História My msyterious Stalker — 2ª temporada - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Stalker
Visualizações 662
Palavras 1.010
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Fluffy, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Aeee!! Segunda temporada ai xente!!!! Espero que curtam!



Beijus ( ˘ ³˘)❤

Capítulo 1 - School


Fanfic / Fanfiction My msyterious Stalker — 2ª temporada - Capítulo 1 - School

 – Kookie! – ouvi ____ me chamar assim que cheguei na escola. Ela sorria e acenava ao lado de sua amiga Sung. Caminhei até elas com um sorriso no rosto, dando um selinho em minha namorada.

 – Bom dia! – bradei, a abraçando de lado. Jimin chegou saltitando com um sorriso enorme nos lábios.

 – Bom diaaa! – ele também deu um selinho na Sung e continou pulando feito um canguru.

  – Qual o motivo da animação? – ____ indagou, rindo dos pulos que Jimin dava.

  – Não ficaram sabendo? – perguntou e todos negaram com a cabeça. – Daqui alguns dias terá um passeio lá no acampamento do senhor Kim.

 – Sério? Que maneiro! – agora eu que estava saltitando.

 – Que infantilidade. – ____ revirou os olhos, sorrindo fraco.

 – Eu acho que não vou. – Sung deu de ombros, entortando a boca.

 – Ah, qual é, amorzinho! Fica comigo, por favor! – Jimin afinou a voz, fazendo cara de cachorro pidão.

 – Ahh, tá bom. – Sung revirou os olhos, enquanto Jimin saltitava ainda mais.

 – Isso já está irritante. – segurei seu ombro, o obrigando a parar.

 – Desculpa. – arqueou ambas as sombrancelhas, levando as mãos ao alto. O sinal bateu e logo uma manada de colegiais passou por nós.

 – Nossa, até parece que querem estudar. – ____ argumentou fazendo uma careta engraçada. Todos riram e seguimos o mesmo caminho dos colegiais desesperados.

 Todos estavam olhando as salas que ficariam e tentamos fazer o mesmo, mas a multidão impedia. Depois de esbarrar em muitas pessoas, cheguei em um lugar que me dava a visão do papel com vários nomes escritos.

Sala A-5

Su Ji-Yong

Ga Yang-Mi

Jung Hong

Kim Taehyung

Jeon Jungkook

Lee Boram

____

(E outros alunos que não me interesso em saber se estão na minha sala ou não.)


 Um sorriso abriu-se em meu rosto. Sai daquele tumulto e encontrei ____ piscando os olhos rapidamente enquanto observava a multidão.

 – Boa notícia. – me olhou atentamente. – Estamos na mesma sala.

Sorriu e me abraçou.

 – Ainda bem que estou na sua sala. Tenho que cuidar do meu bebê irresponsável. – tocou a ponta do meu nariz com o indicador.

 – Que? Espera aí, "bebê"? – fingi estar bravo. – Você é muito menor que eu e me chama de bebê?

 – Primeiro: Tamanho não é documento. E segundo: Não estou falando em questões de altura e sim, de maturidade. – falou confiante. – E eu sou muito mais madura que você.

 – Quer apostar? – curvei um pouco as costas para deixar me rosto na frente do dela. Parecia pensativa. Logo, abriu um sorriso.

 – Não, – arqueei uma sobrancelha. – gosto de você desse jeito. Imaturo, infantil, irresponsável e ignorante.

 – Nossa, ofendeu. – levei a mão peito.

 – É brincadeira. – me empurrou de leve com seu ombro.

Estávamos indo para nossa sala, até que encontramos Sung e Jimin de mãos entrelaçadas.

 – Ficamos na mesma sala. – Jimin disse feliz.

 – Queria ficar na sua sala! – Sung disse agarrando ____.

 – Nossa, muito obrigado. – Jimin virou-se pronto para ir embora, mas Sung foi mais rápida e o agarrou pela gola da camisa. 

