História My Love In Apocalypse - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~Tae-Tae-san

Postado
Categorias Tokyo Ghoul
Personagens Ayato Kirishima, Hideyoshi Nagachika, Hinami Fueguchi, Ken Kaneki, Personagens Originais, Touka Kirishima
Tags Ayahina, Touken, Zumbis
Exibições 84
Palavras 1.242
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Canibalismo, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Yo minna, foi mal pela demora, mas aqui está o capitulo, mas bem eu não quero atrapalhar a sua leitura, mas eu sou vou dar um aviso, eu ainda estou doente e com dor no braço, mas dane-se então...



BOA LEITURA MINNA-SAMA^^

Capítulo 2 - Saindo do inferno.


Fanfic / Fanfiction My Love In Apocalypse - Capítulo 2 - Saindo do inferno.

Hinami – Eu sou Hinami, e que droga eu não sou uma criança – A pequena estava estressada, mas logo se acalmou – Eu tenho 17, não sou uma criança.

Kaneki – Como assim? – O garoto se engasgou com a própria saliva – Você...

Touka – Sim, sim ela não é uma criança Bakaneki.

Kaneki – Tudo bem, Ayato quando você vinha observou como estão as ruas?

Ayato – Infestada, aqui da sua janela da para ver algumas como estão, mas do seu computador não da para ver?

Kaneki – Dar dá, mas não é tão preciso.

Ayato – Entendi...

Kaneki – Vocês trouxeram o que?

Touka – Armas, roupas, suprimentos e etc.

Kaneki – Entendi... Mas vão tomar banho, vocês estão fedendo sangue, e além do mais amanha temos um dia cheio.

 

 

 

 

CONTINUA...

 

 

 

POV’S Kaneki on

A maioria já havia tomado banho, só faltava Hinami-chan, eu olhava para minha arma, será que eu consigo matar alguém? Na verdade aquelas coisas ainda são humanas? Não sei.

Kaneki – AHHH – Eu abafei um grito – Que merda, eu não consigo.

Touka – Não consegue o que Bakaneki?

Kaneki – Gomen Touka-chan, eu estou apenas pensando.

Touka – O que você não consegue?

Kaneki – Ahn? Eh... Não é nada Touka-chan, eu já disse apenas estava pensando.

Touka – Entendi...

Kaneki – Bem, vamos apenas esperar a Hinami-chan e saímos – Touka-chan assentiu e ouvimos um barulho, então olhamos para ao lado e vimos Hide dormindo – Eu mereço! – Falei com uma gota na cabeça.

Touka – Como ele consegue dormir em uma hora dessas?

Kaneki – Sinceramente... Eu não sei. Ele é assim desde criança.

Touka – Seu irmão é muito estranho.

Kaneki – Eu concordo. Mas vamos tentar acordar ele logo, temos que sair daqui.

Depois de todos tomarem seus banhos e descansarem eu consegui acordar Hide – Que pelo amor de Kami, não sei como consegui – nós fomos para o andar de baixo. Hinami-chan ficou atrás de mim enquanto Hide ficou de um lado da porta, Touka-chan e Ayato do outro enquanto eu na frente. Dei um forte chute na porta – Só não doeu porque estava de tênis – fazendo a porta sair da dobradiça. Alguns zumbis me olharam e eu saí atirando nos mortos vivos.

Kaneki – Ayato! Vamos para a delegacia que seu pai trabalhava!

Ayato – Tudo bem é por ali – Apontou na direção do local.

Nós corremos até a delegacia onde ouvi alguns barulhos de zumbis “merda” pensei.

Kaneki – Ouviram esse barulho?

Touka – Sim... Quem diria que eles estariam até mesmo aqui!

Kaneki – Vamos entrar, com certeza terá alguma arma lá dentro.

Ayato – Duvido muito, mas vamos tentar.

Abrimos a porta vendo alguns zumbis, Touka-chan os matou com fortes batidas em suas cabeças. Quando ela ficou tão violenta assim? Na verdade ela sempre foi violenta... Saí dos meus pensamentos com meu irmão estalando os dedos em minha frente e me chamando.

Hide – Kaneki! KANEKI! – Gritou o sacudindo.

Kaneki – Ahn? Hide? Foi mal é que... Bem...

Hide – Uhn! – Me olhou com um sorriso malicioso – Estava olhando para a Touka-chan não é mesmo?

Kaneki – Cala a boca Hide! Apenas pegue algo e trave a porta.

POV’S Kaneki off

POV’S Autora on

 Kaneki ao perceber que já estava tudo fechado andou até Ayato colocando a mão em seu ombro.

Kaneki – Ayato me faz um favor, procure algumas armas ou munições que eu irei procurar um modo de sairmos daqui.

Ayato – Tudo bem, mas eu acho que já não tem mais nada, mas eu e Hinami tentaremos achar alguma coisa.

