História My Mochi Stalker - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Namjin, V-hope, Yoonmin
Exibições 733
Palavras 720
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Antes tarde do que nunca... XD

Me desculpem por postar o capítulo na madrugada, mas estava sofrendo com o show T.T

Se alguém quiser me presentear com ingressos na próxima vez, estou aceitando desde já!
Obrigada! De nada!

Capítulo 25 - Asco


*** Jimin ON ***

Entrei no meu quarto e me joguei na cama. Estar de volta era um alívio, melhor ainda quando trago um brinde! Jungkook logo deitou ao meu lado.

 

JM: Fica comigo? Quero que troque de dormitório. Quero dormir e acordar com você...

JK: Mas esse não é um dormitório do tipo individual?

JM: Sim, esse bloco todo é assim. Mas meu pai é um dos maiores contribuidores dessa universidade. Então eu posso conseguir autorização, basta você aceitar!

JK: Que coisa feia Park Jimin... você não pode usar seu dinheiro para conseguir vantagens...

JM: Não? – olho para ele fazendo bico.

JK: Normalmente não, mas acho que esse caso é diferente... – ele diz abrindo um sorriso fofo.

JM: Então vai pegar suas coisas que eu vou falar com o reitor.

JK: Tá certo.

 

***

Assim que cheguei na recepção da sala do reitor, sua secretária já avisou minha presença. Não demorou muito para que Kim Sangho, reitor da universidade, me recebesse.

 

SH: Jiminie! – reviro os olhos. Tenho nojo daquele homem.

JM: Vou ser breve. Quero uma autorização para dividir o dormitório com Jeon Jungkook.

SH: Mas o seu bloco é todo composto de dormitórios individuais...

JM: Me diga algo que eu já não saiba! Se estou aqui é porque você vai abrir uma exceção para mim.

SH: Jiminie... você sabe como essas coisas são complicadas, a papelada e tudo mais... nada disso sai de graça.

JM: O que você quer?

SH: Um beijo.

JM: Você tá batendo muita punheta... teu cérebro deve tá todo no pau agora! Não vou te beijar... nem hoje, nem nunca!

SH: O que custa? Só um selinho...

JM: Custa o resto de sanidade que ainda me resta...

SH: Jiminie... sonho com seu corpo todas as noites, estou para pirar. Depois que você me mandou aquela foto, não consigo mais dormir sem sonhar com você...

JM: Já entendi seu velho tarado, não preciso saber com detalhes o que você faz com minha foto...

SH: Hmm... da outra vez também envolvia Jeon Jungkook. Você queria uma bolsa de estudos integral para ele... e eu consegui.

JM: Não fale como se tivesse sido de graça... – Saber que aquele homem nojento tem uma foto minha nu me faz sentir um arrepio na espinha. O que não faço por você, Kookie? Respiro fundo e engulo meu ódio. Matá-lo ali não vai adiantar nada.

SH: Mas estou tão solitário, Jiminie... dessa vez quero algo mais... físico.

JM: Não vou te beijar...

SH: Hmm... então me deixe pensar. Algo físico... não pode ser um beijo... já sei! – Só de ver sua expressão facial já tenho um péssimo pressentimento sobre isso. – Me deixe lamber seus pés.

JM: Também não.

SH: Ah, uma pena. Então não poderei ajudá-lo...

JM: Não? – meu sangue sobe a cabeça.

 

Pego uma caneta que estava na mesa, puxo a gravata de Sangho e aproximo a caneta do seu olho.

 

JM: Você vai fazer o que eu peço enquanto estou sendo educado. Tentei ter uma conversa civilizada, mas vi que está brincando com minha cara. Na primeira vez que vim aqui te pedir algo estava desesperado e não esperava que você fosse pedir aquilo. Mas agora, vim totalmente preparado para ouvir todas as suas baboseiras. Então não pense que vai me fazer de idiota de novo! Ou você me dá o que eu quero ou espalho para universidade inteira que você me chantageou para conseguir uma foto minha pelado. – solto sua gravata e empurro seu peito – E então como vai ser?

SH: Me pisa! Quero que me pise... por favor Jiminie... faço o que você quiser... mas me pise!

JM: Você come merda? Acabei de ameaçar a sua vida e a sua carreira e você quer que eu te pise? – Esse cara consegue ser pior do que eu...

SH: Você não entende o quanto me deixa louco... por favor... te ver falando assim comigo me encheu de vontade de ser pisoteado por você.

JM: Não vou tirar os meus sapatos...

SH: Como quiser...

JM: Então deita logo nesse chão, não tenho o dia todo!

 

Por mais estranho que pareça, sinto nojo de pisar nele. Mas já vi que ameaças não funcionam com esse demente. Melhor pisá-lo do que beijá-lo ou deixar que ele passe aquela língua nojenta em mim... isso me faria ter vontade de cortar o próprio pé.


Notas Finais


Chimchim arrasando corações aushuahushuahs

desculpem os erros que podem ter... to caindo de sono aqui <3 /dormenoteclado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...