História My Neko Boy - Capítulo 34


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Abo, Abuso, Hybrid, Neko, Shotacon, Yaoi
Visualizações 96
Palavras 511
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oi tudo bom?

Tenha uma boa leitura ♡
Beijos

Capítulo 34 - Book


Talvez o mais difícil da vida, não seja a morte. Mas sim o sentimento que pode ser causado por ela...



Era muito difícil ter que admitir para si mesmo que teria que seguir sua própria vida, focando apenas no presente e no futuro, sem deixa ser abalado pelos pensamentos do passado.

Alguns dias após meu aniversário de quinze anos, Mariah descobriu-se gravida de quase três meses, e alguns meses depois teve seu primeiro e – até agora – único filho. O bebê de madeixas avermelhadas, assim como seus fios, olhos grandes e negros, tão profundos quando o seu próprio, pele branca e rosto angelical. Um menino lindo, que por onde passava encantava a todos com seu sorriso puro e sua alegria contagiante.

Seu nome? Rinji*. Rinji Block. Seu nome foi escolhido pelo garoto ter um jeito tranquilo e calmo. Assim como um bosque pacífico.

Aquela criança de certa forma lembrava-me uma pessoa que havia sido muito especial para mim. E a cada ano que se passava, se mostrava mais parecida ainda com ele. Não era só a fisionomia, não era só nas características físicas e externas. Era com um todo. Sua personalidade, seu jeito forte e alegre, seu instinto protetor e sua forma de sempre querer me alegrar.

Eu vi naquele garoto – que hoje aos seus dez anos – a felicidade, que um dia eu não imaginei que veria outra vez [...]


AUTORA P.O.V


Renji teve sua concentração tomada ao ouvir sua mãe lhe chamar, avisando que seu tio havia chegado.

O garoto – que naquele dia completava seus quinze anos – fechou o livro que tinha em mãos, deixando-o sobre a cama e correu até o andar inferior, se jogando nos braços do seu tio assim que o viu.

- Tio Yuri! Tio Yuri! – o garoto chamava com animação transbordando em sua voz – A mamãe me deu um livro hoje, de presente de aniversário! – Yuri olhou para a mulher a sua frente - que lhe era mais como uma mãe - com um olhar de interrogação, até que seu sobrinho deu continuidade à fala – E nele os personagens tem o mesmo sobrenome que o meu!

O garoto parecia completamente eufórico com o fato de ter lido um livro onde encontrara seu sobrenome no mesmo. Já havia lido vários livros, mas nenhum – como aquele de autor anonimo – lhe chamou tanto a atenção.

- Sério? – Perguntou Yuri – E você já o terminou de ler?

- Ainda não! Mas não demorarei tanto – o tom do garoto era animado e infantil, completamente adorável aos olhos de qualquer um ali, principalmente aos de Yuri – Cadê o tio Lilian?

- Está ao telefone, lá fora – respondeu o mais velho dos homens ali e o garoto correu para fora da casa.

Yuri deixou um suspiro cansado sair de seus lábios e andou até a mulher a sua frente, dando na mesma, um forte e saudoso abraço.



Haviam se passado, basicamente quinze anos depois daquele dia. Yuri manteve sua vida normalmente, e após se formar em literatura há nove anos, passou a viajar por vários lugares. Até terminar de escrever aquele livro, que fora assinado apenas com suas iniciais B.Y..


 Se mantendo então no anonimato.



FIM


Notas Finais


*Rinji: Nome de origem japonesa que significa "bosque pacifico"

Espero que tenham gostado ♡

Talvez tenha ficado meio - como posso dizer? - com explicação meio vaga... mas eu li e reli, varias e varias vezes, e cheguei a conclusão de que da sim de entender o que eu quis passar nesse último cap.

Eu iniciei essa fica com o intuito nao fazer nada mt clichê nem muito piegas kkkk mas quanto mais os cap iam passando eu tinha a ideia de está levando a fic para o lado clichê.

Não foi exatamente o bad end.. e eu me senti satisfeita com ele...

EU AINDA NAO CORRIGI CAP NENHUM (como eu havia dito que faria no cap anterior) PQ A ANSIEDADE DE POSTAR FOI MAIOR KKKKK

Enfim, foi isso.
Espero de verdade, do fundo do meu coração, que eu tenha atingido as expectativas de vcs, e que vcs tenham lido essa fic pelo prazer da leitura que ela causa.

Qualquer duvida me manda uma msg na dm ♡

Amo vcs ♡ beijos

Vcs conhecem a minha outra fic My Baby Boy? Não? Dê uma olhadinha lá 😄😜

Link: https://spiritfanfics.com/historia/my-baby-boy-7483632


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...