 – Temos que ir. Até o intervalo. – ____ acenou e pegou em minha mão, me guiando.

Logo, chegamos na sala e escolhemos nossos lugares. — ao lado da janela, sei que ____ adora observar o lado de fora — Não vi o Jin, Namjoon, Tae e nem o Hoseok. Devem estar dormindo ainda. ____ estava na minha frente, entretida com a paisagem do lado de fora da escola. Me aproximei de seu ouvido e sussurrei.

 – Eu queria que você desse mais atenção para mim do que para a paisagem. – sussurrei manhoso, ouvindo sua risada.

 – Quer atenção? – assenti e deitei minha cabeça em seu ombro. Ela começou a acariciar minhas bochechas e a enrolar meus fios, me fazendo fechar os olhos e bocejar. – Pronto?

 – Ah não. Está tão bom. – fiz um biquinho e de súbito, me deu um selar demorado. Por sorte, não tinha quase ninguém na sala. Apenas algumas garotas e um grupo de garotos. – Pode fazer isso de novo?

 – Isso o que? – sorriu. Sorri malicioso e me aproximei do seu ouvido.

 – Mais tarde, te mostro. – corou. Adoro quando ela cora, fica tão fofa.


[...]


Todos já estavam na sala, menos o professor.

 – Aish, cadê o professor? – resmunguei.

Jin entrou na sala e abrimos um sorriso.

– Oi, Jin Hyung. – cumprimentei.

 – Não me chame de Jin Hyung, me chame de professor. – Arregalei os olhos e ele riu.

 – Nossa, que legal! Professor de matemática? – ____ indagou e o Jin, quer dizer, professor assentiu levemente com a cabeça.

 – Exato. – sorriu e subiu no tablado, pegando os cadernos que estavam em sua mochila. – Muito bem, turma! Acho que todos me conhecem, eu sou..

 – JIIIIINNNN! – todas as meninas da sala — excepto ____ — gritaram histericamente como se ele fosse um cantor famoso. O professor arregalou os olhos.

 – É, isso aí. – sorriu e começou a escrever no quadro. Confesso que não estava entendendo merda nenhuma, ao contrário de ____, que parecia concentrada e entendendo todos os exercícios. Ela foi a primeira e terminar as questões. Como ela conseguiu? Eu preciso de ajuda!

 – Amor. – a chamei, encostando a cabeça em seu ombro.

 – Oi?

 – Pode me ajudar? Não estou entendendo. – ela riu e levantou a mão.

 – Professor. – Jin olhou para ela, esperando sua pergunta.

 – Sim? – largou a caneta na mesa.

 – Posso ajudar o Jungkook? Ele está com dificuldade. – pediu gentilmente e ele assentiu sem hesitar. Ela se virou para trás, colando nossos narizes. Poderia ser ousado e beija-la ali mesmo, mas ela não gostaria muito disso e alguns dos alunos poderiam nos dedurar. – Está com dúvida em qual exercício?

 – Em todos. – fui sincero. Ela bufou.

 – Certo. – respirou fundo. Nesse momento, ouvimos a porta ser aberta. Ah não, ele de novo não.

 – Senhor Min Yoongi, está atrasado. – Jin falou sériamente.

 – Foi mal, professor. – coçou a nuca, constrangido. Seus olhos se encontraram com os de ____, abrindo um sorriso. Acenou e ela retribuiu. E para piorar, sentou ao lado dela!

 – Filho de uma..

 – Jungkook, acorda! – (S/N) estalava os dedos perto de meu rosto. – Estou tentando te ajudar.

 – É, cara, presta atenção na sua namorada. – Yoongi abriu um sorriso sínico, mas quando ____ se virou para frente, abriu um sorriso tão falso quanto ele.

Controle-se Jungkook.


Será um longo ano!



Notas Finais


Primeiro cap completo!! Aeeee!!!! Espero que tenham curtido!


Beijus ( ˘ ³˘)❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...