História "My Mochi"[JIKOOK] - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 255
Palavras 1.559
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


louvada seja a quinta feira 10 de agosto.
(tem surpresinha nas notas finais)

Capítulo 15 - 15.


Acordei com o barulho do som alto do vizinho, acho que ainda não mereço ser incomodado assim.

Olhei para os lados procurando meu Mochi, Jimin não estava ali. Comecei a me preocupar pensando que Taemin teria entrado em casa e roubado ele de mim.

Levantei rápido e senti minha cabeça girar, sem ligar muito pra isso fui até a ponta da escada para poder ter uma visão direta de onde ele estava, e mesmo assim não o achei.

Fui até a cozinha para ver se ele estava lá tomando café, e nada. Fui também na sala, ele não estava lá.

“Onde esse cara se meteu?!”

De repente, quando estava entrando em meu quarto novamente, escuto alguns barulhos, que ficaram meio baixos por causa do som do vizinho, vindos direto do banheiro, no fim do corredor.

Fui caminhando devagar até a porta do banheiro, que estava encostada, e espiei o que estava acontecendo lá dentro.

Jimin estava lá, sentado na banheira com cada perna apoiada nas laterais da banheira, se tocando. Sua franja estava com boa parte grudada na testa por causa do seu suor, e seus gemidos eram doces e pouco roucos.

Sua imagem completamente excitada estava rodando minha cabeça e seus gemidos ecoando na mesma. Quando menos percebi, minha calça já parecia apertada.

--Mmm… K-Kookie-Ah… - ouvi ele dizer meu nome.

“Ele está pensando em mim enquanto se toca?! Mas que honra…”

Ouvi meu celular tocar no quarto e corri para o mesmo para tentar atender. Era Hoseok.

[LIGAÇÃO ON]

Hobi: Jeon, me ajuda…

Jeon: O que foi?

Hobi: O S-Suga…

Jeon: Ele também está se…

Hobi: S-Sim. O que eu faço?

Jeon: Ah, eu não sei… V-Vamos tentar entrar onde eles estão. Temos que ajuda-los com isso, lembra?

Hobi: Eu tô com medo, Jungkook…

Jeon: Hyung, você está… excitado?

Hobi: P-Por que quer saber disso?

Jeon: Você está excitado por causa do Yoongi? Apenas me responda Hyung…

Hobi: S-Sim, estou…

Jeon: Hyung, vá até ele e tente… Ajudá-lo.

Hobi: Acha que vai dar certo?

Jeon: É do que ele está precisando agora. Suga precisa foder alguém.

[LIGAÇÃO OFF]

Respirei fundo e olhei para baixo, minha calça continuava aperta. Só de me imaginar com Jimin… Ahmm…

Senti que precisava ir vê-lo, mas não tive coragem suficiente. Nem pareço o garoto que acabou de dizer que Yoongi precisava foder.

Eu ainda continuo tímido para essas coisas…

Me joguei na cama, algo que deixou minha camiseta um pouco levantada e minha ereção ainda mais à mostra.

Jimin se tocando e seus gemidos tão suaves ainda rondavam minha cabeça, tal coisa fez com que minha mão automaticamente descesse para minha calça, apertando meu membro por cima dos tecidos.

Após tanto tempo sem me tocar, percebi que estava prestes à fazer isso. E não me arrependeria mais tarde.

Abaixei um pouco minha calça, junto da minha boxer. Fechei meus olhos e comecei a movimentar minha mão, para cima e para baixo. Soltando baixos gemidos, que saíram despercebidos.

--Por que não me dá mais atenção, Kookie? - uma voz conhecida e com um tom maior de malícia vem da direção de onde fica a porta.

Me assustei, sentado na cama e ver Jimin. Ele estava do mesmo jeito de antes e seus lábios estavam mais vermelhos.

Não respondi nada para ele. Não consegui por causa da minha vergonha enorme.

Jimin solta um risinho malicioso, mas ao mesmo tempo doce. E começa a caminhar até a cama. Subindo e engatinhando em cima da mesma até ficar com seu rosto bem próximo do meu.

--Kookie… você prometeu me ajudar, não? - ele olha para minha boca e volta sua atenção para meus olhos. - Por que não fez isso quando me viu no banheiro precisando de você?

Engoli em seco.

--J-Jimin… - ele coloca seu indicador na minha boca, interrompendo minha fala.

--Kookie, eu entendo a sua vergonha. - ele sorri doce - Mas saiba que hoje eu preciso de você sem ela. - me dá um selinho.

O beijei novamente, dessa vez com mais intensidade e uma boa quantia de malícia.

Ele senta no meu colo, me deixando ainda mais nervoso e excitado. Tentei sorrir durante nosso beijo para dar mais intenção de normalidade da minha parte.

Jimin, então, começou a colar ainda mais nossos corpos e a dar pequenas reboladas em meu colo, me dando pequenos arrepios ao sentir o contato dos nossos membros.

Tudo estava ainda mais fácil ali, já que ele estava completamente nu. Nossos contatos já estavam completamente quentes.

Parei o beijo e vi ele fazer uma cara de reprovação. Sorri disso e comecei a dar atenção ao seu pescoço, tão macio e sem nenhuma marquinha…

Dei um beijo naquela área, vendo ele se arrepiar. Levei uma mão até minha própria boca, a umedecendo. E enquanto espalhava beijos e alguns chupões pelo seu pescoço, comecei a movimentar meus dedos dentro de Jimin. Que rebolava e gemia baixo perto do meu ouvido.

