História My love - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shawn Mendes
Personagens Shawn Mendes
Exibições 78
Palavras 1.420
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Shoujo (Romântico)
Avisos: Mutilação, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 17 - Cap 17


Acordo com o despertador tocando, vou ao banheiro fazer minha higiene e trocar de roupa (1), vou para a cozinha e meu pai, Vera e Chris estão tomando café

-Bom dia- falo

-Bom dia- eles respondem

-Então, como foi a viagem?- pergunto

-Foi bem cansativa, a gente teve que resolver algumas coisas da empresa, mas apesar de tudo foi legal, deu pra aproveitar algumas coisas

-Que bom, e pra onde vocês foram?

-Coréia do Sul- responde meu pai

-Nossa, tão longe- falo espantada- bom,  eu vou subir pra escovar os dentes, já estou atrasada- subo  para o meu quarto, escovo os dentes, pego a mochila e saio do quarto, Chris estava me esperando na porta como sempre 

-Tchau pai, tchau mãe- fala Chris

-Tchau- eu falo

-Tchau crianças, tomem cuidado e até mais tarde- diz Vera e então saímos

~~//~~

Chegamos na escola e fomos até os meninos

-Oioi cambada- diz Chris fazendo o tão famoso toque com eles

-Oi gente- falo e me sento ao lado de Aaron, eles começam a conversar e eu apenas observo, vejo Connor chegando e vou em sua direção

-Bom dia- ele me diz dando um beijo em minha bochecha

-Bom dia- falo o abraçando, fomos pra perto dos meninos e ficamos lá, derrepente vejo uma pessoa de costas, ela está toda de preto, mas parece que eu conheço ela

-Connor olha lá- falo apontando para a pessoa

-Olhar o que?

-Lá, não tá vendo aquela pessoa de preto lá?

-Não

-Connor, olha direito, é a única pessoa toda de preto aqui- falo falando mais alto e os meninos nos olham

-Ali, calma, por que você está assim? Não tem ninguém ali- ele diz, não ligo para o que ele diz, vou em direção aquela pessoa

-Ei você- falo e então ela se vira, me assusto com o que vejo, era minha irmã, ela estava toda machucada, dou um passo pra trás e acabo tropeçando e caindo- vo- c-cê, o qu-e?- ela não fala nada, e vem em minha direção,eu não consigo me mecher, então ela começa a me bater

-Você não salvou a gente, a gora eu vou te matar- ela diz me batendo

-NÃO, SAI DAQUI, EU TENTEI, PARA POR FAVOR- falo colocando as mãos no ouvido

-Ali, para, o que ta acontecendo?

-SAI, CHRIS, DIZ PRA ELA SAIR- falo me debatendo, sinto seus braços me envolvendo

-Ela já foi, pronto, tá tudo bem, só a gente tá aqui- ele diz e eu começo a chorar, olho em volta e vejo os meninos e mais ninguém, o sinal já tinha batido, todos estavam olhando pra mim espantados

-O que aconteceu? De quem você estava falando?- pergunta Carter, não respondo, olho para o meu irmão e ele me olha e em seguida olha para os meninos

-Gente, deixa ela- diz Chris- vem Ali, eu vamos na secretaria, vou perguntar se a gente pode ir pra casa- Não falo nada e me levanto, olho para Shawn que me olha preocupado e depois olho para Connor, não sei dizer o que se passava em seu olhar- tchau meninos, a gente se vê mais tarde

-Tchau- diz Aaron- qualquer coisa nos ligue

*um tempo depois*

Chego em casa e vou direto para o meu quarto, entro e me deito na cama

-A gente pode conversar?- fala Chris na porta, faço que sim com a  cabeça, ele vem e se senta do meu lado na cama- o que foi aquilo?

-Eu vi minha irmã Chris, ela tava lá, e ninguém a viu além de mim- respondo depois de um tempo em silêncio

-Ali, olha só, aquilo era coisa da sua cabeça, não tinha ninguém lá

-Claro que tinha

-Me conta o que aconteceu? Eu nunca soube o que realmente aconteceu com você- ele diz e então conto toda a história, não consegui me segurar e acabei chorando- eu sinto muito pequena

-Tudo bem

-Bom, eu vou deixar você descansar um pouco, qualquer coisa me chama ok?

-Sim- falo e ele sai, meu celular vibra, vejo que Troye me mandou mensagem

Mensagem on

Troye- Oi linda, o Connor me contou o que aconteceu

Eu- Oi Troye, contou?

