História My Little Wolf - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Agatha, Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charlotte, Dajan, Dakota, Debrah, Giles, Iris, Jade, Kentin, Kim, Leigh, Letícia, Li, Lysandre, Manon, Melody, Nathaniel, Nina, Peggy, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Senhora Shermansky, Violette
Tags Amor Doce, Intrigas, Romance
Exibições 24
Palavras 1.607
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural
Avisos: Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


VOLTEIIIIIIIIII! Dessa vez eu vou postar com mais frequência prometo! Eu acabo me empolgando na RPG e abro o net todos os dias para ver se alguma fic foi atualizada e acabo esquecendo da minha fic mas OK! agr sem mais enrolação.... VAMO Q VAMO MEU POVO PORQUE HOJE O CAPITULO É TOTALMENTE SASTIEL!

Capítulo 14 - You Me


No dia seguinte acordei cedo demais... Levantei-me e fui até a penteadeira tomando um baita susto com minha cara de The Walking Dead. Ri com o meu pensamento e fui para o banheiro tomando um banho para tirar a preguiça do corpo coisa que era um pouco difícil, pois minha amiga preguiça parecia que tinha grudado em mim igual carrapato e não ia largar mais. Saí do banho e fui para meu quarto sem fazer muito barulho, pois acreditava que Tia Aghata estaria dormindo... Peguei a primeira roupa que vi pela frente no guarda roupa e coloquei. Pego minha mochila descendo as escadas e dando de cara com Tia Aghata! Ela percebe minha presença e se vira sorrindo: - Bom dia querida! Caiu da cama?- Ela dizia rindo. Apenas acompanhei sua risada me sentando-me na mesa me deparando com um SUPER café da manhã. Olhei para aquele monte de coisa e olhando surpresa para Tia Aghata perguntei: - Nossa! Está esperando a vila inteira vir tomar café?- Ela me olhou sorrindo então para brincar provoquei: - Hum... Algum amor novo na vida da minha tia?- sorri maliciosa e a mesma começou a rir jogando o pano de prato em mim. Tomamos café e logo que me despedi e tranquei a porta do apartamento fui andando e como sempre eu sou um ser MUITO desastrado trombei com alguém indo direto para o chão. Quando levantei o rosto vi um Nathaniel rindo da minha cara... Ele não parava de rir da minha cara, até perceber que estava com uma cara nada amigável. Ele para de rir e com cara de santo responde: - Desculpe... Acabei me distraindo com o gatinho que estava atravessando. – Procuro pelo tal gato e vejo um gatinho manchado do outro lado da rua... Olhei para Nathaniel que estava com cara de que se bobeasse pegava o gato. Balancei a cabeça negativamente chegando mais perto de Nath dizendo: - Nath... Sossegue com Branca! Tenho certeza que você não daria conta de duas. Eu até adotaria ela ou ele, mas acho que Tia Aghata não gostaria de um animalzinho agora... - Fomos andando em direção as nossas casas quando recebo uma mensagem de Castiel dizendo que estava na minha casa, pois resolveu fazer a loucura de contar para Tia Aghata sobre nosso namoro. Quando sai de meus pensamentos Nathaniel estava me olhando preocupado, Ah deus... Esqueci que estava andando com ele. Desliguei a tela do celular e Nathaniel perguntou: - Ta tudo bem? Você parou de andar do nada... – Não sou de mentir então contei: - Castiel quer contar pra Tia Aghata sobre nosso namoro... Estou com medo da reação dela! E se ela não gostar do Castiel? Achar que ele é um Bad Boy fora da lei que vai estuprar a sobrinha dela a qualquer minuto?- Eu comecei a falar muito rápido até que Nath me pega pelos ombros e me chacoalha... Com essa chacoalhada que ele tinha me dado o mesmo responde: - Posso falar uma coisa? Eu posso não ser a melhor pessoa para falar de Castiel, mas Sweet Amoris inteira percebeu a mudança de comportamento dele depois de sua chegada. Eu sei que esbarrou nele logo após de me ver... Antes de você chegar eu e Castiel brigávamos constantemente se não fosse por Lysandre e Kentin nos segurar ele ia acabar me batendo e eu revidando. Mas parece que naquele dia ele estava preocupado com algo e antes de vir pra cima de mim para me bater ele simplesmente parou do nada e quando voltou do transe parecia estar mais irritado ainda. – Nath falava de um jeito fácil de entender... Ele me acompanhou até a porta do meu apartamento se despedindo logo, pois Castiel poderia achar que eu estava traindo ele. Suspirei e abri a porta do apartamento dando de cara com minha tia e Castiel conversando numa boa... Estranhei mas assim que os dois perceberam minha existência no recinto me cumprimentaram e me sentei ao lado de Castiel com medo da reação de Tia Aghata. Sem que minha tia percebesse Castiel pega a minha mão e a aperta em sinal de confiança, ele respira fundo e começa a falar: - Olha Dona Aghata... Vim aqui para falar uma coisa que eu nunca falei para qualquer responsável por alguma namorada minha... Eu estou completamente apaixonado