Kaneki – Obrigado, Hide procure suprimentos! – Ouviu o irmão assentir e viu os três saírem. O garoto pulou para trás do balcão e logo ouviu Touka perguntar:

Touka – O que você está procurando?

Kaneki – Algo que possa ajudar.

Touka – Provavelmente já levaram tudo.

Kaneki – Opa, opa o que é isso então? – Perguntou mostrando uma pistola – E parece que está carregada não é mesmo? – Brincou colocando o pente de volta e jogando para Touka – Presente.

Touka – Foi sorte!

Kaneki – Certeza?

Touka – Sim!

Kaneki – Então vamos ver... OPA!

Touka – O que foi?

Kaneki – Uma chave... Parece de um carro...

Touka – Provavelmente de um furgão.

Kaneki – Beleza, isso vai ajudar muito, agora só falta os outros chegarem – Disse se sentando no balcão.

Touka – Será que eles acharam algo?

Kaneki – Se meu irmão achou deve estar comendo agora – Falou com uma gota na cabeça.

Touka – Sendo seu irmão eu não duvido.

Kaneki – Tá me chamando de preguiçoso?

Touka – Não – Ironizou – No máximo folgado.

Kaneki – Nossa também te amo ta Touka-chan.

A azulada deu uma pequena risada e logo ouviu um barulho, ela olhou para Kaneki que confirmou, Kaneki pegou sua arma e a direcionou para onde o barulho vinha colocando Touka atrás de si, mas logo se acalmou percebendo que era Hide que havia tropeçado na mesa.

Hide – Gomen, eu acho que atrapalhei alguma coisa não é mesmo?

Kaneki – Hide se abaixa! – Gritou ao ver um zumbi atrás do irmão logo depois atirando na cabeça do morto-vivo.

Hide – Isso estava aí? Isso é serio? Eu nem percebi.

Kaneki – Seja mais cuidadoso irmão.

Hide – H-hai – Falou ainda com um pouco de medo.

Depois de alguns minutos Ayato e Hinami voltaram com três bolsas que aparentavam estar muito pesadas. O azulado pegou a bolsa da menor a colocando na mesa ao lado da sua.

Ayato – Achamos isso, acho que vai ser o suficiente – Falou abrindo a bolsa mostrando vários pentes de balas, armas e granadas.

Kaneki – Uau, isso... Isso... – A boca do garoto formou um grande e perfeito “O”.

Touka – Tsc fecha a boca, está babando.

Kaneki – Ah... Serio – Falou distraído arrancando risadas de todos.

Ayato – Você conseguiu alguma coisa aqui?

Kaneki – A chave do furgão e... – Olhou dentro do balcão – Alguns pentes.

Ayato – Acho que temos muitas balas, mas quanto mais, melhor!

O grupo andou até a garagem e entrou no furgão, Ayato e Hinami iam à frente enquanto o resto ia atrás com a bolsa de armas. Kaneki olhava fixamente para Touka que apenas ficava olhando para a paisagem. Hide apenas sorria malicioso para o irmão que não prestava atenção em nada apenas na azulada a sua frente.

Kaneki acordou com um forte solavanco, o mesmo nem havia percebido que tinha dormido, o albino foi olhar o que havia acontecido, então deu leves socos no vidro que dava para a parte do motorista e logo Ayato abriu.

Kaneki – O que aconteceu?

Ayato – Bem... Olhe você mesmo – Apontou para fora.

Kaneki olhou para frente vendo o lugar infestado de zumbis em uma cratera gigante. Ele olhava aquilo incrédulo, não sabia o que fazer. Não ele sabia sim, mas era uma coisa muito insana.

Kaneki – Vou pegar minha AK.

Touka – O que vai fazer?

Kaneki – Distrair eles.

Hide – Tome cuidado irmão!

Touka – Volte seguro... Idiota...

Kaneki sorriu para Touka e acariciou levemente seu rosto colocando o capuz e saindo do furgão e olhando para os zumbis, ele atirou em um para chamar sua atenção e eles saírem de perto do furgão. Seus olhos pareciam estar com fogo enquanto ele olhava para os zumbis pensando em um plano que fosse rápido, fácil e eficiente. O garoto olhou para os zumbis suspirando, mas sem soltar a arma. Ele fez sinal para Ayato desviar dos zumbis e olhou para a janela vendo Touka com o semblante preocupado, ele sorriu para Touka tentando a acalmar, mas não conseguiu, então apenas olhou para os zumbis e disse:

Kaneki – Venham! – Ele olhou novamente para Touka e pensou – Eu vou voltar Touka-chan, e quando eu voltar, eu vou tentar te explicar tudo que sinto para você, vou te contar meus sentimentos por você... Eu prometo...

 

 

 

 

CONTINUA...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...