História My Monster - Capítulo 6


Escrita por: ~ e ~MinasdoBieber21

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Rap Monster, Sehun, Suga, Suho, Tao, V, Xiumin
Tags Bts, Bts Imagine, Exo, Exo Imagine, Namjoon, Ommamonster, Sehun
Exibições 110
Palavras 999
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Fluffy, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo, Visual Novel
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


~HELLO, HELLO (what?!)
HELLO, HELLO (what?!)
Tell me what you want, right now~

\o/

Capítulo 6 - Six


Luhan POV's

Ultimamente ando observando uma menina chamada Bi, ela é uma vampira do clã inimigo.
Sei sua rotina e também sei quando e onde irei fazer o que pretendo.

~Flashback On~

Quando eu voltei para casa meu pai estava brigando com meu irmão  Sehun, e meu pai nosso líder ele falava que se realmente queremos encontrar nossa mãe teríamos que dar um neto para ele.

Meu pai achava que por eu e Sehun amarmos muito nossa mãe quando criança seríamos fracos, então ele levou ela para bem longe de nós, desde então fazemos de tudo para a encontra-la.

Quando eu apareço meu pai vai embora apenas dizendo em minha direção "vocês tem um prazo."

Não tinha entendido direito, porém  mais tarde Sehun me contou tudo e por eu ser o filho mais velho eu seria o responsável por dar um neto ao meu pai em troca de nossa mãe.

- Não faça besteiras Luhan.- Sehun diz para mim sério.

Ignorei o mesmo.

Pego as chaves do carro e saio andando pelas ruas até que vejo duas meninas sentadas em um banquinho na praça fico olhando para elas até que elas levantam e saem para direções diferentes sigo a que mais me chamou atenção.

Ela anda durante alguns minutos até chegar na entrada de uma casa.

Ela fica no portão e um homem abre para ela.

Eu estava do outro lado da rua mas dava para ver bem o rosto de Namjoon o líder do clã inimigo.

- Ela é um deles?- Falo vendo eles fecharem o portão.

~Flashback Off~

Depois desse dia venho a seguindo, ela anda bastante com uma menina que Suho falou que era a irmã de Jungkook um menino que estudou em nossa escola e também é um vampiro pelo que me lembro... Nunca me dei bem com ele e seus outros amigos.

Somos e sempre seremos rivais, mas creio que meu pai nao irá ligar se eu lhe der um neto híbrido, coisa que é raro de se acontecer.
Só consigo pensar em dar uma criança para ele e achar minha mãe, não estou ligando para os problemas que possam vir.

Bem... chegou a hora.

Ela não saia muito de casa e quando saia não era sozinha...
Ando por trás dela, ela disfarçadamente olha para trás, a rua estava escuta e não tinha ninguém passando pelo local, ela começa a andar mas rápido e eu também a alcanço, coloco um pano tapando sua respiração fazendo-a desmaiar.

Estamos em uma casinha que fica um pouco afastado do lugar que estávamos, a coloco na cama e examino cada parte do seu corpo.

Amarrei as mãos da mesma a prendendo firme na cama, ela era fraca, só a manteria prisioneira até ela ter o neto que meu pai quer.

Quando estava prestes a cometer tal ato a mesma acordou e tentou se livrar das cordas, mas era em vão. Tirei peça por peça a vendo chorar litros de água, ela me implorou diversas vezes para mim não fazer aquilo, então enfiei um pano em sua boca e sussurei em seu ouvido para ela calar a boca.

Quando estava prestes a tirar a última peça de seu corpo ela me acerta com seu pé, em um piscar de olhos ela havia conseguido se livrar das cordas e correntes que tinha colocado na mesma, peguei uma adaga especial que matava ambas espécies e fui para cima da mesma, lutamos até ambos ficarem com filetes de sangue na boca, a mesma avançou em mim e mordeu meu pescoço gritei agonizado de dor, as forças da mesma se renovaram curando cada machucado que havia feito nela, quando ia usar a adaga para cravar em seu peito a mesma desvia e pega a adaga de minhas mãos em movimento rápido e me atira contra parede logo cavando a mesma em meu coração. Agonizei algumas vezes e vi a mesma se apavorar com o que havia feito.

- Desculpe mãe, espero que Sehun te traga de volta...- Tossi sangue e caí de joelhos ao chão e bati com a cabeça no mesmo, depois disso eu só vi o escuro, havia ficado frio e aterrorizante.

Pam POV's

Acordei abraçada de Sehun, senti um frio na barriga descomunal, me levantei e fiz minhas higienes, desci e fui prepar o café da manhã.

Hoje eu estou mais desastrada do que o normal, cortei meu dedo quando estava cortando as frutas para uma salada, queimei algumas panquecas e acabei queimando minha mão... E tudo por causa do maldito... Quer dizer... Bendito beijo!

Aah... Dá um belo nó no estômago só de lembrar dos lábios de Sehun junto aos meus, não parei de pensar nele desde que acordei.

- Bom dia!- Sehun aparece com um enorme sorriso no rosto.

- AAH SAN(TO) SEM OR!- Quase caí de cara no chão se não fosse por Sehun segurar minha cintura. - Num faz isso comigo!- Respirei fundo e soltei me sentando na cadeira e logo escondendo meu rosto completamente vermelho, minhas bochechas estavam pegando fogo! - Bom dia...- Meu bom dia saiu abafado devido o fato de eu ter falado com a cabeça escondida entre meus braços. Tentei espiar por uma brechinha e vi Sehun sorrindo feito um bobo e sem eu perceber acabei suspirando. Estaria eu apaixonada ele? N-não... É impressão da minha cabeça...

Um silêncio incomodante se fez presente.

- Você vai sair hoje?- Sehun quebra o silêncio, pela brechinha que eu o encarava vi que o mesmo estava com as bochechas rosadas.

Levantei um pouco a cabeça e balancei dizendo que não.

- Vamos juntos! Sair.. quer dizer... Vamos sair juntos?!- Sehun.

Balancei a cabeça em um sim. Seria um... Encontro?

- Aonde você quer ir?- perguntei baixinho.

- É-ér... Que tal... No parque?- Sehun.

Encontro? Essa palavra martelava em minha cabeça.

- Não é um encontro... Você pode chamar seus amigos se quiser...- Sehun dizia mais para si do que para mim, ascenti um pouco frustada.

E-eu queria ter um encontro com ele?!

Um encontro com meu marido?!


Notas Finais


Beju.u da @OmmaMonster
BJin da @MinasdoBirber21

Nós se vê amanhã \o/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...