História My marriage by contract - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber
Tags Amor, Casamento Falso, Drogas, Mentiras, Traições
Exibições 54
Palavras 1.211
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Droubble, Festa, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Espero que gostem ❤

Capítulo 16 - Você esqueceu a Georgina?


Pov Nicolle: 

Eu: Então é o que vamos ver você nunca vai conseguir tirar ele de mim e lava essa sua boca pra me chamar de cadela que cadela é você!

Tá eu não tenho certeza se ela vai conseguir tirar ele de mim e me doeu saber que ela ainda o ama e se ele lá no fundo a amar e se ele nunca esqueceu ela? 

Georgina: Olha aqui você tem duas opções ou fica e aguenta e sofre as consequências  ou sai mais tenho certeza que vai ser só eu me declarar pro Justin que ele volta pra mim esta me entendendo olha pra mim sou da mesma classe que ele sou mais bonita que você pois você não passa de uma entereceirá vadia. 

Quando eu ia responder ouço Justin me chamar da escada e ela da um sorrido cínico de deboche e se vira quando ela se vira da de cara com o Justin e sorri pra ele logo depois ela sai e ele me olha. 

Justin: O que aconteceu que cara é essa? 

O que aquela vadia pensa que é pra me chamar de entereceira e vadia eu vou acabar com ela se ela fizer algo contra mim mais e  ela estiver certa se ela  conseguir tirar ele de mim eu tô cansada de sofrer sempre tem alguma coisa atrapalhando minha vida. 

Eu: Nada, vamos? estou ansiosa. - falei forçando um sorriso.

Justin: Voce não me engana amor mais depois  você vai me contar o que aconteceu mais vamos que daqui a pouco acho que a vic vai morrer de tão ansiosa que está. 

Nós sorrimos e descemos quando já estávamos do lado de fora do prédio tinha uma lumosine nos esperando. 

Justin: Gente eu a Nicolle vamos no meu carro voces sabem eu adoro dirigir e não vejo necessidade ir de lumosine sendo que tenho alguns carros aqui..

Jaremy: Tudo bem filho. 

Eu: Bom então até daqui a pouco gente.- eles asentirão e nós  fomos.

 Quando chegamos na garagem do condomínio Justin tirou a chave do seu bolso e abriu o carro logo nos entramos e eu liguei o rádio logo começou a tocar Shawn Mendes e começamos a cantarolar baixinho  vai ser uma longa estrada até o Park da disney a limosine estava um pouco atras da gente pois Justin não sabe dirigir normal ele corre ia ser mais ou menos quase duas horas no carro... Como antes eu percebi o quão bem Justin canta. 

Eu: Você canta bem!

Justin: Obrigado voce também até que não é mal. - falou sorrindo e eu revirei os olhos deixando escapar um sorriso.

Eu: Porque não seguiu na carreira de cantor creio que voce se daria bem. 

Justin: Cantar é só meu robi não algo que eu queira pra vida eu gosto do que faço. 

Eu: claro né você gosta de mandar nas pessoas. - deixei escapar mais foi num sussuro para que só eu ouvisse mais ele ouviu. 

Justin: Eu  ouvi isso mais você tá certa gosto de dar ordens e gosto quando as pessoas obedecem. - falou tirando a atenção da estrada e me olhando mas logo voltou a prestar atenção na estrada. 

Eu: Indireta recebida com sucesso.- falei e nós rimos.

Justin: Tá agora fala o porque você estava com aquela cara. - falou pousando sua mão na minha perna me causando arrepios logo eu entrelacei meus dedos por cima da dele e o mesmo me olhou e sorriu de lado.

Eu: Não aconteceu nada você que está imaginando coisas. 

Justin: Nicolle por favor eu te conheço a um ano mesmo não nos dando muito bem naquela época eu reparavá em você e até mesmo agora eu reparo e sei que você está mentindo e eu odeio que mintam pra mim então me conta. 

Assim que ele falou isso ficamos num silêncio por mais ou menos 4 minutos. 

Eu: Você me ama mesmo?- falei e minha voz saiu embargada.

assim que terminei de falar o mesmo parou o carro num acostamento e se virou pra mim já que ele não usava cinto conseguiu fazer perfeitamente logo ele soltou o meu e virou meu rosto para encaralo já que eu estava olhando pela janela para não encaralo mais não adiantou pelo visto. 

Justin: Nicolle eu te amo mais que tudo nesse mundo mais até que a mim mesmo eu te falei ontem você não acredita em mim é isso? - perguntou segurando meu rosto em suas mãos.

Eu: Você esqueceu a Georgina?- falei deixando uma lágrima escorrer mais justin logo a limpou.

Justin: Claro que eu esqueci! Mais o que tem ela? - falou enquanto acariciava meu rosto com o polegar. 

Eu: Se ela qualquer dia desses chegasse e falasse que ainda te ama você voltaria pra ela e me abandonaria? 

Justin: É como eu te falei eu a esqueci não quero mais nada com ela tô pouco me fudendo se ela quer algo comigo ou não eu te amo minha marrenta! - falou me dando um selinho e colando nossas testas. 

Eu: Eu te amo meu pervertido! 

falei o dando outro selinho mais logo se transformou em um beijo e ele me puxou pro colo dele o beijo continha amor e carinho era calmo logo nos separamos por falta de ar e eu colei nossas testas. 

Justin: Não sei o que a Georgina te falou mais quero que você saiba que ela nunca mexeu comigo do mesmo jeito que você mexeu, com você é diferente é um amor pra vida eu acho que nunca gostei da Georgina de verdade era só atração que na epoca eu confundi com amor mais quem  amo de verdade é você pequena. - falou e logo eu o beijei o mesmo desceu suas mãos pra minha Bunda e a apertou.

Somos interropidos por uma batida no vidro ao nosso lado Justin bufou como sempre e abriu a janela e vi que era o Jake fiquei envergonhada pois eu estava no colo do Bieber e na situação que nos  encontrávamos.

Jake: Será que dá pra pararem de trasar um pouco e seguirem o caminho todos acharam que o carro tinha quebrado. 

Justin: É mais não quebrou agora colicença que você está atrapalhando. 

Justin começou a segurar o botão que fecha o vidro  mais pude ouvir o Jake dizer uma coisa que  me deixou com raiva que cara escroto. 

Jake: Sabe ela deve transa bem pra vocês não pararem de transar  então saiba Nicolle que o dia em que se cansar dele que nem a Georgina você terá um lugar na minha cama. 

Vi os punhos do Justin se fechar e seu maximilar ficar travado seu olhar continha ódio e quando vi que ele ia abrir a porta do carro coloquei as mãos no seu rosto e comecei a acariciar e logo ele me olhou.

Eu: Amor eu deixaria você acabar com ele por ele ser um idiota mais não vamos estragar a viagem por favor você sabe que não vou te trocar por aquele cara escroto não sou idiota e puta feito a Georgina...

Justin: Mas...- não deixei ele terminar e o interropi...

Eu: Por favor amor. - falei lhe dando um selinho e depois  beijando seu rosto e logo depois o pescoço e logo depois mordendo o lóbulo de sua orelha. 

Justin: Ok mais não vou deixar isso barato. - falou dando um sorriso malicioso.






Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...