História My Love Is War - Interativa - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce, Eldarya
Personagens Ezarel, Jamon, Keroshane, Leiftan, Mery, Miiko, Nevra, Personagens Originais, Valkyon
Exibições 75
Palavras 702
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Estupro, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Quem é a ser viva que posta capítulo ás quatro da manhã? Eu!....

Boa leitura

Capítulo 7 - Shipps


Pov´s Atsame

Quando eu iria enfiar a faca em minha mão, bateram na porta.

-Ta aberta, pode entrar... – eu joguei a faca longe

A porta se abriu e revelou que o Nevra que estava batendo

- O que você quer? – perguntei

- Por que estava me seguindo? – ninja....

- Porque eu quis, não tinha nada para fazer.... – odeio mentir, mas...

- Você me ama, né? – o filho da puta me fez corar...

- Deixar de ser idiota, eu não te amo. Te conheci hoje.

- Já ouviu falar em amor a primeira vista? – ele foi se aproximando de mim

-Sim, mas este não é o caso.

Eu fui andando para trás conforme ele foi se aproximando de mim com um sorriso um tanto quanto malicioso. Posso falar?  Não vou mentir, adoro. Fiquei chegando ara trás até eu encostar na parede, sabia que iria acabar encostando em alguma coisa...

- Não tem para onde fugir, Atsamesinha – ele lambeu os lábios dele e segurou meus pulsos

- Você não vai fazer o que eu estou pensando, vai? – ele colocou meus braços acima da cabeça e segurou meus dois pulsos com um mão e com a outra ficou acariciando meu rosto.

- Talvez... – tô com medo...

Ficamos nos olhando durante um bom tempo sem falar nada, eu apenas fiquei pensando na minha situação. Não sei o que o Nevra está pensando, mas coisa boa sei que não é.

-Vai ficar cala... – ele pôs o dedo dele nos meus lábios

-Shiii.... Quero te admirar em silêncio...

E claro, eu que não sou trouxa, mordi minha língua com muita força, fazendo-a sangrar, fiz isso com a intenção do Nevra me beijar, de língua, para ter acesso ao meu sangue. Eu sou muito pilantra....

- Por que fez isso? Agora me deixou na tentação... 

Ele ficou lambendo ao redor da minha boca e eu abri um pouco minha boca, como se quisesse falar alguma coisa, mas, como esperado, ele me beijou de língua, e eu correspondi, claro. Senpai is mine! Sério que foi tão fácil assim? Não teve nem graça...

Ele parou de me beijar e foi na direção da minha orelha.

- Não se corte quando eu estiver por perto, ou posso acabar te mostrando o quão perigoso posso ser. - ele sussurrou sedutoramente

Pera! Da uma pausa, minha pressão aumentou de repente aqui... Respira, pega oxigênio, segura, solta, suspira... Ok, continue.

Pov's Sakura


Eu estava no laboratório perturbando Enya (Ezarel. A Sakura chama o Ezarel de Enya mentalmente.), que estava lendo.

- Atrapalho? - perguntei

- Não. - ele não olha para mim... - O que você quer árvore? Veio ficar plantada aqui? - ele sorriu sadicamente

-Idiota... - eu o olhei nervosa

- Você fica irritada com qualquer coisa, você não tem jeito. - fiquei calada - Não vai dizer nada? 

-Eu te amo....

- Eu também... - Eu me aproximei dele para beijá-lo. - Eu também me amo. - depois dessa eu me virei e fui embora


Pov's Ezarel

Mentira, Saky. Eu também te amo... (Ezakura)

Pov's Atsame

Nevra sorriu e me empurrou, fazendo eu cair na cama. Ele ficou por cima de mim e começou a lamber meu pescoço, e depois me mordeu fortemente, fazendo eu sangrar muito e eu sorri de lado. (Nesame)

Pov´s Ezarel

Eu sou idiota, poderia ter falado para a Saky que também a amo, mas o orgulho não deixa...

-EZAREL! – Ykhar....

             - Que foi?

-A Ma.... A Ma... Respira... – ela suspirou – A Maki foi assassinada.

- O que? Como?

- O Mike achou ela e... ela estava desmembrada e toda molhada. – molhada... foi logo depois que ela saiu correndo naquela vez.

- A Miiko já esta ciente? – ela fez um ´´sim´´ com a cabeça

- Ela quer fazer uma reunião com chefes da guarda agora, eu já avisei o Valkyon e você, falta o Nevra...
 

- Deixa que eu procuro ele, não quero demorar um ano só para ter uma reunião por causa dele. - me virei e fui embora

Onde eu procuro ele? Imagino que ele esteja com meninas, mas qual? A Atsame, talvez? Posso olhar no quarto dela, ou no quarto dele... Ou ele pode estar dando em cima das meninas da minha guarda de novo...
 


Notas Finais


A- Ir para o quarto da Atsame

B- Ir para o quarto do Nevra

C- Ficar andando por aí até encontrá-lo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...