha mente parasse de ser martelada pela dor,de repente sinto uma mão massagear o meu couro cabeludo. 

Essa dor era a pior de todas! 

-Acho que exagerei na dose..- Sua voz foi um relaxamento para os meus ouvidos,com o tempo aquela dor foi passando e trazendo paz pra minha cabeça. Eu abri os olhos e o olhei. 

Eu sabia que ele tinha colocado calmantes naquele chá.. MAS A TROXA AQUI BEBEU! NÃO ACREDITEI NO MEU INSTINTO! ISSO AYSHA,JÁ COMEÇOU BEM! 

Ele estava tranquilo,enquanto olhava para as minhas fisionomias. O mesmo colocou os olhos contra os meus e vi que ele estava.. 

Preocupado? Mas porque? 

-Por que está aqui? Você não tava lá embaixo?- Eu perguntei,botando a minha língua afiada para fora. Ele sorriu minimamente e disse: 

-Ás vezes a solidão cerca o cenário lá de baixo e por isso.. Gosto de vim no quarto do Rapmon algumas vezes. Além disso,eu vim chamar você.- Ele parou de massagear a minha cabeça e voltou a limpar o objeto que estava em mãos,depois de um pequeno período de tempo ele acaba. Pega o pente cheio de balas e a carrega com uma agilidade sem igual,empurra o botão de trava e me olha. 

O seu cabelo era um castanho escuro,estava bagunçado indicando "Preguiça Capilar." Os olhos era da mesma cor parecendo uma calda de chocolate bem caprichada. Seu corpo bem definido mas nem tanto exagerado,ele não tomava anabolizantes ou coisa do tipo,significando que era saudável. Sua boca carnuda e rosada que chegava a dar água na boca de alguns olhares femininos. Sua pele dava contraste com a luz do luar.. 

Não tenho palavras para definir,só sei que ele era.. Bonito. 

-O que a gente vai fazer?- Ele olha para baixo desviando o olhar e diz: 

-Perguntas,isso o que a gente vai fazer. Vamos voltar pra aquele bar e tirar dúvidas.- Eu fiquei com um certo receio.. 

Não queria voltar pra lá! Vai que acontece algo de pior comigo? 

-Eu não quero voltar pra lá..- Falei baixinho,ele me olhou,o que me fez ficar vidrada naqueles olhos castanhos da cor do chocolate: 

-Eu já disse,você não vai voltar pra lá. Eles não vão te machucar,você vai estar comigo e não com um fracote.- Ele se sentou e eu disse: 

-Mas.. E se você cometer algum descuido? E se acontecer algo?- Falei já alterando o meu nervossismo. Ele sorriu e disse: 

-Ah garota,lembre se de uma coisa.. Eu nunca cometo descuidos. Principalmente se for algo idiota demais pra não acontecer isso.- ele guardou a arma em sua cintura e eu disse: 

-Eu não sou um objeto frágil tá?- Ele olha para a porta e fala na minha cara: 

-Shh,cala a boca.. 

-Não! Cala a boca voc..- Ele coloca a mão em minha boca e assim fiquei quieta. Alguns passos eram ouvidos pela casa.. 

Espera.. Isso é uma invasão? 

John me olhou e falou baixo em meu ouvido: 

-Espera aqui..- Eu neguei com a cabeça.- Hey,eles não vão chegar nem 1 cm deste quarto,só fique tranquila. Faça silêncio e pegue algo para se denfender,entendeu?- Eu assenti e ele tirou a sua mãl de minha boca. Ele saiu mas de forma silenciosa,trancou a porta e eu fiquei lá.. Com o coração a mil. 

Se ele mesmo disse que ninguém ia chegar perto do quarto,então.. Devo acreditar nele. 

De repente vejo a maçaneta da porta se mexer,eu mexi da cama e peguei o lençol. Entro no banheiro e vejo um estilete. 

O que um estilete estaria fazendo num banheiro? Aé! Esqueci,aqui é um apartamento de bandidos e não de uma senhora de 65 anos. 

Eu enrolei os lençóis em minhas mãos para que o sangue não tivesse muito contato em meu corpo,assim as digitais não iriam estar no estilete. Coloquei o estilete em mãos e apaguei a luz do banheiro. Peguei um patinho de borracha e coloquei um dois pisos em frente a porta,fiquei no banheiro e esperei que a porta fosse destrancada. De repente sinto algo cair no chão. 