pela sua sobrinha! Eu não consigo mais esconder isso de ninguém então vim aqui me declarar na sua frente como prova de eu amo por sua sobrinha... Quando ela chegou a Sweet Amoris eu não havia percebido que ela tinha saído do grêmio. Então acabei trombando com ela e não fazia nem cinco minutos que eu tinha levado uma bronca gigantesca da diretora. E com isso acabei sendo grosso demais com ela e quem a ajudou foi o meu melhor amigo. No começo confesso que adorava ver sua sobrinha brava comigo pios assim eu conseguiria descobrir o tamanho da sua força. Com isso inventamos de montar para o pessoal uma aula de auto defesa então acabei duvidando da força da mesma. Quando ela pediu para um aluno se pronunciar eu levantei a mão como se fosse mole acabar com ela em uma só rasteira. Lutei com todas as minhas forças e perdi. Depois disso nenhum garoto ou garota a provocou. Depois de dias acabei percebendo que estava apaixonado pela mesma então em um dia voltando da escola eu a beijei... No começo senti-a corresponder, mas logo após ela me empurrou pedindo desculpas e pude perceber lagrimas nos seus olhos. Depois daquilo me senti culpado por ter feio aquilo. No dia seguinte quando a vi com olheiras do tamanho de um olho de panda fiquei preocupado, pois imaginei que eu fui à causa daquelas olheiras... Um tempo depois nos beijamos de novo e há alguns meses atrás eu a pedi em namoro e venho por meio disso tudo dizer que estamos namorando. - Na mesma hora Tia Aghata estava com um copo de água na mão... A mesma acabou se engasgando com a mesma começando a tossir muito. No desespero tentei ajudar Tia Aghata e acabei conseguindo fazer com q a mesma se acalmasse... Ela me olhou sorrindo dizendo: - Oh minha querida! Espero que seja muito feliz, que tenha muita sorte em sua vida, pois não é todo dia que conseguimos transformar um Bad Boy!- Exclama Tia Aghata... Ela se levantou depois do susto e deu um abraço coletivo em nós dois. Ela sorriu novamente pedindo para que eu e Castiel aguardássemos, pois ela tinha que me dar uma coisa. A mesma desce minutos depois com uma caixinha em mãos, estranhei, mas peguei a caixa e quando abri não conseguia falar nada, pois estava sem reação... Aquele era o colar de minha avó! (PS: a imagem do colar vai estar nas notas finais) eu não tinha reação a não ser colocar a caixa no sofá e dar um mega abraço em Tia Aghata, Castiel observava a cena com um sorriso nos lábios, sorri para o mesmo que balançou a cabeça dizendo q iria me esperar do lado de fora. Tia Aghata me soltou pegando o colar e colocando em meu pescoço, o colar tinha uma lua e uma pedra ametista... Era um colar lindo! Tia Aghata percebeu que Castiel não estava mais ali então ela percebeu que tinha alguém fora do apartamento e sorriu maliciosamente para mim apontando com a cabeça para eu ir com Castiel. Ri internamente e saí do apartamento olhando para os lados procurando por Castiel, mas não o achei. Meu celular vibra olho na tela do celular e era uma mensagem de Castiel dizendo para encontrar com ele no terraço... Peguei o elevador e subi até o terraço onde encontrei o mesmo encostado em uma mureta olhando para o lado oposto de onde eu saí. Fui andando até Castiel e o mesmo notou que eu tinha chego, ele sorri e aponta com a cabeça uma mesa com dois banquinhos, me sentei em um esperando Castiel se sentar no outro. Ele se senta e para a minha surpresa pergunta: - Topa ir a minha casa assistir uns filmes?- Eu desconfio e o mesmo antes mesmo que eu perguntasse algo diz: - Calma! Prometo que vamos ficar somente nos filmes. – Eu seguro a risada, mas não agüento e começo a rir. Castiel me olha sem entender o motivo de eu rir tanto, depois de uns cinco minutos rindo respiro e digo tentando controlar a respiração: - Eu estou rindo porque estranhei você ter me convidado para ir até a sua casa... – Ele entende o motivo e ficamos ali conversando por um bom tempo até que Tia Aghata me manda uma mensagem pedindo para eu descer para almoçar. Castiel me acompanha até o apartamento e antes de ir embora o mesmo se aproveita de minha distração no celular pega o mesmo colocando a mão para o alto, com a mão livre me puxa pela cintura e me beija. Os beijos de Castiel são selvagens e ao mesmo tempo calmos... Separamo-nos por falta de ar, ele me entrega o celular e quando me viro para entrar para o apartamento o mesmo me puxa novamente dizendo baixo ao pé do ouvido: - Te vejo mais tarde... Lobinha... – Senti que ele falou isso para provocar e assim que saí entrando para casa pude perceber seu sorriso malicioso no rosto. Entrei, fechei a porta e fui almoçar com Tia Aghata. Depois que terminei de comer fui para meu quarto descansar um pouco, pois vindo de Castiel a noite ia ser longa. Fiquei no quarto até decidir que já era à hora de me arrumar para ir até a casa de Castiel.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...