História My love - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Rap Monster, Sehun, Suga, Suho, Tao, V, Xiumin
Tags Jikook, Namjin, Yoonseok
Exibições 29
Palavras 1.683
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Famí­lia, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Chegay, desculpa pela demora, tinha um monte de prova e meu pai tomou meu celular, só consegui recuperar agora. Espero que gostem.

Capítulo 2 - Cap 2


   Tae: Hyung, por que os parabéns?

    - Olha, não vou mentir, o Baek e o Sehun estão namorando.

    Tae ficou sem reação, vi surgirem algumas lágrimas em seu rosto, corri para abraça-lo.

    Tae: Por que essas coisas acontecem comigo?

     - Ninguém sabe Tae, mas que tal você dormir aqui para tentar esquecer isso?

    Tae: Posso mesmo? - vi um sorriso sair de seus lábios

    - Mas é claro, se quiser posso te emprestar minhas roupas.

    Tae: Sabia que eu te amo né hyung.

    - Jurava que você amava o Baek. 

    Tae: Mas eu amo ele, só que de uma forma diferente.

     - Legal, liga pro seu omma e avisa que você vai dormir aqui.

     Tae pegou seu celular e discou o número que provavelmente era o de sua mãe, peguei o telefone de casa e liguei para pedir uma pizza. Caminhei até a cozinha para beber um pouco de água. 

     Tae: O meu omma deixou hyung! 

     - Então eu vou pegar umas roupas pra você. 

     Subi as escadas e fui em direção ao meu quarto com Tae me seguindo. Fui em direção do meu guarda-roupa e procurei por roupas que serviriam em Taehyung, já que o mesmo era maior do que eu. Por sorte achei uma calça de moletom cinza que ficava gigante em mim, só que não achei uma camiseta.

     - Tae... Se importa em ficar sem camiseta? - disse entregando a calça para ele

    Tae: Se você não se importar. - ele pegou as calças de minha mão

    Ele foi em direção ao banheiro, e eu coloquei meu "pijama" que na verdade era uma calça de moletom preta e uma camiseta também preta. A campainha tocou e eu logo fui atender, desci as escadas e fui atender. E era o cara de pizza. 

    Coloquei a pizza em cima do balcão da cozinha e vi o Tae descendo as escadas, e senhor, que abs lindo é aquele? Santo G-Deus, o que aquela obra de arte tá fazendo fora do museu?

     Tae: Gosta do que vê? - diz me fazendo sair do transe 

      - Oi? - disse percebendo que estava de boca aberta e babando - Desculpa Tae. 

     Tae: Não tem problema, eu sei que sou bonito. 

     - Você é muito convencido não acha? Mas quem sou eu pra discordar.

     Tae: Você pediu pizza!

      - Epa! Calma aí. Essa pizza é pra assistir o filme. 

      Tae: Que filme vamos assistir então?

      - Invocação do Mal.

      Tae: Jimin, você sabe que detesto filmes de terror. 

     - Por isso mesmo escolhi esse.

    ***

     Estávamos na sala e o filme estava quase acabando, Tae estava agarrado em mim por causa do seu medo. Quando estava na hora dos créditos desliguei a TV.

     - Me solta Taehyung, o filme já acabou.

     Tae: Hyung, posso dormir com você? 

     - Tá com medinho? - ele assentiu com a cabeça - Pode. 

      Tae: Eba! Mas eu não tô com sono.

     - Então vamos ficar no meu quarto conversando sobre coisas aleatórias. 

     Tae: Ok.

***

     Tae: Então Jimin, me diz, você gosta do Jeon?

     - Mas que pergunta é essa? É claro que eu não gosto dele, eu o odeio.

    Tae: Odeio é uma palavra forte.

    - Mas é o que eu sinto por ele, o que aquele menino fez comigo não tem perdão. 

    Tae: Mas o que ele fez pra você?

     - Eu já te disse, não vou te contar.

     Tae: Me conta Jimin. - ele fez manha

     - Já tá tarde, vamos dormir. - disse me deitando na cama e levantando o cobertor para o Tae deitar junto comigo. 

     Tae: Você é um chato Jimin!   

      - Então por que tá dormindo na mesma cama do que eu, ainda mais me agarrando do jeito que você tá. 

      Tae: É que eu estou com medo.

     - Bebezinho. - ele me deu um tapa

     Tae: Não sou um bebê. 

      - Boa noite bebê. 

      Tae: Boa noite.

      Dormimos assim, ele agarrado em mim, enquanto eu o abraçava. Imagina essa cena, você, que no caso é eu, dormindo com uma pessoa mais alta do que você te agarrando na cintura.

     ***

     - Acorda Tae, já amanheceu. 

     Tae: Deixa eu dormir mais um pouco.

     - Nem vem Taehyung. - puxei a coberta que cobria ele - Yoongi me mandou uma mensagem dizendo que é para encontrarmos ele na sorveteria mais tarde.

     Tae: Vai se ferrar.

     Quando consegui acordar o Tae, fomos em direção a cozinha tomar café da manhã, logo quando acabamos fui novamente ao meu quarto pegar uma roupa pra eu vestir depois de tomar banho, aproveitei e procurei umas roupas para o Tae vestir, que foi um grande desafio achar roupas que serviam nele, mas acabei achando.

     Depois que tomei banho foi a vez do Tae, e senhor, ele demora pakas. Algumas horas depois ele saiu, então decidimos passear pela cidade e almoçar em algum restaurante qualquer. 

     **

     - Anda logo Tae. - disse para ele que estava de olho na vitrine da lojas de bichos de pelúcias - Temos que encontrar o Yoongi e o Hoseok.