Era um corpo?

A porta abriu devagar,os meus ouvidos captavam qualquer barulho que estava naquele quarto. Ele não pisou no pato.. Estranho. De repente sinto uma mão envolver a minha boca e tentou me estrangular. 

UM DELES ESTAVA AQUI O TEMPO TODO? IMPOSSÍVEL!! COMO ELE ESTAVA AQUI? 

Merda! O John estava lá embaixo e eles vieram de algum local que não tem contato com o chão. Sinto que eles vieram de cima,de alguma entrada do teto ou coisa do tipo e também a porta do quarto estava aberta,fechada mas não trancada. 

Qualquer um podia me ver dormir aqui! 

Eu tentava com o cotovelo machucar o seu abdômen mas parecia impossível. Ele pegou o estilete das minhas mãos e cortou a minha bochecha com um pouco de força,ganhei uma força tremenda no cotovelo e consegui fazer ele largar o meu corpo principalmente o meu pescoço. Eu peguei o estilete e enfiei em sua perna tirando depois o objeto do local. Ele caiu,ouço a porta da frente ser aberta. 

Será que era uma distração? 

Eu ia enfiar o estilete em seu pescoço,mas ele segurou os meus dois pulsos com uma mão e a outra acendeu a luz: 

-Você é louca ou o que? Poderia ter rasgado a minha veia jugular interna!- Falou Moonshine ofegante: 

-De-Desculpa..- Falei quando senti a adrenalina abaixar. Ele olhou a minha bochecha e falou: 

-Isso é um.. Corte?- Eu tentei esconder com o cabelo mas ele não deixou. Ele olhou para trás de meu corpo e viu o homem gemendo de dor. 

Merda! 

Ele foi até o cara e o ergueu pela gola de sua camisa dizendo: 

-Quem te mandou aqui?- Só voz ficou nervosa mas ao mesmo tempo raivosa: 

-Você sabe muito bem quem foi.- Falou o homem: 

-Se não vai me dizer,então vai ter quem me diga.- De repente ouço um último suspiro do homem. 

ELE MATOU O CARA?! 

Eu me virei e o John disse: 

-Pega a água oxigenada,está em baixo da pia.- Eu saí do transe e fui até a cozinha,peguei o pano e a água em si. Depois voltei e.. 

Como ele conseguiu sumir com o corpo em menos de 4 minutos? 

Ele limpava o sangue do chão enquanto eu estava na batente da porta porém de costas para ele. 

Minha cabeça doía e a minha bochecha também. 

-Você está bem?- Eu o olhei e neguei com a cabeça.- Deixa eu ver.- Ele passou o dedão em minha bochecha. 

Eu não sabia se afastava a sua mão pela ardência ou pela vergonha que estava crescendo. 

-Como sumiu com os corpos?- Ele tirou o meu sangue caía de minha bochecha e disse: 

-Eram 3 pessoas. Não foi tão difícil assim.. Um está vivo e esses dois morreram.- O outro está vivo?- Como eles entraram aqui?- Ele se perguntou: 

-Vieram do telhado.- Eu falei.- Tem algum tipo de sala ou até sotão que dá pra conectar o apartamento para o telhado. A casa estava totalmente trancada mas menos.. 

-Não tem nada disso aqui,ou eles quebraram uma boa parte do teto ou até invadiram sem a gente perceber. A tranca da porta da frente não resistiu e acabou sendo destracanda com facilidade,usaram algum tipo de método pra abrir uma tranca daquelas..- Sua inteligência me impressionou. 

Em menos de dois segundos ele analisou a situação. 

Ele olhou para baixo e vi que ele estava pensando em algo. De repente ele puxa o meu braço,mas com uma certa força para não machucá-lo.

-Hey! John! Para! Fala alguma coisa!- Eu fiquei em sua frente,estávamos no meio do corredor já. Ele estava tão sobrecarregado que nem sabia o que fazer primeiro: 

-O balconista..- Balconista? Era aquele do bar que ele estava se referindo?- Além do Jonathan ele também era um espião duplo.. A vadia da Mi Cha soube daqui! E o informou! Por isso destracaram a porta com uma chave falsa! Ou pode ter sido a Ex do Suga a Belle.. Sei lá qual das duas foi! Mas sei que ele queria ter o troco de volta por causa de ontem! 