Arfei baixo ao sentir a mão de Jimin em meu membro. Conforme ele se movimentava nos meus dedos, me masturbava no mesmo ritmo.

Quando senti que estávamos prestes a chegar ao ápice, o segurei no meu colo e com cuidado e um pouco de brutalidade, o deitei na cama.

Lá estava um Jimin Mochi que eu pensei que nunca conheceria. Um rosto completamente malicioso, mas ainda sim fofo, seus lábios ainda mais vermelhos e inchados por culpa das mordidas, seus cabelos bagunçados com a franja um pouco grudada na testa pelo suor e completamente excitado por minha culpa.

Se fosse possível morrer de amores e tesão, acho que já estariam chorando abraçados à minha lápide.

Eu estava ajoelhado entre as pernas de Jimin, apreciando cada milímetro do seu corpo perfeito. Suas mãos pequenas, seu abdômen levemente definido e seu rostinho, me fazem ficar cada vez mais apaixonado e impressionado pelo Jimin que se mostra a cada dia que passa.

Jimin me puxou para beijá-lo novamente, e as coisas que estamos fazendo se tornam ainda mais quentes pelas músicas que os vizinhos colocam. Com certeza irei agradecer mais tarde.

Nos separamos pela falta de ar em nossos pulmões e fui descendo os beijos pelo seu corpo perfeito. Beijando cada lugar que podia.

Parei os beijos quando me vi diante do seu membro. Olhei para cima e Jimin assentiu com a cabeça sem dizer nada. Me passando confiança apenas com seus olhos.

Sorri e peguei seu membro, o colocando com delicadeza em minha boca. Era minha primeira vez fazendo isso.

Comecei fazendo movimentos circulares com minha língua em volta da sua glande, logo fazendo sucções e o lambendo.

Vi Jimin apertar os lençóis da cama e se contorcer um pouco. Sorri ao perceber que estava o satisfazendo e parei o que estava fazendo quando o maior disse que estava quase em seu ápice novamente.

Beijei ele de novo, fazendo que sinta o gosto do seu pré-gozo.

--K-Kookie…

--Sim?

--M-Me fode, Kookie… P-Por favor… - ele diz levantando seu tronco para colar nossos corpos.

Soltei um risinho soprado em seu ouvido e o ouvi arfar.

Me levantei e peguei o lubrificante na gaveta da minha cômoda. Voltei para a cama e me sentei, abrindo o produto.

--Olha, é um pouco gélido, mas se não passar isso aqui, pode doer bastante. - o expliquei enquanto colocava um pouco do líquido em uma das minhas mãos.

Ele assente com a cabeça e se deita novamente.

Espalho um pouco do lubrificante na sua entrada, com cuidado, e o que sobrou, passei em meu membro.

--Pronto, Jiminie? - perguntei tentando passar confiança.

--Pronto, K-Kookie… - ele responde sorrindo e segura uma das minhas mãos.

Suspirei ao sentir nosso contato e percebi que Jimin estava sentindo um pouco de dor. Parei de me movimentar até perceber que o mais velho se acostumou.

Comecei a fazer movimentos lentos, que com eles, os gemidos baixos iam nascendo e ecoando no quarto.

Jimin aperta minha mão e começa a se movimentar para tentar acelerar as estocadas. Entendo o que ele quer e começo a estocar mais rápido e aparentemente mais fundo.

A cada momento que se passava os movimentos aumentavam, até chegar o ponto em que nossas bocas não paravam mais fechadas.

Algumas vezes Jimin gritava e gemia mais alto que em outras vezes. Percebi o quanto aquilo era prazeroso para ele, mas deixei da maneira que estava, não queria que tal toque o machucasse.

--K-Kookie… - ele me chama e cola nossos corpos, fazendo com que nos beijamos e as estocadas podem ir mais fundo. - E-Eu… - ele desiste de falar e esconde seu rosto na curva do meu pescoço na tentativa de abafar seus gemidos.

Sinto meu ápice chegando pela terceira vez, e dessa vez vou até o final.

Começo a masturbar Jimin para fazer com que o mesmo também chegue em seu ápice. Seus gemidos e gritos aumentaram, a ponto de muitos falharem na hora de sair.

Ele agarra e começa a arranhar minhas costas, tal ato poderia, com certeza, ficar marcado depois.

Logo, sinto algo quente e molhado no meu abdômen, olhei para baixo e sorri ao ver que ele havia gozado, mas não queria que parasse.

Em poucos segundos, preenchi Jimin com o meu líquido, logo saindo de dentro dele e me jogando ao seu lado na cama.

--Kookie… - ele me chama em meio a sua respiração ofegante.

--S-Sim?

--Obrigado por me ajudar! - ele responde virando-se para mim e deitando sob meu peito.

--A gente faria isso uma hora ou outra mesmo. - digo rindo e vejo o mais velho fazendo eye smile.

--Eu te amo, bobinho! - ele diz e beija meu nariz.

--Eu também te amo, Mochi… - fiz careta.

Aproveitamos que o vizinho desligou o som e voltamos a dormir da maneira que estávamos. Cansados e satisfeitos.





Notas Finais


eu tentei, na minha opinião ta legal ;-;

(Jimin na banheira: https://youtu.be/YKDHBZmBJCo )


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...