História My Mother - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camren
Exibições 639
Palavras 1.316
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá pessoas
Eu fiquei um tanto triste com os poucos comentários que tiveram no último Capítulo...

Mas enfim, Boa leitura

Capítulo 32 - Tudo em seu lugar


Fanfic / Fanfiction My Mother - Capítulo 32 - Tudo em seu lugar

Lauren Jauregui :

Já estávamos em casa, era segunda-feira e por sorte eu havia conseguido achar uma brecha para voltar à faculdade e não trancarem as disciplinas dela por um mês. Se eu estava feliz? Eu me sentia em uma utopia, onde a felicidade era infinita. Parar de sorrir eu não iria, não tão cedo. Camila e eu estávamos juntas e o melhor é que todos da família apóiam isso, todas aquelas minhas inseguranças foram embora. Estar com Camila definitivamente me faz bem, não é como antes, quando eu me olhava no espelho e me via pela metade, agora sim eu me vejo completa.

Camila iria conversar com Ariana hoje sobre o que aconteceu durante nossa ausência e explicar que quer terminar a relação que elas têm, na verdade tinham. Eu me despedi da Verônica e ela prometeu vir à Miami para me visitar sempre, o que fez Camila ficar com um pouco de ciúmes, quer dizer, muito ciúmes.

Já posso gritar aos quatro cantos do mundo que Camila Cortez é minha, só minha e de mais ninguém.

–Bom dia. - Ouvi o doce som da voz de quem eu tanto amo substituir o silêncio que estava na mesa do café da manhã.

–Bom dia. - Sorri em sua direção, o que fez ela sorrir também.

–Sem melação logo pela manhã, por favor. - Pediu Antony, o que nos fez rir.

–Mas quando são vocês não podemos reclamar, não é? - Apontei para o casal.

–Filha, não escute o Antony, ele está com ciúmes da filhinha dele. - falou mamãe.

–Ciúmes? Claro que não. - Defendeu-se o homem.

–Ah papai, então não vai se importar se eu beijar a Lauren, não é? - Questionou Camila juntando-se à nós.

–O quê? Mas é claro que... - Vi tia Clara beslica-lo de maneira discreta, mas acabou que todos nós percebemos.

–Fiquem à vontade. - Disse Dona Clara.

Camila caminhou até a cadeira vaga ao meu lado e sentou-se fitando-me com seu belo sorriso, aquele que me desmontava por inteira.

–Cheguei na parada, onde está minha melhor amiga? - A voz de Dinah se fez presente.

–Presente. - Respondeu Camila levantando o braço.

–Quer tomar café conosco, Dinah? - Questionou Antony.

–Claro tio Tony. - Ela sentou-se em uma cadeira vaga e começou a se servir de diferentes coisas que estavam disponíveis naquele café da manhã.

–Dormiu bem? - Questionei próximo à Camila.

–Mais ou menos, teria sido melhor se você tivesse dormido comigo. - Ouvi suas palavras e logo sorri.

–Que nojento, quanta melação. - Disse Dinah nos fitando.

–Está vendo, amor, eu não sou o único a achar isso uma melação total. - Disse Antony.

Apenas olhamos para os dois e nos olhamos, Camila pareceu entender o recado e aproximou-se de mim.

–E o meu beijo de Bom dia? Não ganho? - Questionou Camila fazendo um bico fofo logo em seguida.

–Acho que eu vou vomitar. - Disse Dinah fazendo uma careta estranha de quem iria mesmo vomitar.

–Ah, vai lavar a casa da cachorra Dinah. - disse Camila fitando-a um tanto enfurecida.

–Um beijo por outro? - Questionei segurando seu rosto, fazendo com que ela olhe para mim.

–Claro. - Disse ela.

Nos beijamos rapidamente, queríamos apenas fazer um pouco de ciúmes ao Antony, era engraçado aquela situação vê-lo nos olhar com uma cara fechada. Não porquê ele não nos apoiava, mas sim porquê ele sentia muito ciúmes da Camz, era bem pior com Ariana, elas não podiam nem se tocar quanto ele estava por perto.

Nós voltamos a olhar para os dois e Dinah estava com um cara de quem iria vomitar e Antony estava de olhos fechados. Por que isso? Povo estranho!

Seguimos nosso café da manhã com Dinah e suas piadinhas sem nexo, mas o pior é que me faziam rir.

Camila Cabello :

–Vamos Chancho? - Questionou Dinah, após acabar de comer.