Não entendi nada,mas deu pra perceber pelo menos um pouco. 

O balconista era um espião duplo,tanto do cara que o Moonshine quer achar quanto de outro inimigo dele. 

-ELE MENTIU PRA MIM!- Peraí.. Ele era confidente dele?! Okay,um bom motivo para se desesperar. John socou a parede ao lado,e eu tentava pensar em o que fazer. 

Isso explica o porque dele não agir na hora que os brutamontes me ofendiam,era amigo deles.. ERAM AMIGOS DE TRABALHO DELE! O John trabalha sozinho então.. ERA DO OUTRO CARA! OS CAPANGAS ERAM DO OUTRO CARA! 

-John,olha.. Eu sei que tá tudo dando errado mais calma.- Mano.. 

Ele tava quase chorando de raiva! 

-Como ter calma! Aysha! Ele mentiu pra mim! Ahhhhhh! Mas é hoje que aquele bar vai ser meu! Ele vai saber como é a sensação de ser traído aquele merda!- Ele colocou as mãos nos olhos como se quisesse ficar no controle de algo que não conseguia. 

-John..- O chamei e já sabia que o mesmo não me escutava. Eu tirei as suas mãos de seu rosto. 

 É horrível ser traído por alguém que você mais confiava,na verdade a decepção vem daí né? 

Ele me olhou e de repente a sua respiração começou a ficar calma,suas mãos relaxaram e seu olhar ficou do mesmo jeito de antes,frio e calmo. 

Acho que ele nunca teve esse tipo de surto antes. 

De repente ele desvia o meu olhar do seu,segura o meu pulso e me leva até o seu impala 67. A gente entra e o mesmo da a partida. O silêncio era assustador,quando chegamos ele sai e abre a porta pra mim: 

-Vamos,saía.- Eu olho para as minhas mãos e digo: 

-N-não,deixa eu.. 

-Agora!- Ele falou de uma forma autoritária. Eu sem escolha saío do carro. Entramos no bar e estava aqueles mesmos caras de ontem.. 

Deus alguém me ajuda.

John me olhou e depois olhou para o balconista. Mas o seu olhar estava calmo e não furioso de antes,de repente ele segura a minha mão com uma certa delicadeza o que me deixou vermelha e cheia de dúvidas. Ele me levou até o balcão: 

-Eai,seria uma pena se eu disesse que o seu Whisky saiu da validade.- Ele falou para o balconista,ele ainda segurava a minha mão e olhava para a mesma não tendo contato visual com nada em minha volta: 

-Hã? Do que você está..- John tira a arma e coloca na cabeça do balconista em sua frente. Nenhum dos caras percebem do que estava ocorrendo aqui e isso eu achei algo totalmente estranho. 

Eles estavam distraídos demais ou por que eram lerdos? 

-Coisas que saiem da validade são jogadas fora,e você é uma delas. Os seus joguinhos não funcionam mais comigo,além de quase ferrar com um apartamento que não é meu,ainda a machucou não?- John se referiu a mim?- Fala,quem te deu a cópia da chave,Mi Cha ou Belle?- Ele falou com um ódio tremendo: 

-Demorou anos pra descobrir quem eu sou de verdade não é mesmo? Não se preocupe,Whisky demora muito para entrar em um processo de envelhecimento completo.- De repente ouço as cadeiras serem jogadas para um lado,como se fossem arrastadas para trás. Os homens pegaram as suas armas e eu desesperada eu agarrei a camisa de John pelas costas e o chamei: 

-John..- Ele não me ouviu e esperei o mesmo ter aquela conversa com o balconista: 

-É? Mas bebidas são mortais,se eu quiser te entupir de cerveja.. Eu faço. Você tá me devendo uma grana preta,lembra das drogas e as dívidas que me deve?- Puxei sua camisa novamente: 

-Lembro mas você também se esquece de lembrar que sem mim você não tem mais nada disso.- Puxei sua camisa de novo o chamando logo em seguida: 

-Quem disse que você é prestável?- John falou acabando com a felicidade do balconista.- Pelo menos eu tenho pessoas que fazem isso com responsabilidade.. Cada droga organizada,notas de Won e contia certas e nada mais e nada menos que horários sem atrasos.. Se não quiser que eu exploda seus miolos por ter me traído e mandado os capangas do B-Free caçarem os meus amigos.. É melhor dizer onde diabos está aquele *Saekki(Bastardo em coreano)!!- Eu então apertei a sua mão já que as mesmas ainda estavam entrelaçadas,ele me olha com um olhar de reprovação mas aí eu aponto para trás e o mesmo olha. 

