História My Lonely Assassin - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Assassino, Assassinos, Depressão, Dislexia, Doença, Drama, Ecchi, Hentai, Lendas, Loucura, Magia, Misticismo, Psicopata, Psicopatas, Romance, Sexo, Solidão, Tortura, Violencia, Yaoi, Yuri
Exibições 10
Palavras 1.159
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Fantasia, Ficção, Fluffy, Harem, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Orange, Poesias, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Yo, pessoal. Como prometido, aqui está o primeiro capítulo de My Lonely Assassin. Espero que gostem, pois o farei o maior possível.
Boa leitura! sz

Aviso: Hentai, Yuri.

Capítulo 1 - 1 - Hums


Fanfic / Fanfiction My Lonely Assassin - Capítulo 1 - 1 - Hums

Solto um suspiro desesperado, pensando no quanto gatinhos são fofinhos enquanto encarava o teto com uma expressão distante.

-Chris, acorda! Já é hora da janta! - Ouvi um berro vindo do andar debaixo.

Tch, que maravilha. Penso, erguendo meu corpo para olhar a hora.

7:30PM

-Realmente está tarde... - Murmurei, desviando meu olhar para Louis, que permanecia deitado sobre meu colo. - Acorda, seu felpudo! - Bufei, dando um fraco tapinha na sua cauda peluda.

-Meeeoowww. - Suspirei ao perceber que o mesmo já se encontrava desinteressado, saltando de meu colo e correndo até seu arranhador.

-Gato idiota. - Sorri cinicamente, levantando com calma de minha cama e me dirigindo até o banheiro, logo começando a me despir.

Enquanto eu desabotoava minha camisa, eu esticava seu braço até a torneira para ligá-la.

Retiro primeiramente, minhas mangas longas, logo erguendo meus braços finos cuidadosamente para retirar aquela camisa que já estava me pinicando. Logo, abaixei minhas calças e logo fiquei apenas de calcinha e sutiã, logo começando a desabotoar o citado por último com cuidado, em seguida entrando na banheira cheia de água quente.

-Hmm... - Murmurei, sentindo meu corpo esquentar na temperatura da água, que cobria todo o meu corpo até o pescoço. 

Sinto o calor cobrir meu corpo quase nú, fechando meus olhos e começando a relaxar. Após alguns minutos, começo a pensar nos meus problemas pessoais. Um leve frio percorre por toda a extensão da minha espinha, fazendo eu arregalar meus olhos e começar a chorar.

-Chris... Como você pode ser tão fraca desse jeito...? - Murmurei, me encolhendo mais e mais e querendo me afogar logo naquela banheira.

De repente, ouço o barulho da porta abrindo, percebendo uma figura morena entrar pela mesma e logo a trancar.

-Kat?!?! O q-que v-você tá f-fazendo aqui, g-garota?! - Berrei, desesperada, percebendo que a morena me encarava com um sorriso gentil.

-Vim fazer uma visita, sua mãe disse para eu esperar você no seu quarto, mas eu não aguentei. - Uma gota surgiu na minha cabeça, enquanto Kate se sentava na privada ao meu lado.

-A-Ah, você me assustou... Enfim... Bom dia pra você também. - Murmurei, soltando um pequeno sorriso.

-Bom dia, baixinha! - Sorriu, pegando um pote de shampoo de cima da pia e cheirando-o. 

-Eu queria saber... - Sussurrei. - Realmente tinha necessidade de entrar sem bater? Nós somos duas garotas e tal, mas... - Fui interrimpida pelo seu riso fraco.

-Você realmente ainda não se acostumou com isso? Sério, tomávamos banhos juntas quando crianças, e não tinha nenhum problema! - Corei, levemente, percebendo que a morena começara a rir sem parar.

-Mas, Kat! Nós já somos adultas e... 

-Shhh... - A maior colocou seu dedo indicador em meus lábios, dando um sorriso fraco.

Percebi que a mesma começou a se despir, abaixando sua saia cor-de-rosa junto de sua calcinha e sua camisa de renda logo depois. Corei rapidamente ao perceber que a morena se pos em cima de mim, colando sua cintura à minha e aproximando seu rosto do meu. 

-Você não confia em mim...? Nós somos amigas, pequena... Vou te castigar por isso. - Sorriu maliciosamente para mim, lambendo os próprios lábios.

Eu estava sem reação, então a morena aproximou lentamente nossas bocas, depositando um leve beijo carinhoso em meus lábios enquanto acariciava meu queixo com uma mão.