–Claro, vou só me despedir da lolo. - Falei e vi-a fazer uma careta.

–Promete que vai acabar com a relação que você tem com a Ariana hoje? - questionou ela se aproximando de mim e segurando em minha cintura.

–Será a primeira coisa que eu irei fazer quando chegar na universidade, certo? - Pincelei seu nariz com meu dedo indicador e depositei um selinho em seus lábios. Era tão bom sentir aqueles lábios sobre os meus.

–Certo amor. - Ela colou nossas testas, o que me fez sorrir. –Eu te amo e boa aula. - Ela me deu mais um selinho e depois voltou a me soltar a contragosto, é claro.

–Eu te amo muito mais...

[…]

–Mila, olha quem está alí com a Ariana. - Fitei Dinah e ela estava com a boca entreaberta.

–Keana? - Questionei assim que meus olhos fisgaram a figura das as duas trocando beijos...?!

Ariana estava escorada em seu carro e Keana estava bem próximo a ela, quase que com os corpos colados. Eu nunca imaginaria encontrar as duas naquele ato, nem imaginava que elas ao menos, se conheciam. Quando elas pararam de trocar carícias, Ariana me olhou e sorriu acenando para que nos aproximassemos, caminhamos até o mais novo casal e estava um tanto surpresa com aquilo.

–Conseguiu recuperar a Lauren, Mila? - Questionou Keana.

–Sim, estamos juntas agora. - Sorri ao falar isso. –Mas como vocês se conheceram? Eu viajei por três dias e encontro vocês trocando beijos, estou por fora disso aqui. - Ouvir Dinah soltar um risinho baixo.

–Bom, nos conhecemos ontem. - Disse Ariana levemente corada.

–E já estão se pegando? - Questionou Dinah surpresa.

–Bom, é que ela é irresistível. - Defendeu-se Keana.

–Sou? - Questionou Ariana, fitando os castanhos de Keana.

São fofas juntas, já shippo...

–Claro que é, eu não saio beijando as pessoas por aí sem gostar delas. - Disse Keana.

–Que amor. - elas trocaram um selinho rápido e voltaram a nos olhar.

–Então, não precisamos ter aquela conversa, não é Ariana? - Questionei.

–Claro que não, eu já entendi e já sei o que eu quero. - Ela olhou para Keana de soslaio, o que fez eu entender o que ela realmente queria.

–Eu shippo vocês. - Disse Dinah.

–Eu também shippo Norminah e Camren. - Disse Ariana.

–Eu também shippo Camren, mas Norminah eu não conheço. - Disse Keana.

–Eu shipp da Dinah e a Normani. - Falou Ari.

–Oh meu Deus. - Keana levou a mão até a boca em surpresa. –Você e a Normani estão...? - Ela fez um gesto estranho com as mãos.

–Sim. - Respondeu Dinah.

–Eu também shippo Norminah a partir de agora. - Disse Keana.

–Vocês são infantis. - Disse Dinah cruzando os braços.

–Quando você fresca com a gente, temos que aguentar, agora quando a gente fresca você não aguenta? - questionei com uma das sobrancelhas aqueadas.

–Ah, vai lavar a casa da cachorra, Cortez. - Ela saiu pisando forte.

Alejandro Cabello :

–Papai, quando poderemos buscar Camila? - Questionou Selena.

–Não estamos conseguindo entrar em contato com Hivi, ela está com sua irmã, filha. - Respondi-a.

–Não iremos encontra-la nunca se não voltarmos à Miami. Estamos em Cuba, Alejandro, à quilômetros de distância dela, já ficamos longe demais dela. - Disse Sinu.

–Eu sei amor, mas isso tudo foi para mantê-la a salvo. - Falei.

–Ainda acho que deveríamos voltar à Miami. - Disse minha filha mais velha.

–Não tenho certeza se estaremos seguros lá.

–Por favor Alejandro, já se passaram oito anos e você insiste nessas inseguranças.

Hivi :

Só mais um mês, um mês e eu poderei voltar para Miami, eu estou com tantas saudades da minha baby Camila, minha pirralhinha, imagino que ela não esteja mais tão pequena assim, ela está tão linda em sua foto de perfil do whatsApp, nos falamos todos os dias. Eu tenho um emprego garantido quando chegar lá, serei gerente de uma das cafeterias do Senhor Cortez, ele era dono de um império de cafeterias.


Notas Finais


Comentem amores


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...