História My Motherfuck Princess - Capítulo 8


Escrita por: ~ e ~Castle_of_sugar

Postado
Categorias Linkin Park
Personagens Brad Delson, Chester Bennington, Dave Farrell, Joe Hahn, Mike Shinoda, Personagens Originais, Rob Bourdon
Tags Linkin Park
Visualizações 29
Palavras 385
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Era pra eu postar amanhã...mas não aguentei! Tive que postar hoje! :3

Capítulo 8 - Capítulo 8


      P.O.V Chester

- Te achei, desgramado! - Meu pai diz apontando o dedo pra mim.

- Me achou?… estávamos brincando de esconde-esconde? - Digo irônico.

- Muito engraçadinho você, em! - Ele diz. - Você vem comigo!

- Ah… não vou mesmo! - Digo cruzando as pernas despreocupado.

- Eu não estou pedindo… estou mandando! Chegou 20 caixas de maconha e quero que você venda elas pra mim!

- Ah… eu queria muito sair pela quebrada vendendo as ervinhas, mas dessa vez é com você… papai! - Sorrio e levanto do banco.

Então ele pega no meu braço bruscamente. - Como eu disse… não estou pedindo, estou mandando! Você vai entrar naquela van agora! E vai comigo! - Diz apertando meu braço bem forte e apontando pra uma van.

- Perai! Antes de ir deixa eu te mostrar uma coisa… - Ele solta meu braço, e fica me olhando. Levo minha mão até meu bolso procurando uma coisa… - Ah… achei! - Pego do meu bolso um canivete e finco em seu braço. Enquanto ele gritava de dor, aproveito pra correr.

- FILHO DA PUTA! - Grita tentando tirar o canivete do seu braço.

- AH EU SEI QUE MINHA MÃE ERA UMA PUTA! - Grito sorrindo, e corro mais ainda em direção a casa do Mike.

Mas ele não desisti, arranca o canivete fincado em seu braço e corre até a van.

Enquanto ele ligava o motor, eu corria o mais rápido que podia.

Então entro em um beco escuro pra cortar caminho

Só faltava um quarteirão… apenas um quarteirão…

Corria tanto que não sentia mais minhas pernas…

Sentimento de desespero percorria pelas minhas veias…

Estava cansado… mas não iria desistir…

Saio do beco escuro… estava tão perto…

Com muito esforço consigo chegar até aquele sobrado maravilhoso onde Mike mora.

Bato na porta desesperado.

- Mikeeee! - Bato na porta mais forte. - Abre por favor!

- Já vai, calma! - Ele diz do outro lado.

Então escuto ele pegar as chaves… e no começo da rua vira aquela van…

- Mike… VAI LOGO! PELO AMOR DE DEUS!

E a van avançava…

Era apenas eu e aquela van com faróis de cegar… apenas nós dois…

Se eu estava com medo?… Não! Não disso… estava com medo de perder… medo de nunca mais olhar aqueles olhos puxados que tanto me derrete… medo de nunca mais babar por aquele sorriso perfeito… medo de nunca… nunca mais beijar aquela boca maravilhosa…


Notas Finais


Eu achei que está muito curto este Cap... Desculpem!
Sua vez Imagine! :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...