Troye- Sim, será que a gente pode se encontrar?

Eu- Tudo bem, mas agora eu vou descansar um pouco pode ser?

Troye- Claro anjo, depois me manda uma mensagem então

Eu- Ta bom, tchau

Mensagem off

Depois disso viro de lado e acabo dormindo

Acordo e está tudo em silêncio, olho no relógio e vejo que já são 17:40 pm, tenho que me encontrar com Troye, levanto e vou ao banheiro tomar banho, quando saio visto uma roupa (2), decido ir com meus óculos, então tiro as lentes guardando relação no banheiro e vou para a sala encontrando meu pai

-Vai sair?

-Sim, vou me encontrar com um amigo- falo e mandando uma mensagem para Troye avisando que estava pronta, logo ele responde dizendo que vai passar aqui em casa

-Tudo bem, só não chegue muito tarde, amanhã você tem aula

-Ta bom pai- falo, depois de dez minutos Troye me avisa que havia chegado- eu tô indo, tchau- saio de casa encontrando Troye na calçada, ele estava lindo

-Oi pequena

-Oi- vou em sua direção e ele me dá um  beijo na testa

-Você esta linda

-Obrigada, você também está lindo- ele tá um sorriso enorme

-Bom, vamos dar uma volta?- faço que sim com a cabeça e então começamos a andar- o Connor me falou o que aconteceu lá na escola- não falo nada- o que aconteceu pra você fazer aquilo?

-Troye, é complicado explicar- olho para baixo

-Tenta- ele diz, suspiro e então começo a contar tudo o que aconteceu, desde o acidente até agora, e ele fica em silêncio ouvindo

-Nossa, eu nunca iria imaginar que você já passou por tudo isso, eu sinto muito- ele diz me abraçando pela cintura

-Troye, as vezes eu fico me perguntando, e se eu for mesmo a culpada dela ter morrido?- falo e começo a chorar

-Ali, não fala besteira, é lógico que você não foi a culpada, você disse que tentou salvar elas, e eu tenho certeza disso- ele diz e então sentamos em um banco de uma praça que tinha ali

-Eu não sei Troye, eu fico na dúvida as vezes- choro mais ainda- eu amava e amo todas elas, elas eram a minha família, agora eu tô sozinha aqui

-Ali olha pra mim- ele diz pegando o meu rosto me fazendo olhar pra ele, estavamos muito próximos- você nunca vai estar sozinha aqui entendeu? Tem seu pai, por mais que vocês não se dêem muito bem, mas ele te ama tenho certeza disso, tem seu irmão, a Vera, os meninos, o Shawn, Ali, você tem eu, e eu nunca vou te deixar- ele diz e em um ato inesperado ele me beija, fico surpresa, mas correspondo colocando meus braços em volta do seu pescoço, o beijo dele é tão bom, sua boca estava com gosto de morango, ficamos um tempo assim até que nos separamos- desculpa

-Não precisa se desculpar, eu gostei- ele sorriu e me deu um selinho, ficamos mais um tempo ali na praça e depois ele me levou pra casa, chegamos e já era 20:30 pm

-Bom, então eu já vou indo- ele diz e me  agarra pela cintura juntando nossos corpos

-Obrigada por tudo Troye

-Não precisa agradecer, pode contar comigo sempre tá?

-Ok- nos beijamos de novo

-Boa aula manhã- ele diz me dando selinhos- tchau- ele fala e me da um selinho demorado

-Tchau- falo e entro em casa, estão todos na sala assistindo TV

-Como foi o passeio?- pergunto Vera

-Foi legal- vou na cozinha e preparo alguma coisa pra comer

-Saiu com quem?- pergunta Chris entrando na cozinha

-Troye- falo de bolacha boca cheia

-Ui sua porca- ele fala e eu dou língua, términos de comer e vou pra sala

-Bom gente, eu tô indo dormir, tô muito cansada

-Ta bom, boa noite, até amanhã- fala Vera

-Boa noite filha- diz meu pai

-Eu também vou- Chris diz, ele se despede deles então subimos

-Você não falou nada pra eles sobre o que aconteceu na escola né- digo já na porta de meu quarto

-Não, por que? Era pra falar

-Claro que não, obrigada por não ter contado nada, boa noite- dou um beijo em sua bochecha e entro no quarto, tomo outro banho visto o pijama e me deito na cama, lembro do beijo que o Troye me deu, sorrio com isso e logo depois pego no sono


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...