    Tae: Mas eu quero comprar esse bichinho. - disse apontando para em leão

     - Na volta a gente compra. Vamos logo.

     Tae: Mas eu quero agora. - fez manha 

     - Depois. - puxei ele pra longe da loja

     Caminhamos até a sorveteira e encontramos o Yoongi e o Hoseok. 

     Suga: Finalmente chegaram.

     - É que o Tae ficou meia hora encarando um leão de pelúcia. 

      Tae: Ele era lindo.

      Hope: Vocês vão ficar discutindo aí?

      Sentamos na mesa que o que o Yoongi e o Hoseok estavam e pedimos nossos sorvetes, eu pedi um de chocolate, Tae de creme, Yoongi de menta com chocolate, e o Hoseok também um de creme. Esperamos os nossos sorvetes,e quando eles chegaram devoramos, vocês tinham que ver o Tae comendo o sorvete dele, se lambuzava inteiro.

      - Tae, tá sujo aqui. - apontei para o local sujo

      Tae: A onde? - colocou a mão no lugar errado 

       - Aqui. - Peguei um guardanapo e limpei a parte suja - Pronto.

       Tae: Obrigado Jimin. 

         Hope: Ai que meigo. - Hoseok falou e fez um coração com a mão

       - Vai se ferrar Hoseok.

      Yoongi foi pagar a conta e voltou conversando com alguém, e esse alguém era nada mais nada menos que Jeon JungKook, pra vocês ver que eu tenho muita sorte.

      Suga: Gente, esse aqui é o Jeon.

      Tae/Hope: Oi Jeon. 

      Suga: Jeon, esse são o Taehyung, Hoseok e ..

      Kook: Jimin, a gente é da mesma sala.

      Suga: Que legal.

     - Legal nada. - sussurrei

    Kook: Que?

     - Nada.

     Suga: Então, vamos na minha casa assistir um filme.

     Todos: Eee! 

     Suga: Então anda logo. Você vem Kook? 

      Kook: Se não for incomodo.

      Suga: Mas é claro que não é. Mas se tentar me acordar, eu te expulso da minha casa!

      O meu dia foi de mal a pior, por que Jeon tinha que voltar pra minha vida? Que destino sacana é esse?

     Tae: Suga, será que que a gente pode passar numa loja pra comprar um bichinho de pelúcia.

    - Ah não Tae. 

    Tae: Mas você prometeu Jimin.

    Suga: Vamos comprar aquele bicho de pelúcia, assim o moleque fica quieto. 

     Fomos para aquela loja que o Tae tanto queria e compramos o bicho de pelúcia. Depois seguimos para a casa do Suga.

     Suga: Os filmes estão ali, escolham um que eu vou fazer a pipoca. Hoseok, você pode ir pegar cobertores e travesseiros? 

     Hope: Claro que sim amor, vai dormir durante o filme né?

    Suga: Você sabe que sim.

     Hoseok foi até o quarto pegar os cobertores enquanto Jeon olhava os filmes, sentei no sofá e o Tae ao meu lado. Suga voltou da cozinha com dois baldes de pipoca.

     Suga: Já escolheram o filme?

     Kook: Pode ser O chamado?

     Suga: Pode.

     Tae: De terror não! 

      Suga: Para de migue Tae!

     Jeon pegou o DVD e colocou no aparelho, Hoseok chegou com uns 500 cobertores, mentira era só três. Entregou um pro Jeon, outro pro Suga dividir com ele e um pra mim dividir com o Tae.

    Nem começou o filme direito e o Tae já estava me agarrando.

    - Tae, o filme nem começou ainda. 

    Tae: Eu sei, mas ja estou com medo!

    - Bebezinho. 

    Tae: Vai toma no cu. 

     - Tá revoltado, eu ein. 

******

      Aish! o moleque foi dormir em cima Jimin (ai que estranho eu falando Jimin) num aguento essa coisa não, tá achando que aqui virou várzea? 

     - TAE! ACORDA PORRA! - gritei, e eu não só acordei o Tae como também o Yoongi. G-Deus me proteja.

     Suga: Puta que pariu garoto, sai da minha casa.

     - Mas hyung, você não me ama?

    Suga: Só amo o Hoseok. Agora vaza da minha casa.

     - Nossa Suga, achei achei que éramos amigos. Vamos embora Tae.

      Tae: Mas eu quero ficar.

     - Vamos.

      Kook: Eu também já vou indo, Tchau. 

      Eu e Tae saímos correndo daquela casa e fomos em direção a minha. Só pra não encontrar a praga no caminho. 

     Tae: Por que você não gosta do Kook?

      - A nossa história é meia complicada pra você intender. 

    Tae: Me conta vai.

     - Não. 

    Tae: Nossa, de boas.

     - Seus pais estão ali.

     Tae: Onde. Achei. - ele acenou para os pais - É melhor eu Ir, tchau.

     - Tchau!

      Tae foi embora e eu entrei na minha casa, estava prestes a ir para meu quarto quando alguém toca a campainha.

       Fui atender a porta e me deparei com o Kook, meu dia não podia piorar, podia, mas podia mesmo. A pessoa teve a coragem de entrar na minha casa, vê se pode.

      Kook: Temos que conversar.

      - Não tenho nada pra conversar com você. Agora faça o favor de sair da minha casa.

      Kook: Por que você ta me evitando?

     - A resposta é meia óbvia. 

     Kook: Quantas vezes eu vou ter que pedir desculpa?

     - Até eu ser trouxa novamente e cair na sua. - eu já estava chorando.

     Kook: Me perdoa. - agora ele que estava chorando.

    - Sai da minha casa! - gritei. 

    Ele saiu, escorei pela porta e lembrei do passado.


Notas Finais


Desculpa qualquer erro, não revisei.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...