Senti nossas cinturas se colarem, enquanto a mesma apenas me abraçava com suas pernas nuas e lambia meu pescoço de um modo sexy. 

-S-Sua... - Murmurei, não conseguindo continuar por causa do nervosismo.

Senti seu sorriso enquanto Kate mordiscava meu pescoço, algumas vezes me fazendo soltar fracos gemidos em seu ouvido.

De repente, minha boca é invadida por sua língua, fazendo-me suspirar e abraçar seu pescoço com força. Nossas línguas batalhavam como se fosse o fim do mundo, me fazendo sentir diversos sabores em meus lábios que me faziam pirar. 

Começo a sentir suas mãos amassarem meus seios com cuidado, mas de um modo sexy.

-Aahn, Kat... - Gemi seu nome em um modo de provocação. Provavelmente se estivessemos fora da banheira estaríamos molhadinhas.

Sinto meu corpo ser erguido no ar, logo abraçando minhas pernas em sua cintura fina e nua. A morena me encosta na parede, colando o seu clitóris peludo ao meu, que se encontrava coberto por apenas um pedaço de pano rosa, enquanto nos beijávamos insaciadamente. Sinto um líquido encher minha calcinha, percebendo que a maior tinha feito xixi em mim. Coro instantaneamente.

-Sua putinha... - Ouvi seu murmuro em meu ouvido. Ironicamente, me senti excitada com esse xingamento, sentindo minhas pernas fraquejarem. - Eu estou insatisfeita, me satisfaça, putinha. - Seus lábios cobriam os meus, enquanto e apenas correspondia na feição de comê-la com meus olhos.

Sinto novamente um líquido quente e delicioso escorrer pelas minhas pernas, enquanto a morena esfregava seu clitóris em minha calcinha sem ao menos se preocupar. Gemi fracamente quando a mesma me pegou pelas coxas e me pos ao chão, subindo em meu colo e começando a abaixar minha calcinha completamente molhada com cuidado.

Quando fiquei completamente nua, me senti muito melhor, tendo meu corpo completamente cedido a aquela garota. 

Começou a esfregar seu clitóris ao meu, maliciosamente. Senti seus lábios tocarem os meus completamente babados, soltando muita saliva por minha boca e rosto. Enquanto praticamente nos comíamos, fiquei por cimq e decidi acabar com isso de uma vez por todas. Sorri pervertidamente, acariando seus peitos e escorrendo um pouco de *shampoo de morango por entre eles. Ponho o pote de shampoo de lado, esfregando meus peitos aos seus, enquanto a garota apenas ficava calada gemendo em meus ouvidos. 

-Geme pra mim, sua vadiazinha... - Murmurei, em um tom sexy, sentindo meus ouvidos serem invadidos por gemidos altos e excitantes. Sorrio, começando a masturbar Kate com meu dedo do meio enquanto apertava meus próprios seios com força.

Apenas gemidos ecoavam por aquela banheiro, estranhei minha mãe não ter se preocupado com todo esse barulho. Hm, que se foda.

Coloco mais um dedo dentro de seu clitóris, sentindo seu corpo me apertar contra ele mesmo. Começo a acelerar o processo, colocando meus terceiro e quarto dedos, e fazendo um vai-e-vem bem rápido, apenas ouvindo seu gemido sexy e excitante.

Retiro meus dedos de dentro de seu clitóris peludo, quando percebo que estava prestes a chegar ao seu ápice. Sorrio maliciosamente, sentando em seu peito e abrindo minhas pernas em frente ao seu rosto completamente corado.

A morena assente, percebendo já o que queria. Sinto meu clitóris ser invadido pela língua de Kate, enquanto apenas gemia e ouvia o barulho de sua língua remexendo pela minha vagina. Kate metia sua língua cada vez mais fundo, me fazendo gemer mais e mais, enquanto acariciava minha bunda de um modo sexy.

Quando estava prestes a gozar, retirei minhas pernas dali e esfreguei meu clitóris no dela, fazendo nós duas gozarmos juntas. Sorrio, percebendo que Kate permanecia ofegante.

-Quem é que deveria ser castigada mesmo...? - Murmurei, lambendo sua bochecha enquanto apertava seus grandes seios contra os meus. 

-Você. - Arregalei meus olhos ao perceber que a morena havia ficado por cima de mim, pegando o pote de shampoo, prestes a começar o round dois.


Notas Finais


*O shampoo de morango era comestível, para sua curiosidade, meu caro leitor. :)

Espero que tenham gostado! Resolvi fazer yuri logo no início, pois certo alguém realmente desejava isso -u-'.

Obrigada por ler, e até o próximo capítulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...