NÓIS VAMO MORRE FURADO! 

Todos estavam com armas e pistolas até os dentes,John ficou meio que sem escolha.. 

Mas a sua expressão não mudou nem um pouco. 

Estávamos cercados! Como iríamos sair daqui? 

-Agora não tem pra onde fugir Moonshine! Você escolhe,a morte ou a rendição? Vamos,não é tão difícil.- Ele jogou a arma que estava na bota para frente e se rendeu. 

CARALHO! EU NÃO ACREDITO QUE ELE VAI SE RENDER TÃO FACILMENTE! 

-Viu? Não é tão difícil.. 

-AHH CALA A BOCA SEU TRAIDOR DE MERDA! DE QUALQUER JEITO VOCÊ IA SE FUDER MESMO!- Eu falei com o nervosismo a flor da pele,apertava a mão de John com força.. 

Será que eu ia morrer ali? 

-Parece que a garota sabe falar,será que se perder a língua também vai perder os argumentos?- Com um gesto o Balconista mandou aquele mesmo cara de ontem me pegar. Ele ia para a minha direção,mas tudo aconteceu rápido demais. 

John tirou a sua arma de prata da cintura e atirou num barril de cerveja fazer o mesmo estorar cegando todos a nossa frente. John me puxa e corremos para os quartos de trás. E subimos as escadas,entramos no último quarto e vi que o mesmo estava um pouco sujo graças a cerveja. 

Ele sabia que eu ia responder o balconista? Ele foi mais esperto do que eu pensava. 

-Toma,vista isso.- Ele me entregou o seu casaco de couro.- eles podem te confundir já que tem parafusos á menos,também estou todo sujo de cerveja. Arghh!- Eu ri e disse: 

-Parece que não gosta de cerveja.- Ele me olha e diz sorrindo de forma mínima: 

-Na verdade eu odeio. Mas enfim,vamos sair daqui antes que nos achem.- Eu vesti o seu casaco e olhei para baixo. 

Seu casaco estava quente e aconchegante,o mesmo estava seco sem nenhum pingo de cerveja. Ele me puxou e olhou para a janela: 

-Consegue descer?- Ele me olhou e eu assenti que sim. Então eu ouvi várias batidas bruscas na porta como se a mesma iria cair,eu dei um pulo ficando com medo: 

-Hey,vamo..- Falou John me encorajando,nós se sentamos da janela,mas quando olhamos para trás a porta estava pegando fogo. 

MERDA! ELES VÃO EXPLODIR O QUARTO A QUALQUER MOMENTO! 

De repente a gente pula e eu caí feio no chão diferente dele que caiu pelo menos sentado. Ele me levantou e me ajudou a correr, de repente a explosão ocorre. Eu olho para trás mas ai John me coloca no carro e ele entra levando a gente pra longe dali. 

Flashback Off 

 Mas aí algo de ruim acontece enquanto estávamos indo para algum lugar que só John sabia onde ficava. Mas um dos caras que estava de carro atira no pneu do mesmo e faz a gente ir para esse lixão e bater o carro no mesmo. Depois a gente teve uma pequena briga,mas que não deu um resultado brusco.. Isso tudo por causa do carro dele a sua "Bebêzinha". Eu dormia no banco de trás enquanto John estava no motorista,com o tempo pensando sobre o ocorrido eu acabo dormindo. 

De manhã.. 

Eu sinto o meu corpo aquecido,não por causa do casaco e sim por um corpo. Olho para trás e vejo John ali,dormindo. 

Mas o que ele tá fazendo deitado comigo? 

 

 

 


Notas Finais


Kskskksksksk DEUS CÊS N SABEM O QUANTO EU QUERIA PRA CARAMBA POSTAR UM CAP,MINHA MÃO COÇAVA ENQUANTO FAZIA A PROVA DE QUIMICA😂😂❤️!! Logo logo tem mais caps,bjsss amorecos💘!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...